You are on page 1of 32

Professor Edley

www.professoredley.com.br

As Revoluções do Iluminismo
A Independência dos Estados Unidos e a Revolução
Francesa

Gravura de Jean-François Janinet representando a Tomada da Bastilha em 14 de julho de 1789.

Iluminismo e Revolução

Ao longo do século XVIII, a Europa foi palco de um movimento de ideias
conhecido como Iluminismo, que defendia a liberdade de opinião, o uso da
razão, a tolerância religiosa e o fim do absolutismo, entre outros preceitos.
Em pouco tempo, as ideias desse movimento se espalharam e chegaram,
junto com os colonizadores ingleses, à América, onde despertaram o
sentimento de independência em muitos colonos.
Em 1776, em nome da soberania e da liberdade do povo, os habitantes das
Treze Colônias fundaram os Estados Unidos da América (EUA). Em 1789,
menos de quinze anos depois, começava a Revolução Francesa que, com
base nos mesmos ideais, buscava outras formas de expressão e
organização.

óleo sobre tela.A Independência dos Estados Unidos da América A rendição de lorde Cornwallis. Representa a rendição das tropas do general britânico Lord Cornwallis após perder a batalha de Yorktown . de John Trumbull. pintado entre 1819 e 1820.

Não havia um governo centralizado e as formas de organização variavam de uma região para outra. no qual os representantes dos colonos eram escolhidos diretamente por eles. a colonização inglesa ocorreu por meio da divisão do território em diferentes colônias. os colonos dessa região cultivavam produtos agrícolas em pequenas propriedades rurais. No Norte das Treze Colônias A região da Nova Inglaterra foi colonizada principalmente por pessoas que fugiam de perseguições religiosas na Europa. Na região foi instaurado um sistema governamental conhecido como self-government (autogoverno). De forma geral. .A Independência dos Estados Unidos da América A colonização inglesa Na América do Norte.

que seriam revendidas para outras colônias e nas próprias Antilhas.A Independência dos Estados Unidos da América Havia também o chamado comércio triangular. Outros produtos também faziam parte desse comércio. por sua vez. . que. no qual os comerciantes compravam o melaço produzido nas Antilhas e com ele produziam o rum. era levado à África e trocado por pessoas escravizadas.

As Treze Colônias e o comércio triangular .

nas quais eram utilizadas mão de obra de africanos escravizados e traficados. como tabaco. Tal prática deu origem a uma rica aristocracia produtora de gêneros agrícolas. . As colônias do sul eram marcadas pela existência de grandes propriedades exportadoras de produtos.As Colônias do Centro e do Sul As colônias do centro da América do Norte eram bem parecidas com as do norte. vinho e outros produtos. tendo alguns colonos se dedicado à exportação de madeira e pele e importação de açúcar. formadas por pequenas propriedades onde se praticava a agricultura e a pecuária. algodão e arroz.

Latifundiários do sul apoiaram a manutenção dos laços com a Inglaterra e os comerciantes do norte queriam o rompimento com a metrópole. A metrópole aumenta a cobrança de impostos sobre os produtos consumidos pela colônia. 1775 Batalha entre as tropas inglesas e os colonos armados. movimento contra as medidas e cobranças abusivas do governo inglês. Setembro. sob pena de punição àqueles que não pagassem os novos tributos estabelecidos.A Crise com a Inglaterra Primeiro Congresso Continental da Filadélfia. . Resultou no encaminhamento de um protesto para o governo inglês e no boicote aos produtos metropolitanos. 1774 1763 Fim da Guerra dos Sete Anos. Início da guerra pela independência das Treze Colônias. Abril.

Seus participantes anunciaram o rompimento com a Inglaterra – assumindo o Congresso como governo informal das Treze Colônias –.Rompem-se os Laços Coloniais Em maio de 1775. com o objetivo de lutar contra os ingleses. que teve a chefia entregue a George Washington. e criaram o Exército Continental Americano. Espanha e França. reuniu-se na Filadélfia o Segundo Congresso Continental. tinham o apoio dos governos da Holanda. o Congresso aprovou a Declaração de Independência das Treze Colônias. mas eles. por sua vez. que se denominaram então Estados Unidos da América. Em 4 de julho de 1776. O governo inglês intensificou o conflito bélico contra os então Estados Unidos da América. .

