You are on page 1of 38

ANÁLISE DO CICLO DE

VIDA
CICLO DE VIDA
Expressão usada para referir-se a todas as
etapas e processos de um sistema de produção
de produtos ou serviços, englobando toda a
cadeia de produção e consumo, considerando
aquisição de energia, matérias primas e produtos
auxiliares; aspectos dos sistemas de transportes
e logística; características da utilização,
manuseio, embalagem, marketing e consumo;
sobras e resíduos e sua respectiva reciclagem ou
destino final.
CICLO DE VIDA
ANÁLISE DO CICLO DE VIDA

Método para análise dos sistemas de


produto e serviço, considerando os
aspectos ambientais do berço ao túmulo,
estabelecendo vínculos entre esses
aspectos e categorias de impacto potencial
ligadas a consumo de recursos naturais,
saúde humana e ecologia.
CONTEÚDO DA ANÁLISE DE
CICLO DE VIDA
DEFINIÇÃO DO
ALVO E DO
ESCOPO

INTERPRETAÇÃO
USOS
PELOS
INVENTÁRIO DECISORES

ANÁLISE
DO
IMPACTO
ANÁLISE DO CICLO DE VIDA
INVENTÁRIO
•Definição do alvo do estudo

• Definição do sistema de produto ou serviço


funções, unidade funcional

• Definição do escopo do estudo


fronteiras, aspectos a avaliar

• Levantamento dos dados

• Modelagem matemática

• Resultados
Comparativo entre reciclagem mecânica e
recuperação energética
Comparativo entre reciclagem mecânica e
recuperação energética
Inventário de uma análise de ciclo
de vida
• Fatores que são ambientalmente relevantes

Recursos (Fatores de entrada – Emissões (Fatores de saída –


inputs) outputs)
-Carvão, óleo cru e gás natural -Resíduos sólidos
-Minerais -Emissões atmosféricas
-Energia elétrica, madeira, -Efluentes líquidos gerados
água, ar, matérias-primas
secundárias

Total de massa de recursos Total de massa de emissões


Embalagens para Bebidas
Comparativo entre as
embalagens Tetra Pak e
as embalagens de Vidro:
Análise do Ciclo de Vida
(Estudo de Caso)
Embalagens Estudadas

1.Tetra Brik Aseptic (embalagem de papel


revestida em plástico, com uma película de
alumínio). PESO 27,3g
2.Garrafa de Vidro retornável, com
abertura por cápsula de alumínio. PESO
600g
3.Garrafa de Vidro sem retorno, com
abertura por cápsula metálica. PESO 360g
Os valores indicados dizem respeito à embalagem de
1000 litros de sumos
Matérias Primas
Vidro:
Produzido a partir da areia, cal (calcário) e soda
(amoníaco, sal de cozinha e calcário).
Para produzir 1t de vidro são precisas cerca de
1,1t de MP.

Papel:
Produzido a partir da madeira, sendo que 1/3
branqueado e 2/3 não branqueado, quer dizer
adição de argila calcárea e cola orgânica
Para produzir 1t de vidro são precisas cerca de
2,2t de MP.
Matérias Primas

Alumínio:
Produzido a partir da bauxita, que é transformada
em óxido de alumínio, que por eletrólise obtém-se
o alumínio.
Para produzir 1t de alumínio são precisas cerca de
4t de MP.

Plástico (PEBD):
Produzido a partir do petróleo, de onde obtém-se
o etileno e, por polimerização chega-se ao PEBD.
Matérias Primas
Matérias Primas Utilizadas

2000
kg/1000 litros
1500

1000

500

0
Tetra Brik Garrafa Garrafa Garrafa
Aseptic Perdida Retornável 10 Retornável 20
Seqüência1 44,92 165,98 876,63 876,63
Seqüência2 898,4 1925,368 1070,15 933,65

Tetra Brik Aseptic Garrafa Perdida Garrafa Garrafa


Retornável 10 Retornável 20
Na2SO4, H2SO4, Na2SO4, NaOH, Na2SO4, NaOH, Na2SO4, NaOH,
NaOH, CaO, dolomita, minério dolomita, minério dolomita, minério de
pigmentos e bauxita de Fe, lixívia de de Fe, lixívia de Fe, lixívia de soda e
soda soda e bauxita bauxita
Consumo de Água
Consumo de Água

