David Hume (Edimburgo / 1711-1776

)
TRATADO SOBRE A NATUREZA HUMANA

Empirismo Britânico
Liberalismo (séc.XVII)
Locke/ Montesquieu/ Berkeley

concluiu:
Discussão sobre a necessidade de
conexão entre “causa e efeito” exigida pelo
Racionalismo.
Regras para julgar “causas e efeitos”
Renato Tambara
Filho
UFPR

Antes de estabelecer as Regras, Hume recapitula um dos principais traços da
Causalidade:
“uma coisa qualquer pode produzir outra coisa qualquer”
a conexão necessária não existe

As Regras:
1- Causa e Efeito devem ser contíguos no espaço e no tempo
2- A Causa deve ser anterior ao Efeito
3- Deve existir uma conjunção constante entre Causa e Efeito
4- A mesma Causa

produz sempre o mesmo

Efeito

5- Quando várias Causas produzem o mesmo Efeito, deve ser por
algo que
todas têm em comum
6- Uma diferença no Efeito demonstra uma diferença na Causa
Renato Tambara
Filho
UFPR

URETRITES NO HOMEM

Renato Tambara Filho

CONCEITOS URETRITES URETRITES GONOCÓCICAS (UG) URETRITES NÃO GONOCÓCICAS (UNG) Renato Tambara Filho UFPR .

encontram-se medidas saneadoras visando ao seu controle GALENO (130 a.Breve Histórico 2637 a .China: imperador Huang Ti 1500 a. . .Bíblia: Moisés no Levítico (III livro do Pentateuco) alem da referência à doença.C): gonorréia (espermorréia) MAIMONIDES(1135-1204): diferenciou os corrimentos uretrais do esperma Renato Tambara Filho UFPR .C.C.

PARACELSO(1530) e HUNTER(1767) consideraram gonorréia. sífilis e cancro mole como sendo de origem comum ALBERT NEISSER (1879) :Micrococcus gonorrhoeae ou gonococo CREDÉ (1881) : solução de Nitrato de Prata na prevenção da oftalmia neonatal THAYER e MARTIN (1964) : meio de cultura seletivo para o gonococo Renato Tambara Filho UFPR .

Fatores que contribuem: Mudança comportamental da sexualidade Promiscuidade sexual Acesso fácil a anticoncepcionais Mídia + cunho erótico + exposição precoce Êxodo rural em direção às metrópoles Prática crescente de automedicação e consulta a balconista de farmácia Grande número de portadores assintomáticos Se os parceiros forem tratados somente se ficarem sintomáticos: 50% dos portadores/ transmissores não serão tratados Renato Tambara Filho UFPR .

(UG) doença gonocócica .Período de incubação: 2 a 5 dias (12h – 3m ?) predomínio: nível sócio-econômico mais baixo Renato Tambara Filho UFPR .Transmissão: contato sexual (risco por ato sexual= 17 a 50 %) .URETRITE GONOCÓCICA Sinonímia: gonorréia. blenorragia.Processo infeccioso e inflamatório da mucosa uretral causado pela Neisseria gonorrheae (diplococo Gram negativo intracelular) .

não formam esporos .6 a 1.sensíveis à maioria dos anti-sépticos atuais.aeróbios. agrupados dois a dois .Patogenia (GONOCOCO) Neisséria gonorrhoeae: diplococo gram-negativo 0. não resistem fora do seu habitat -Intracelulares (ou extracelulares: casos iniciais/ crônicos ou tratados inadequadamente) Renato Tambara Filho UFPR .0 mμ de diâmetro reniformes.

Redução dos espaços entre as colônias: melhor aproveitamento dos nutrientes Troca de informações genéticas Renato Tambara Filho UFPR .Apresentam Pili ou Fímbrias com as seguintes ações: Não deslocamento da bactéria por meio do fluxo urinário ou outro mecanismo Aumento da superfície de contacto com as células do hospedeiro facilitando a fagocitose Manutenção de um foco numeroso de gonococos. facilitando o contágio e perpetuando a cadeia de transmissão Formação de rede de sustentação com múltiplos pontos de aderência nas células do hospedeiro.

