You are on page 1of 17

Eleição incondicional

Texto Base: Efésios 1:4-11

Por: Sandro Francisco do Nascimento

.

conhecidos como “os cinco pontos do Calvinismo”. Embora cause estranheza a muitos essa posição. feita por João Alves dos Santos) . USA. Essa convocação foi feita pelos Estados Gerais da Holanda para o dia 13 de novembro de 1618. e a autoridade civil (governo) os baniu do país por cerca de seis anos.]. desde então. Phillipsburg. [Presbyterian & Reformed Publishing Co. Após um exame minucioso e detalhado de cada ponto. esses artigos tinham que ser rejeitados como não bíblicos. A salvação era vista como uma obra da graça de Deus. Não somente isso. feito pelos maiores teólogos da época. sem qualquer contribuição do homem. Partes I e II. Steele e Curtis C. Durante os sete meses de duração do Sínodo houve 154 sessões para tratar desses artigos. pelo fato de Calvino ter sido grande defensor e expositor desse assunto. Isso foi feito por unanimidade. o Sínodo concluiu que. de David N. Suíça. Thomas. à luz do ensino claro das Escrituras. Além de rejeitar os cinco artigos de fé dos arminianos. representando a maioria das Igrejas Reformadas da Europa.Defined.Introdução Em 1618 foi convocado um Sínodo nacional para reunir-se em Dort. os reformadores eram unânimes em condenar o arminianismo como uma heresia ou quase isso. devido à mudança teológica que as igrejas têm sofrido desde vários séculos. Documented. . mas o Concílio impôs censura eclesiástica aos “remonstrantes”.   Os cinco pontos do calvinismo demonstram de forma sistematizada as verdades reveladas na palavra de Deus sobre a posição do homem diante de Deus. Defended. do começo ao fim. Essa posição pode ser resumida na seguinte proposição: Deus salva pecadores. a fim de examinar os pontos de vista de Armínio à luz das Escrituras. Minha proposta nesta exposição é demonstrar o 2° ponto que é a Eleição incondicional. NJ. Entre esses estavam 27 delegados da Alemanha.depondoos de seus cargos. Inglaterra e de outros países da Europa. (Tradução livre e adaptada do livro The Five Points of Calvinism . o Sínodo formulou o ensino bíblico a respeito desse assunto na forma de cinco capítulos que têm sido. Constou de 84 membros e 18 representantes seculares.

Uma breve definição sobre este ponto: Deus em sua soberana vontade elegeu pecadores. . Para compreendermos corretamente este ponto é necessário que nos lembremos e entendamos corretamente o primeiro ponto: “DEPRAVAÇÃO TOTAL”. não por qualquer obra prevista. mas somente pelo beneplácito de sua própria vontade. mortos em delitos e pecados.

não há uma única parte do homem que não tenha sido tocada pelo pecado.“DEPRAVAÇÃO TOTAL” Apesar da expressão “TOTAL”. . ou seja. Quando falamos em depravação total estamos dizendo que o pecado afetou o homem em toda sua extensão. A queda afetou o homem de tal modo que o mesmo é incapaz de por sua própria força se decidir a Deus. normalmente o que se entende por depravação total é um equivoco por parte de algumas pessoas.

João Calvino escreveu a respeito da mente humana: A mente humana é como um depósito de idolatria e superstição. nem tornarei mais a ferir todo o vivente.Veja o que o Eterno fala: E o Senhor sentiu o suave cheiro. A partir do pecado todo homem passou a ser inimigo de Deus. porque a imaginação do coração do homem é má desde a sua meninice. como fiz. . Gn 8:21. é certo que ele abandonará a Deus e inventará um ídolo. Analisando o texto bíblico não é difícil chegar à conclusão de Calvino. de modo que. se o homem confiar na sua própria mente. segundo sua própria razão. e o Senhor disse em seu coração: Não tornarei mais a amaldiçoar a terra por causa do homem.

Rm 5:14. Um fato que se deve ter atenção é que o homem não é somente sujo. estando cego. Não há ninguém que busque a Deus. mas também está morto. Esta é a posição que se encontra todo homem a não ser que Deus o cure de sua seguira. nem um sequer. surdo e obstinado pelo erro. Visto a real posição do homem diante de Deus. e juntamente se fizeram inúteis. o qual é a figura daquele que havia de vir. até sobre aqueles que não tinham pecado à semelhança da transgressão de Adão. Por este motivo as escrituras demonstram que Deus em sua soberania elegeu pecadores para salvar demonstrando assim seu amor. não há nem um só. a morte reinou desde Adão até Moisés. precisa da obra Soberana de Deus para que possa desfrutar da salvação. isso nos leva a seguinte pergunta: Há no homem algo que o faça merecer o favor de Deus? A resposta é clara e sonora: NÃO! Baseado nesta verdade o calvinismo defende que pela palavra de Deus é evidente que o homem não pode fazer nada para merecer o favor de Deus. . Sendo. Sua posição de rebelião total contra Deus o fez perder a comunhão que desfrutava com o Soberano Deus. pois o homem incapaz de buscar sua salvação. No entanto.Paulo diz: Como está escrito: Não há um justo. Rm 3:10-12. Não há ninguém que entenda. Não há quem faça o bem. Todos se extraviaram.

Esta eleição não se baseia na fé prevista O calvinismo sustenta que o pré-conhecimento de Deus esta baseado no seu propósito ou no seu próprio plano. Resulta da livre vontade do criador (Deus) e independe do ser humano. . o qual está espiritualmente morto.

de fazer convergir em Cristo todas às coisas. isto é. tendo sido predestinados conforme o plano daquele que faz todas as coisas segundo o propósito da sua vontade. de acordo com as riquezas da graça de Deus. Porque Deus nos escolheu nele antes da criação do mundo. o perdão dos pecados. celestiais ou terrenas. Em amor nos predestinou para sermos adotados como filhos por meio de Jesus Cristo. para o louvor da sua gloriosa graça. a qual ele derramou sobre nós com toda a sabedoria e entendimento. a qual nos deu gratuitamente no Amado. para sermos santos e irrepreensíveis em sua presença. Nele fomos também escolhidos.EFÉSIOS 1:4. conforme o bom propósito da sua vontade. . E nos revelou o mistério da sua vontade.11. na dispensação da plenitude dos tempos. de acordo com o seu bom propósito que ele estabeleceu em Cristo. Nele temos a redenção por meio de seu sangue.

Isto pode ser reafirmado no Cap. e todo o seu exército foram acabados. Não vem das obras.smoj. os céus. mas unicamente representados pelas obras de Cristo. que é melhor traduzida como universo. elegeu pecadores para a salvação antes que o tempo existisse. e isso não vem de vós. toda a criação.Creio termos neste texto evidencias da eleição incondicional. Assim. por meio da fé. Porque pela graça sois salvos. a terra. Porque somos feitura sua. Gn 2:1. 2:8-10. é a mesma palavra usada em João 3:16. Paulo esta dizendo que a eleição ocorreu em um momento fora da história onde só a Majestade Divina esta presente. A palavra aqui traduzida por “mundo” é bem mais abrangente. . criados em Cristo Jesus para as boas obras. o Filho e o Espírito Santo sendo um. O tempo em que houve esta eleição é exposto como: “Antes da fundação do mundo”. Nos elegeu Nele: Deus nos elegeu não baseado nas nossas obras. é dom de Deus. as quais Deus preparou para que andássemos nelas. o Pai. Deus. para que ninguém se glorie. Nos dois textos a palavra grega usada é ko.

