MÉTODOS QUÍMICOS DE

CONTROLE MICROBIANO

Profa Bióloga Esp. Maria Rejane Borges de Araújo
mariarejane@unipam.edu.br

MÉTODOS QUÍMICOS
 Controle microbiano
tecidos vivos e
objetos inanimados
redução da
população microbiana em níveis seguros
poucos levam à esterilidade.

MÉTODOS QUÍMICOS
Desinfecção
seleção de um agente
diluição
 material plástico ou metálico;
 superfície lisa ou rugosa;
 porosidade do material;
 presença de matéria orgânica e resíduo de sabão;
 pH
 formação de filmes;
 dureza da água utilizada na diluição;
 poder de penetração na célula
 tempo de exposição (fabricante);
 temperatura ambiente.

Desinfetante ou anti-séptico  Alta eficácia germicida: efeito rápido.  Solúvel em água e em líquidos orgânicos.  Estabilidade química.  Incolor. .  Não produzir manchas.amplo espectro microbiano e ação prolongada.  Inodoro ou odor agradável.

Níveis de atividade antimicrobiana .

1% e peróxido de hidrogênio a 1. misturas de ácido peroxiacético a 0.0%. peróxido de hidrogênio de 6 a 30%. .Níveis de atividade antimicrobiana Alto nível de atividade germicida –  soluções aquosas de glutaraldeído.

 compostos iodóforos de 40 a 50 ppm de iodo livre.  preparações fenólicas. .  soluções aquosas de peróxido de hidrogênio de 3 a 6%.  compostos clorados de 500 a 5000 ppm de cloro livre.Níveis de atividade antimicrobiana Nível intermediário de atividade germicida – soluções hidroalcoólicas 70 a 90% de etanol ou isopropanol.

2%. .1 a 0.Níveis de atividade antimicrobiana Baixo nível de atividade germicida –  formulações de compostos quaternários de amônio de 0.

limpeza com detergente.      .Desinfecção/esterilização desmontagem se for o caso. remoção de matéria orgânica.  remoção do germicida residual. montagem e introdução da solução do germicida. lavagem com água de baixa dureza.  drenagem da solução germicida.

Desinfecção/esterilização .

 Ação com evaporação sem resíduo. .Grupos de Desinfetantes ÁLCOOIS  Bactericida e fungicida sem ação contra endósporos ou vírus não envelopados etanol e isopropanol.

mais eficiente desnaturação de proteínas requer água.  Desnaturação de proteínas e dissolução de lipídeos.Grupos de Desinfetantes ÁLCOOIS  Álcool hidratado . .

 Álcool metílico . .Grupos de Desinfetantes ÁLCOOIS  Álcool etílico – em solução a 70% inativa todas as formas vegetativas desde que os instrumentos não estejam carregados de matéria orgânica.superior ao etílico e menos corrosivo para instrumentos.

.Grupos de Desinfetantes ÁLCOOIS  Propilenoglicol e etilinoglicol– desinfecção de câmaras. quartos e salas na presença de vapores.

Preservação de madeiras.Grupos de Desinfetantes FENÓLICOS E DERIVADOS Biocida de ampla aplicação em indústrias de alimentos e rações. Indústria de cosméticos. .

desnaturação de proteínas e enzimas.Grupos de Desinfetantes FENÓLICOS E DERIVADOS FENOL  Ruptura da membrana plasmática. .

. sanitários.Grupos de Desinfetantes FENÓLICOS E DERIVADOS CREOLINA  Mistura de cresóis. desinfecção de pisos.

.Grupos de Desinfetantes FENÓLICOS E DERIVADOS TIMOL  Mais ativo que o fenol 30 vezes e menor toxicidade.

Grupos de Desinfetantes FENÓLICOS E DERIVADOS TRICLOSAM  Atividade bacteriostática e fungistática. .

 Ação contra todos os tipos de bactérias. muitos endósporos. vários fungos e alguns vírus.Grupos de Desinfetantes HALOGÊNIOS E DERIVADOS IODO  Inibição da atividade proteica e forte agente antioxidante. .