Patogenia Contágio  incubação: 2 a 5 dias Fixação às células do hospedeiro: fímbrias (protease IgA e proteínas II) Anulação da atividade ciliar das células colunares do epitélio uretral pelos lipopolissacarídeos Estimulação da fagocitose pela proteína I Renato Tambara Filho UFPR .

Patogenia Multiplicação do gonococo dentro de um fagossoma no interior da célula Processo inflamatório localizado. deterioração da célula hospedeira e sua lise Retorno à luz da uretra e reinicio do ciclo infeccioso Renato Tambara Filho UFPR .

secreção uretral mucóide > purulento-amarelo-esverdeado ..ardência uretral miccional (disúria) ..febre e outras manifestações de infecção aguda sistêmica .. estende-se ao longo da uretra peniana .tratamento inadequado/ tardio/ inexistente : propagação para uretra posterior = polaciúria e sensação de peso no períneo Renato Tambara Filho UFPR .prurido na fossa navicular..URETRITE GONOCÓCICA (UG) Sintomas: . .

Renato Tambara Filho UFPR .

COMPLICAÇÕES NO HOMEM (UG) Balanopostite Prostatite Epididimite Estenose uretral (rara) Artrite .Miocardite Pericardite Septicemia conjuntivite em adultos: não raro (auto-inoculação) Renato Tambara Filho UFPR .Faringite Pielonefrite .Meningite .

DIAGNÓSTICO .Cultura em meio de Thayer Martin (antibiograma) Diagnóstico Diferencial : UNG clamídia .ureaplasma trichomonas Desconforto uretral: Candidíase e Herpes Genital Renato Tambara Filho UFPR .micoplasma .Amostras uretrais colhidas por alça de platina ou swab e coloração pelo Gram : Diplococos Gram negativos intracelulares : + 95% .

Agente Gonococ o 1a. Opção Cefixima 400 mg VO dose única ou VO dose única ou Ofloxam 400 mg Ceftriaxona 250 mg IM dose única ou dose única observações Espectinomicina 2g Em menores de 18 anos contra-indicar Ofloxam ou Ciprofloxacina IM dose única Renato Tambara Filho . Opção Ciprofloxacina 500 mg 2a.

Uretrite Gonocócica : Importância da identificação e do tratamento dos parceiros: 40 a 60% são assintomáticos Causa importante de recorrência Renato Tambara Filho UFPR .

URETRITE NÃO GONOCÓCICA (UNG) Uretrites sintomáticas Bacterioscopias pelo Gram e Culturas negativas para Gonococo Vários agentes etiológicos: Chlamydia trachomatis (até 50%) Ureaplasma urealyticum Mycoplasma hominis Trichomonas vaginalis ...outros Renato Tambara Filho UFPR .

Chlamydia trachomatis Agente Etiológico mais comum de UNG obrigatoriamente intracelular agente de outras doenças: -tracoma .linfogranuloma venéreo Transmissão: pelo ato sexual (risco de 20% por ato) Período de incubação : 14 a 21 dias (até 5 semanas) predomínio: nível sócio-econômico mais alto Renato Tambara Filho UFPR .conjuntivite por inclusão .

Portador assintomático ou antes do início dos sintomas.SINTOMAS (UNG) prurido uretral ardência disúria leve secreção uretral fluida mucóide moderada .corrimentos uretrais de UNG podem simular UG .uretrite sub-aguda: forma de apresentação de até 50% dos casos . já é contam Renato Tambara Filho UFPR .

Renato Tambara Filho UFPR .

COMPLICAÇÕES (UNG) . de Fiessinger-Leroy-Reiter) Renato Tambara Filho UFPR .Prostatite .Síndrome uretro-conjuntivo-sinovial (S.Balanite .Conjuntivite (auto inoculação) .Epididimite .

Cultura Celular .Imunofluorescência Direta .DIAGNÓSTICO (UNG) .ELISA e PCR (polimerase chain reaction) outras técnicas mais simples (não confirmatórias) -esfregaços uretrais corados pelo Gram: 5 piócitos ou mais /campo de grande aumento sedimento do primeiro jato de urina: > 10 piócitos /campo de grande aumento + ausência de gonococos quatro horas sem urinar e abstinência sexual Renato Tambara Filho UFPR .

Opção observações Eritromicina (estearato) Clamídia Azitromicina 1 g VO 500 mg VO dose única ou ou Tetraciclina Doxiciclina 100 mg VO 12/12 h X 7 d 6/6 h X 7 d 500 mg Em menores de 18 anos contra-indicar Ofloxam VO 6/6 h X 7 d ou Ofloxam 400 mg X 7 d Renato Tambara Filho . Opção 2a.Agente 1a.

Uretrite Não Gonocócica (Clamídia): Importância da identificação e do tratamento dos parceiros: 80% são portadores de Clamídia Causa importante de recorrência Renato Tambara Filho UFPR .

Dados sobre a ocorrência de Uretrites Não Gonocócicas (UNG) Clamídia: pode ser identificada na uretra em .0 a 7% de homens sem sintomas de uretrite atendidos em Clínicas de DST Ureaplasma urealyticum: causa até 20% das UNG URETRITE AGUDA: em 20 a 30% a causa não é determinada Renato Tambara Filho UFPR .25 a 60% de homens heterossexuais com UNG .4 a 40% de homens heterossexuais com UG .

ABORDAGEM SINDRÔMICA DOS CORRIMENTOS URETRAIS Renato Tambara Filho UFPR .

vacinar contra hepatite B / Enfatizar a adesão ao tratamento Notificar / Convocar parceiros / Agendar retorno .CAMPANHA NACIONAL CONTRA DST E AIDS .MINISTÉRIO DA SAÚDE Paciente com queixa de corrimento uretral Anamnese e exame físico Bacterioscopia disponível no momento da consulta? SIM NÃO Diplococos gram negativos presentes? Tratar Clamídia e gonorréia não sim Tratar Clamídia Aconselhar / Oferecer anti. hepatite B e C se disponível.HIV . VDRL.

OPÇÕES TERAPÊUTICAS PARA CORRIMENTOS URETRAIS Agente 1a. Opção Azitromicina 1 g VO Clamídia dose única ou Doxiciclina 100 mg VO 12/12 h X 7 d + Gonococo 2a. Opção Eritromicina (estearato) 500 mg VO 6/6 h X 7 d ou Tetraciclina 500 mg VO 6/6 h X 7 d ou + 400 mg X 7 Ofloxam d observações Em menores de 18 anos contra-indicar Ofloxam + Ciprofloxacina 500 mg VO dose única ou Ceftriaxona 250 mg IM dose única Cefixima 400 mg VO dose única ou Em menores de 18 anos Ofloxam 400 mg contra-indicar Ofloxam dose única ou ou Ciprofloxacina Espectinomicina 2 g IM dose única Renato Tambara Filho .

PERSISTÊNCIA OU RECIDIVA TRATAR AGENTES MENOS FREQUENTES (Micoplasma / Ureaplasma / T. vaginalis) Eritromicina 500 mg VO-6/6 h durante 7 dias + Metronidazol 2 g VO dose única Renato Tambara Filho UFPR .

URETRITES NÃO GONOCÓCICAS REBELDES Ureaplasma : parceira não tratada ? eritromicina por 14 dias Herpes Uretral : pródromos – cíclico – outros sítios Corpo estranho : anamnese Anormalidade Urológica: (até 25%: anormalidade estrutural) Uretrografia – Uretroscopia Renato Tambara Filho UFPR .

desde que o menor tenha capacidade de avaliar seu problema e de conduzir-se por seus próprios meios para solucioná-lo.Capítulo IX Segredo Médico Artigo No. 103: É VEDADO AO MÉDICO: “Revelar segredo profissional referente a paciente menor de idade. salvo quando a não revelação possa acarretar danos ao paciente” CO Renato Tambara Filho UFPR . inclusive a seus pais ou responsáveis legais.

grato pela atenção Renato Tambara Filho UFPR .