11/02/2010

03/12/10

1

Profº Spim Email = adilson . spim@prof . uniso . br Blog para os alunos = www . profadilsonspim . blogspot . com Blog p / 3º setor = www . somosoquefazemos - rede . blogspot . com

03/12/10

2

Estrutura do Curso
Definição de Logística Evolução Histórica Integração da Logística Informação na Logística Estratégias de Estoque -Previsões -Gerenciamento -Movimentação Estratégias de Transporte -Infra estrutura -Gerenciamento

03/12/10

3

O valor envolvido é cada vez maior, principalmente após o surgimento do global sourcing e do ecommerce; É desafiadora: torna-se cada vez mais complexa, sabe-se pouco e faltam modelos de fácil manejo; É estratégica: cada vez mais a logística decide negócios; Está desequilibrada: faltam profissionais e empresas que façam a diferença; O interesse por estudos logísticos é recente no Brasil; Talvez a logística seja a melhor chance de sucesso no mercado atual brasileiro.
03/12/10 4

História da Logística
Antiguidade = povos habitavam perto de onde tinham alimentos , nômades ; Surge os meios de transporte , o homem pode habitar distante dos alimentos ; Com a melhora do sistema logístico , produção e consumo começaram a se separar geograficamente .
03/12/10 5

Missão da logística
Dispor a mercadoria ou o serviço certo , no lugar certo , no tempo certo e nas condições desejadas , ao mesmo tempo em que fornece a maior contribuição à empresa .

03/12/10

6

O problema da Logística
Diminuir o hiato entre a produção e a demanda . “ Não foram poucas as falhas em campanhas de distribuição devido à falta de coordenação entre criação de demanda e distribuição .” Arch

03/12/10

7

Logística não é uma ideia nova .
Construção das pirâmides ; Ações para suprir as necessidades no Haiti ; Os princípios fundamentais de fluxo de materiais e informações pouco mudaram .
03/12/10

Segunda Guerra Mundial a logística desempenhou

8

Definição de Logística
Logística é o ramo da arte militar que trata de transportar, abastecer, movimentar e alojar as tropas participantes de operações militares; Algumas palavras relacionadas ao uso militar: •Francês: loger, alojar; •Italiano: loggia, local de armazenagem; •Alemão: lager, local de ressuprimento; •Português: loja, alojamento.

03/12/10

9

A evolução do conceito de Logística
“O processo de planejar, implementar e controlar, de um modo eficiente, o fluxo e a armazenagem de produtos, serviços e da informação com ele relacionada, desde o ponto de origem até ao ponto de consumo, satisfazendo as necessidades dos clientes” Council of Logistics Management, 1991

03/12/10

10

A evolução do conceito de Logística
“É a parte do processo da cadeia de suprimento, que planeja, implementa e controla, de um modo eficiente e eficaz, o fluxo e a armazenagem de produtos, serviços e da informação com ele relacionada, desde o ponto de origem até ao ponto de consumo, satisfazendo as necessidades dos clientes” Council of Logistics Management, 1998

03/12/10

11

A evolução do conceito de Logística
“A logística é o processo de gerenciar estrategicamente a aquisição, movimentação e armazenagem de materiais, peças e produtos acabados (e os fluxos de informações correlatas), através da organização e seus canais de marketing, de modo a poder maximizar as lucratividades presente e futura através do atendimento dos pedidos a baixo custo, com agilidade.” (Christopher, 2007).

03/12/10

12

A evolução da Logística
Até 1950 : anos adormecidos . ØTransporte gerenciado pela produção ; ØEstoque gerenciado por marketing , finanças ou produção ; ØProcessamento de pedidos controlados por finanças ou vendas .
03/12/10 13

A evolução da Logística
1950 a 1970 : período de desenvolvimento , onde temos quatro condições - chave : 1 . Alterações nos padrões e atitudes da demanda dos consumidores ; 2 . Pressão por custos nas indústrias ; 3 . Avanços na tecnologia de computadores ; 4 . Influência do trato com a

03/12/10

14

A evolução da Logística
1970 em diante : anos de crescimento . Quando algumas empresas começam a colher frutos com o uso da logística ; Crise do petróleo em 1973 afetou o custo dos transportes e do capital mantido em estoques .