180
Água (m^3/1000l)
135

90

45

0
1 2 3 4
Seqüência1 2,73 8,747 4,28 3,84
Seqüência2 54,6 174,94 8,56 3,84

Alguns dados:
Gasta-se 2730 litros para fabricar 1000 embalagens litro de papel
Gasta-se 7030 litros para fabricar 1000 garrafas retornáveis
Gasta-se 2750 litros para a lavagem de 1000 garrafas litro
Gasta-se 4220 litros para fabricar 1000 garrafas não retornáveis
Energia

Consumo de Energia

6000
5000
4000
MJ/1000l

Deposição
3000
Incineração
2000
1000
0
Tetra Brik Garrafa Garrafa
Aseptic Perdida Retornável
Tetra Brik Aseptic
Energia

Eletricidade
Transporte
34%
11%

Outra Energia
23%
Madeira
Garrafa Retornável
32%

Madeira
Garrafa Perdida Outra Energia 3%
29%

Madeira Eletricidade
Outra Energia 51%
2%
22% Transporte
17%

Transporte
10%
Eletricidade
66%
Poluição da Água
Poluição da água

Garrafa Retornável 20 ut.

Garrafa Retornável 10 ut. Azoto


DQO
Garrafa Perdida DBO

Tetra Brik Aseptic

0 0,1 0,2 0,3 0,4 0,5


kg/1000 litros

Garrafa Retornável 20 ut.

Garrafa Retornável 10 ut.

Garrafa Perdida

Tetra Brik Aseptic

0 10 20 30 40 50 60 70 80
kg/1000 litros

Subs. Em Suspensão Sais (NaCl, CaCl2)


Garrafa Retornável 20 ut. Poluição do Ar
Garrafa Retornável 10 ut.

Garrafa Perdida

Tetra Brik Aseptic

0 0,3 0,6 0,9


kg/1000 litros

Poeiras Hidrocarbonetos Monóxido de carbono Ácido hidroclórico

Garrafa Retornável 20 ut.

Garrafa Retornável 10 ut.

Garrafa Perdida

Tetra Brik Aseptic

0 1 2 3 4 5 6
kg/1000 litros

Óxidos de azoto Óxidos sulfurosos


Resíduos Finais

Detritos Sólidos (kg/1000 litros)

400
350
300
250
200
150
100
50
0
Tetra Brik Garrafa Garrafa Garrafa
Aseptic Perdida Retornável Retornável
10 ut. 20 ut.
MARKETING VERDE
MARKETING
Função fundamental voltada para a
identificação das NECESSIDADES,
CARÊNCIAS E VALORES DE UM
MERCADO-ALVO
VERDE
Relativo a questão ecológica, de
preservação e sustentabilidade dos
recursos naturais do planeta
Primeira Etapa do Marketing
Baseado no conceito de produção: preços baixos
Segunda Etapa do Marketing
Incremento da concorrência: entrada de aspectos inovadores
Terceira Etapa do Marketing
Oferta maior que a demanda: orientação para vendas com foco
no consumidor
Quarta Etapa do Marketing
Marketing propriamente dito, busca de uma eficácia maior que
a concorrência em termos de criação, comunicação e entrega
de valor ao cliente
Quinta Etapa do Marketing
Marketing societal: preocupação com as questões ambientais e
sociais, ou seja, satisfazer as exigências dos consumidores
(sociedade) de forma lucrativa e sustentável
MARKETING VERDE
. Busca trabalhar a questão dos fatores
intangíveis do mercado
. Influência de fatores culturais, de níveis
de conscientização ou de educação
ambiental, refletem-se nas respostas
dadas a determinados esforços de
marketing verde.
MARKETING VERDE
. produtos e serviços ambientalmente
adequados exigem uma pró-atividade para
que se efetivem suas características verdes
. a comunicação verde deve ser clara,
precisa e confiável, exigindo conhecimentos
prévios do entendimento de termos e
expressões específicas pelos consumidores.
COMUNICAÇÃO VERDE
A publicidade ambiental deve:
. providenciar informação detalhada e útil;
. apresentar benefícios reais e significativos;
. estabelecer um contexto (referência);
. definir termos técnicos;
. explicar o benefício central do produto.
COMUNICAÇÃO VERDE
A comunicação verde funciona quando:
. os atributos de produtos verdes são óbvios,
legítimos e significativos para uma quantidade
razoável de consumidores
. os benefícios ambientais de um produto são
tangíveis, podendo ser comunicados com clareza e
simplicidade
. os esforços de marca individual são reforçados
por iniciativas e êxito corporativo essenciais
CONSUMIDOR VERDE
CARACTERÍSTICAS COMPORTAMENTO

