You are on page 1of 14

MODELO DE AUTO-AVALIAÇÃO

DAS
BIBLIOTECAS ESCOLARES

WORKSHOP FORMATIVO DE APRESENTAÇÃO


DO
MODELO DE AUTO-AVALIAÇÃO

CONCEITO CENTRAL

A biblioteca escolar constitui um contributo essencial para o

sucesso educativo, sendo um recurso fundamental para o

ensino e para a aprendizagem.


FACTORES DECISIVOS PARA O SUCESSO
DA MISSÃO DA BIBLIOTECA ESCOLAR

- Níveis de colaboração

- Acessibilidades e qualidade dos serviços


prestados

- Adequação da colecção e dos recursos


tecnológicos

PERTINÊNCIA DE UM MODELO DE AVALIAÇÃO PARA AS
BIBLIOTECAS ESCOLARES

- Facultar um instrumento pedagógico

- Avaliar o trabalho da biblioteca escolar

- Avaliar o impacte desse trabalho no funcionamento


global da escola e nas aprendizagens dos seus alunos

- Identificar as áreas de sucesso e as que requerem


mais investimento

O MODELO ENQUANTO INSTRUMENTO PEDAGÓGICO E DE
MELHORIA DE MELHORIA


Conceitos Implicados

- Noção de valor (experiência e benefícios que se retira


das coisas)

- Qualidade e eficácia da BE

- Utilização flexível do Modelo

- Modelo exequível e facilmente integrável



ORGANIZAÇÃO ESTRUTURAL E FUNCIONAL

- Domínios que são objecto de avaliação:

a) Apoio ao Desenvolvimento Curricular

- Articulação curricular da BE com as estruturas


pedagógicas e os docentes

- Desenvolvimento da literacia da informação

b) Leitura e Literacia

ORGANIZAÇÃO ESTRUTURAL E FUNCIONAL

c) Projectos, Parcerias e Actividades Livres e de Abertura à


Comunidade:

- Apoio às actividades livres, extra-curriculares e


de enriquecimento curricular;

- Projectos e parcerias.

d) Gestão da Biblioteca Escolar

- Articulação da BE com a Escola/Agrupamento. Acesso


e serviços prestados pela BE

PERFIS DE DESEMPENHO

-Devem corresponder aos propósitos da auto-avaliação:

- fomentar a reflexão construtiva;

- contribuir para a procura da melhoria, através da


identificação de estratégias que permitam atingir o
nível seguinte;

PERFIS DE DESEMPENHO

Nível Descrição

4 A BE é bastante forte neste domínio. O trabalho desenvolvido é de grande qualidade e com um impacte
bastante positivo

3 A BE desenvolve um trabalho de qualidade neste domínio, mas ainda é possível melhorar alguns aspectos

2 A BE começou a desenvolver trabalho neste domínio, sendo necessário melhorar o desempenho para que o seu
impacte seja mais efectivo

1 A BE desenvolve pouco ou nenhum trabalho neste domínio, o seu impacte é bastante reduzido, sendo
necessário intervir com urgência

METODOLOGIA A SEGUIR

1. Perfil da BE (preencher o documento referente ao perfil da


Biblioteca Escolar)

2. Seleccionar o domínio

3. Recolher evidências

4. Identificar o perfil de desempenho

5. Registar a auto-avaliação no relatório final



INTEGRAÇÃO/APLICAÇÃO À REALIDADE DA
ESCOLA/BIBLIOTECA ESCOLAR
- Sujeito/aluno apresenta-se como actor activo, construtor do
próprio conhecimento.

- Novas estratégias de abordagem à realidade e ao


conhecimento baseadas no questionamento e inquirição
contínuas.

- Introdução das TIC, desenvolvimento de redes, surgimento de


novos ambientes de disponibilização da informação que
obrigam ao desenvolvimento de novas literacias e a uma
aprendizagem contínua ao longo da vida.

- Necessidades de gerir a mudança buscando evidências.



IDEIAS SOLTAS

“O professor bibliotecário é um professor de literacia da


informação”

“O professore bibliotecário é um parceiro em sala de aula”

“O professor bibliotecário é um defensor da leitura”

“ O professor bibliotecário proporciona liderança e experiência


na aquisição e avaliação de todos os tipos de informação”

IDEIAS SOLTAS

“O professor bibliotecário trabalha com os membros da


comunidade de aprendizagem para definir políticas e orientar e
gerir todas as actividades relacionadas com a BE”

“A gestão estratégica transforma a visão em realidade”

“O sucesso começa com a atitude”

“O professor bibliotecário deve ser visto como uma força


positiva e vital dentro da escola”
MODELO DE AUTO-AVALIAÇÃO
DAS
BIBLIOTECAS ESCOLARES

WORKSHOP FORMATIVO DE APRESENTAÇÃO


DO
MODELO DE AUTO-AVALIAÇÃO