03/12/10

15

Operações logísticas
Obtenção de materiais: –especificação, seleção, negociação e compra;

Fluxo ao longo da cadeia de suprimentos: –transporte, inspeção, armazenagem, movimentação interna, abastecimento, coleta e disposição dos rejeitos;

Fluxo ao longo da cadeia de distribuição: –embalagem, formação de carga, formação de rota, transporte, armazenagem intermediária, transbordo, entrega; e

Fluxo de informações nos dois sentidos.
03/12/10 16

Operações logísticas e satisfação de clientes
Dos dez principais fatores de satisfação de clientes, segundo pesquisa de consultoria, sete têm a ver com funções logísticas. 1. Gerenciamento dos problemas com pedidos; 2. Informação e acompanhamento do pedido; 3. Entrega na data prometida; 4. Entrega imediata a partir de estoque; 5. Condição do produto na entrega; 6. Informação sobre características do produto; 7. Contato com o representante de vendas; 8. Atendimento integral do pedido; 9. Desempenho do produto; e 10. Atendimento de pedidos urgentes.
03/12/10 17

Agregar valor com a Logística
Valor de localização: colocação de itens no ponto em que agreguem valor à operação; Valor de temporização: armazenagem de itens até o momento em que passem a agregar valor à operação; e Valor de seqüenciamento: entrega de itens na seqüência em que agregam valor à operação.
03/12/10 18

Dimensões de agregação de valor pela logística
Qualidade: Conformidade às exigências de clientes; Custo: Operações devem prover ganho de escala; Entrega: Devem ter velocidade e confiabilidade; e Flexibilidade: A cadeia deve poder variar seus atributos de entrega.
03/12/10 19

As funções da logística
Planejamento: previsão da demanda de itens requeridos pela operação; Suprimento e estocagem: aquisição, recebimento, inspeção, guarda e abastecimento dos itens requeridos pela operação; e Armazenagem e distribuição: guarda e entrega de itens requeridos por clientes. Retorno após o uso: coleta e reaproveitamento de embalagens e materiais.
03/12/10 20

Estratégias da logística
Avanços na tecnologia: a otimização no projeto do sistema de informações permite a gestão integrada dos componentes logísticos; Mudanças econômicas: a globalização, o aumento das incertezas, os menores ciclos de vida dos produtos e as maiores exigências de serviços tornam a logística uma fonte potencial criadora de vantagem competitiva.

03/12/10

21

criação de valor

A Logística como vantagem competitiva.

alta

enfoque

diferenciaçã o livre mercado

p. ex: um supermercado qu compra em grande escala faz entrega personalizad competitividade
logística

liderança em custo
ganho de escala alta
produtividade
22

baixa baixa
03/12/10

Operações logísticas
Previsão de Vendas

Planejamento da Produção

Fornecedo r

Suprimentos

Operações

Distribuiçã o

Comércio

materiais informação
03/12/10

Consumid or
23

Operador Logístico

O operador logístico é uma empresa prestadora de serviços, especializada em gerenciar e executar todas ou parte das atividades logísticas nas várias fases da cadeia de abastecimento, que agrega valor aos produtos e serviços de seus clientes e que tenha competência para, no mínimo, prestar simultaneamente serviços de gestão de estoques, armazenagem e gestão de transportes.
Fonte: ABML – Associação Brasileira de Movimentação e Logística, 1999.
03/12/10 24

Fluxo de materiais
fornecimento fabricação distribuição venda consumo

Fluxo de informação Fluxo de materiais (Reverso)
fornecimento fabricação distribuição venda consumo

Fluxo de informação
03/12/10 25

A integração Logística
Visão fragmentação
Previsão de demanda Compras Processamento de pedidos Planejamento de produção Planejamento de materiais Recebimento e estocagem Movimentação de materiais Armazenagem de produtos Planejamento da distribuição Despacho de pedidos Embalagem Serviço ao cliente
03/12/10

Integração parcial

Integração total

Suprimentos

Logística Integrada
Distribuição física
26

Sistema logístico integrado: a rede

fornece dor

fabricação

vend a

Consumo

fornece dor

fabricação

vend a

Consumo

fornece dor
03/12/10

fabricação

vend a

Consumo

27

Estratégias de Estoque

03/12/10

28

Que é estoque?

Acumulação armazenada de recursos materiais.

Todas as operações mantêm estoques.

03/12/10

29

Por que existe estoque?

existe uma diferença de ritmo ou de taxa entre fornecimento e d

Se o fornecimento fosse igual a demanda não existiriam estoque

03/12/10

30

Decisões de estoque.
Quanto pedir?

Quando pedir?

Como controlar o sistema?
03/12/10 31

Decisões de estocagem
Conhecer a estrutura de consumo de itens; conhecer os fornecedores de maior e menor volume de entregas; avaliar os fornecedores quanto às suas potencialidades de fabricação e entrega; explorar estrategicamente as diversidades dos fornecedores; ter capacidade instrumental para previsão de demanda.
03/12/10 32

Decisões de estocagem
Na nossa casa temos um estoque de alimentos, se não o fizéssemos teríamos que sair comprar a cada refeição; Qual o custo dessa decisão em transporte e tempo? Se resolvemos manter produtos em estoque por vários meses, teremos que ter local para armazenar, refrigeradores, freezers; A estratégia é encontrar o ponto de equilíbrio.

