por mais de 5 horas consecutivas. 900 a 1. Devem ser evitados locais com incidências de geadas.500 mm de chuvas anuais bem distribuídas e comprimento do dia de. 11 horas. pelo menos.CLIMA Para um desenvolvimento satisfatório. . o maracujazeiro exige temperaturas que variam de 23º a 25°C. provocam a queda de botões florais e de frutos novos. Temperaturas inferiores a 12°C.

pois. Estes.SOLO O maracujazeiro-azedo adapta-se bem aos diversos tipos de solos. recomenda-se o plantio em camalhão. causada pelo fungo Phytophthora sp. Em solos muitos argilosos. com drenagem deficiente ou quando a cultura for irrigada. ainda que. tal ocorrência pode favorecer o ataque de fungos. . causam a doença denominada de “podridão do pé”. é necessário que o mesmo seja: profundo e tenha. boa drenagem. porém. principalmente. Essa frutífera não suporta encharcamento. penetrando por ferimentos no sistema radicular da planta. por curto período.

Luvisol escuro Podsolico Ferrico Humico Perfis de alguns tipos de solos Chernozem escuro .

.

A calagem ou aplicação de calcário é realizada em toda a área a ser plantada. para neutralizar Al e Mn tóxicos. com base no critério que eleva a saturação por bases para 80% . fornecer Ca e Mg e aumentar o pH do solo.

NC (t ha-1) = 2 x [2 – (Ca2+ + Mg2+)] x f Onde: NC: necessidade de calcário em t ha-1 f: fator de correção de acordo com a qualidade do calcário: 100 F = ----------PRNT .

V2: porcentagem de saturação por bases pretendida (depende da cultura). T: capacidade de troca catiônica do solo (CTC). V1: porcentagem de saturação por bases atual (análise do solo).(V2 – V1) x T NC (t ha-1) = --------------------------.x f 100 Onde: NC: necessidade de calcário em t ha-1. expressa em cmolc dm-3 (antigo meq 100cm-3) .

.

.

.

.

Efeito da acidez sobre a disponibilidade de nutrientes no solo .

mg K/dm³ Até 30 30-60 > 60 Época de aplicação kg ha-1 de N 100 kg ha-1 de P2O5 120 80 50 kg ha-1 de K2O 200 160 120 .Sergipe Nitrogênio kg de N/ha Fósforo no solo Baixo Médio Alto Mehlich .Recomendação de adubação .

Adubação orgânica: aplicar. entre as linhas de plantio.111 a 833 plantas/ha).0 m (1. Espaçamento: entre plantas: 3.OBS.0 m e. trinta dias antes do plantio das mudas. quando esta for inferior a 70%.0 a 4.: Calagem: elevar a saturação por bases a 80%. 30% do volume da cova com esterco bovino ou 10% com torta de mamona ou com esterco de galinha poedeira ou de codorna. . 3.

de ambos os lados da planta. . aplicar em faixas de 3.0 m de largura (distante do caule). ao redor da planta (mudas recém-transplantadas).As faixas de teores no solo do P variam em função do teor de argila. e distante 10 cm do caule (a distância aumenta com a idade da planta). As aplicações das doses de fertilizantes em cobertura devem ser feitas em faixas de 20 cm de largura. Em plantios adultos.0 m de comprimento por 1.

. ou podem ser usadas formulações completas de micronutrientes (FTE BR 12) na dose de 50 g por planta.Aplicar 20 g de sulfato de zinco e 10g de bórax na cova. junto à adubação de fundação e a matéria orgânica.

Em solos mais argilosos. as adubações podem ser feitas mensalmente ou a cada dois meses. bem como. 6 (seis) meses após o plantio das mudas (safrinha). deve-se parcelar semanalmente ou quinzenalmente. o regime pluvial ou irrigação. Em solos arenosos e com baixa CTC. . aproximadamente. dessa forma. os parcelamentos deverão ser feitos de acordo com as características físicas do solo e com a idade da planta.Ter em mente que o maracujazeiro inicia o florescimento.