You are on page 1of 22

CONSÓRCIO

INTERMUNICIPAL DE
DESENVOLVIMENTO
INTEGRADO
SERRA DA MESA

INTRODUÇÃO
O Consórcio intermunicipal de Serra da
Mesa, fundado no dia 29 de agosto de
1998,
foi
constituído
diante
da
necessidade dos municípios assumirem
e manterem um processo permanente
de monitoramento, controle e avaliação
do expressivo impacto causado pela
construção da Usina Hidrelétrica de
Serra da Mesa na região, principalmente
no que se refere à saúde e meio
ambiente, além de favorecer a adoção
de medidas para reverter parte dessas
mudanças em melhoria da qualidade de
vida de suas populações.

Localização da Região de Serra da Mesa .

População Total Residente nos Municípios do Consórcio de Serra da Mesa – IBGE 2010 .

priorizando ações articuladas de promoção. com a participação da sociedade na formulação e implementação de políticas publicas saudáveis. com a pactuação entre os municípios e outros organismos. prevenção e recuperação da qualidade de vida da população.OBJETIVOS DO PROJETO Organizar um sistema regional para fomentar o desenvolvimento sustentável. contemplando a melhoria das condições do saneamento loco regional e a atenção ao meio ambiente. .

em contrapartida.800 Km 2). potencial direcionador de novas ações socioeconômicas para a região. apesar de causar expressivo impacto ambiental na região pelo alagamento da extensa área territorial (aproximadamente 1.DESAFIOS E PERSPECTIVAS O reservatório da Usina Hidrelétrica de Serra da Mesa. . constitui.

eficaz Neste caso faz-se indispensável revolucionar a forma de planejar e gerenciar as ações de desenvolvimento e o crescimento econômico sustentável.DESAFIOS E PERSPECTIVAS Planejamento de ações para implementar um projeto de desenvolvimento eficaz. .

• Articular as ações ambientais.ÁREAS DE ATUAÇÃO PRIORITÁRIAS PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DA REGIÃO DE SERRA DA MESA MEIO AMBIENTE • Identificar fontes e atividades poluidoras do meio ambiente. potencialmente • Recuperação e revitalização de áreas degradadas e bacias hidrográficas. utilizando conteúdos referentes ao cuidado com o meio ambiente da cidade e da região. • Educação ambiental para implantar ações que conduzam a consciência dos cidadãos nos diferentes espaços sociais. mediante implantação sistema digital de informações e vigilância . .

ÁREAS DE ATUAÇÃO PRIORITÁRIAS PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DA REGIÃO DE SERRA DA MESA TURISMO • Realização de estudos sócio-econômicos da região. desenvolvimento de metodologias de educação social voltada para o turismo . • Elaboração de projetos integrados para implantação de infraestrutura e realização de eventos para a divulgação do turismo • Capacitação de recursos humanos. • Conhecer e avaliar a estrutura institucional loco regional voltada para o turismo e definir ações turísticas prioritárias.

Projeto Esporte na Escola. Projeto Excelência Esportiva. • Elaborar projetos interinstitucionais para apropriação e implantação na região: Projeto Esporte e Lazer.ÁREAS DE ATUAÇÃO PRIORITÁRIAS PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DA REGIÃO DE SERRA DA MESA ESPORTE E LAZER • Oficinas de trabalho para o desenvolvimento do desporto e lazer. . etc. estruturação dos sistemas municipais. e do calendário regional de desporto e lazer. • Estabelecer parcerias com Órgãos Federal e Estadual de Gestão do Desporto e Lazer.

. • Viabilizar recursos necessários para a execução dos projetos. • Promover atividades informativas e educativas junto às comunidades locais.ÁREAS DE ATUAÇÃO PRIORITÁRIAS PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DA REGIÃO DE SERRA DA MESA INFRAESTRUTURA E SANEAMENTO • Realizar diagnóstico das condições de saneamento e infraestrutura urbana nos municípios. • Elaborar projetos para solução dos problemas identificados.

das cadeias •Ações de apoio ao desenvolvimento do setor agropecuário. •Associação e cooperativismo . psicultura).ÁREAS DE ATUAÇÃO PRIORITÁRIAS PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DA REGIÃO DE SERRA DA MESA EMPREGO E RENDA •Apoio e fortalecimento produtivas existentes. •Incentivo à implantação de novas cadeias produtivas (aquicultura.

• Implantação e funcionamento de centros de inclusão digital. • Implantação do acesso à internet banda larga (cidades digitais) .ÁREAS DE ATUAÇÃO PRIORITÁRIAS PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DA REGIÃO DE SERRA DA MESA CIÊNCIA E TECNOLOGIA • Implantação e funcionamento de Centros Vocacionais Tecnológicos.

bem como para a elaboração dos projetos técnicos necessários à viabilização dos recursos necessários à execução das ações aqui priorizadas .NOSSAS ESPECTATIVAS Obter apoio e estabelecer parcerias para a realização de estudos e diagnósticos.

Acumular capital social e econômico.NOSSAS ESPECTATIVAS Despertar o sentimento de pertencimento e aumentar a auto-estima da população. . e  Gerar oportunidades de emprego e renda a partir das atividades criativas.  Assegurar o comprometimento das pessoas com projetos de desenvolvimento da região.

080/1990 .Lei Orgânica da Saúde “Art.” . 10. Os municípios poderão constituir consórcios para desenvolver em conjunto as ações e os serviços de saúde que lhes correspondam.Marcos Jurídico Legais • Lei 8.

241. serviços. pessoal e bens essenciais à continuidade dos serviços transferidos. autorizando a gestão associada de serviços públicos. de 1998 (Deu nova redação art.” . A União. 241 da CF) “Art. o Distrito Federal e os Municípios disciplinarão por meio de lei os consórcios públicos e os convênios de colaboração entre os entes federados. os Estados.Marcos Jurídicos Legais Emenda Constitucional n.º 19. bem como a transferência total ou parcial de encargos.

receber auxílios. O consórcio público constituirá associação pública ou pessoa jurídica de direito privado. contribuições e subvenções sociais ou econômicas de outras entidades e órgãos do governo. .” “Art. 2º . contratos.§ 1o . o consórcio público poderá: I – firmar convênios.Marcos Jurídicos Legais Lei 11. acordos de qualquer natureza.§ 1o Para o cumprimento de seus objetivos.107/2005 – Lei dos Consórcios Públicos “Artigo 1 .

14.” .Marcos Jurídicos Legais Lei 11. com o objetivo de viabilizar a descentralização e a prestação de políticas públicas em escalas adequadas.107/2005 – Lei dos Consórcios Públicos “Art. A União poderá celebrar convênios com os consórcios públicos.

.. por outros entes da Federação ou consórcios públicos § 8o  A especificação da modalidade de que trata o § 7o deste artigo observará o seguinte detalhamento: ..................... III .............................. 7º § 7o  A Modalidade de Aplicação – MA destina-se a indicar se os recursos serão aplicados: ....................... “ .309/2010 – LDO “Art..............................transferência a consórcio público (MA 71)....Marcos Jurídicos Legais Lei 12. mediante delegação......indiretamente... V ............

Distrito Federal.Marcos Jurídicos Legais Lei 12.  Quando houver igualdade de condições entre Estados.Das Transferências Voluntárias “Art. Municípios e os Consórcios Públicos. 46.” . os órgãos e entidades concedentes deverão dar preferência aos Consórcios Públicos.309/2010 – LDO Seção IV . para o recebimento de transferências de recursos nos termos desta Seção.

Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Integrado Serra da Mesa .