03/12/10

33

A classificação ABC
Classifica itens e fornecedores segundo sua importância relativa; O princípio de classificação foi estabelecido pelo economista italiano Vilfredo Pareto: poucos itens determinam a maior parte de um resultado; Para se calcular a representatividade do item, basta multiplicar seu consumo anual pelo custo unitário e calcular o percentual que o valor obtido representa em relação ao custo total de fornecimento.
03/12/10 34

A classificação ABC
As classes ABC podem ser definidas como (Slack, 2009) classe A: São aqueles 20% de itens de alto valor que representam cerca de 80% do valor em estoque; classe B: São aqueles de valor médio, usualmente os seguintes 30% dos itens que representam cerca de 10% do valor total; classe C: São itens de baixo valor que apesar de compor cerca de 50% do total dos itens estocados, representam cerca de 10% do valor dos itens estocados.
03/12/10 35

A curva ABC

03/12/10

36

Exercício curva ABC
Produto
Q1 W2 E3 R4 T5 Y6 U7 I8 O9 P10

Qde/ano
2.000 1.000 10.000 100 10.000 1.500 500 6.000 15.000 1.000

Preço
R$ 350 R$ 150 R$ 160 R$ 500 R$ 120 R$ 35 R$ 160 R$ 100 R$ 40 R$ 1.200

Total

A BC

03/12/10

37

Exercício curva ABC
Produto
Q1 W2 E3 R4 T5 Y6 U7 I8 O9 P10

Qde/ano
2.000 1.000 10.000 100 10.000 1.500 500 6.000 15.000 1.000

Preço
R$ 350 R$ 150 R$ 160 R$ 500 R$ 120 R$ 35 R$ 160 R$ 100 R$ 40 R$ 1.200

Total
700.000 150.000 1.600.000 50.000 1.200.000 52.500 80.000 600.000 600.000 1.200.000

A BC

03/12/10

38

Exercício curva ABC
Produto
E3 T5 P10 Q1 I8 O9 W2 U7 Y6 R4

Qde/ano
10.000 10.000 1.000 2.000 6.000 15.000 1.000 500 1.500 100

Preço
R$ 160 R$ 120 R$ 1.200 R$ 350 R$ 100 R$ 40 R$ 150 R$ 160 R$ 35 R$ 500

Total
1.600.000 1.200.000 1.200.000 700.000 600.000 600.000 150.000 80.000 52.500 50.000

A BC
A A A B B B C C C C

03/12/10

39

Estoques Virtuais x Reais ( acuracidade ) Estando o produto em falta no estoque , ou se perdia a venda o se colocava como pendente ; Os sistemas de informação mudaram essa situação ; A acuracidade de estoques hoje atinge índices de 1º mundo , chegando a 99 , 8 %; Com o conhecimento real do estoque as previsões se tornaram mais corretas .

03/12/10

40

Disponibilidade do produto O objetivo do gerenciamento de estoques é garantir que o produto esteja disponível no tempo e nas quantidades necessárias ; Porém devemos lembrar que a manutenção de estoques geram custos e estes devem ser conhecidos .
03/12/10 41

Custos de estoques Temos três classes de custos para a determinação da política de estoques : Custos de aquisição ; Custos de manutenção e Custos de falta de estoques .

03/12/10

42

Custos de aquisição Cada pedido colocado gera uma série de custos que incluem : Processamento , preparação , transmissão , manutenção do estoque do fornecedor , documentação , Esses custos podem cair conforme a quantidade pedida .

03/12/10

43

Custos de Manutenção São resultantes do armazenamento durante um determinado período e incluem : Custos de espaço ; Custos de capital ; Custos de serviços .

03/12/10

44

Custos de espaço São calculados pelo uso do volume no prédio de estocagem ; Em espaços alugados são cobrados por peso e período de tempo ; Em espaços próprios são calculados pela área ocupada em relação ao valor da propriedade e custos com iluminação e manutenção do espaço , equipamentos utilizados .
03/12/10 45

Custos de capital São derivados do custo do dinheiro imobilizado em estoques ; Podem representar 80 % dos custos totais de estoque ; O custo de capital pode variar entre a taxa máxima dos juros e o custo de oportunidade do capital .
03/12/10 46

Custos de serviços Composto pelos valores do seguro e de impostos ; Os seguros cobrem perdas por incêndios , roubos , tempestades ; Os impostos de estocagem são calculados sobre os níveis de estoque durante o ano , e estão disponíveis nos registros contábeis .
03/12/10 47

Custos de falta de estoques Ocorre quando um pedido não pode ser atendido sendo dois os custos : Os das vendas perdidas ; E dos pedidos atrasados .

03/12/10

48

Custos das vendas perdidas Quando o cliente pela falta de estoque cancela o pedido ; O custo é o lucro que não se concretizou e ainda pode ter um efeito adicional futuro , quando o cliente necessitar de um novo pedido ele pode optar pelo concorrente .
03/12/10 49

Custos de pedidos atrasados Quando o cliente se dispõe a esperar pelo pedido , Essa situação pode acarretar em custos com transporte extra , hora - extra na produção e na expedição ; O cliente em futuras compras pode também optar pelo concorrente .
03/12/10 50

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful