Ana Cariano Gabriela Cunha 1

Os jovens "são apaixonados, irascíveis, e capazes de ser levados pelos impulsos, sobretudo os impulsos sexuais... em relação aos quais não exercem nenhum autocontrolo. Além disso são volúveis e instáveis nos seus desejos, os quais são tão transitórios quanto veementes..." Aristóteles ”A sexualidade é uma energia que nos motiva a procurar amor, contacto, ternura e intimidade; que se integra no modo como nos sentimos, movemos, tocamos e somos tocados; é ser-se sensual e ao mesmo tempo sexual; ela influencia pensamentos, sentimentos, acções e interacções e, porOMS isso, influencia também a nossa saúde física e mental.”
Projecto Promoção e Educação para a Saúde

2

Acções de formação dirigidas aos directores de turma do 3º ciclo dinamizadas pela APF e por técnicos de saúde.

Gabinete de Apoio ao aluno/Cj – online – consulta médica online, realizada em parceria com o Centro de Saúde de Pinhel. Compreender a fisiologia da reprodução e da resposta sexual humana
 Conhecer a morfologia e a fisiologia do sistema reprodutor humano  Conhecer o ciclo menstrual (ovárico e uterino)  Conhecer os ciclos de resposta sexual feminino e masculino gravidez  Sessões de esclarecimento, a decorrer em aulas de formação cívica, dinamizadas

 Conhecer a evolução do embrião e as diversas fases de uma pelos professores de Ciências Naturais.

Compreender a puberdade e a adolescência
durante a puberdade

 Conhecer as transformações físicas que ocorrem

 Exploração de vídeos – documentários, onde se abordarão as alterações físicas e psicológicas características da puberdade.  Na disciplina de nos da de uma área e projecto peça da dúvidas e 3

 Conhecer as transformações psicológicas que ocorrem durante a puberdade  Aceitar as mudanças fisiológicas e emocionais
Projecto Promoção e Educação para a Saúde

dramatização centralizada característicos adolescência.

pequena

anseios

puberdade

Compreender o conceito de sexualidade  Aceitar a sexualidade como uma dimensão
fundamental que mediatiza todo o nosso ser  Reconhecer que a sexualidade muda com a idade  Descrever as diferentes possibilidades ou fins da sexualidade, afecto, reprodução, que existem diferentes Orientações Compreender prazer e comunicação desejo  Conhecer as diversas orientações do Sexuais  Aceitar os diferentes comportamentos e orientações sexuais  Conhecer os possíveis significados e usos da masturbação  Na disciplina de formação cívica, a recorrendo à técnica de psicóloga

“Brainstorming” irá esclarecer o conceito de sexualidade nas suas diferentes dimensões.  Técnicas de dinâmica de grupos

nomeadamente ao “Jogo dos preconceitos” e ao “Concordo ou discordo” dinamizadas pelos professores de Formação Cívica.

Compreender a relação com apessoal da família, como  Reconhecer a importância família
núcleo que satisfaz necessidades afectivas básicas  Estabelecer relações de confiança e diálogo entre pais e filhos

Elaboração

de

um

questionário

a

preencher pelos pais e encarregados de educação visando aferir dificuldades e  Exploração de histórias, com vista a definir metodologias de intervenção. promover a interacção entre filhos e pais fomentando laços de confiança, de entre ajuda e de diálogo.  Técnicas de dinâmica de grupos dos

Compreender a relação entre os pares
 Reconhecer o significado e a importância da comunicação  Analisar as dificuldades nas relações rapaz e rapariga
Projecto Promoção e Educação para a Saúde

nomeadamente

ao

“Jogo

preconceitos”, ao “Concordo ou discordo” e “Estudo de Casos” dinamizadas pelos 4 professores de Formação Cívica.

Compreender a importânciamétodos contraceptivos  Conhecer os diferentes da contracepção
 Conhecer as vantagens e desvantagens dos diferentes  Sessões de esclarecimento dinamizadas contraceptivos  Conhecer a forma de uso dos diferentes métodos contraceptivos  Conhecer o conceito de Planeamento Familiar  Reconhecer que o uso de métodos contraceptivos é da por técnicos de saúde, onde se pretendem incutir noções e conceitos correctos sobre contracepção e prevenção das IST’s.

Compreender a importância da prevenção das responsabilidade do casal  Descrever as principais IST’s IST’s
 Conhecer as principais regras de prevenção das IST’s

Na disciplina de área projecto promover a realização de um jornal de parede, onde todos os meses sejam abordados ou uma IST ou um método contraceptivo

Alunos do sétimo, oitavo e nono anos de escolaridade. Corpo de profissionais docentes e não docentes da escola. Pais e Encarregados de Educação

Coordenador do PES Psicóloga Coordenador do terceiro ciclo
Projecto Promoção e Educação para a Saúde

5

 Sala de audiovisuais  Gabinete 4ME (gabinete de atendimento a jovens)  Computador  Projector  Material didáctico disponível no gabinete

(vídeos, livros, DVD’s, etc.)  SPO  Professores da escola  Técnicos do Centro de Saúde  Técnicos de outras Associações e Institutos relacionados com as temáticas da Promoção da Saúde (ex.: APF, Abraço, etc.) Centro de Saúde de Pinhel Câmara Municipal de Pinhel Associação de Pais/Encarregados de Educação Integrando o projecto do PES da escola, será desenvolvido ao longo de três anos lectivos
Projecto Promoção e Educação para a Saúde

6

Critérios gerais de avaliação:  Verificar se os objectivos do projecto foram válidos em relação aos problemas a resolver e aos interesses dos actores envolvidos  Diagnosticar os efeitos das decisões tomadas e em que medida os resultados obtidos correspondem aos objectivos fixados  Analisar a relação entre os resultados constatados e os meios mobilizados para os atingir Momentos da avaliação:  Apreciar em que medida as decisões foram tomadas em tempo útil, obtendo o máximo de  Contínua – Trimestral – efeitos desejados Final Instrumentos de avaliação:  Reuniões formais e informais com os colaboradores do projecto  Questionários preenchidos pelos participantes nas diferentes acções  Materiais produzidos  Relatório anual

 Quantidade de materiais Indicadores de avaliação: produzidos  Qualidade dos materiais produzidos  Consecução dos objectivos  Grau de satisfação dos intervenientes  Nº de participantes na acção Projecto Promoção e Educação para a Saúde

7

Projecto Promoção e Educação para a Saúde

8

Projecto Promoção e Educação para a Saúde

9