You are on page 1of 30

TRABALHO EM EQUIPA NA PRESTAÇÃO DE

CUIDADOS PESSOAIS E À COMUNIDADE

Objetivos da sessão
• Princípios e valores do cuidar.
• Direitos do utente
• Assertividade
• Constituição das equipas de RH
• Código de ética

• Dignidade
• Respeito
• Individualidade
• Autonomia
• Capacidade de escolher
• Privacidade e intimidade
• Confidencialidade
• Igualdade
• participação

Princípios e valores do cuidar .

• Evitar usar expressões que diminuam a pessoa e falar com a pessoa como se não estivesse ali.Dignidade • A dignidade da pessoa humana pelo simples facto de ser pessoa é fundamento de todos os valores e princípios que constituem substrato dos direitos que lhe são reconhecidos. .

O respeito tem que estar presente em toda a vida quotidiana de uma instituição.Respeito • Quando demonstramos respeito por uma pessoa. . estamos a transmitir-lhe apreço por aquilo que é. • Uma forma importante de respeitar o outro é ter em conta a sua vida passada. Significa também que a temos em consideração naquilo que fazemos com ela e para ela. O utente não corta laços com o passado ao ingressar na instituição..

Individualidade • Cada pessoa tem características biológicas e experiências de vida que definem a sua identidade e a distinguem dos demais. Pelo nome? Nome e apelido? Título académico? Por “tu” ou por “você”? . • perguntar-lhe como é que quer ser tratado. • Quando trabalhamos numa instituição. reconhecer e respeitar a diferença é uma forma de demonstrar que valorizamos as pessoas com quem nos relacionamos.

Autonomia • O respeito pela individualidade implica. necessariamente. o respeito e a promoção da autonomia do utente. Ninguém se deve substituir ao utente nessas tarefas sob o argumento de maior funcionalidade ou rapidez. . • A direção e os colaboradores da instituição devem encorajar o utente a ser responsável por si próprio e a executar ele mesmo todas as tarefas que deseje e de que seja capaz.

• Devemos encorajar os utentes a decidirem: o que fazer ao longo do dia. Se assim não for. o princípio do respeito pela pessoa do utente e sua autodeterminação.Capacidade de escolher • É muito importante para o bem-estar emocional e físico dos utentes terem oportunidade de fazer escolhas e de tomar decisões. o que querem vestir. . limita-se a autonomia violando-se.

. às relações com os outros. • higiene íntima.Privacidade e intimidade • A consideração pela pessoa implica o respeito pela sua privacidade e intimidade. à correspondência. Correspondem a necessidades profundas de todas as pessoas e não diminuem com a idade. às chamadas telefónicas e a todos os problemas e questões pessoais e familiares.

colaboradores. . familiares ou amigos devem respeitar essa confidencialidade.diretores.Confidencialidade • Todos os elementos da instituição . não divulgando nunca informações sobre a vida íntima e privada do utente. utentes.

ou ideias pré-concebidas. mas elas não podem interferir com a prestação de cuidados. opinião política. . religião. simpatias e antipatias. afinidades. situação social ou condição de saúde. situação económica. Todas as pessoas têm as preferências. cor da pele.Igualdade • Ninguém pode ser privilegiado ou prejudicado em função da idade. orientação sexual. do seu sexo.

nomeadamente através de um conselho de utentes. . • O plano de atividades também deve ser debatido com os utentes. que devem poder exprimir-se sobre elas e apresentar sugestões.Participação • Deve existir um livro de sugestões e a direção deve tomar a iniciativa de chamá-los a dar o seu parecer sobre o regulamento interno. • Decisões que afetem a comunidade residencial devem ser tornadas públicas e explicadas aos utentes.

• Achas bem tratar assim a utente?para a próxima vê se moderas a linguagem . . porque o mesmo merece respeito.• Não tens relógio?chegas sempre atrasado… • É importante cumprir o horário porque o pequeno almoço é servido a X horas e às X horas tem de estar tudo pronto. • É importante ter atenção no modo como se fala com o utente.

. 3 Técnica repreende utente que foi agressivo e atirou com o prato de comida ao chão. 2 Colega chama a atenção de outra colega para que trate o Manel de acordo com a idade que tem.Assertividade • Prepare uma dramatização que retrate uma das seguintes situações: 1 Chefe dá feedback corretivo: pontualidade.

Direitos do Utente .

Direito à integridade e ao desenvolvimento da sua personalidade • Não é admissível qualquer ato que ofenda este direito fundamental. .

.Direito à liberdade de expressão • Ter opinião própria sobre qualquer assunto e poder exprimi-la é um direito inalienável de qualquer ser humano.

rituais .Direito à liberdade religiosa • em caso algum deve ser obrigado a participar em cerimónias ou religiosos contra a sua vontade.

de manifesta relevância para a qualidade de vida de todas as pessoas. • A instituição deve criar condições para que o utente possa vivê-las de forma natural e saudável. sexual e social • Nenhuma destas dimensões. pode ser desrespeitada.Direito a uma vida afetiva. .

Papel do técnico na equipa de prestação de cuidados pessoais e à comunidade .

Normas do trabalho de profissionais de serviços sociais • a CNIS — Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade • FNE — Federação Nacional da Educação. respectivas categorias profissionais e tabelas salariais. • Este documento estabelece os direitos e deveres dos trabalhadores. Para beneficiar dos mesmos. o trabalhador necessita de pertencer ao respectivo sindicato: Sindicato dos Trabalhadores da Saúde. . Solidariedade e Segurança Social.

Constituição da equipa de prestação de cuidados pessoais e de apoio à comunidade .

Recrutamento e seleção Avaliação e carreira Formação Supervisã o .

habilitações e vocação. . características de personalidade. • condições físicas e psíquicas.Recrutamento e seleção •A organização deve definir um perfil de colaborador. • Indispensável uma entrevista pessoal . percurso anterior.

envolvendo. os aspetos éticos e as vertentes técnica e de relacionamento humano. .Formação • Aos colaboradores deve ser proporcionada formação específica. para além da formação de base.

• avaliação pelos superiores. mas também pelos pares e pelo próprio no sentido de melhoria.Avaliação e carreira • É imprescindível que cada colaborador saiba o que tem de fazer e perante quem responde. avaliação pode por exemplo ser efetuada trimestralmente (grelhas) . • reunião semanal de equipa. •A avaliação do desempenho dos colaboradores. deve ser permanente na organização. remunerados e voluntários.

tendo sempre em conta a qualidade do serviço prestado. remunerados e voluntários.Supervisão • Mais do que vigiar e corrigir. pretende-se promover a formação. o desenvolvimento pessoal e a permanente atualização de todos os colaboradores. • análise de casos concretos e definição de futuras intervenções. .

Ética • Confiabilidade. com a imparcialidade e com a condução dos processos. nomeadamente o de não causar danos. isto é. • Responsabilidade. • Justiça. fiabilidade e lealdade. . que se refere à não violação dos direitos humanos. • Cidadania. • Respeito. que garante o cuidado com a equidade. assunção clara e cabal de direitos e deveres. incluindo obediência à lei e proteção ambiental. respeitante a noções de honestidade. integridade. • Cuidado.

Trabalho de grupo .