e entretanto virá. ficarão admirados quando virem a besta. Certamente este tempo que se faz presente no texto como antes da fundação do mundo é um lugar no tempo que não podemos demarcar.   Apocalipse 17:8 . Podemos ver esta mesma expressão em Apocalipse 17:8. Os habitantes da terra.O primeiro ponto a ser entendido é que Deus escolheu seus eleitos antes da fundação do mundo. porque ela era. sendo Deus Eterno e não sujeito as questões temporais sua decisão em escolher seus eleitos não estão sujeitas a qualquer ação externa que o tenha influenciado em sua escolha.    A besta que você viu. era e já não é. Ela está para subir do abismo e caminha para a perdição. agora não é. cujos nomes não foram escritos no livro da vida desde a criação do mundo.

mas um propósito de Deus para o homem.O motivo desta eleição é colocado não como visto no homem por Deus. Esta afirmação de Paulo mostra claramente que Deus não foi influenciado por qualquer obra vinda do homem. Deus nos elegeu não por sermos santos. mas “para sermos santos e irrepreensíveis”. O que determinou então a decisão de Deus? Isso fica claro nas palavras de Paulo nos demais versículos:   “segundo a boa determinação de sua vontade” “Gratuitamente no Amado” “O mistério da sua vontade” “Predestinados conforme o propósito Daquele que faz todas as coisas segundo o propósito da sua vontade”   .

  . Isto demonstra qual a centralidade da mensagem.Para que Deus elegeu pecadores?   “Para o louvor da sua Glória”. Paulo firma aqui a base da eleição como sendo para a glória de Deus. Esta expressão ocorre quatro vezes no 1° capitulo.

de Efésios 1. o apostolo afirma ainda. A seguir. Como se não fosse suficiente. “segundo o beneplácito da sua vontade”. Paulo não declara nesse capítulo que Deus escolheu os seus eleitos antes da fundação do mundo porque fossem santos ou fiéis. e sim para serem santos e fiéis. que os crentes foram “predestinados segundo o conselho daquele que faz todas as cousas conforme o conselho da sua vontade”. ele é ainda mais explicito ao afirmar que os predestinou em “em amor” (a motivação da predestinação). responde essa pergunta de modo suficientemente claro. no verso 11. .Condicional ou incondicional?   O texto já citado.

pelo contrário. As Antigas Doutrinas da Graça (Paulo Anglada). e o vosso fruto permaneça. Não são chamados por amarem a Deus. eu vos escolhi a vós outros. Paulo demonstra que aqueles que Deus chamou segundo seu propósito. Calvinismo. .Quem escolhe?   Em toda a escritura podemos ver claramente que Deus escolhe aqueles a quem deseja salvar. mas amam a Deus por terem sido chamados. João 15:16. e vos designei para que vades e deis frutos.   Em Romanos 8:28. esses é que amam a Deus.   Não foste vós que me escolhestes a mim.

Não falo a respeito de todos vós. . E a vontade daquele que me enviou é esta: que nenhum eu perca de todos os que me deu.. de maneira nenhuma o lançarei fora. e o que vem a mim. pelo contrário. eu o ressussitarei no último dia (Jo 6:37-39). se pelo pai não lhe for concedido (Jo 6:65). pois eu conheço aqueles que escolhi (Jo 13:18).Quem vem a Cristo? Todo aquele que o Pai me dá. esse virá a mim. Ninguém poderá vir a mim..

inimigos de Deus. para sermos santos e irrepreensíveis Nele (Cristo) em amor. Nos elegeu para as boas obras. Todos os homens longe da graça se encontram mortos em delitos e pecados. sendo submissos a sua . Deus elegeu pecadores. Não somos merecedores do favor de Deus. Por este motivo devemos ser gratos pelo seu imenso amor e cumprir todo seu querer. escravos do pecado e do diabo.Aplicação   Somos carentes da graça de Deus. Nos fez justificados em Cristo Jesus. amantes da imundícia do mundo e condenados ao fogo eterno. Deus elegeu pelo propósito da sua vontade. O motivo principal dessa sua misericórdia é o louvor da sua Glória. Sua escolha foi efetuada na eternidade.