You are on page 1of 39

CENTRO PREPARATÓRIO DE

OFICIAIS DA RESERVA - CPOR
UNIDADE DIDÁTICA VIII

REGULAMENTO
DISCIPLINAR DO
EXÉRCITO
RDE

CENTRO PREPARATÓRIO DE
OFICIAIS DA RESERVA - CPOR

ASSUNTO I

TRANSGRESSÕES
DISCIPLINARES

CENTRO PREPARATÓRIO DE
OFICIAIS DA RESERVA - CPOR

OBJETIVOS:
1)

Descrever os princípios gerais da
hierarquia e da disciplina;
2) Identificar a esfera da ação e
competência para a aplicação do RDE;

CPOR OBJETIVOS: 3) Distinguir transgressão disciplinar de crime militar. .CENTRO PREPARATÓRIO DE OFICIAIS DA RESERVA . 4) Identificar as transgressões disciplinares do Anexo I do RDE.

2. 3. 6. histórico. escolar. instrução. Relações de subordinação do aluno ao mestre ou ao instrutor.). Submissão a um regulamento. 4.). científico. etc. 5. educação. Qualquer ramo do conhecimento (artístico. .CPOR DISCIPLINA: DEFINIÇÕES (DICIONÁRIO AURÉLIO) 1. 7. Regime de ordem imposta ou livremente consentida.CENTRO PREPARATÓRIO DE OFICIAIS DA RESERVA . Ordem que convém ao funcionamento regular de uma organização (militar. Ensino. etc. Observância de preceitos ou normas.

CPOR SUMÁRIO: I. c) Crime militar X Transgressão disciplinar. d) Transgressões disciplinares previstas no Anexo I do RDE. INTRODUÇÃO II. CONCLUSÃO . DESENVOLVIMENTO a) Princípios gerais da hierarquia e da disciplina. b) Competência para aplicação das punições disciplinares. III.CENTRO PREPARATÓRIO DE OFICIAIS DA RESERVA .

a lei e a ordem. 2º do Estatuto dos Militares – Lei 6. e destinam-se a defender a Pátria e a garantir os poderes constituídos.880 de 9 de dezembro de 1980. são constituídas pela Marinha.” Art.CENTRO PREPARATÓRIO DE OFICIAIS DA RESERVA . . sob a autoridade suprema do Presidente da República e dentro dos limites da lei. essenciais à execução da política de segurança nacional. São instituições nacionais. pelo Exército e pela Aeronáutica. organizadas com base na hierarquia e na disciplina. permanentes e regulares.CPOR Princípios gerais da hierarquia e da disciplina “As Forças Armadas.

regulamentos. por postos e graduações. Disciplina militar: é a rigorosa observância e o acatamento integral das leis.CENTRO PREPARATÓRIO DE OFICIAIS DA RESERVA . traduzindo-se pelo perfeito cumprimento do dever por parte de todos e de cada um dos componentes do organismo militar. em níveis diferentes. . normas e disposições.CPOR Princípios gerais da hierarquia e da disciplina Hierarquia militar: é a ordenação da autoridade.

. III .a obediência pronta às ordens dos superiores hierárquicos.a colaboração espontânea para a disciplina coletiva e a eficiência das Forças Armadas.CPOR Princípios gerais da hierarquia e da disciplina Manifestações essenciais de disciplina: I-a correção de atitudes.CENTRO PREPARATÓRIO DE OFICIAIS DA RESERVA . II . e IV .a dedicação integral ao serviço.

CPOR Princípios gerais da hierarquia e da disciplina A disciplina e o respeito à hierarquia devem ser mantidos permanentemente pelos militares na ativa e na inatividade.CENTRO PREPARATÓRIO DE OFICIAIS DA RESERVA . .

CPOR Princípios gerais da hierarquia e da disciplina As ordens devem ser prontamente cumpridas. ao receber uma ordem.CENTRO PREPARATÓRIO DE OFICIAIS DA RESERVA . 2) Cabe ao subordinado. solicitar os esclarecimentos necessários ao seu total entendimento e compreensão. levando-se em conta as seguintes situações: 1) Cabe ao militar a inteira responsabilidade pelas ordens que der e pelas conseqüências que delas advierem. .

4) Cabe ao executante. .CPOR Princípios gerais da hierarquia e da disciplina 3) Quando a ordem contrariar preceito regulamentar ou legal. o executante poderá solicitar a sua confirmação por escrito.CENTRO PREPARATÓRIO DE OFICIAIS DA RESERVA . cumprindo à autoridade que a emitiu atender à solicitação. que exorbitou no cumprimento de ordem recebida. a responsabilidade pelos excessos e abusos que tenha cometido.

dos órgãos de direção setorial e de assessoramento. comandantes militares de área e demais ocupantes de cargos privativos de oficial-general.CPOR Competência para aplicação das punições disciplinares São competentes para aplicarem as punições disciplinares: 1) Comandante do Exército. . 2) Chefe do Estado-Maior do Exército.CENTRO PREPARATÓRIO DE OFICIAIS DA RESERVA .

CENTRO PREPARATÓRIO DE OFICIAIS DA RESERVA . 4) Subchefes de estado-maior. comandantes de unidade. demais comandantes cujos cargos sejam privativos de oficiais superiores e comandantes das demais Organizações Militares – OM com autonomia administrativa. escalão regional. serviço e assessoria. seção. ajudantesgerais. comandantes de unidade incorporada. chefes de gabinete.CPOR Competência para aplicação das punições disciplinares 3) Chefes de estado-maior. e . chefes de divisão. subcomandantes e subdiretores.

.CPOR Competência para aplicação das punições disciplinares 5) Comandantes das demais subunidades ou de elementos destacados com efetivo menor que subunidade.CENTRO PREPARATÓRIO DE OFICIAIS DA RESERVA .

.CPOR Competência para aplicação das punições disciplinares Art. precisar local. 12.CENTRO PREPARATÓRIO DE OFICIAIS DA RESERVA . deverá participá-lo ao seu chefe imediato. qualificar os envolvidos e as testemunhas. discriminar bens e valores. Todo militar que tiver conhecimento de fato contrário à disciplina. A parte deve ser clara. data e hora da ocorrência e caracterizar as circunstâncias que envolverem o fato. precisa e concisa. por escrito. sem tecer comentários ou emitir opiniões pessoais.

a autoridade militar de maior antigüidade que presenciar ou tiver conhecimento do fato deverá tomar providências imediatas e enérgicas. a ocorrência exigir pronta intervenção. da ocorrência e das providências em seu nome tomadas. . para preservação da disciplina e do decoro da Instituição.CPOR Competência para aplicação das punições disciplinares Quando. mesmo sem possuir ascendência funcional sobre o transgressor.CENTRO PREPARATÓRIO DE OFICIAIS DA RESERVA . dando ciência a esta. pelo meio mais rápido. inclusive prendê-lo “em nome da autoridade competente”.

CENTRO PREPARATÓRIO DE OFICIAIS DA RESERVA . Ex: Utilizar-se do anonimato.CPOR Diferença entre transgressão disciplinar e crime militar Transgressão disciplinar: é toda ação praticada pelo militar contrária aos preceitos estatuídos no ordenamento jurídico pátrio ofensiva à ética. ainda. . ou. que afete a honra pessoal. aos deveres e às obrigações militares. mesmo na sua manifestação elementar e simples. o pundonor militar e o decoro da classe.

CPOR Diferença entre transgressão disciplinar e crime militar Crime militar: toda conduta ofensiva tipificada no Decreto-lei nº 1. Ex: Crime de Deserção.001 de 21 de outubro de 1969.CENTRO PREPARATÓRIO DE OFICIAIS DA RESERVA . Código Penal Militar. .

CPOR Diferença entre transgressão disciplinar e crime militar Diferenças Fundamentais 1) As Transgressões disciplinares têm potencial ofensivo inferior aos Crimes militares. 2) Cada conduta encontra-se tipificada em seu respectivo diploma legal. .CENTRO PREPARATÓRIO DE OFICIAIS DA RESERVA .

A presente lista não é exclusiva. podendo outras condutas não listadas virem a ser consideradas transgressões disciplinares a critério da autoridade competente para apuração da transgressão. .CPOR ANEXO I do Regulamento Disciplinar do Exército Neste Anexo estão arroladas as principais transgressões disciplinares que os militares do Exército estão sujeitos a cometerem.CENTRO PREPARATÓRIO DE OFICIAIS DA RESERVA .

2. 7. deixar de cumprir ou de fazer cumprir norma regulamentar na esfera de suas atribuições. Deixar de exercer autoridade compatível com seu posto ou graduação. no mais curto prazo. Não levar falta ou irregularidade que presenciar. 3. 6. 4. ao conhecimento de autoridade competente. Deixar de punir o subordinado que cometer transgressão. Utilizar-se do anonimato. ou de que tiver ciência e não lhe couber reprimir.ANEXO I DO RDE: RELAÇÃO DAS TRANSGRESSÕES DISCIPLINARES 1. Deixar de comunicar a tempo. ocorrência no âmbito de suas atribuições. Concorrer para a discórdia ou a desarmonia ou cultivar inimizade entre militares ou seus familiares. Retardar o cumprimento. 5. Faltar à verdade ou omitir deliberadamente informações que possam conduzir à apuração de uma transgressão disciplinar. . salvo na ocorrência das circunstâncias de justificação previstas neste Regulamento. quando se julgar suspeito ou impedido de providenciar a respeito. ao superior imediato. 8.

dirigindo para autoridade incompetente. 13. Deixar de cumprir prescrições expressamente estabelecidas no Estatuto dos Militares ou em outras leis e regulamentos. 11.9. cuja violação afete os preceitos da hierarquia e disciplina. processo que lhe for encaminhado. administrativa ou policial. ressalvado o caso em que não for possível obter elementos para tal. ou para isso concorrer. Deixar de instruir. a honra pessoal. . 10. na esfera de suas atribuições. 12. Desrespeitar. Deixar de encaminhar à autoridade competente. Apresentar parte ou recurso suprimindo instância administrativa. repetindo requerimento já rejeitado pela mesma autoridade ou empregando termos desrespeitosos. se não for da sua alçada a solução. recurso ou documento que receber elaborado de acordo com os preceitos regulamentares. desde que não haja tipificação como crime ou contravenção penal. na linha de subordinação e no mais curto prazo. o pundonor militar ou o decoro da classe. retardar ou prejudicar medidas de cumprimento ou ações de ordem judicial. a ética militar.

18. Deixar de cumprir ou alterar. 21. ao superior a execução de ordem recebida. 16. 20. Simular doença para esquivar-se do cumprimento de qualquer dever militar. ou para retardar a sua execução. Trabalhar mal. tão logo possível. sem justo motivo. Dificultar ao subordinado a apresentação de recurso. 15. ou qualquer outra determinação escrita ou verbal. Aconselhar ou concorrer para que não seja cumprida qualquer ordem de autoridade competente. 19. Disparar arma por imprudência ou negligência. Causar ou contribuir para a ocorrência de acidentes no serviço ou na instrução. imprudência ou negligência. Deixar de comunicar. em qualquer serviço ou instrução. por imperícia. as determinações constantes da missão recebida. 17. intencionalmente ou por falta de atenção.14. .

à autoridade imediatamente superior. ou pelo de seus comandados. Deixar de participar em tempo. sem justo motivo. ou concorrer para tal. medidas contra qualquer irregularidade de que venha a tomar conhecimento. material ou animal da União ou documentos oficiais. Não ter pelo preparo próprio. por negligência. que estejam ou não sob sua responsabilidade direta.22. Faltar ou chegar atrasado. 25. 23. serviço ou instrução de que deva participar ou a que deva assistir. na esfera de suas atribuições. instruendos ou educandos. a impossibilidade de comparecer à OM ou a qualquer ato de serviço para o qual tenha sido escalado ou a que deva assistir. 26. Deixar de providenciar a tempo. Não zelar devidamente. . 24. danificar ou extraviar por negligência ou desobediência das regras e normas de serviço. a dedicação imposta pelo sentimento do dever. a qualquer ato.

Permutar serviço sem permissão de autoridade competente ou com o objetivo de obtenção de vantagem pecuniária.27. nos prazos regulamentares. à OM para a qual tenha sido transferido ou classificado e às autoridades competentes. ainda. logo que souber da interrupção. . Não se apresentar ao fim de qualquer afastamento do serviço ou. seja entre civis. Deixar de apresentar-se. 31. da sede da organização militar onde serve. militares. 29. sem a devida autorização. 30. do local do serviço ou de outro qualquer em que deva encontrar-se por força de disposição legal ou ordem. Ausentar-se. 28. sem estar devidamente autorizado. Representar a organização militar ou a corporação. em qualquer ato. nos casos de comissão ou serviço extraordinário para os quais tenha sido designado.

sem justo motivo. bens da União ou material cuja comercialização seja proibida. 37. Não atender à obrigação de dar assistência à sua família ou dependente legalmente constituídos. afetando o bom nome da Instituição. em nome da corporação ou da unidade que comanda ou em que serve. ou por intermédio de outrem.Assumir compromissos. 34. 36. sem autorização. Fazer diretamente. Não atender. à observação de autoridade superior no sentido de satisfazer débito já reclamado. que afete o bom nome da Instituição. 32. transações pecuniárias envolvendo assunto de serviço. Contrair dívida ou assumir compromisso superior às suas possibilidades. prestar declarações ou divulgar informações. de que trata o Estatuto dos Militares. 35. 33. . Esquivar-se de satisfazer compromissos de ordem moral ou pecuniária que houver assumido.

40. Executar toques de clarim ou corneta. 46. Conversar ou fazer ruídos em ocasiões ou lugares impróprios quando em serviço ou em local sob administração militar.38. 45. de alarme injustificável. Freqüentar lugares incompatíveis com o decoro da sociedade ou da classe. 43. 42. estabelecidos no Estatuto dos Militares. 44. . 47. após devidamente admoestado por seu Comandante. 39. Provocar ou fazer-se causa. 41. Disseminar boatos no interior de OM ou concorrer para tal. Deixar de tomar providências cabíveis. junto à sociedade. realizar tiros de salva. sem ordem para tal. içar ou arriar a Bandeira Nacional ou insígnias. fazer sinais regulamentares. com relação ao procedimento de seus dependentes. Realizar ou propor empréstimo de dinheiro a outro militar visando auferir lucro. Portar a praça armamento militar sem estar de serviço ou sem autorização. Portar-se de maneira inconveniente ou sem compostura. voluntariamente. Ter pouco cuidado com a apresentação pessoal ou com o asseio próprio ou coletivo.

Deixar alguém conversar ou entender-se com preso disciplinar. sem para isso estar autorizado por sua função ou por autoridade competente. 55. 54. sentar-se ou fumar. 50. 53. 49. plantão ou preso disciplinar. quando exercendo função de sentinela. sem autorização de autoridade competente. Tomar parte em jogos proibidos ou em jogos a dinheiro. 51. quando de sentinela. Fumar em lugar ou ocasião onde seja vedado. vigia ou plantão da hora. Conversar. . distrair-se. vigia ou plantão da hora. 52. Consentir. a formação de grupo ou a permanência de pessoa junto a seu posto. vigia. Consentir que preso disciplinar conserve em seu poder instrumentos ou objetos não permitidos. em área militar ou sob jurisdição militar. Conversar com sentinela. Usar de força desnecessária no ato de efetuar prisão disciplinar ou de conduzir transgressor.48.

Tomar parte. em discussão a respeito de assuntos de natureza político-partidária ou religiosa. 57. . a respeito de assuntos de natureza político-partidária. exceto se devidamente autorizado. publicamente. Discutir ou provocar discussão. em área militar ou sob jurisdição militar. em manifestações de natureza políticopartidária. o militar da ativa. Manifestar-se. sobre assuntos políticos ou militares. 59. documentos. Ser indiscreto em relação a assuntos de caráter oficial cuja divulgação possa ser prejudicial à disciplina ou à boa ordem do serviço. Tomar parte. por qualquer veículo de comunicação. 61. 58.56. fardado. dados ou assuntos militares a quem deles não deva ter ciência ou não tenha atribuições para neles intervir. Dar conhecimento de atos. sem que esteja autorizado. 60.

