You are on page 1of 21

América

Processo de formação da América
Colonização
• Quando chegaram à América, os europeus encontraram
inúmeros povos que ocupavam o continente há milhares
de anos. Esses povos estavam distribuídos por todo o
território e apresentavam diferentes formas de
organização social e econômica. A maioria das
populações nativas da América vivia da caça, da pesca,
da coleta de frutos e vegetais e da agricultura. No
entanto, as civilizações inca, maia e asteca
diferenciavam-se por apresentar organização social
complexa. Com economia baseada na agricultura, essas
três civilizações organizavam-se em cidades onde o
comércio era estruturado. Dominavam também
conhecimentos de arquitetura, matemática, astronomia e
técnicas de fundição do ouro e da prata.

• A partir do século XVI, as potências européias,
principalmente Espanha, Portugal e Inglaterra,
direcionaram suas conquistas territoriais para a
América com interesse em extrair recursos naturais.
• Os europeus, iniciaram a colonização da América
depois da sua descoberta que resultou da procura de
uma rota marítima para a Índia, que era a fonte da
seda e das especiarias, produtos que tinham um
grande valor comercial no “velho continente”. Ao
navegarem para oeste, encontraram o “Novo Mundo”.
• No século XVIII, o continente americano já estava
completamente distribuído entre as principais
potências européias da época.

Descolonização
• Descolonização das Américas se refere ao processo
pelo qual os países das Américas ganharam sua
independência do domínio europeu. A
descolonização começou com uma série de
revoluções no final do século XVIII e início do século
XIX. O status quo, em seguida, prevaleceu por mais
de um século, com exceção da independência de
Cuba (cuja guerra pela independência culminou
com a Guerra Hispano-Americana). A
descolonização da América lançou um processo de
descolonização global que foi concluída no século
XX dando lugar a modernos Estados nacionais.

Economia
(Atividades econômicas)
Recursos minerais
• O continente americano.Os principais recursos
minerais da América são  zinco, extraído em
numerosos centros produtores no Canadá, 
cobre, chumbo, ferro e estanho; os principais
produtores são Estados Unidos, Canadá, México,
Peru, Bolívia e Argentina. O México destaca-se
por suas reservas de prata, o Brasil e o Peru por
sua produção de ferro, o Chile pelo cobre e a
Bolívia pelo estanho.o é excepcionalmente rico
em fontes de energia e recursos minerais.

Agricultura e agropecuária
• A atividade agropecuária apresenta níveis de desenvolvimento
semelhantes no Canadá e nos Estados Unidos, embora a produção
seja muito maior neste último país, devido tanto ao clima temperado
que domina a maior parte de seu território quanto à qualidade dos
solos, ricos em matéria orgânica, e ao caráter industrial das
plantações, extensas e muito mecanizadas. Destacam-se,
sobretudo, as grandes plantações de trigo (que proporcionam
colheitas de primavera e de inverno), milho, algodão e, em menor
escala, aveia, cevada, arroz, leguminosas, linho, soja, tabaco,
hortaliças, frutas.
• Os rebanhos de ovinos e suínos alcançam grande rendimento nas
fazendas americanas e canadenses, embora os maiores índices de
produtividade pertençam ao gado bovino, criado de forma industrial
no sudeste do Canadá e nas regiões centro, noroeste e sudeste dos
Estados Unidos. A silvicultura e a pesca também constituem
importantes fontes de matérias-primas para a indústria e para as
exportações de ambos os países.

Petróleo
• A América produz grande parte do petróleo
mundial, principalmente nas reservas dos Estados
Unidos e, em menor quantidade, no México,
Venezuela, Colômbia, Argentina, Brasil, Peru e
Equador. O gás natural, muito abundante,
localiza-se sobretudo no Canadá, Estados Unidos,
México, Venezuela, Peru e Argentina.

