Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
Módulo 02

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Módulo 02

Sistemas de Informação

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

2

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Sistemas de Informação:
 Conjunto de componentes inter-relacionados que
coleta (ou recupera), processa, armazena e distribui informações destinadas a apoiar a tomada de decisões e o controle em uma organização.

• Sistemas de Informação por Computador
 Sistemas formais que se baseiam em definições de dados e procedimentos aceitos e fixos, para coleta, armazenamento, processamento e distribuição de informação.

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

3

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Questões para reflexão
 Qual é o papel dos sistemas de informação no ambiente de negócios competitivo existente hoje?  O que é, exatamente, um sistema de informação? O que os gerentes precisam saber sobre os sistemas de informação?  Como os sistemas de informação estão transformando as organizações e a administração?  Como a Internet e a tecnologia de Internet transformaram as empresas?  Quais são os maiores desafios que a administração enfrenta para montar e utilizar um sistema de informação?

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

4

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Desafios para as empresas
 Projetar sistemas competitivos e eficazes  Entender requisitos de sistema do ambiente de negócios global  Criar arquitetura de informação que apóie os objetivos da organização  Determinar o valor dos sistemas de informação para o negócio  Projetar sistemas que as pessoas possam controlar, entender e usar de maneira social e eticamente responsável

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

5

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Quatro grandes mudanças de âmbito mundial que alteraram o ambiente empresarial:
 A emergência da economia global • Gestão e controle em um mercado global • Competição em mercados mundiais • Grupos de trabalho globais • Sistemas de entrega globais

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

6

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Quatro grandes mudanças de âmbito mundial que alteraram o ambiente empresarial:
 A transformação das economias industriais • Economias baseadas no conhecimento e na informação • Produtividade • Novos produtos e serviços • Conhecimento: um ativo produtivo e estratégico fundamental • Concorrência baseada em tempo • Produtos de vida mais curta • Ambiente turbulento • Base de conhecimento do funcionário limitada
Prof. José Augusto T. de Lima Jr. Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

7

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• A transformação das economias industriais

Crescimento da economia da informação Fonte: U.S. Department of Commerce Prof. José Augusto T. de Lima Jr. Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

8

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Quatro grandes mudanças de âmbito mundial que alteraram o ambiente empresarial:
A transformação da empresa
• • • • • • • Achatamento Descentralização Flexibilidade Independência de localização Baixos custos de transação e coordenação Empowerment Trabalho colaborativo e em equipe

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

9

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

10

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Quatro grandes mudanças de âmbito mundial que alteraram o ambiente empresarial:
A emergência da empresa digital
• Relacionamentos possibilitados digitalmente com clientes, fornecedores e funcionários • Processos do negócio principal realizados via redes digitais • Gestão digital dos principais ativos da empresa • Rapidez em sentir e responder a mudanças ambientais
Prof. José Augusto T. de Lima Jr. Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

11

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Estrutura de um Sistema de Informação
 Necessário entender a organização, a administração e a tecnologia de informação que são as bases de sua configuração. Todos os Sistemas de Informação podem ser descritos como soluções organizacionais para os desafios propostos pelo ambiente
Prof. José Augusto T. de Lima Jr. Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

12

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Estrutura de um Sistema de Informação
Pessoas
• Treinamento, atitudes no emprego, ergonomia, interface com o usuário.

Organização
• Hierarquia das organizações, especialidades funcionais, procedimentos operacionais padrão (POPs), cultura e grupos de interesses políticos.

Tecnologia
• Hardware e software de computadores, tecnologia de armazenamento, redes e telecomunicações.
Prof. José Augusto T. de Lima Jr. Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

13

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Funções de um Sistema de Informação

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

14

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Conhecimento em Sistemas de Informação
Habilidades para análise e solução de problemas

Habilidades para comportamento organizacional e individual

Conhecimento em Sistemas de Informação

Habilidades para Tecnologia da Informação

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

15

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Perspectivas empresariais sobre Sistemas de Informação
Capacitação em sistemas de informação:
• Compreensão ampla dos sistemas de informação, incluindo conhecimento comportamental sobre organizações e indivíduos que usam sistemas de informação e conhecimentos técnicos sobre computadores.

