A INCANSÁVEL BUSCA

PELA SABEDORIA

INTRODUÇÃO
• A
palavra
Filosofia
"PHILOSOPHIA"

deriva

• SOPHIA significa SABEDORIA
• PHILO significa "Amor Filial",

do

ou

grego

Amizade

• Literalmente, um Filósofo é um AMIGO, ou
AMANTE de SOPHIA, alguém que admira e busca
a
SABEDORIA.

.INTRODUÇÃO • Esse termo foi usado pela primeira vez pelo famoso Filósofo Grego PITÁGORAS por volta do século V aC. mas apenas alguém que amava a Sabedoria. ao responder a um de seus discípulos que ele não era um "Sábio".

que foi o primeiro a buscar uma explicação para os fenômenos da natureza usando a Razão e não os Mitos. a Filosofia Ocidental como um campo de conhecimento coeso e estabelecido. • Embora de um modo ou de outro o Ser Humano sempre tenha exercido seus dons filosóficos.• Filosofia é então a busca pelo conhecimento último e primordial. . como era de costume. a Sabedoria Total. surge na Grécia Antiga com a figura de TALES de MILETO.

é a "Mãe" se ocupa do "Todo".500 anos. Antropologia. . História. • Psicologia. Astronomia e praticamente qualquer outra derivam direta ou indiretamente da Filosofia. Física. da totalidade do real. tendo sido a Mãe de quase todas as Ciências. • Entretando as "filhas" ciências se ocupam de objetos de estudo específicos.• A Filosofia Ocidental perdura há mais de 2.

• Nada escapa à investigação filosófica. ou basicamente a um exercício poético. as "filosofias de vida". que chegam a pensar ser a Filosofia uma atividade inútil. . • Além disso seu significado também é muito distorcido no conhecimento popular. que muitas vezes a reduz a qualquer conjunto simplório de idéias específicas. A amplitude de seu objeto de estudo é tão vasta. que foge a compreensão de muitas pessoas.

• Entretanto como sendo praticamente o ponto de partida de todo o conhecimento humano organizado. a Filosofia estudou tudo o que pôde. ou seja. não faz Experiências. mas diferente da Ciência. estimulando e produzindo os mais vastos campos do saber. . a Filosofia não é empírica.

• A RAZÃO e a INTUIÇÃO são as principais ferramentas da Filosofia. que tem como fundamento a contemplação. o deslumbramento pela realidade. para atingir a estruturação do pensamento e a organização do saber. a vontade de conhecer. e como método primordial a rigorosidade do raciocínio. .

os Atomistas. Sócrates. os sofistas.ANTIGA . Esses filósofos simplesmente construíram toda a estrutura de nosso conhecimento. .do século VIaC até VIdC • Foi a era dos pré-socráticos. O Universo foi a principal preocupação nesta época. Aristóteles. Platão. Plotino e etc. de Pitágoras. os filósofos da natureza. ainda que a maior parte dele tenha permanecido adormecido por mil anos. • Tudo o que temos hoje deve-se ao progresso promovido pelos gregos antigos.

• A preocupação principal dos filósofos era Deus. da Teologia Revelada.do século IIdC até XVdC • A era da Filosofia Cristã. • Surge a Navalha de Guilherme de Occam. que mais tarde viria a ser a ferramenta básica da Ciência.MEDIEVAL . Alguns deles foram canonizados. . da tradição escolástica. como Santo Agostinho e São Tomás de Aquino.

que recupera a sabedoria da Grécia Antiga. O enfoque em diante se centrou no Ser Humano e suas possibilidades.do século XVIIaC até XIXdC • Surge junto com o Renascimento e o despertar científico.MODERNA . o Empirismo. o retorno do Ceticismo e muitos outros movimentos deram impulso a Ciência. Descartes imortalizou o "Penso Logo Existo" como um ponto de partida para a construção de um conhecimento seguro. • Mais tarde Karl Marx lança as bases do Socialismo. e Adam Smith estrutura o Capitalismo. • O Racionalismo Cartesiano. .

• Os novos desafios no mundo atual surgem sob a forma da Emancipação Feminina.CONTEMPORÂNEA . . e mais recentemente o Estruturalismo e o Desconstrutivismo. o rompimento definitivo dos Governos com as Igrejas Cristãs. como Sartre.. a ênfase na Linguística. • Alguns nomes já se imortalizaram. o Existencialismo. Simone de Beauvoir ou Michael Foucalt..do XIXdC até.

enfim. . todos os eventos que o cercam. • Qualquer pessoa que tente pela sua própria maneira de ver a realidade. é um Filósofo em potencial. as relações humanas. o Universo.O FILÓSOFO • Há uma grande diferença entre ser um Filósofo e estudar Filosofia. ainda que não possua qualquer instrução significativa. o sentido da existência. a sociedade. entender racionalmente a vida .