uniforme inadequado. a qualquer atividade. Comparecer o militar da ativa. . 67. Usar o militar da ativa. bem como. 68. de subordinado que a ela compareça em traje ou uniforme diferente do determinado. em via pública. distintivo ou condecoração. mal uniformizado. indevidamente. medalha ou condecoração que lhe tenha sido outorgada. Apresentar-se. Deixar o superior de determinar a saída imediata de solenidade militar ou civil.62. com o uniforme alterado ou em trajes em desacordo com as disposições em vigor. em traje ou uniforme diferente do determinado. Publicar ou contribuir para que sejam publicados documentos. 64. 63. Sobrepor ao uniforme insígnia ou medalha não regulamentar. em qualquer situação. Recusar ou devolver insígnia. fatos ou assuntos militares que possam concorrer para o desprestígio das Forças Armadas ou que firam a disciplina ou a segurança destas. contrariando o Regulamento de Uniformes do Exército ou normas a respeito. 65. sem uniforme. 66.

taifeiro. de procurar o comandante ou o oficial de maior precedência hierárquica. Deixar o oficial ou aspirante-a-oficial. cabo ou soldado. de dar ciência da sua presença ao oficial-de-dia e. durante o expediente. ou dela sair. de apresentar-se ao oficial-de-dia ou a seu substituto legal. ao entrar em organização militar onde não sirva. ou dela sair. Entrar em qualquer OM. sem autorização do comandante da guarda ou de autoridade equivalente. sargento. 74. ao entrar em OM onde não sirva. . para cumprimentá-lo. 70. com objeto ou embrulho. Transitar o soldado. 71. 72. o taifeiro. o cabo ou o taifeiro. sem a devida permissão da autoridade competente. Deixar o subtenente. por lugar que não seja para isso designado. ou ainda permanecer no seu interior o cabo ou soldado usando traje civil. o militar. Entrar em qualquer OM. em seguida. pelas ruas ou logradouros públicos. Entrar ou sair da OM. o cabo ou o soldado. sem permissão da autoridade competente.69. 73.

78. 77. Retirar ou tentar retirar de qualquer lugar sob jurisdição militar. por suas funções. sem ordem do responsável ou proprietário. 79. de cumprir as prescrições regulamentares com respeito à entrada ou permanência na OM de civis ou militares a ela estranhos. Entrar ou permanecer em dependência da OM onde sua presença não seja permitida.75. embarcação ou animal. ou mesmo deles servir-se. sem prévio conhecimento. viatura. Deixar o comandante da guarda ou responsável pela segurança correspondente. Adentrar ou tentar entrar em alojamento de outra subunidade. Entrar ou sair de OM com tropa. sejam a isso obrigados. material. aeronave. autorização ou ordem da autoridade competente. salvo os oficiais ou sargentos que. sem permissão ou ordem. . bem como em qualquer lugar onde a entrada lhe seja vedada. 76. Adentrar o militar. 80. em aposentos destinados a superior ou onde este se ache. depois da revista do recolher.

estaduais. Desrespeitar. por ação ou omissão. 87. estando ou não fardado. em público. Desconsiderar ou desrespeitar autoridade constituída. Abrir ou tentar abrir qualquer dependência de organização militar. medidas gerais de ordem policial. Desrespeitar corporação judiciária militar ou qualquer de seus membros. 85. Deixar de se identificar quando solicitado por militar das Forças Armadas em serviço ou em cumprimento de missão. as convenções sociais. Deixar de portar a identidade militar.81. desde que não seja o respectivo chefe ou sem a devida ordem e a expressa declaração de motivo. salvo em situações de emergência. . com o respeito devido aos símbolos nacionais. 88. 82. municipais e militares. judicial ou administrativa. Desrespeitar regras de trânsito. 83. Faltar. 86. fora das horas de expediente. 84.