. na batalha de Yorktown.Rompem-se os Laços Coloniais Os ingleses foram definitivamente derrotados em 1781. cada uma representando uma colônia. foram acrescentadas mais estrelas. com 50 estrelas. além de treze estrelas. cada uma representando um estado da federação. Essa foi a primeira separação de uma colônia de sua metrópole desde o início do processo de expansão marítima iniciado no século XV. A bandeira escolhida para representar o novo país tinha treze listras brancas e vermelhas. À medida que novos territórios foram anexados aos Estados Unidos da América. Atual bandeira norteamericana.

dessa forma. um poder centralizado. na prática. porém. basicamente. por exemplo. nos Estados Unidos. o que abriu espaço para as ideias de liberdade e cidadania. cada ex-colônia manteve um certo grau de autonomia. representantes eleitos pela população dos treze estados aprovaram uma Constituição que vigora até hoje no país. só eram considerados cidadãos. nem todos eram contemplados por tais ideias – a escravidão foi mantida até 1863. . não havia. A Constituição assegurava aos cidadãos direitos políticos e civis. sendo assim. Negros e indígenas foram excluídos do conceito de cidadania americana e. Em 1787. os homens brancos e que possuíam propriedades ou pertenciam às camadas intermediárias urbanas.Quem era o Cidadão no Novo País? Logo após a independência.

Primeiro estado Abarcava cerca de 400 mil pessoas. recebiam dízimo. Composto pela alta e a média burguesia e pelos trabalhadores rurais e urbanos. estavam isentos do serviço militar e tinham direito a julgamento em tribunal próprio. com uma população de cerca de 28 milhões de pessoas. Formado por cerca de 120 mil pessoas integrantes do clero. Composto pela nobreza de sangue. Formado por 98% da população. Eram donos de aproximadamente 20% das terras. a palavra estado designava os grupos sociais que compunham a sociedade. . que compravam títulos de nobreza. proprietários de terras e por burgueses ricos. Sustentava os outros grupos por meio do pagamento de impostos. não pagavam impostos. Não pagavam impostos.A Revolução Francesa Na França do século XVIII.

ajudaram os integrantes do terceiro estado a tomar consciência da opressão em que viviam. . em sua grande maioria do terceiro estado. Despertar do terceiro estado: caricatura. de autoria desconhecida.A Revolução Francesa Os filósofos iluministas. da época da Revolução Francesa (1789).

A Assembleia era um órgão consultivo em que cada estado tinha direito a um voto.Os “Estados Gerais” No final do século XVIII. os altos gastos dos membros da corte e a participação na guerra contra a Inglaterra pela independência dos Estados Unidos provocaram o esvaziamento dos cofres da França. que teve seus trabalhos iniciados em maio de 1789. que colocou a população em contato com a fome e causou greves nas cidades e manifestações no meio rural. . A situação foi agravada pelo longo período de secas. A estratégia do rei para controlar as manifestações foi a convocação da Assembleia dos Estados Gerais.

Como o clero e nobreza não aceitaram.Os “Estados Gerais” No dia da abertura das discussões acerca do aumento dos impostos. com o intuito de elaborar uma nova constituição. que representa a abertura da reunião dos Estados Gerais em Versalhes em 5 de maio de 1789. Óleo sobre tela de Auguste Couder. com a presença de Luís XV e da corte real. o terceiro estado exigiu que a contagem dos votos fosse feita por pessoa. pintura de 1839. No dia 9 de julho. . o terceiro estado se autoproclamou Assembleia Nacional Constituinte. o terceiro estado se reuniu em uma das salas do Palácio de Versalhes com o intuito de lá permanecer até que seus objetivos fossem alcançados.

que servia como uma prisão para os que se mostravam contra o governo e por isso era um dos símbolos mais odiados do regime absolutista. tomou as ruas parisienses na madrugada de 14 de julho de 1789. Sem conseguir controlar a situação. A tomada da Bastilha na cidade de Paris estimulou revoltas camponesas e urbanas. que acompanhava o que acontecia em Versalhes. dando ao movimento que se opunha ao regime absolutista contornos populares. tomou conhecimento da pretensão do rei em dissolver a Assembleia e. . o rei reconheceu a Assembleia Constituinte e. aboliu as leis feudais ainda em vigor no país e decretou o fim dos privilégios do clero e da nobreza. indignada. em 4 de agosto de 1789. A multidão se apoderou de armas e munições guardadas em arsenais rumo à fortaleza de Bastilha.A Revolta Popular A população de Paris.

Reprodução do primeiro artigo da Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão. . documento inspirado nos ideais iluministas. causou grande impacto em diversos lugares do mundo. a Assembleia proclamou a Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão. já O documento que ali havia frases que negavam que o rei fosse o representante de Deus na Terra e afirmavam o poder como pertencente ao povo.Os Direitos do Homem e do Cidadão No dia 26 do mês de agosto. que estabelecia valores supremos de liberdade e igualdade a todos perante a lei.

Queda de Constantinopla (1453) Idade Moderna 1453 a 1789 Iluminismo (século XVII) Revolução Industrial (século XVIII) Independência dos Estados Unidos Idade (1776) Comtemporânea dias atuais Revolução Francesa – Queda da Bastilha (1789) .Linha do Tempo O grande impacto da Revolução Francesa na sociedade ocidental fez com que os historiadores se valessem do fato para marcar o final da Idade Média e o início da Idade Contemporânea.

Ela determinava: • o fim da monarquia absolutista e o início da monarquia constitucionalista. na qual o rei ainda governava. foi promulgada a Constituição. . • a autoridade do Estado foi dividida em três poderes (Executivo. em junho de 1791. Apesar de aparentemente se submeter à Constituição. mas estava condicionado às novas leis.O Rei Sob Controle Em 1791. • a Igreja foi separada do Estado e a liberdade religiosa foi assegurada à população. o rei e sua família tentaram fugir disfarçados para o exterior com o intuito de reorganizar as forças militares francesas e retomar o poder. mas antes foram reconhecidos e presos. Legislativo e Judiciário).

em 22 de setembro de 1792. . O controle da Convenção variava entre os girondinos – grupo de deputados ligados à alta burguesia – e os jacobinos – representantes da pequena burguesia e. Enquanto os girondinos eram moderados. propunham medidas radicais com o objetivo de promover mudanças drásticas na organização social francesa. os jacobinos. liderados por Maximilien Robespierre (1758-1794). cuja principal função era elaborar uma constituição republicana.A República Francesa Com a prisão do rei. dos trabalhadores de Paris. o governo passou para um Conselho Executivo Provisório e. A Assembleia Nacional foi substituída pela Convenção Nacional. em parte. foi proclamada a República.

em Paris. Inglaterra. Espanha e Portugal. Gravura de autoria anônima. o que incentivou a criação de uma aliança formada pelos governos de Áustria. representando a execução de Luís XVI na guilhotina na praça da Concórdia. . o rei Luís XVI foi julgado e morto em 1793. Prússia. do século XVIII.A República Francesa Por decisão dos jacobinos e contra os girondinos. que tinha como objetivo barrar as ações revolucionárias francesas – ao mesmo tempo. Rússia. movimentos burgueses internos se organizavam com o mesmo intuito. em 21 de janeiro de 1793.

a cobrança de impostos para os membros ricos da sociedade e a fixação do preços máximos para os produtos consumidos. o segundo julgava e condenava os suspeitos de conspirar contra a república – calcula-se que nesse período. criou o Comitê de Salvação Pública e o Tribunal Revolucionário.Os Jacobinos no Poder Com o intuito de enfrentar a coalizão entre os demais países europeus. o que proporcionou a instituição do divórcio. cerca de 35 mil pessoas tenham sido mortas na guilhotina. Mesmo com toda a violência. a Convenção. . esse período foi o momento em que a maioria das conquistas populares foi consolidada. a criação de escolas laicas. entre outros exemplos. Enquanto o primeiro juntava forças para combater os países invasores. em abril de 1793. nessa época sob o controle do jacobinos.