uma atitude leva a outra. sem nunca desenvolver uma postura de questionamento próprio sobre a realidade. um pensador dedicado. • O verdadeiro Filósofo é antes de tudo um observador atento da realidade.O FILÓSOFO • Por outro lado é possível estudar a História da Filosofia. e que tente pelo seu próprio esforço desvendar o Universo que o cerca. Via de regra porém. . o pensamento dos filósofos. os eventos que marcaram a produção do pensamento humano e etc.

universidades. os textos das administrações dos grandes bancos e empresas. as crônicas dos jornais e revistas. estão em todo o lado da nossa civilização. • Os manuais das ciências e das técnicas. conselhos de ministros. os códigos dos juristas. .Para que serve a Filosofia? • Uma das maneiras de chamar a atenção para a relevância da Filosofia é sublinhar como os seus conceitos e categorias. com uma história de dois milênios e meio.

o estudante que conhecer as bases das duas disciplinas estará mais capacitado para desenvolver pensamento autônomo e crítico e exercer a cidadania plena.Filosofia e Cotidiano • A inclusão obrigatória das disciplinas de Sociologia e Filosofia no currículo das escolas públicas e privadas de Ensino Médio (Parecer CNE 38/2006). ao deixar o ensino médio. • A proposta é que. .

dizendo que não eram filósofos. elementos essenciais na discussão filosófica. pois não tinham amor pela sabedoria nem respeito pela verdade. Sócrates acusava os sofistas de corromper o espírito dos jovens ao colocar toda ênfase nas vantagens pessoais obtidas com suas técnicas de argumentação e persuasão. • Do mesmo modo como vemos hoje em nosso (cada vez mais degradante) cenário político. Sócrates.• Segundo Marilena Chauí. considerado o patrono da filosofia. . rebelou-se contra os sofistas (mestres da oratória ou retórica).

• O estudo da filosofia visa. . formar indivíduos capazes de pensar crítica e eficazmente por si próprios. entre outros benefícios. e. como conseqüência. serem capazes de fazer uma argumentação mais consciente. reflexiva e segura em todas as áreas da vida.

• Sem a capacidade de raciocínio e reflexão clara sobre nossa realidade imediata. . nem percebemos que nossa vida prática é guiada não por nossa própria filosofia de vida. crenças. preconceitos e costumes vigentes. nós nos tornamos meros reprodutores do sistema de valores. mas pela de nossos antepassados ou pelo input cultural. • Na maioria das vezes. mas poderíamos desenvolver esta capacidade inata de discriminar melhor o que nos serve e que aumenta nossa vitalidade e criatividade. • Não que estejamos errados em nos apoiar nos valores e tradições que nos ensinaram.

perdemos parte de nosso livre-arbítrio.• O evoluir do autoconhecimento. proporcionado por uma constante reflexão sobre nós mesmos. está na base de uma postura ética de vida. . pois ser ético e moral não significa apenas seguir à risca um código social de leis e normas de conduta. criando situações de vida caóticas e insatisfatórias. • Sem uma ética pessoal e a busca por autoconhecimento. nossas atitudes e nossas experiências.

. Só nos distancia de nós mesmos.• Marinoff recomenda simplesmente o que vem a ser uma tendência evidente na área de saúde: é melhor prevenir do que remediar. Entupir-nos de remédios ou recorrer a cirurgias plásticas não nos liberta de nossas dores de consciência e crises de vida.

"                                        (Jostein Gaarder) "A verdadeira filosofia é reaprender a ver o mundo. seremos como selvagens modernos na selva da cidade."                                          (Merleau-Ponty) ."Se não tivermos presente a tradição histórica.

e não mais meros executores de tarefas. • Até mesmo o mercado já exige um perfil profissional que supõe uma mão de obra criativa e atuante. sujeitos conscientes de sua história.• A cada dia que passa é maior a necessidade de que os indivíduos sejam sujeitos de si mesmos. .

é com a formação de um indivíduo crítico e responsável socialmente pelos seus atos. e da experiência de vida de cada um. das artes. • Uma das formas de viabilizá-la é através do processo ensino-aprendizagem das ciências. da filosofia.• Nossa preocupação. Ela não se dá espontaneamente. • A possibilidade da formação deste indivíduo deve ser viabilizada para o adolescente e o jovem. . para além do mercado.

através da leitura. o melhor caminho historicamente possível para a organização da vida em sociedade. mas também desenvolver no educando .a sua capacidade de buscar.junto com outras disciplinas . da observação. sem negar a necessidade de especialização hoje imposta.• Neste contexto. cabe à Filosofia garantir não só a visão de totalidade da história e do processo do conhecimento. da percepção de transformações ocorridas a partir da sua própria interferência em situações sociais. .

seminários. • Os trabalhos e atividades serão desenvolvidos a partir de aulas expositivas. . a Filosofia busca fornecer ao adolescente o instrumental básico à elaboração de uma reflexão sobre o mundo. de forma a possibilitar-lhe a conquista de uma autonomia crescente no seu pensar e agir. análise. e sobre si mesmo no mundo. interpretação e discussão de temas atuais. leituras e pesquisas orientadas. integração com outras disciplinas.• Desta forma. avaliações.