.Grupos de Desinfetantes HALOGÊNIOS E DERIVADOS IODÓFORO  combinação de iodo e uma molécula orgânica. onde o iodo é liberado lentamente não mancham e são menos irritantes.

 Ação é devido à formação do ácido hipocloroso quando adicionado à água. .Grupos de Desinfetantes HALOGÊNIOS E DERIVADOS CLORO  Germicida como gás ou em combinação com outras substâncias químicas.

 Hipoclorito de sódio – desinfetante doméstico. . de lacticínios.Grupos de Desinfetantes HALOGÊNIOS E DERIVADOS CLORO  Forte agente que impede o funcionamento de boa parte do sistema enzimático celular. de alimentos alvejante. em sistemas de hemodiálise.

Grupos de Desinfetantes HALOGÊNIOS E DERIVADOS CLORO  Hipoclorito de cálcio – desinfecção de equipamentos de laticínios e utensílios de restaurantes. antissépticos ou agentes de sanitização. .  Cloraminas – cloro e amônia desinfetantes.

cosméticos. xampus.Grupos de Desinfetantes ÁCIDOS ORGÂNICOS  Ácido sórbico e ácido benzóico fungistático e bacteriostático – alimentos. .  Ácido acético e ácido lático – preservação de alimentos.

Grupos de Desinfetantes ÁCIDOS INORGÂNICOS  Ácido bórico – alta toxicidade. .

.Grupos de Desinfetantes AGENTES DE SUPERFÍCIES Sabões e detergentes  Pouco valor antisséptico.  Triclocarban e triclosan sabões antibacterianos. importante na remoção mecânica dos micróbios através da escovação.  Degerminação de pele e remoção de resíduos.

instrumentos. .Grupos de Desinfetantes DETERGENTES CATIÔNICOS (AMÔNIO QUATERNÁRIO)  Antisséptico para a pele. utensílios e objetos de borracha.  Inibição de enzimas. desnaturação das proteínas e ruptura das membranas plasmáticas.

. cloreto de benzetônio.  Clorexidine – bactericida e bacteriostático. fungicidas e viricidas (vírus envelopados).Grupos de Desinfetantes DETERGENTES CATIÔNICOS (AMÔNIO QUATERNÁRIO)  Bactericidas. bacteriostáticos.  Cloreto de benzalcônio. cloreto de cetilpiridíneo.

 Sanitização em indústrias de processamento de laticínios e alimentos. .Grupos de Desinfetantes AGENTES DE SUPERFÍCIES DETERGENTES ÁCIDO-ANIÔNICOS  Atividade incerta – pode envolver inativação ou ruptura de enzimas.

câmaras e laboratórios. artigos plásticos de laboratório. . Óxido de etileno utilizado em itens hospitalares. Formaldeído e betapropiolactona – desinfecção de salas.Grupos de Desinfetantes     ESTERILIZANTES GASOSOS Desnaturação das proteínas. Óxido de propileno.

Grupos de Desinfetantes METAIS PESADOS E SEUS COMPOSTOS  Germicidas ou antissépticos .íons do metal se combinam com o grupo sulfidrila nas proteínas – desnaturação.mercúrio.ação oligodinâmica quantidades pequenas se difundem e inibem o crescimento das bactérias .  Prata e cobre . prata e cobre. .

 Óxido de Zinco e sulfato de cobre antifúngico – preparação de tintas controle de mofo.Grupos de Desinfetantes METAIS PESADOS E SEUS COMPOSTOS  Cloreto de Zinco – soluções para bochechos. .

.Grupos de Desinfetantes AGENTES OXIDANTES  Superfícies contaminadas. ferimentos profundos (anaeróbios sensíveis).  Ozônio – suplemento para a cloração  Peróxido de hidrogênio – lavagem de feridas e mucosas com tecido morto.

Grupos de Desinfetantes AGENTES OXIDANTES Ácido peracético – instrumentos termosencíveis. . esporicida em temperaturas baixas e presença de matéria orgânica.

BOM DIA! .