Nesse período. Como resposta à suposta ameaça. que culminou na morte de Robespierre em julho de 1794. como o desarmamento da população e a proibição do canto dos hinos revolucionários nas ruas. articularam um golpe contra os jacobinos. além do cancelamento das medidas impostas pelos jacobinos. .A Burguesia Retoma o Controle da Revolução Durante a liderança dos jacobinos. os girondinos. unidos a outros setores da sociedade. outras ordens foram impostas. a burguesia se afastou do poder. ela acreditava que dois valores que lhe eram caros estavam sendo ameaçados pelo tabelamento de preços e pela reforma agrária implementados pelos jacobinos: o direito à propriedade privada e o livrecomércio. A Convenção Nacional passou a ser controlada pela alta burguesia e. num período marcado pelo fim da participação popular na Revolução Francesa.

uma grave crise econômica e a fome que voltou a assolar a França fizeram com que jacobinos e defensores da monarquia se unissem para conspirar contra a burguesia. para reprimir os revoltosos. O Poder Executivo passou a ser exercido pelo Diretório – órgão composto de cinco pessoas eleitas entre os deputados –. em outubro de 1799. . num golpe de Estado que pôs fim à Revolução. um mês depois. uma nova constituição foi aprovada em 1795. Nesse período. Foi então que o Diretório convocou o general do Exército. uma das vagas do Diretório. responsável por nomear os ministros do Estado. Napoleão Bonaparte. missão na qual obteve sucesso. o que culminou. reintroduzindo o voto censitário e excluindo os pobres da participação pública.O Diretório Com a Convenção sob o controle da burguesia. Seu sucesso lhe garantiu.

imperador por meio de uma consulta popular. Napoleão Bonaparte representado quando ainda era cônsul em pintura de Robert Lefèvre.O Império Francês sob Napoleão Napoleão havia conquistado a confiança da burguesia graças a seus êxitos militares. o título de cônsul vitalício. se tornando. Napoleão exerceu o poder de 1799 a 1814 e em seu governo adotou medidas que visavam recuperar a economia e as instituições do Estado francês. . recebendo assim. dois anos depois. em 1802. promovendo assim a construção de obras públicas com o intuito de gerar empregos.

alguns dos quais foram anexados à França. fugiu de Elba e voltou à Paris. como o respeito à propriedade privada e o casamento civil separado do religioso. entretanto. próxima à costa italiana. seu governo durou cerca de 100 dias. as tropas de Napoleão ampliaram a fronteira francesa invadindo vários países. quando foi derrotado por uma coalizão internacional que o obrigou a se exilar na ilha de Elba. . onde morreu alguns anos depois. Napoleão governou até 1814. Napoleão foi derrotado na Batalha de Waterloo. sendo recebido como imperador. no oceano Atlântico. Em 1815. Algum tempo depois. Em diversas campanhas militares. sendo novamente preso e deportado para uma ilha. um conjunto de leis que consolidava as conquistas burguesas da Revolução.O Império Francês sob Napoleão Sob governo de Napoleão se instituiu o Código Civil.

deveriam ser entregues às suas antigas dinastias. na Áustria.O Congresso de Viena Com a derrota de Napoleão em 1814. consolidando um período europeu conhecido como Restauração. Além disso. . representantes das nações europeias se reuniram no Congresso de Viena (1814-1815). em busca de retomar as fronteiras do continente europeu traçadas no período anterior à Revolução Francesa. ficou decidido que os países que sofreram mudanças no governo em razão das guerras napoleônicas.

A Europa após o Congresso de Viena .

estabelecendo princípios de valor universal.A Revolução Francesa Embora alguns aspectos da Revolução tenham se perdido com o governo Napoleônico e a Restauração. inaugurando assim uma nova história do Ocidente. liderado na época pelo presidente Nicolas Sarkozy. os trabalhadores franceses protestam contra a política econômica do governo francês. como a liberdade. a Revolução Francesa marcou a história do mundo ocidental. a igualdade e a fraternidade. Tradicional marcha de Primeiro de Maio em Paris. Nesta foto de 2009. .

– 1ª Edição – São Paulo: Ática. 2012. . Reinaldo Seriacopi.Referência Bibliográfica Projeto Teláris: História / Gislane Campos de Azevedo.

Professor Edley www.com.professoredley.br .