Agricultura biológica

O que é a Agricultura Biológica?

O que é a agricultura biológica
A agricultura biológica é um tipo de agricultura que se caracteriza pela não utilização de adubos artificiais, aliando os conhecimentos tradicionais às modernas técnicas agrícolas e preservando a terra para as gerações vindouras. Melhora a fertilidade do solo e favorece a biodiversidade.

Para quê a agricultura biológica ?
Os principais objectivos da agricultura biológica são: 1. Produzir alimentos de suficiente quantidade; alta qualidade em

2.

Interagir de forma construtiva e equilibrada com os sistemas e ciclos naturais; Promover e desenvolver ciclos biológicos dentro do sistema de produção, envolvendo microorganismos, flora e fauna do solo, plantas e animais;

3.

Para quê a agricultura biológica?
4. Manter e/ou aumentar a fertilidade do solo a longo prazo; 5. Promover o correcto uso da água e a gestão racional dos recursos hídricos e da vida neles existentes; 6. Contribuir para a conservação do solo e da água; 7. Utilizar na medida do possível, recursos renováveis nos sistemas agrícolas organizados localmente;

Para quê a agricultura biológica?
8. Trabalhar, na medida do possível, num ciclo fechado no que respeita à matéria orgânica (resíduos das culturas, estrumes, etc.) e elementos nutritivos; 9. Trabalhar na medida do possível, com matérias e substâncias que possam ser reutilizadas ou recicladas, tanto na exploração agrícola como fora dela; 10. Dar todas as condições de vida aos animais que lhes permitiram atingir os aspectos básicos do seu bem estar;

Para quê a agricultura biológica?
11. Minimizar todas as formas de poluição que possam resultar de práticas agrícolas; 12. Considerar o impacto social e ecológico do sistema agrícola; 13. Produzir produtos não alimentares com base em recursos renováveis e completamente biodegradáveis (não poluentes);

Para quê a agricultura biológica?
14. Produzir alimentos de elevada qualidade nutritiva, sem resíduos de produtos químicos tóxicos; 15. Reduzir ao mínimo o consumo de energia fóssil e utilizar os recursos locais; 16. Permitir aos agricultores uma valorização das suas produções dignificação da sua profissão. melhor e uma

EFEITOS DAS ERVAS
MANJERICO ERVA CIDREIRA COMINHO MENTA CAMOMILA CEBOLINHA É bom para os tomateiros, melhorando-lhe o gosto. É bom para os tomateiros melhorando o crescimento. É bom para amaciar a terra. Afasta os insectos e boa companheira para as bordadeiras. Melhora o gosto das cebolas e das couves. Associa-se às cenouras onde melhora o gosto.

EFEITO DAS ERVAS
HORTELÃ BRANCA FIOLHO ALHO É bom para as batatas e afasta os insectos. Não é bom para as plantas. Favorece o crescimento e saúde das roseiras e framboesa. Junto das cenouras e das batatas melhora-lhes o gosto. Melhora o gosto dos tomates e couves, afasta as borboletas. O perfume das plantas torna-se melhor.

LINHO

HORTELÃ

MANJERICO

EFEITO DAS ERVAS
PETÚNEA BELDROGA Protege os feijões dos insectos. Erva bravia que cobre o terreno onde se planta o milho. Mantém os insectos afastados do feijão, da cenoura e da couve. Planta-se com o feijão e cebola para melhorar o seu gosto. Planta-se perto das roseiras e framboesa para afastar os insectos.

ROSMANINHO

MALVA do MONTE

ARRUDA

Associações favoráveis e desfavoráveis entre os produtos hortícolas mais vulgares
Produto hortícola Espargos Combina com: Tomate, salsa, manjerico. Batata, cenoura, pepino, couve- flor, couve e a maior parte das verduras. Batatas, pepino, milho, morangos e aipo. Cebola, alho gladíolos Não combina com:

Feijão

Feijão rasteiro

Cebola

Associações favoráveis e desfavoráveis entre os produtos hortícolas mais vulgares
Produto hortícola Milho Combina com: Batata, ervilha, feijão, pepino, abóbora e cabacinha. Feijão, milho, ervilha, rabanetes e girassol. Feijão. Milho. Cebola, couve e nabo. Cebola, beterraba, couve-nabo e girassol Feijão trepador Batatas e ervilhas aromáticas Não combina com:

Pepino Beringela Feijão trepador Beterraba

Associações favoráveis e desfavoráveis entre os produtos hortícolas mais vulgares
Produto hortícola Combina com: Plantas aromáticas, batatas, aipo, camomila, salva, hortelã-pimenta, rosmaninho, beterraba e cebola. Ervilhas, alface, cebolinha, cebola, alhoporro, rosmaninho, salva e tomate. Alho-porro, tomate, feijão-verde, couve-flor e couve. Não combina com: Morangos, tomates e feijão trepador

Família das couves

Cenoura

Aipo

Associações favoráveis e desfavoráveis entre os produtos hortícolas mais vulgares
Produto hortícola Albarrã Beringela Alho-porro Cebola e alho Salsa Abóbora Combina com: Cenoura. Feijão. Cebola e cenoura. Beterraba, morangos, tomate, alface e camomila. Tomate e espargo. Milho. Não combina com: Ervilhas e feijão

O efeito da matéria orgânica nas plantas
Algas Vagens de ervilhas Casulos de bichos de seda Cascas de banana e limão Cinzas de madeira dura(carvalho) Conchas Luzerna Potássio, magnésio, enxofre e ferro Potássio Azoto Potássio Potássio e cálcio Cálcio Magnésio, enxofre e ferro

O efeito da matéria orgânica nas plantas
Farinha de ossos Folhas moídas Cascas de avelã Cascas de ovo Lã Legumes Estrume composto Fósforo e cálcio Magnésio, enxofre e ferro Azoto Cálcio Fósforo Azoto Azoto e potássio

O efeito da matéria orgânica nas plantas
Milho Peixe seco e moído Pedra calcária moída Penas Pó de granito Restos da laboração do açúcar (não cozidos) Restos de café Rochas fosfáticas Sangue seco Potássio Azoto e fósforo Cálcio Azoto Potássio Fósforo Azoto Fósforo Azoto

Agricultura biológica

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful