You are on page 1of 10

NORMAS RELATIVAS À AUDIÊNCIA DO

AUDITADO
IN nº 01, de 06 de abril de 2001 (CGU)
Define diretrizes, princípios, conceitos e aprova normas
técnicas para a atuação do Sistema de Controle Interno do
Poder Executivo Federal.
Seção V do Capítulo VII do Manual do Sistema do
Controle Interno:
1. Durante o trabalho de auditoria, é obrigatório informar ao
responsável as constatações preliminares encontradas,
assim, dando tempo hábil aos gestores públicos a
apresentarem esclarecimentos e justificativas formalmente.

o responsável pela auditoria dará conhecimento formal do relatório prévio ao dirigente máximo da unidade/entidade auditada. de 13 de março de 2003) . a partir da data de recebimento. III. Não indica prazo de manifestação. II. A manifestação por parte do gestor público ocorrerá no prazo de cinco dias úteis. (IN nº 01. prévio – final. Indica que possíveis manifestações dos gestores serão evidenciadas em notas técnicas. compatibilizando com os prazos requeridos pelo Tribunal de Contas da União. Obs: I.NORMAS RELATIVAS À AUDIÊNCIA DO AUDITADO 2. Após a conclusão dos trabalhos de campo.

O relatório posterior ao trabalho de campo deve evidenciar as manifestações apresentadas pelos gestores públicos.NORMAS RELATIVAS À AUDIÊNCIA DO AUDITADO 3. Obs: Texto não abrangido pela IN nº 01. financeira e patrimonial. de forma a contribuir para gestão e avaliação dos procedimentos de execução orçamentária. de 13 de março de 2003 .

Caso não seja encaminhada as manifestações supracitadas. caberá ao responsável pela auditoria registrar no relatório.NORMAS RELATIVAS À AUDIÊNCIA DO AUDITADO 4. de 13 de março de 2003 . certificado de auditoria e parecer do dirigente. que não houve o exercício de direito de resposta. Obs: Texto não abrangido pela IN nº 01.

Obs: Texto não abrangido pela IN nº 01.NORMAS RELATIVAS À AUDIÊNCIA DO AUDITADO 5. o processo será encaminhado ao ministro supervisor do TCU. dentro dos prazos legais. de 13 de março de 2003 . sem prejuízo da análise da manifestação do auditado que será encaminhado em momento subsequente. Caso haja conflito de prazos com norma de hierarquia superior.

NORMAS RELATIVAS À AUDIÊNCIA DO AUDITADO 6. o auditor deverá produzir um novo certificado/parecer para contemplar as justificativas e novas conclusões. Obs: Texto não abrangido pela IN nº 01. Ocorrendo o que foi descrito anteriormente. submetendo-o à apreciação do ministro supervisor para encaminhamento ao TCU. de 13 de março de 2003 .

e respectivo pronunciamento. quando for o caso.NORMAS RELATIVAS À AUDIÊNCIA DO AUDITADO 7. para o conhecimento do ministro supervisor. no caso das tomadas e prestações de contas. . Emitidos os documentos finais pertinentes. por intermédio do Assessor Especial de Controle Interno. o processo é remetido.

Obs: Texto não abrangido pela IN nº 01. o auditor deve encaminhar a estes um ofício com síntese das ocorrências. atribuídos a ex-dirigentes. de 13 de março de 2003 . Apresentados os devidos esclarecimentos. bem como aos exdirigentes. para subsidiar o processo de julgamento das contas como um todo. Detectados atos de gestão identificadas como irregulares. que as encaminhará ao Tribunal de Contas da União. para que haja o pleno direito de resposta. haverá análise e emissão de opinião por parte da unidade de controle interno.NORMAS RELATIVAS À AUDIÊNCIA DO AUDITADO 8.

deverão colher dos titulares dos órgãos e entidades documento formalizando as razões para a sua não adoção. . nos casos de não atendimento àquelas.NORMAS RELATIVAS À AUDIÊNCIA DO AUDITADO 9. As auditorias subsequentes verificarão se os gestores públicos adotaram as providências necessárias à implementação das recomendações apresentadas nos relatórios de auditoria e.

Disponível em <http://goo.gl/Q1tn13>. MANUAL DO SISTEMA DE CONTROLE INTERNO DO PODER EXECUTIVO FEDERAL. Disponível em <http://goo.gl/bfBcsD>. Acesso em 26 de jan de 2015.REFERÊNCIAS INSTRUÇÃO NORMATIVA CGU Nº 01. Acesso em 02 de fev de 2015. . DE 13 DE MARÇO DE 2003.