Capacitação em computadores:
• Conhecimento sobre tecnologia da informação, com foco na compreensão de como funcionam as tecnologias baseadas em computador

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

16

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Interdependência entre organizações e Sistemas de Informação

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

17

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Escopo dos Sistemas de Informação ao longo dos anos

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

18

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Escopo dos Sistemas de Informação ao longo dos anos – década de 50
Alta Administração

Tesouraria - MCE

Produção

Marketing

Pessoal

Década de 50 – máquinas de contabilidade eletrônicas (MCE’s) como inovação tecnológica auxiliando o processo de automação da informação no âmbito empresarial. Tecnologia utilizada para poucas funções críticas.

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

19

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Escopo dos Sistemas de Informação ao longo dos anos – década de 60
Alta Administração Processamento de dados

Tesouraria

Produção

Marketing

Pessoal

Década de 60 – Início da organização da informação através do Departamento de Processamento de Dados – utilização de dispositivos de armazenamento de dados. E de grandes computadores – Mainframes centralizados que serviam à sede corporativa e a alguns locais remotos caracterizando processos off-line.
Prof. José Augusto T. de Lima Jr. Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

20

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Escopo dos Sistemas de Informação ao longo dos anos – década de 70
Alta Administração Tesouraria Marketing

Produção

Sistemas de Informação

Pessoal

Década de 70 – Enfoque em Sistemas de Informação propriamente ditos, com a caracterização de sistemas on-line. Utilização de computadores médios localizados em departamentos individuais – divisões da organização foram ligados em rede a grandes computadores centrais.

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

21

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Escopo dos Sistemas de Informação ao longo dos anos – década de 80
Alta Administração Tesouraria Marketing (Links de Telecomunicações) Pessoal

PCs

Produção

Sistemas de Informação e Serviços Centro de Informação

Década de 80 –Inserção dos PCs nas rotinas organizacionais primeiramente trabalhando de maneira isolada e posteriormente ligados a minicomputadores e grandes computadores
Prof. José Augusto T. de Lima Jr. Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

22

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Escopo dos Sistemas de Informação ao longo dos anos – década de 90 e pós 2000
Alta Administração
Utilidade de informação da empresa

Finanças e Contabilidade
Redes de PCs

Fabricação e Produção
Estações de trabalho Unix CAD/CAM

Vendas e Marketing
Redes de PCs

Recursos Humanos
Redes de PCs

Centro de Informações

Web Site Corporativo

Backbone da rede empresarial - Intranet Corporativa

Década de 90 e pós 2000 – Sistemas de informação integrados por toda a empresa, que por sua vez encontra-se cada vez mais conectada a clientes e fornecedores através da Web.
Prof. José Augusto T. de Lima Jr. Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

23

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Empresa Digital Emergente

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

24

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Impactos positivos e negativos dos Sistemas de Informação
Sistemas de Informação podem processar cálculos ou papéis muito mais rapidamente do que as pessoas Automatizando atividades que anteriormente eram realizadas por pessoas, podem os sistemas de informação eliminar empregos
Prof. José Augusto T. de Lima Jr. Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

25

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Impactos positivos e negativos dos Sistemas de Informação
Sistemas de Informação podem ajudar as empresas a aprender mais sobre os modelos de compra e as preferências de seus clientes Sistemas de informação podem permitir que as organizações coletem dados pessoais sobre qualquer pessoa, violando sua privacidade
Prof. José Augusto T. de Lima Jr. Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

26

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Impactos positivos e negativos dos Sistemas de Informação
Sistemas de Informação proporcionam novas eficiências, por meio de serviços como caixas automáticas(ATMs), sistemas telefônicos ou aviões e terminais aéreos controlados por computador Sistemas de Informação são usados em tantos aspectos da vida diária que uma interrupção em seu funcionamento pode causar paralisação de uma empresa ou dos serviços de transporte, paralisando também as comunidades
Prof. José Augusto T. de Lima Jr. Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

27

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Impactos positivos e negativos dos Sistemas de Informação
Sistemas de Informação possibilitaram novos avanços na medicina nas áreas da cirurgia, radiologia e acompanhamento de pacientes Pessoas que utilizam muito os sistemas de informação podem sofrer lesões pelo esforço repetitivo, tecnoestresse e outros problemas de saúde
Prof. José Augusto T. de Lima Jr. Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

28

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Impactos positivos e negativos dos Sistemas de Informação
A Internet distribui informação instantaneamente a milhões de pessoas no mundo inteiro A Internet pode ser utilizada para distribuir cópias ilegais de software, livros, artigos e outras propriedades intelectuais
Prof. José Augusto T. de Lima Jr. Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

29

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Síntese de Administração
Administradores são solucionadores de problemas responsáveis pela análise dos muitos desafios enfrentados pelas organizações e pelo desenvolvimento de estratégias e planos de ação. Sistemas de Informação são uma de suas ferramentas, proporcionando as informações necessárias para as soluções. Eles refletem as decisões da administração e também servem de instrumento para mudar seu processo.
Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

Administração

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

30

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Síntese de Administração
 Os Sistemas de Informação têm origem nas organizações – são um produto de sua cultura, política, fluxos de trabalho e procedimentos operacionais padrão. São instrumento para mudança organizacional, possibilitando a transformação desses elementos organizacionais em novos modelos de negócios e redeterminando as fronteiras da empresa. Os avanços tecnológicos dos Sistemas de Informação estão acelerando a tendência em direção às economias globalizadas, orientadas para o conhecimento, e às organizações achatadas, flexíveis e descentralizadas, que podem coordenar-se com outras organizações a grandes distâncias.

Organização

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

31

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Síntese de Administração
 A revolução da rede está em curso. A tecnologia de sistemas de informação não está mais limitada a computadores, mas consiste em um conjunto de tecnologias que habilitam a ligação de computadores em rede com a finalidade de trocar informações a longas distâncias e fora das fronteiras organizacionais. A Internet proporciona conectividade global e uma plataforma flexível para um fluxo de informações sem descontinuidade por toda empresa e entre ela e seus clientes e fornecedores.

Tecnologia

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

32

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Tipos de sistemas de informação

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

33

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Sistemas de nível estratégico
 Ajudam a alta administração (gerentes seniors) a planejar o curso da ação a longo prazo.  Envolvem diretamente questões e objetivos das organizações, produtos, serviços e sobrevivência.  Auxiliam no processo de tomada de decisão (produção de novos produtos, investimento em nova tecnologia, mudança de localidade / mercado.
Prof. José Augusto T. de Lima Jr. Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

34

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Sistemas de nível gerencial (tático)
 Fundamentam-se sobre problemas voltados para a gerência intermediária – como atingir os objetivos e como controlar e avaliar o processo para atingir tais objetivos.  Podem ser utilizados em aplicações tais como acompanhamento de vendas para análise do sucesso das vendas anuais ou mensais, ou ainda para revisão de orçamentos departamentais (evitar desperdícios).

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

35

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Sistemas de nível de conhecimento
 Fundamentam-se sobre problemas voltados para questões de conhecimento e especialidade técnica.  Problemas de conhecimento  ampla gama de questões:
• • • • • Qual é o ponto ideal de produção? Onde deveriam estar localizadas as fábricas? Como deveria ser desenhado um conjunto de parafuso-porca? Como deveria ser elaborada a política de treinamento? Quais tecnologias da informação deveriam ser utilizadas?

 São utilizados nas áreas dos trabalhadores do conhecimento  profissionais que criam, distribuem e usam o conhecimento e informação em benefício da empresa – para que estes possam projetar produtos, racionalizar serviços e lidar com documentos

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

36

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Sistemas de nível operacional
 Fundamentam-se sobre problemas voltados para questões de operação, serviço e produção:
• Com que velocidade as máquinas devem ser operadas? • Qual o número de pedidos expedidos em um período? Por exemplo...hoje? • Como se pode lidar da melhor maneira possível com uma fila de consumidores irados?

 Tais problemas fazem parte da esfera de ação dos funcionários técnicos, de produção, serviços e operacionais e envolvem o monitoramento diário das atividades da empresa.

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

37

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Sistemas empresariais de informação
Questão para reflexão:

Como os sistemas de informação apóiam as principais funções empresariais: vendas e marketing, fabricação e produção, finanças e contabilidade e recursos humanos?

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

38

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Sistemas empresariais de informação • Vendas ( ) e Marketing ( ) ( (
 Tratam funcionalmente:
 Dos mecanismos de contato com os clientes;  Dos mecanismos de oferecimento dos produtos  Do fechamento dos pedidos  Do acompanhamento do processo de vendas e do pósvenda  Da identificação dos clientes em potencial para os produtos da empresa;  Da determinação do que tais clientes precisam / desejam do produto;  Da propaganda e promoção dos produtos;

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

39

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Sistemas empresariais de informação • Vendas e Marketing
 Sistemas de nível estratégico
• Sistemas de previsão de mercado demográfico • Sistemas de previsões e mapeamento econômico • Aplicações para levantamento do potencial da concorrência

 Sistemas de nível gerencial (tático)
• Sistemas de gerenciamento de vendas • Sistemas de suporte a decisões em estratégias de vendas • Sistemas de gerenciamento de pessoal de vendas • Análise de dados de mercado

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

40

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Sistemas empresariais de informação • Vendas e Marketing
Sistemas de nível de conhecimento
• Sistemas de controle de estações de trabalho de marketing

Sistemas de nível operacional
• • • • • Sistemas Sistemas Sistemas Sistemas Sistemas de suporte a vendedores de entrada de pedidos para ponto de vendas – PDV de televendas de informação de crédito

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

41

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Sistemas empresariais de informação • Vendas e Marketing

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

42

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Sistemas empresariais de informação • Fabricação e Produção
 Tratam funcionalmente:
• do planejamento, desenvolvimento e manutenção das instalações de produção; • do estabelecimento dos objetivos de produção; • da aquisição, armazenamento e disponibilização dos materiais de produção; • do planejamento do equipamento, instalações, materiais e mão-deobra necessários para embalagem dos produtos acabados.

 Respondem às seguintes questões:
• Qual tecnologia de produção será utilizada? • Como será o plano de produção para fabricar a quantidade exigida de produtos e serviços dentro do prazo e do orçamento combinado? • Como serão projetadas e testadas as peças e operações? • Como será controlado o fluxo de produção?

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

43

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Sistemas empresariais de informação • Fabricação e Produção
 Sistemas de nível estratégico
• Aplicações de leitura óptica para tecnologia da produção • Aplicações para localização de instalações • Pesquisa para análise da concorrência

 Sistemas de nível gerencial (tático)
• • • • • • • Sistemas de planejamento de recursos de fabricação Aplicações de fabricação integrada por computador Sistemas de controle de estoque Sistemas de cálculo de custos Planejamento de capacidade de produção Sistemas de cálculo de mão de obra Planejamento de produção

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

44

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Sistemas empresariais de informação • Fabricação e produção
 Sistemas de nível de conhecimento
• Sistemas de projeto assistidos por computador (CAD) • Sistemas de fabricação assistidos por computador (CAM) • Aplicações de trabalho de engenharia • Máquinas de controle numérico • Robótica

 Sistemas de nível operacional
• Sistemas de • Sistemas de • Sistemas de • Sistemas de • Sistemas de Prof. José Augusto T. de Lima Jr. • Sistemas de compra/venda expedição custo de mão de obra materiais manutenção de equipamentos Disciplina – Sistemas de Informação controle de qualidade si@uss.br

45

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Sistemas empresariais de informação • Fabricação e produção

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

46

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Sistemas empresariais de informação • Finanças ( ) e Contabilidade ( ) ( (
 Tratam funcionalmente:
 Do gerenciamento adequado dos ativos financeiros de uma empresa (dinheiro em caixa, papéis negociáveis, ações, debêntures e similares)  De maximizar o retorno dos ativos financeiros da empresa e administrar a capitalização (encontrando novos ativos financeiros em obrigações ou outras formas de dívidas)  Da administração de registros financeiros (despesas, receitas, depreciação de ativos, folhas de pagamento, etc.)  De contabilizar o fluxo de fundos em uma empresa

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

47

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Sistemas empresariais de informação • Finanças e Contabilidade
Respondem às seguintes questões:
• Qual a situação atual dos ativos financeiros? • Que registros existem na empresa para:
– – – – Despesas Receitas Folha de pagamento Outros fluxos de caixa

• Estamos obtendo o melhor retorno para nossos investimentos?
Prof. José Augusto T. de Lima Jr. Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

48

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Sistemas empresariais de informação • Finanças e Contabilidade
Sistemas de nível estratégico
• Análise de dados do mercado financeiro • Sistemas de provisões econômicas e demográficas • Sistemas de previsões orçamentárias

Sistemas de nível gerencial (tático)
• Sistemas de contabilidade de ativos fixos • Sistemas de cálculos de custos • Sistemas de orçamentos

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

49

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Sistemas empresariais de informação • Finanças e Contabilidade
 Sistemas de nível de conhecimento
• Estações de trabalho para gerenciamento financeiro • Sistemas para análise de portfólio (conjunto de títulos e valores mantidos por um fundo mútuo ou por um investidor) • Sistemas para análise de debêntures (títulos para investidores com prazos superiores a 01 ano) • Estações de trabalho para comerciantes

 Sistemas de nível operacional
• • • • Sistemas de contas à pagar Sistemas de contas à receber Livro razão Folha de pagamento
Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

50

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Sistemas empresariais de informação
• Finanças e Contabilidade

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

51

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Sistemas empresariais de informação • Recursos Humanos
Tratam funcionalmente:
• De mecanismos para atrair e desenvolver força de trabalho eficaz • Da contratação de novos funcionários • Da mensuração do trabalho executado • Dos mecanismos de nivelamento dos funcionários • Dos mecanismos de treinamento

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

52

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Sistemas empresariais de informação • Recursos Humanos
 Sistemas de nível estratégico
• • • • Planejamento de recursos humanos Sistemas de previsão de força de trabalho Análise demográfica Sistemas de planejamento de sucessões

 Sistemas de nível gerencial (tático)
• Sistemas de estimativas para força de trabalho • Sistemas de controle de posições • Sistemas de análise de funções e compensação (remuneração) • Sistemas de relações de trabalho e custo de contrato • Sistemas de cumprimento de acordos de igualdade na oportunidade de emprego
Prof. José Augusto T. de Lima Jr. Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

53

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Sistemas empresariais de informação • Recursos Humanos
 Sistemas de nível de conhecimento
• Sistemas para previsão de carreira (plano de carreira) • Sistemas de treinamento • Estações de trabalho para recursos humanos

 Sistemas de nível operacional
• Sistemas de registro de pessoal • Sistemas de registro de candidatos a empregos (banco de oportunidades) • Sistemas de benefícios • Sistemas de levantamento de habilidades e treinamento • Sistemas de acompanhamento de posições
Prof. José Augusto T. de Lima Jr. Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

54

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Sistemas empresariais de informação
• Recursos Humanos

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

55

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Processos de negócios
Modo como o trabalho é organizado, coordenado e focalizado para produzir um produto ou serviço de valor Fluxos de trabalho concretos de materiais, informações e conhecimentos — conjuntos de atividades Maneira singulares de coordenar trabalho, informação e conhecimento Maneiras como a gerência decide coordenar o trabalho
Prof. José Augusto T. de Lima Jr. Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

56

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Processos de negócios e sistemas de informação Sistemas de informação auxiliam as organizações a:
• Alcançar grandes eficiências pela automatização de partes dos processos • Repensar e aperfeiçoar processos para melhoria contínua e consequente solidificação da organização no mercado.

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

57

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Processos de negócios e sistemas de informação
Processos de negócios transfuncionais:
• Transcendem as fronteiras entre vendas, marketing, fabricação, recursos humanos. • Agrupa funcionários de diversas especialidades funcionais para completar a determinada tarefa

Exemplo: Processamento de pedidos
Prof. José Augusto T. de Lima Jr. Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

58

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Processos de negócios e sistemas de informação – Processamento de pedidos
Vendas Gerar pedido Apresen tar pedido

Contabilidade

Verificar crédito

Aprovar crédito

Emitir fatura

Fabricação e Produção

Separar produto

Expedir produto

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

59

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Gerenciamento das relações com clientes
 Clientes  ativos a longo prazo  CRM – Customer Relationship Management – Gerenciamento das relações com o cliente
– Foca o gerenciamento de todos os modos como uma empresa trata seus clientes existentes e seus potenciais clientes novos. – Disciplina empresarial e também tecnológica que usa sistemas de informação para coordenar todos os processos de negócios que circundam a relação da empresa com seus clientes. – CRM ideal  Cuida dos clientes “ponta-a-ponta”, ou seja, desde o recebimento do pedido até a entrega do produto e o atendimento.

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

60

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Gerenciamento das relações com clientes
 CRM – Customer Relationship Management – Gerenciamento das relações com o cliente
– No passado: processos empresariais altamente compartimentados não compartilhando informações sobre o cliente. – Ferramentas de CRM  tentam resolver problemas de integração de informação sobre os clientes. – Bons sistemas de CRM fornecem dados dos clientes provenientes de múltiplas fontes respondendo perguntas como: » Qual é o valor ao longo do tempo de um determinado cliente para a empresa? » Quem são nossos clientes mais fiéis? » Quem são nossos clientes mais lucrativos? » O que estes clientes lucrativos querem comprar?

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

61

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Gerenciamento das relações com clientes CRM – Customer Relationship Management – Gerenciamento das relações com o cliente
– A solução não é somente investir em software de CRM – Tais sistemas requerem alterações nos processos de vendas, marketing e atendimento. – Clientes sob uma perspectiva multifacetada – Conjunto de aplicações integradas para abordar todos os aspectos do relacionamento com clientes.

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

62

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Gerenciamento das relações com clientes

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

63

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Gerenciamento das relações com clientes  Como obter benefícios:
• Status do cliente  a empresa está interessada em informações de clientes existentes, clientes novos ou ambos? • Valor do cliente  Qual é o valor do cliente para a empresa? • Canais  que canal ou canais o cliente utiliza para interagir com a empresa? Telefone, e-mail, WEB Corporativo ou por intermédio dos representantes de vendas da empresa? Que canal ou canais apresentam-se mais importantes?
Prof. José Augusto T. de Lima Jr. Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

64

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Gerenciamento das relações com clientes  Como obter benefícios:
• Natureza da interação  Por que o cliente interagiu com a empresa? Foi para comprar um item, solicitar atendimento ou devolver mercadoria? Qual o resultado esperado dessa interação? • Sistema de medição  Como a empresa pode medir o valor de sua interação com o cliente? Ela pode ser medida em termos de economia de custo, aumento da receita ou níveis mais altos de satisfação do cliente?

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

65

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Gerenciamento da cadeia de suprimentos
 Objetivo principal  entrega dos produtos com mais agilidade e baixo custo.  SCM – Supply Chain Management – Gerenciamento da cadeia de suprimentos.
• Ligação e coordenação estreitas das atividades envolvidas na compra, fabricação e movimentação de um produto. • Integra processos logísticos do fornecedor, do fabricante, do distribuidor e do cliente para reduzir tempo, esforços redundantes e custos de estoque. • Cadeia de suprimentos  rede de organizações e processos de negócios para selecionar matérias primas, transformá-las em produtos intermediários e acabados e distribuir os produtos acabados para os clientes.
Prof. José Augusto T. de Lima Jr. Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

66

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Gerenciamento da cadeia de suprimentos SCM – Supply Chain Management – Gerenciamento da cadeia de suprimentos.
• Interliga fornecedores, instalações industriais, centrais de distribuição, meios de transporte, lojas de varejo, pessoas e informações por meio de processos como seleção de matérias-primas, controle de estoque e distribuição de entrega. • Lógica reversa  itens devolvidos fluem na direção contrária, ou seja, do comprador para o vendedor.