ou de saudá-lo de acordo com as normas regulamentares. sem a devida autorização. deliberadamente. deliberadamente. à mesa em que estiver superior hierárquico. Deixar. .89. de corresponder a cumprimento de subordinado. de demonstrar respeito. 91. consideração e cordialidade ao superior hierárquico. tão logo seus afazeres o permitam. uniformizado ou não. Sentar-se. deixando de oferecer-lhe seu lugar. de apresentar-se ao comandante ou ao substituto legal imediato da OM onde serve. para cumprimentá-lo. quando estiver sentado. salvo ordem ou outras normas em contrário. Deixar o oficial ou aspirante-a-oficial. Deixar. Apresentar-se a superior hierárquico ou retirar-se de sua presença. neste último caso desde que o conheça. ressalvadas as situações em que houver lugar marcado ou em que as convenções sociais assim não o indiquem. 93. sem obediência às normas regulamentares. 90. diariamente. 94. Deixar. 92. de cumprimentar superior hierárquico.

Ofender a moral. Recusar-se a receber equipamento. fardamento. 99. desafiar. 98. gestos ou palavras. referir-se ou responder de maneira desatenciosa a superior hierárquico. 100. Censurar ato de superior hierárquico ou procurar desconsiderálo seja entre militares. Deixar o subtenente ou sargento. por atos. provocar. de apresentar-se ao seu comandante de subunidade ou chefe imediato. Desacreditar. diariamente. equipamento ou material que lhe seja destinado ou deva ficar em seu poder ou sob sua responsabilidade. desconsiderar ou procurar desacreditar outro militar. para atender a interesse próprio. salvo ordem ou outras normas em contrário. alimentação. tão logo seus afazeres o permitam.95. 97. por atos. dirigir-se. Recusar-se a receber vencimento. 101. gestos ou . material ou documento que tenha solicitado oficialmente. mesmo entre civis. os costumes ou as instituições nacionais ou do país estrangeiro em que se encontrar. 96. seja entre civis. Ofender.

de qualquer natureza.102. publicações. Promover ou envolver-se em rixa. Autorizar. 104. promover. com exceção das demonstrações íntimas de boa e sã camaradagem e com consentimento do homenageado. assinar representações. 106. 107. Aceitar qualquer manifestação coletiva de seus subordinados. promover ou assinar petição ou memorial. Autorizar. seja de crítica ou de apoio a ato de superior hierárquico. com exceção das demonstrações íntimas de boa e sã camaradagem e com consentimento do homenageado. documentos coletivos ou publicações de qualquer tipo. estampas. 105. introduzir ou distribuir. dirigido a autoridade civil. . em área militar ou sob a jurisdição militar. com outro militar. 103. sobre assunto da alçada da administração do Exército. inclusive luta corporal. Autorizar. promover ou tomar parte em qualquer manifestação coletiva. Ter em seu poder. seja de caráter reivindicatório ou político. filmes ou meios eletrônicos que atentem contra a disciplina ou a moral. com finalidade política. de reivindicação coletiva ou de crítica a autoridades constituídas ou às suas atividades.

ter em seu poder ou introduzir. Comparecer a qualquer ato de serviço em estado visível de embriaguez ou nele se embriagar. explosivos. quando na ativa. qualquer atividade comercial ou industrial. em área militar ou sob a jurisdição militar. 113. salvo quando devidamente autorizado. sem conhecimento ou permissão da autoridade competente. armas. Induzir ou concorrer intencionalmente para que outrem incida em transgressão disciplinar. Exercer a praça. 111. Falar. bebida alcoólica ou com efeitos entorpecentes. material inflamável. ressalvadas as permitidas pelo Estatuto dos Militares. em área militar ou sob jurisdição militar. Ter em seu poder ou introduzir. 109. exceto quando o cargo ocupado o exigir. habitualmente. 112. 110. Fazer uso. substâncias ou instrumentos proibidos.108. . língua estrangeira em OM ou em área de estacionamento de tropa.

torna grandes os pequenos contingentes. proporciona êxito aos fracos.CPOR CONCLUSÃO: “A disciplina é a alma de um exército.” George Washington .CENTRO PREPARATÓRIO DE OFICIAIS DA RESERVA . e estima toda a gente.