You are on page 1of 10

Escola Básica 2,3 Ruy Belo

Agrupamento de escolas Ruy Belo

Poluição Atmosférica

Ciências Naturais Andrey Hequer nº6


Profª Maria João Serra Ano/ Turma 8ºF

Ciências Naturais
Introdução
Atmosfera do planeta é uma excepção na medida em que
é dos raros recursos naturais que é compartilhado pelo
mundo inteiro. Pelo que os efeitos negativos sobre esta
são globalmente sentidos.
Tendo em conta que os problemas que advêm da
atmosfera representam perigo para os organismos têm-
se vindo a desenvolver estudos sobre o efeito estufa e a
consequente destruição da camada de ozono, para além
de provocar as chuvas ácidas, fenômenos estes que
contribuem grandemente para a poluição atmosférica.
Poluição atmosférica
O ar é imprescindível à sobrevivencia dos seres vivos. Pórem, o problema da poluição
atmosférica trouxe consequências graves. Além dos problemas nos locais onde se
produzem os poluentes, os efeito da poluição do ar fazem-se também sentir a um
nível mais vasto e mesmo a nível global.
Entre os problemas globais ligado à poluição da atmosfera com que a civilização actual
se debate destacam-se a redução da camada de ozono, o aumento do efeito estufa
e as chuvas ácidas.
Redução da camada de ozono

O ozono está disperso com outros gases atmosféricos, formando uma camada de
importância vital para o nosso planeta. É por este motivo que a sua destruição é
encarada como um dos maiores problemas ambientais deste século. Apesar da
composição da camada de ozono se ter mantido inalterada por milhões de anos, nas
últimas décadas têm-se assistido à sua rápida degradação, com o consequente
aparecimento dos designados "buracos de ozono", zonas da estratosfera onde esta
camada se apresenta extremamente fina, com redução óbvia dos seus efeitos
protectores.

Os principais responsáveis por esta situação são os


clorofluorcarbonetos (CFCs), constituídos por
carbono, flúor e cloro são também conhecidos pela
sua denominação comercial
Consequências da redução da camada de
ozono
Consequências?
A redução da camada de ozônio causa maior incidência dos raios ultravioleta, o que
diminui a capacidade de fotossíntese nos vegetais e afeta as espécies animais. Nos
seres humanos compromete a resistência do sistema imunológico e causa câncer de
pele e doenças oculares, como a catarata. Políticas ambientais ? Em 1987, 24
países assinam o Protocolo de Montreal, no Canadá, comprometendo-se a restringir
à metade a produção de CFC até 1999. Em junho de 1990, a ONU determina o fim
gradativo da fabricação de CFC até o ano 2010. No mesmo ano é criado o Programa
Brasileiro de Eliminação da Produção e Consumo das Substâncias que Destroem a
Camada de Ozônio, que pretende acabar com o uso de CFC no país até 2001. Entre
1988 e 1995, a utilização de CFC cai 76% no mundo inteiro. Os Estados Unidos, em
1994, substituem totalmente o produto, assim como vários países europeus. O Brasil
reduz sua utilização em 31%. Mas, como o CFC leva anos para chegar à
estratosfera, estima-se que a camada de ozônio só vai começar a se recuperar no
final da década e não será totalmente reconstituída antes de um século
Aumento do efeito estufa
O efeito de estufa é um processo que ocorre quando uma parte da radiação solar reflectida pela
superfície terrestre é absorvida por determinados gases presentes na atmosfera. Como
consequência, o calor fica retido. O efeito estufa é importante pois, sem ele, a vida como a
conhecemos não poderia existir
Gases com efeito estufa (GEE)

Alguns gases com efeito estufa e suas principais causas.


Aumento do efeito estufa
Consequência

Com isso, alguns problemas vem se gerando como o aumento da fusão, que leva ao
degelo dos glaciais, levando assim, aumenta o nível dos oceanos; o
desaparecimento de espécies, tanto como animais e vegetação; Alterações
climáticas e desequilíbrio sobre a terra.
Chuvas àcidas
As chuvas ácidas formam-se coma libertação de dióxido de enxofre e de óxido de azoto
(provenientes de fábricas e automóveis) para a atmosfera. Esses gases que foram
libertado s para a atmosfera são levados pelos ventos para as nuvens. A
combinação destes gases com o oxigénio e o vapor de água contido nas nuvens, dá
origem a ácido sulfúrico e ácido nítrico, ou seja, formam-se as chuvas ácidas.
Com a precipitação, as chuvas ácidas originam a acidificação dos solos, que vai
prejudicar a agricultura e as espécies de árvores e plantas que vão nascer. Outra
consequência é a destruição da vegetação e a contaminação da água. As chuvas
ácidas embora afectem mais as regiões industrializadas da América do Norte e da
Europa devido à emissão de dióxido de enxofre e à queima de petróleo e carvão,são
um problema global visto que os ventos transportam as partículas poluentes.
Biografia
• http://gasa3.dcea.fct.unl.pt/Assa/projectos/assa2000/tf33/#A3
• http://images.google.pt/imgres?imgurl=http://www.notapositiva.com/trab_estudantes/t
rab_estudantes/geografia/geografia_trabalhos/poluicaoatmosferica01.jpg&imgrefurl=
http://www.notapositiva.com/trab_estudantes/trab_estudantes/geografia/geografia_tra
balhos/poluicaoatmosferica.htm&h=336&w=500&sz=32&hl=pt-
PT&start=1&tbnid=JB3QzYlJqHjU4M:&tbnh=87&tbnw=130&prev=/images%3Fq%3D
polui%25C3%25A7ao%2Batmosferica%26gbv%3D2%26ndsp%3D18%26hl%3Dpt-
PT%26sa%3DN