Principais blocos econômicos
• NAFTA
• Fazem parte do NAFTA ( Tratado Norte-Americano de Livre
Comércio ) os seguintes países: Estados Unidos, México e Canadá.
Começou a funcionar no início de 1994 e oferece aos países
membros vantagens no acesso aos mercados dos países.
Estabeleceu o fim das barreiras alfandegárias, regras comerciais
em comum, proteção comercial e padrões e leis financeiras. Não é
uma zona livre de comércio, porém reduziu tarifas de
aproximadamente 20 mil produtos.
• MERCOSUL
• O MERCOSUL (Mercado Comum do Sul) foi oficialmente
estabelecido em março de 1991. É formado pelos seguintes países
da América do Sul: Brasil, Paraguai, Uruguai, Argentina e
Venezuela. Futuramente, estuda-se a entrada de novos membros,
como o Chile e a Bolívia. O objetivo principal do MERCOSUL é
eliminar as barreiras comerciais entre os países, aumentando o
comércio entre eles. Outro objetivo é estabelecer tarifa zero entre
os países e num futuro próximo, uma moeda única.

PACTO ANDINO - COMUNIDADE ANDINA DE NAÇÕES
Outro bloco econômico da América do Sul é formado por: Bolívia,
Colômbia, Equador e Peru. Foi criado no ano de 1969 para integrar
economicamente os países membros. As relações comerciais entre
os países membros chegam a valores importantes, embora os
Estados Unidos sejam o principal parceiro econômico do bloco.
MCCA
Criado em 1960, o MCCA (Mercado Comum Centro-Americano) é o
bloco econômico da região da América Central, cujo principal
objetivo é a integração econômica entre os países-membros
(Nicarágua, Guatemala, El Salvador, Honduras e Costa Rica).
Aliança do Pacífico
Criado em junho de 2012, este bloco econômico latino-americano é
composto por México, Colômbia, Peru e Chile.

Sociedade
População
Com uma população de 953,6 milhões de pessoas (2012), o continente
americano é o terceiro mais habitado, depois da Ásia e da África.

Manifestações culturais
A parte da América mais diversificada culturalmente é a América
do Sul.
A Cultura da América do Sul inclui diversas tradições culturais.
Estas incluem as culturas nativas dos povos que habitavam os
continentes antes da chegada dos europeus; culturas europeias,
trazidas principalmente pelos espanhóis, os portugueses e os
franceses; culturas africanas, cuja presença resulta de uma longa
história de escravidão no Novo Mundo; e por último os Estados
Unidos, nomeadamente através da cultura em massa, como cinema
e TV.
Os sul-americanos são culturalmente ricos, devido a histórica
conexão com a Europa, especialmente Espanha e Portugal, e o
impacto da cultura popular dos Estados Unidos.

Desenvolvimento e
Subdesenvolvimento
• Cerca de 19 milhões de pessoas vive em famílias com renda per
capita abaixo da linha de pobreza, e quase 8 milhões vivem em
famílias com renda per capita abaixo da linha de extrema pobreza.
• Diminuir a desigualdade é, portanto, central para a redução da
pobreza. Enquanto o crescimento econômico apresenta retornos
decrescentes no que se refere à redução da pobreza, a maior
igualdade de renda apresenta retornos crescentes. Para reduzir a
pobreza à metade com base em estratégias que visam
exclusivamente ao crescimento econômico seriam necessários 17
anos consecutivos com crescimento de 3% ao ano. A redução da
desigualdade de renda exigiria uma taxa de crescimento
significativamente menor, segundo sustenta o livro do Ipea e
Pnud. Aspectos negativos da globalização financeira: O rol dos
problemas encarados pelos países em desenvolvimento, devido à
súbita exposição às tentações e rigores de um mercado financeiro
globalizado, aumenta cada vez mais.

Quantidade de países
• O continente americano possui 35 países e
18 dependências

Belezas do continente

Problemas

Equipe





Josué
Luiz Henrique
Sandra
Sandro
Taís
Ueslei