John Stuart Mill

A System of Logic,
Ratiocinative and Inductive
Ana Ribeiro & Ezequiel Fumega – Filosofia da Ciência

Mill em um minuto (1806-1873) Ana Ribeiro & Ezequiel Fumega – Filosofia da Ciência .

Observações sobre a indução  Toda a inferência e descoberta de verdades não auto-evidentes. todo o conhecimento não intuitivo provém exclusivamente dessa fonte. Ana Ribeiro & Ezequiel Fumega – Filosofia da Ciência . Mas o que é a indução e em que condições ela se torna legitima como instrumento cientifico válido? Mill. Logo. consiste em induções. define a indução como a operação de descobrir e demonstrar proposições gerais.

Ana Ribeiro & Ezequiel Fumega – Filosofia da Ciência . uma constatação de cada caso em particular. em que não ocorre uma generalização mas sim.Induções indevidamente chamadas Mill as critica as ―perfeitas‖ induções dos livros de lógica. A legitima indução é definida por Mill como uma ―generalização a partir da experiência‖.

uma instância da própria Indução (uma das últimas). antes. ἀξιόειν (axioein). ἄξιος (axios).  Proposição não provada ou demonstrada. Axioma geral: o curso da Natureza é uniforme. mas considerada como óbvia e verdadeira. Axioma ἀξίωμα (axioma).Justificação da Indução No próprio enunciado (da indução) há um princípio implicado respeitante ao curso da Natureza. Crítica à Escola de Reid e Stewart. Ana Ribeiro & Ezequiel Fumega – Filosofia da Ciência . Contudo… Não se trata de uma justificação mas.

‖ (Premissa suprimida: ―o que é válido para João. a Indução é um silogismo em que a premissa maior se encontra suprimida. etc.‖ Esta premissa maior não é autoevidente! Como chegamos a ela? Por Indução! Ana Ribeiro & Ezequiel Fumega – Filosofia da Ciência . é válido para toda a Humanidade.: Premissa: ―João. Pedro.Justificação da Indução Segundo Whaterly. Pedro.‖) Conclusão: ―Toda a Humanidade é mortal. são mortais. etc. E.g.

Conclusão possível: ―A demonstração efetiva de que o que é verdadeiro a respeito de João. etc.‖ (John Stuart Mill) Ana Ribeiro & Ezequiel Fumega – Filosofia da Ciência . Pedro. só pode ser.. que uma suposição diferente seria inconsistente com a uniformidade que sabemos existir no curso da Natureza. é verdadeiro a respeito de toda a humanidade.

― ABCD ocorrem junto com w x y z A E F G ocorrem junto com w t u v --------—————————————————— Consequentemente A é a causa de w. é a causa (ou efeito) do dado fenômeno. Ana Ribeiro & Ezequiel Fumega – Filosofia da Ciência . a qual todas as instâncias concordam.Método da concordância  ―Se duas ou mais instâncias de um fenômeno sob investigação tem somente uma circunstância em comum. a circunstância.

e a circunstância onde as duas instâncias diferem está presente na primeira e não na segunda. a causa. e as duas instâncias têm todas as circunstâncias em comum exceto uma. parte da causa do fenômeno. Ana Ribeiro & Ezequiel Fumega – Filosofia da Ciência .― ABCD ocorrem junto com w x y z BCD ocorrem junto com x y z --------—————————————————— Consequentemente A é a causa ou uma parte da causa de w. a tal circunstância é o efeito. ou.Método da diferença  ―Se um fenômeno ocorre em uma instância e não em uma outra. necessariamente.

Método conjunto da concordância e da diferença  ―Se duas ou mais instâncias onde um fenômeno ocorre tem somente uma circunstância em comum. enquanto em duas ou mais outras instâncias onde o fenômeno não ocorre não têm nada em comum exceto a falta daquela circunstância. ou a causa. a circunstância na qual as instâncias diferem. ou necessariamente parte da causa do fenômeno― ABC juntos com x y z A D E ocorrem juntos com x t w B C ocorrem com y z --------—————————————————— Consequentemente A é a causa ou parte da causa de x. Ana Ribeiro & Ezequiel Fumega – Filosofia da Ciência . é o efeito.

Ana Ribeiro & Ezequiel Fumega – Filosofia da Ciência . os resíduos do fenômeno são os efeitos dos antecedentes remanescentes." A B C ocorrem juntos com x y z B é conhecido como a causa de y C é conhecido como a causa de z --------—————————————————— Consequentemente A é a causa de x.Método dos resíduos  "Reduzindo-se de um fenômeno as partes previamente conhecidas como sendo efeitos de certos antecedentes.

as variações são causa ou efeito uma da outra‖. Ana Ribeiro & Ezequiel Fumega – Filosofia da Ciência .Método das variações concomitantes  "Quando um fenômeno varia de uma maneira específica sempre que outro fenômeno varia. A B C ocorrem junto com x y z A↑ B C resulta em x↑ y z. de sua maneira específica. --------—————————————————— Consequentemente A e x são conectadas.