You are on page 1of 31

Fundamentals of Vehicle

Dynamics
Capítulo 5 - Ride
Eduardo Moretti – Nº USP: 7628802

PME 2542 – Engenharia Automotiva II - 2º Semestre 2015

Departamento de Engenharia Mecânica - EPUSP

1

Introdução
 Os

automóveis trafegam a altas velocidades
e ficam sujeitos a uma ampla faixa de
vibrações
 “Ride” se refere às vibrações na faixa de 0
a 25 Hz
 Acima dessa faixa são considerados ruídos

PME 2542 – Engenharia Automotiva II - 2º Semestre
2015
Departamento de Engenharia Mecânica –
EPUSP

2

Introdução

Fontes de
Excitação

Resposta
do Veículo

Vibrações

Percepção
das
Vibrações

PME 2542 – Engenharia Automotiva II - 2º Semestre
2015
Departamento de Engenharia Mecânica –
EPUSP

3

2º Semestre 2015 Departamento de Engenharia Mecânica – EPUSP 4 .Fontes de Excitação Irregularidades na pista:  Imperfeições (buracos)  Caráter Aleatório Fontes a bordo do veículo:  Conjunto Pneu/Roda  Linha de Transmissão  Motor PME 2542 – Engenharia Automotiva II .

Irregularidades na Pista  Descritas pelo perfil de elevação ou por propriedades estatísticas como PSD PME 2542 – Engenharia Automotiva II .2º Semestre 2015 Departamento de Engenharia Mecânica – EPUSP 5 .

Irregularidades na Pista PME 2542 – Engenharia Automotiva II .2º Semestre 2015 Departamento de Engenharia Mecânica – EPUSP 6 .

Fontes a Bordo do Veículo Conjunto Pneu/Roda  Desbalanceamento estático e dinâmico  Variações dimensionais  Variações de Rigidez Linha de Trasmissão • Desbalanceamento do Eixo • Juntas universais e cardã Motor  Oscilação do torque transmitido PME 2542 – Engenharia Automotiva II .2º Semestre 2015 Departamento de Engenharia Mecânica – EPUSP 7 .

além de resistência ao rolamento.  Garantir a dirigibilidade do veículo.  Garantir estabilidade lateral e longitudinal.Sistema de Suspensão  Principais funções do sistema de suspensão:  Absorver vibrações e choques de modo a isolar passageiros e a carga.  Sustentar o peso próprio do veículo.2º Semestre 2015 Departamento de Engenharia Mecânica – EPUSP 8 . PME 2542 – Engenharia Automotiva II .

2 a 0. fazendo com a que frequência natural amortecida varia de 98 a 92% da não amortecida PME 2542 – Engenharia Automotiva II .2º Semestre 2015 Departamento de Engenharia Mecânica – EPUSP 9 .Resposta do Veículo Rigidez Efetiva Frequência Natural Frequência Natural Amortecida ζ varia de 0.4 usualmente.

Resposta do Veículo PME 2542 – Engenharia Automotiva II .2º Semestre 2015 Departamento de Engenharia Mecânica – EPUSP 10 .

2º Semestre 2015 Departamento de Engenharia Mecânica – EPUSP 11 .Resposta do Veículo PME 2542 – Engenharia Automotiva II .

Resposta do Veículo PME 2542 – Engenharia Automotiva II .2º Semestre 2015 Departamento de Engenharia Mecânica – EPUSP 12 .

Rigidez da Suspensão Como a rigidez da mola da suspensão é menor que a do pneu ela é predominante na determinação da rigidez efetiva. PME 2542 – Engenharia Automotiva II . Como as acelerações impostas pelo piso são maiores em frequências elevadas. é desejável para priorizar o conforto adotar suspensões com frequências naturais mais baixas.2º Semestre 2015 Departamento de Engenharia Mecânica – EPUSP 13 .

2º Semestre 2015 Departamento de Engenharia Mecânica – EPUSP 14 .Amortecimento da Suspensão São utilizados amortecedores hidráulicos Os amortecedores não tem comportamento linear (amortecimento maior na extensão que na compressão em uma razão 3/1) Desde 1950 são utilizados amortecedores telescópicos PME 2542 – Engenharia Automotiva II .

