ESTRUTURA

GEOLÓGICA

Formação da Terra
Origem Quente
Origem Fria
Idade: 4,5 bilhões de anos
Estrutura Interna da Terra
Núcleo Interno
Núcleo Externo
Manto
Crosta
Camadas da Terra:
 Crosta – 40 km rochas – (sólida)
 Manto – 3000 km magma (pastosa) - 30000 C
 Núcleo – 3000 km ferro e níquel (sólida) – 6000 C
Eras Geológicas
Eras Geológicas
 Arqueozóica
 Formação dos escudos cristalinos
 Proterozóica
 Extrusões de Magma originando grandes depósitos de
minerais metálicos (Ferro, manganês etc.)
 Paleozóica
 Grande atividade transformadora da superfície, com o
surgimento dos Alpes Escandinavos, Montes Apalaches etc.
 Soterramento de florestas – originando jazidas de carvão
mineral
 Mesozóica
 Grandes derramamentos de lava
 Sedimentação dos fundos marinhos – originando grande parte
das jazidas de petróleo
 Cenozóica
 Terciário: Formação dos dobramentos modernos: Andes,
Alpes, Himalaia
 Quaternário: Grandes Glaciações
• Contornos dos continentes atuais
Minerais: são substâncias sólidas não
orgânicas, encontradas na crosta
terrestre. Existem mais de 2000 minerais
conhecidos;

Rochas: conjunto de substâncias
minerais, que estão na litosfera;
ROCHAS
Agregados de minerais
Magmáticas – formadas a partir de magma
Podem ser:
Intrusivas ou plutônicas – formadas dentro da
crosta – Granitos



Extrusivas ou vulcânicas – formadas por magma na
superfície do planeta - Basalto
Metamórficas – formadas pela transformação de
rochas pré-existentes por altas temperaturas e
pressão – corneana mosqueada, gnaisses
Rochas Sedimentares – formadas a partir do
desgaste de uma rocha pré-existente – Arenito,
Folhelho
Montanha formada de rocha magmática intrusiva
(raridade)
Pico da Agulhas Negras – Rio de Janeiro – Brasil –
2791 metros
Montanha formada a partir de rocha magmática
extrusiva.
Pedra do Baú – Sao Bento do Sapucaí
Montanhas Formadas de Rochas Sedimentares
Morro do Camelo – Rio Claro – São Paulo - Brasil
Formação rochosa mista (Sedimentar e Magmática)
Cachoeira do Caracol – Canela - RS
Teoria da Deriva Continental
Alfred Wegener (1915)
Deriva Continental
Deriva Continental
Movimentos principais




Cisalhamento: placas tectônicas que
se resvalam horizontalmente
causando terremotos.
Movimentos principais




Divergência: Placas que se afastam
uma da outra causando terremotos e
vulcanismo
Movimentos principais



Convergência ou subducção: placas que se
encontram, e a menor entra por baixo da
maior, indo em direção ao manto terrestre.
Causa terremotos, vulcanismo e formação
dos Dobramentos Modernos
Oceânico/Continental
Ex.: Placa sul-americana e placa de Nazca (Cordilheira
dos Andes)
Continental/Continental
Ex.: Placa Indiana e placa Euro-asiática (Cordilheira do Himalaia e
Planalto do Tibet)
Oceânico/Oceânico
Ex.: Japão e Ilhas Aleutas.
Ondas Sísmicas
Terremotos
Terremoto na Ásia - Dez./2004
Terremoto na Ásia - Dez./2004 – Número de Vítimas
Países onde as
mortes ocorreram
Mortes Feridos Desaparecidos Desabrigados
Confirmado Estimado1
Indonésia
126.915 +126.915 ~100.000 37063 400.000 -
700.000
Sri Lanka 30957 38195 15686 56372 ~573.000
Índia 10749 16413 — 5640 380.000
Tailândia 53953 11000 8457 2932 —
Somália 298 298 — — 5000
Myanmar (Burma) 61 290– 600] 45 200 3200 confirmados
Malásia 68– 74 74 299 — —
Maldivas 82 108 — 26 12000– 22000
Seychelles 1– 3 3 — — —
Tanzânia 10 +10 — — —
Bangladesh 2 2 — — —
África do Sul 24 2 — — —
Quênia 1 2 2 — —
Iêmen 1 1 — — —
Madagascar — — — — +1000
Total 174.542 ~193.623 ~125.000 ~51498 ~1,5 milhão
Descrição Magnitude Efeitos Frequência
Micro < 2,0 Micro tremor de terra, não se sente[1]. ~ 8000 por dia
Muito
pequeno
2,0-2,9 Geralmente não se sente mas é
detectado/registado.
~1000 por dia
Pequeno 3,0-3,9 Frequentemente sentido mas raramente causa
danos.
~49000 por ano
Ligeiro 4,0-4,9 Tremor notório de objectos no interior de
habitações, ruídos de choque entre objectos.
Danos importantes pouco comuns.
~ 6200 por ano
Moderado 5,0-5,9 Pode causar danos maiores em edifícios mal
concebidos em zonas restritas. Provoca danos
ligeiros nos edifícios bem construídos.
800 por ano
Forte 6,0-6,9 Pode ser destruidor em zonas num raio de até
180 quilómetros em áreas habitadas.
120 por ano
Grande 7,0-7,9 Pode provocar danos graves em zonas mais
vastas.
18 por ano
Importante 8,0-8,9 Pode causar danos sérios em zonas num raio de
centenas de quilómetros.
1 por ano
Excepcional 9,0 < Devasta zonas num raio de milhares de
quilómetros.
1 a cada 20
anos
A Escala Richter – Elaborada em 1935, por Charles Francis Richter e
Beno Gutemberg. Maior registro: 9,5 na escala Richter, Chile (1960).
Vulcanismo
Expulsão de magna, rocha
e gás do interior da Terra.