Busca informação Lê rótulos

Controla tudo Observa

Está atento a denúncias Muda de marca

Exigente Reclama seus direitos


SELOS VERDES
. Anjo Azul (3.600 produtos de 57 categorias)
. Choix Ecologique (Canadá)
. Ecomark (Japão)
. Green Seal e Green Cross (Estados Unidos)
PRODUTOS VERDES
Características:
. Duráveis
. Não-tóxicos
. Materiais reciclados
. Mínimo de embalagem
Exemplos de PRODUTOS VERDES
• Alimentos orgânicos
• Produtos reciclados
• Carros menos poluidores
• Equipamentos elétricos com menos
consumo de energia
• Detergentes biodegradáveis
• Serviços de coleta seletiva de lixo
Facilitadores para o ingresso do Marketing
Verde
• Maior presença da questão ambiental no nosso dia-
a-dia
• Inserção da Educação Ambiental nas escolas
• Maior mídia para as ONGs ambientais
• Atuais problemas enfrentados pelo modelo
econômico atual (recursos naturais finitos e
contaminados, alta produção de resíduos e descartes
e espaços reduzidos)
• Legislação Ambiental Atual
Exemplos de Empresas que já utilizam o
Marketing Verde:
- Sony
- Volvo
- Natura (www.naturaekos.com.br)
- Docol Metais Sanitários (www.docol.com.br)
- Deca S.A. (www.deca.com.br)
Sony
Instituiu o Projeto Gestão Verde 2005
Este projeto busca incentivar os colaboradores a
incorporar perspectivas ambientais em seus trabalhos.
Dando início a área de planejamento e desenvolvimento
de novos produtos
Metas do Projeto Gestão Verde 2005
-Buscar embalagens mais sensíveis ao meio ambiente
-Aumentar o uso de material reciclado
-Reduzir em 20% o peso do produto ou a quantidade de
componentes
-Reduzir 30% a geração total de resíduos
Volvo
Lançamento do Volvo S-40
Produto de fabricação holandesa
Composto por 90% de peças recicláveis
Projetado para fácil desmontagem e separação
de peças
Natura
Lançou uma nova linha: EKOS (voltada para questões
ecológicas)
- Iniciou o trabalho com matérias-primas que não
prejudiquem o meio ambiente
- Embalagens biodegradáveis
- Programa de certificação dos fornecedores
- Foram gastos 11 milhões em pesquisas e marketing
Docol Metais Sanitários
Tem como foco a preocupação com o destino dos rejeitos
do processo produtivo.
Investimento de 4,5 milhões de dólares no tratamento
destes rejeitos
Consequência: Prêmio Fritz Muller em 2002, concedido
pela Fundação do Meio Ambiente de SC, prêmio Ação
Verde, Expressão Ecológica e Água e Cidade.
Esta ação ambiental foi fundamental para o
desenvolvimento da Empresa
Deca S.A.
Tem como foco a oferecer produtos com benefícios
ampliados ao consumidor através da conservação do meio
ambiente.
Baseando em pesquisa sobre os pontos de consumo de
água nas residências, realizada pela USP, verificou-se que
o consumo de água constitui-se da seguinte forma:
-29% bacia sanitária Focou os produtos na
possibilidade de controle e
-28% chuveiro
economia do consumo
-17% pia da cozinha
Os produtos da Deca atingiram economias de 30%, 70% e
60% respectivamente.