Suspensão Ativa A fim de adequar a resposta da suspensão são utilizados cilindros hidráulicos comandados por um controlador eletrônico Três variáveis de performance de interesse são:  Isolação de vibração – medido pela aceleração da massa suspensa  Curso da suspensão  Constância da força no pneu – medido pela deflexão no pneu PME 2542 – Engenharia Automotiva II .2º Semestre 2015 Departamento de Engenharia Mecânica – EPUSP 15 .

Suspensão Ativa PME 2542 – Engenharia Automotiva II .2º Semestre 2015 Departamento de Engenharia Mecânica – EPUSP 16 .

Suspensão Semi-Ativa PME 2542 – Engenharia Automotiva II .2º Semestre 2015 Departamento de Engenharia Mecânica – EPUSP 17 .

Frequância de Ressonância das Rodas GAWR – Gross Axle Weight Rating PME 2542 – Engenharia Automotiva II .2º Semestre 2015 Departamento de Engenharia Mecânica – EPUSP 18 .

2º Semestre 2015 Departamento de Engenharia Mecânica – EPUSP 19 .Não Linearidades da Suspensão Devido ao atrito suspensão apresenta um comportamento histerético Suspensão mais rígida para deslocamentos menores PME 2542 – Engenharia Automotiva II .

Não Linearidades da Suspensão PME 2542 – Engenharia Automotiva II .2º Semestre 2015 Departamento de Engenharia Mecânica – EPUSP 20 .

Movimentos de Bounce e Pitch O modelo de ¼ de carro não representa totalmente a dinâmica do automóvel O movimento de “pitch” e “bounce” combinados compõem a vibração vertical As rodas traseiras tem a mesma excitação defasada PME 2542 – Engenharia Automotiva II .2º Semestre 2015 Departamento de Engenharia Mecânica – EPUSP 21 .

2º Semestre 2015 Departamento de Engenharia Mecânica – EPUSP 22 .Movimentos de Bounce e Pitch PME 2542 – Engenharia Automotiva II .

Movimentos de Bounce e Pitch PME 2542 – Engenharia Automotiva II .2º Semestre 2015 Departamento de Engenharia Mecânica – EPUSP 23 .

2º Semestre 2015 Departamento de Engenharia Mecânica – EPUSP 24 .Movimentos de Bounce e Pitch PME 2542 – Engenharia Automotiva II .

2º Semestre 2015 Departamento de Engenharia Mecânica – EPUSP 25 .Movimentos de Bounce e Pitch PME 2542 – Engenharia Automotiva II .

5% da distância entre eixos para trás do CG) As frequências naturais de pitch.Critérios de Olley A rigidez efetiva da suspensão dianteira deve ser 30% menor que a suspensão traseira (6.2º Semestre 2015 Departamento de Engenharia Mecânica – EPUSP 26 . bounce e roll devem ser próximas e não devem ser maiores que 1.3 Hz PME 2542 – Engenharia Automotiva II .

Percepção da Vibração Subjetividade e influência de outros faotres:      Ruído Desenho do assento Temperatura Ventilação Espaço interno PME 2542 – Engenharia Automotiva II .2º Semestre 2015 Departamento de Engenharia Mecânica – EPUSP 27 .

Percepção da Vibração PME 2542 – Engenharia Automotiva II .2º Semestre 2015 Departamento de Engenharia Mecânica – EPUSP 28 .

Percepção da Vibração PME 2542 – Engenharia Automotiva II .2º Semestre 2015 Departamento de Engenharia Mecânica – EPUSP 29 .

2º Semestre 2015 Departamento de Engenharia Mecânica – EPUSP 30 . sabendo que a rigidez correspondente a um pneu é 210 kN/m. quando a carga no eixo dianteiro for de 8 520 N e no traseiro de 6 500 N. Também avalie as freqüências naturais de ambas as suspensões.Exercícios 1. PME 2542 – Engenharia Automotiva II . A rigidez da suspensão no eixo dianteiro é de 25 kN/m e a do traseiro é de 18 kN/m. Determinar a rigidez equivalente (“ride rate”) das suspensões dianteira e traseira.

1 PME 2542 – Engenharia Automotiva II .1. Determinar as frequências naturais e o centro dos movimentos de “bounce” e “pitch” do veículo do exercício anterior. Dados Extra: Distância entre eixos – 2555 mm Índice Dinâmico .2º Semestre 2015 Departamento de Engenharia Mecânica – EPUSP 31 .Exercícios 2.