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

67

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Gerenciamento da cadeia de suprimentos SCM – Supply Chain Management – Gerenciamento da cadeia de suprimentos.
• Sistemas de informação conferem mais eficiência ao gerenciamento da cadeia de suprimento pois ajudam as empresas a:
– Coordenar – Programar e – Controlar as atividades de seleção de matériaprima, produção, gerenciamento de estoque e entrega de produtos e serviços

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

68

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Gerenciamento da cadeia de suprimentos
 SCM – Supply Chain Management – Gerenciamento da cadeia de suprimentos.
• Como os sistemas de informação podem ajudar os participantes do processo de SCM a:
– – – – – – – – Decidir quando e o que fabricar, armazenar e movimentar Transmitir pedidos rapidamente Acompanhar o andamento dos pedidos Verificar a disponibilidade de estoque e monitorar níveis de estoque Reduzir custos de estoque, transporte e armazenagem Acompanhar embarques Planejar a produção com base na demanda real Comunicar rapidamente as alterações no projeto do produto

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

69

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Gerenciamento da cadeia de suprimentos SCM – Supply Chain Management – Gerenciamento da cadeia de suprimentos.
• Limitações:
– Ineficiências (falta de peças, capacidade ociosa de produção, estoque excessivo de produtos acabados, custo de transporte fora de controle) podem representar até 25% dos custos operacionais de uma empresa. – Efeito chicote  As informações sobre a demanda de um produto é distorcida à medida em que passa de uma entidade à outra na cadeia de suprimentos (Lee, Padmanabhan e Wang, 1997)
Prof. José Augusto T. de Lima Jr. Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

70

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Gerenciamento da cadeia de suprimentos

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

71

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Gerenciamento da cadeia de suprimentos
 Sistemas de planejamento da cadeia de suprimentos
• Permitem a uma empresa gerar previsões de demanda de um produto e desenvolver os planos de aquisição de matériasprimas e de fabricação para aquele produto. • Capacidade:
– Planejamento de pedidos  plano de processamento de pedidos que melhor atenda ao nível de serviço ao cliente – Programação prévia e planejamento de fabricação  coordenação detalhada da programação de produção. – Planejamento de demanda  geração de previsões de demanda para todas as unidades de negócio. – Planejamento da distribuição  criação de planos operacionais para gerentes de logística no atendimento de pedidos. – Planejamento de transporte  acompanhamento e análise do movimento de entrada e saída de materiais e produtos  previsibilidade e cumprimento de prazos.

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

72

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Gerenciamento da cadeia de suprimentos
 Sistemas de execução da cadeia de suprimentos
• Gerenciam o fluxo dos produtos através de centrais de distribuição e depósitos. • Capacidade:
– Garantir pedidos  o que os vendedores se comprometem com seus clientes eles entregam – Produção final  organização e programação dos conjuntos finais requeridos para fabricar cada produto final – Reposição  coordenação do trabalho de reposição de componentes – depósitos sempre com estoque mínimo à disposição – Gerenciamento da distribuição  coordenação do processo de transporte de mercadorias até o consumidor final – Distribuição reversa  acompanhamento da expedição e responsabilidade pela devolução de mercadorias.

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

73

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Comércio colaborativo
 Conjunto de interações colaborativas habilitadas digitalmente entre uma empresa e seus parceiros de negócios e clientes. Dados e processos que antes eram considerados internos podem ser compartilhados pela comunidade colaborativa.  Usa tecnologias digitais para capacitar múltiplas organizações a projetar, desenvolver, montar, movimentar e gerenciar colaborativamente os produtos.  Aumenta as eficiências reduzindo os ciclos de projeto de produtos, minimizando o excesso de estoque, prevendo demanda e mantendo seus parceiros e clientes informados.
Prof. José Augusto T. de Lima Jr. Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

74

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Comércio colaborativo
Engenheiros • Documentos de Projeto Fornecedores • Reposição • Esquemas de preço Extranet ou rede privada da empresa Fabricação • Relação de materiais • Previsões de demanda • Situação do pedido Vendas e Marketing • Coordenação de Marketing

Clientes • Pedidos • Solicitações de alteração de produto
Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

75

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Sistemas integrados
 Visão tradicional de sistemas
• Dentro das empresas: existem funções e cada uma delas tem seus usos para sistemas de informação, apoiando diferentes níveis organizacionais e processos de negócios • Além das fronteiras organizacionais: clientes e fornecedores • As funções tendem a trabalhar isoladamente.
Prof. José Augusto T. de Lima Jr. Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

76

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Sistemas integrados
 Visão tradicional de sistemas

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

77

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Sistemas integrados
 Visão de integração
• Conceito de ERP – Enterprise Resource Planning (Sistemas de Planejamento de Recursos Empresariais) • Modelagem e automatização de processos de negócios. • Informação flui sem descontinuidade dentro da empresa entre sistemas afins (fabricação, contabilidade, recursos humanos, finanças, vendas e marketing) e entre diversos níveis hierárquicos. • Fornecimento de informações mais precisas e oportunas para as operações diárias da empresa • Possibilidade de visão ampla dos processos de negócios e fluxos de informação

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

78

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Sistemas integrados
 Visão de integração

Prof. José Augusto T. de Lima Jr.

Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

79

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Sistemas integrados
 Visão de integração - Exemplo
“ Quando um representante de vendas em Bruxelas registra o pedido de um cliente...” 3. os dados fluem automaticamente para outros na empresa que devem tomar conhecimento deles. 4. A fábrica em Hong Kong recebe o pedido e inicia a produção. 5. O depósito verifica o progresso do pedido on-line e programa a data de expedição. 6. Ao almoxarifado compete conferir o estoque de peças e providenciar tudo que a fábrica retirou. 7. O sistema integrado armazena informações de produção que podem ser acessadas pelo pessoal de atendimento ao cliente para acompanhar o pedido em todos os estágios do processo de fabricação.
Prof. José Augusto T. de Lima Jr. Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

80

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Sistemas integrados
 Visão de integração - Exemplo
“ Quando um representante de vendas em Bruxelas registra o pedido de um cliente...” (cont.) 3. Dados atualizados de vendas e produção fluem automaticamente até o departamento de contabilidade. 4. O sistema transmite ao departamento responsável pela folha de pagamento as informações para o cálculo das comissões devidas aos vendedores. 5. O sistema também recalcula automaticamente o balanço patrimonial da empresa, razões de contas à pagar e receber, contabilidade central de custos e o caixa disponível. 6. A sede em Londres pode consultar dados instantâneos de vendas, estoque e produção em qualquer estágio do processo, atualizar previsões de vendas e produção, bem como cálculos de custo e disponibilidade do produto.
Prof. José Augusto T. de Lima Jr. Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

81

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Sistemas integrados
Benefícios
• Estrutura e organização da empresa Organização unificada. • Gerenciamento  Processos administrativos em toda organização baseados em conhecimento. • Tecnologia  Plataforma unificada. • Negócios  Operações mais eficientes e processos de negócios orientados para o cliente.
Prof. José Augusto T. de Lima Jr. Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

82

Universidade Severino Sombra – Vassouras/RJ

Sistemas de Informação
• Sistemas integrados
Desafios
• Construção difícil  requer mudanças fundamentais na maneira de operação da empresa. • Tecnologia  requer softwares complexos e um grande investimento de tempo, dinheiro e capacidade técnica. • Coordenação e tomada de decisões organizacionais centralizadas  não é a melhor maneira de operar uma empresa
Prof. José Augusto T. de Lima Jr. Disciplina – Sistemas de Informação si@uss.br

83