You are on page 1of 22

EE –05

Princípios de Telecomunicações
AULA 3
Análise de Fourier

Série de Fourier Complexa

Seja uma função periódica com período T.
Então a série de Fourier é tal que:

1
f ( t )  a 0   (a n cos(n0 t )  b n sen(n0 t )
2
n 1

Porém

1 jn0 t
cos(n0 t )  (e
 e  jn0 t )
2
1 jn0 t  jn0 t
sen(n0 t )  (e
e
)
2j

C -n  (a n  jb n ) 2 2 2 . Então a série de Fourier é tal que:  1 1 1 jn 0 t f (t )  a0   ( (an  jbn )e  (an  jbn )e  jn 0t ) 2 2 n 1 2 Chamando 1 1 1 C 0  a 0 .Série de Fourier Complexa  Seja uma função periódica com período T. C n  (a n  jb n ) .

Série de Fourier Complexa  Tem-se que:  f ( t )  C 0   (C n e jno t n 1  C  n e  jn0 t ) Onde 1 1 1 C 0  a 0 . C -n  (a n  jb n ) 2 2 2 . C n  (a n  jb n ) .

Série de Fourier Complexa  Então a série de Fourier complexa é tal que:  f ( t )  C 0   (C n e jn0 t C  n e  jn0 t ) n 1  Cuja representação é dada por: f (t )   jn 0t c e n n   .

T 2  f (t ) sin(n t )dt )  0  T 2 ..1.3.e  jn 0t dt .2... para n  0.Determinação dos coeficientes da série de Fourier complexa  Os coeficientes Cn podem ser determinados por: 1 1 2 Cn  (an  jbn )  ( 2 2 T 1 Cn  T Cn  1 T T 2 2 T f (t ) cos(n 0t )dt  j T  2 T 2  f (t )[cos(n t )  jsin(n t )]  0  T 2 T 2   0 T 2 f (t ).

eles apresentam módulo e fase.Espectro de freqüência complexo Sendo os coeficientes da série de Fourier complexa. tal que. 2 c n  (a n  jb n ) | c n | a n  b n bn    tan     an  1  2 . números complexos.

Exemplo 1  Determinar as linhas espectrais para a função periódica f(t).25 s 1 0.5 -0.4 -0.2 -0.1 0 0.4 0.6 0. dada por um trem de pulsos retangulares de amplitude 1 e de duração d= 0. cujo período é de T=0.5 .3 0.8 0.2 0.4 0.3 -0.05 s.1 0.2 0 -0.

d/2  t  T/2 .T/2  t  -d/2.Exemplo 1  Esta função pode ser modelada matematicamente por:  1 se .d/2  t  d/2 f (t)    0 se .

n 0 . . e dt  T d T  jn 0  1 1   e  .d T T x T sin( . Assim : T n.sinc ( ).Exemplo 1  Aplicando-se a definição dos coeficientes complexos da série de Fourier. .e  jn 0t dt  T 2 sin(n 0 cn  n 0 d T d 2 d  jn 0 2 d ) 2 e  jn 0t 1 1 e  jn 0t 1 .  2        2 . onde sinc(x)  n. T jn 0  d T d 2 2   d  jn 0 (  ) 2 mas  0     d d 2  d 2   d jn 0  jn 0  2 2 d e e   d T 2 j. tem-se que: cn  1 T T 2   f (t ).d ) d n.d sin(x) T  .

25 0.2sin (n.15 0.05 -0.Exemplo 1  Aplicando as condições do problema.0.1 -100 -80 -60 -40 -20 0 20 40 60 80 100 .2 0. 0.1 0.2.2) cn  n.0. tem-se que 0.25 s e d=0.05 0 -0.2 s. onde T=0.

Teorema de Parseval  A potência em um sinal periódico. através de: T 2  [f (t )] dt   T 2 2  2 | c |  n n   . supondo que a sua função do tempo seja a voltagem e em um resistor de 1  é dada por: T 2 Potência   [f ( t )]2 dt   T 2 O teorema de Parseval nos permite calcular a potência do sinal através dos seus coeficientes complexos.

Função delta de Dirac  Algumas funções são de extrema utilidade na análise de sinais. se t  0 ( t )    . ou seja:   (t )dt  1  . definida como:  0. Uma delas é o Delta de Dirac. se t  0  Uma característica importante é que a integral da função desde - a + .

(t ).Função Delta de Dirac  Propriedades:   (t ).( t ) .dt  (0)    ( t  t 0 ).( t ).( t )  f (0).dt  ( t 0 )  (  t )  ( t ) 1 (at )  ( t ) |a| f ( t ).

2 0 -10 -8 -6 -4 -2 0 2 4 6 8 10 .8 0. se t  0 u(t)    0.4 0. se t  0 1 0.A função degrau  A função degrau é definida como:  1.6 0.

A transformada de Fourier Usada para sinais aperiódicos. pois é aperiódico   F()   f ( t ).e  jt dt   1 j t f (t)  F (  ) e d  2  . é a generalização da série de Fourier. O espectro do sinal é contínuo.

f1 ( t )  a 2 f 2 ( t )  a 1.F1 ()  a 2 .F2 () . ou seja: F()  R ()  jX () | F() | .e j( ) Propriedades da Transformada de Fourier: a) Linearidade  se f1 ( t )  F1 () e f 2 ( t )  F2 () então a 1. a transformada de Fourier tem parte real e complexa.A transformada de Fourier  Como se pode observar.

Propriedades da Transformada de Fourier  Deslocamento no tempo f ( t  t 0 )  F()e  Deslocamento em freqüência 1   f (at )  F  |a|  a   j t 0 .

dx   1 F() j .Propriedades da Transformada de Fourier  Diferenciação f ' ( t )  jF() ( jt )f ( t )  F' ()  Integração t  f (x ).

definida como:  0. se t  -1/2 ou t  1/2 rect ( t )    1.Exemplo 1  Calcular a transformada da função pulso retangular rect(t). se .1/2  t  1/2  A Transformada de fourier é dada por:  1/ 2  1 / 2  j 0 t f ( t ) e dt    e  j0 t dt  d ) 2 d 2 sin ( .

Exemplo 1  O comportamento é dado pela figura abaixo: .

2 0.05 -0.05 0 -0.Propriedades da Transformada de Fourier  Deslocamento em freqüência 0.1 -100 -80 -60 -40 -20 0 20 40 60 80 100 .25 0.1 0.15 0.