You are on page 1of 25

Noções de farmacologia

ENFERMEIRO: MARCOS BARRETO
FARMACOLOGIA:

“Administrar

medicamentos prescritos é
um papel fundamental à maioria das
equipes de enfermagem. Não é
somente uma tarefa mecânica a ser
executada em complacência rígida
com a prescrição médica. Requer
pensamento e o exercício de juízo
profissional."

• "A administração de medicamento é uma das maiores responsabilidades equipe de enfermagem” .

isto é. a absorção. o destino no organismo. o mecanismo de ação e os seus efeitos.A farmacologia: É a ciência que estuda os fármacos e os medicamentos sob todos os aspectos. . a fonte.

2003). estudos. . TÁXIS & BARBER.•A utilização de medicamentos é uma das intervenções mais utilizadas no ambiente hospitalar. têm evidenciado a presença de erros no tratamento medicamentoso causando prejuízos aos pacientes que vão desde o não-recebimento do medicamento necessário até lesões e mortes (LEAPE et al. ao longo dos últimos anos. no entanto. 1995.

1998): • Erros de omissão: qualquer dose não-administrada até o próximo horário de medicação. 1991. DRAFT. . CASSIANI. 1992. • Erros na administração: de um medicamento não-autorizado: administração de um medicamento ou dose de medicamento não-prescrito pelo médico. 1998. • Erros em dose extra: administração de uma ou mais unidades de dosagem. além daquela prescrita.Os erros descritos tanto na literatura nacional como na internacional são tirados conforme descrição a seguir (RIBEIRO. NCCMERP.

• Erros devido ao horário incorreto: administrar medicamento fora dos horários predefinidos pela instituição ou da prescrição. • Erros com a dosagem: administração do medicamento em dosagens diferentes daquelas prescritas pelo médico. .• Erros referentes à via: administração pela via errada ou por uma via que não a prescrita.

Pílulas: pequenas drágeas. polidos e coloridos . .Formas farmacêuticas: Comprimidos: medicamento ou medicamentos em pó. de forma circular. Drágeas: são grânulos com medicamentos envolvidos em camada de açúcar. sob compressão em geral.

envolvidos em gelatina solúvel. que deve ser dissolvido no intestino. Xarope: medicamento+açúcar+água Elixir: medicamento+açúcar+álcool Emulsão: combinação de dois líquidos que não se misturam. . sendo sua base de glicerina. Supositório: forma alongada. gelatina ou manteiga de cacau. devendo ser agitada antes de usar.Cápsulas: medicamento em pó ou grânulos.

comprimidos pílulas drágea cápsulas .

supositórios injetável emulsão elixir xarope .

onde devem se dissolver para exercerem uma ação local. contendo uma ou mais substâncias terapeuticamente ativas incorporadas a excipientes adequados.Óvulos: são formas farmacêuticas obtidas por compressão ou moldagem para aplicação vaginal. O excipiente em geral é a glicerina. destinadas ao uso externo. Pomadas: preparações farmacêuticas de consistência pastosa. .

Óvulos pomadas .

Injeções: são preparações estéreis de soluções. . emulsões ou suspensões destinadas à administração parenteral.

sem passar pela corrente sanguínea.Ação dos medicamentos: Local: Quando age no local onde é aplicado – pele ou mucosa – sem passar na corrente sanguínea. colírio. ou quando age diretamente no sistema digestório ex: pomadas e loções. antiácidos. ou quando age diretamente no sistema digestório. .

Conservação dos medicamentos: • Devem ser guardados conforme orientação do fabricante constante nas bulas. • Conservar em geladeira. . • Conservar em abrigo da luz. • Conservar entre 10 a 25º C.

• Conferir via de administração. • Conferir forma farmacêutica.Orientações gerais para administrar medicamentos • Manter concentração.previamente limpa • Conferir novamente a medicação com a prescrição médica. . • Conferir nome do medicamento. • Reunir o material necessário sobre a mesa ou bancada . • Identificar medicamentos prescritos e conferir com prescrição .medica • Lavar as mão antes e depois do procedimento. • Conferir dosagem.

. • Utilizar sempre a regra dos cinco certos. • Não associar medicação sem orientação para tal. • Nunca utilizar medicamento sem rótulo ou com rótulo ilegível. • Quando administrar suspensão. • Desprezar material utilizado em local apropriado. • . • Após administrar a medicação. checar-la na prescrição médica. • Nunca administrar medicação se há duvidas: pedir orientação. agitar sempre para homogeneizá-la.• Abrir apenas um frasco de cada vez de forma a não contaminar a parte interna. pois estas podem precipitar.

tetraciclinas.usados em epilépticos •Ex: hidantal. •produzidos por seres vivos (cogumelos e bactérias) ou produzidos sinteticamente. barbitúricos (gardenal) . Anticonvulsivantes: Evitam convulsões . tegretol.cefalotinas. •Ex. ampicilinas.: penicilinas.Grupos medicamentos: Antibióticos: Exercem ação antimicrobiana.

dolantina. Ex: cortisol. morfina. hidrocortisona.Analgésicos e Antitérmicos: Usados para suprimir a febre e a dor . . reumatismo. AAS. Anti-inflamatórios esteroides: para reações alérgicas. dexametasona. etc. Ex: dipirona. processos inflamatórios.

Anti-inflamatórios não esteróides:Utilizados para diminuir o processo de inflamação. -diclofenato de sódio -cetoprofeno .

Antiarrítmicos: usados para diminuir interromper em arritmias cardíacas. ou . Ex: procainamida. clorotiazida. manitol. lidocaína. amiodarona. Diuréticos: aumentam a produção de urina. Ex: furosemida.

criopreciptado . ondansetron. dramin. Ex: metoclopramida. fator VIII. Coagulantes: Usados para corrigir defeitos da coagulação Ex: vitamina K (kanakion).Antiéticos: usados para diminuir náuseas e vômitos.

limitando ou prevenindo trombose Ex: heparina.Anticoagulantes: Usados para tornar o sangue menos coagulável. clexane. Anti-hipertensivos: Usadas para tratamento da hipertensão arterial •Ex: captopril .

Ex: metotrexate. usados para inibir ou prevenir desenvolvimento de neoplasias. .Anti-neoplásicos:(anticancerosos ou citostáticos).