You are on page 1of 20

I.

CRISES ABALAM A
ESTRUTURA
MILERITA
A. Aqueles que temiam
apenas o fim
dos tempos, logo abandonaram.
B. Alguns começaram a marcar
novas datas
C. Outros tornavam-se fanáticos
D. O movimento perde sua unidade
e se divide

II. TENTATIVAS PARA
MANTER A UNIDADE
A. CARTAS
PESSOAIS
“Tenho ansiosamente aguardado a bemaventurada esperança, e isso na
confiança de realizar as coisas gloriosas
que Deus falou de Sião. Sim, e embora
tenha sido duas vezes desapontado,
ainda não estou descoroçoado ou
desanimado. Deus tem estado comigo em
Espirito, e me tem confortado. Tenho,
agora, muito mais evidência de que creio

II. TENTATIVAS PARA
MANTER A UNIDADE
B. PERIÓDICOS E
ARTIGOS
“Não há mais tempo para nós nos
defendermos agora, contra os mil
rumores
que
predominam
na
comunidade. Temos sido um acurado
observador de todos os movimentos e
ações no campo do inimigo, porém até
agora não vimos uma única verdade.
Mentem! Mentem!! Mentem!!!” (The

II. TENTATIVAS PARA
MANTER A UNIDADE
C. A REALIZAÇÃO DE
ASSEMBLEIAS
1. 28 e 29.Dez.1844 – Assembleia em Law
Hampton
Objetivos:
a) Fortalecer a fé uns dos outros
b) Explicar que os cálculos da profecia
estavam sujeitos a erros. Poderia haver a
diferença de alguns anos.

II. TENTATIVAS PARA
MANTER A UNIDADE
C. A REALIZAÇÃO DE
ASSEMBLEIAS

2. Abril de 1845 – A Assembleia de Albany Denominada “Casa de Oração”

a) 61 delegados – Das comunidades
adventistas
b) Vários dos antigos líderes não se
fizeram presentes, entre eles:
George Storrs – estava afastado
da comunidade
Samuel Snow – foi em direção ao

II. TENTATIVAS PARA
MANTER A UNIDADE
C. A REALIZAÇÃO DE
ASSEMBLEIAS

2. Abril de 1845 – A Assembleia de Albany Denominada “Casa de Oração”

Objetivo:
eliminar
as
grandes
divergências que colocavam em risco a
unidade
milerita.
a) O ensino
do retorno dos judeus à
Palestina antes ou depois do
segundo advento.
b) A
doutrina
do
estado
de

II. TENTATIVAS PARA
MANTER A UNIDADE
C. A REALIZAÇÃO DE
ASSEMBLEIAS

2. Abril de 1845 – A Assembleia de Albany Denominada “Casa de Oração”

Objetivo:
eliminar
as
grandes
divergências que colocavam em risco a
unidade
milerita.
c) “Fábulas
judaicas e mandamentos
de homens”, referindo-se ao
sétimo dia
d) A “doutrina da porta-fechada”

I. A DOUTRINA DA
PORTA-FECHADA
Janeiro de 1845 – Desenvolvida por Apollos
Hale e Joseph Turner (editores adventistas).
1. Baseando-se na “Parábola das Dez virgens”,
ensinaram que a expressão “Fechou-se a
porta” (Mt 25.10) significava o fim do
tempo de graça para os pecadores.
2. Para eles, o decreto de fechar a porta
começara em 22 de outubro de 1844.

II. DIVERGÊNCIAS NA
COMPREENSÃO
A. Joseph Turner – “não mais misericórdia”. A porta
estava fechada para os não adventistas.
 Seus seguidores acreditavam estar no sétimo
milênio. Não precisavam trabalhar e já estavam
santificados
B. Samuel S. Snow – Os que não criam na portafechada eram considerados laocideanos.
 Depois, afirmou ser o Profeta Elias com a mesma
autoridade de Cristo

II. DIVERGÊNCIAS NA
COMPREENSÃO
C. Espiritualistas – Cristo tinha voltado em
1844, mas espiritualmente.
D. Miller – Inicialmente, acreditava na portafechada e que já tinha cumprido sua
missão.
Depois abandonou a doutrina, influenciado
por Josué V. Himes

II. DIVERGÊNCIAS NA
COMPREENSÃO
E. Himes – jamais manteve a posição de que
sua obra havia terminado
 Entendia que a profecia dos 2.300 dias
apontavam para o futuro
F. José Bates, Thiago White e Ellen
Harmon - criam inicialmente na portafechada
 Depois abandonaram, influenciados por
Josué V. Himes

AS TRÊS PRINCIPAIS
DIVISÕES

A. Josué V. Himes
1. Contra a ideia da “porta-fechada”
2. Nega a validade do “movimento do
sétimo mês”
e do “clamor da meia-noite”
3. Persuade a Miller e a outros contra a
“porta-fechada”
4. Marcou várias datas para a volta de
Cristo: 1845, 1846, 1847 e 1854 e
outras

AS TRÊS PRINCIPAIS
DIVISÕES

A. Josué V. Himes
5. Divergência quanto a uma data
(1856), dividiu o grupo:
a) Adventistas evangélicos –
criam no estado consciente dos
mortos e no inferno eterno
b) Adventistas
cristãos

inconsciência dos mortos e
observavam o domingo

AS TRÊS PRINCIPAIS
DIVISÕES
B.

Fanáticos pela doutrina da “portafechada”
1. O período de graça já havia terminado
2. Os pecadores não seriam mais salvos

AS TRÊS PRINCIPAIS
DIVISÕES
C. Rejeitou o formalismo e o fanatismo
1. José Bates, Tiago White, Hiram Edson e outros.
2. Criam na validade do “movimento do
sétimo mês”
3. Adotaram a nova interpretação de Hiram
Edson sobre a purificação do santuário
4. Tornou-se o núcleo dos Adventistas
Sabatistas, que se tornaria a Igreja
Adventista do Sétimo Dia