Modelagem de Processos de

Negócios

O QUE É UM PROCESSO DO NEGÓCIO?

Um Processo de Negócio é uma atividade, ou um conjunto de
atividades, realizada em uma empresa para criar ou adicionar alguma
espécie de valor para seus clientes. Um processo tem pontos de início e
fim bem definidos, cada um dos quais associados com um cliente.

Pode ser útil visualizar os processos de negócio como uma estrutura
hierárquica, com os principais processos no topo, cada um formado por
sub-processos, e assim por diante. Um negócio (empresa) pode ter
entre cinco, nove ou mais processos de negócios principais, e esses
podem atuar através das divisões, departamentos ou áreas funcionais
da organização. Este número depende muito do enfoque das pessoas
que identificam os processos de negócios.

©Ian Sommerville 2000

Software Engineering, 6th edition. Chapter 1

Slide 1

Modelagem de Processos de
Negócios

Qualquer coisa que se faz na organização, pode ser
visualizado como um processo de negócio.
Como exemplo, uma empresa pode ter definido como
um processo principal "Prover Suprimentos para as
atividades da empresa ". Neste caso, alguns dos subprocessos podem ser: "Efetuar Compras", "Administrar
Estoques" e "Receber Materiais Comprados".
Cada um destes sub-processos pode ser subdivido, e
assim por diante.

©Ian Sommerville 2000

Software Engineering, 6th edition. Chapter 1

Slide 2

O QUE É MODELAGEM DO PROCESSO E POR QUÊ USAR?   Modelagem de Processos significa desenvolver diagramas (Diagramas de Processos) que mostram as atividades da empresa. o que requer um trabalho conjunto de elementos destas áreas funcionais. Muitos negócios são relativamente complexos. Modelar processos ajuda a entender como funciona uma organização. assim um modelo poderá consistir de diversos diagramas. 6th edition. e a sequencia na qual são executadas. os participantes apresentam um aumento do entendimento do negócio. e lembrando. que um processo pode permear diversas áreas funcionais. Chapter 1 Slide 3 . principalmente quando é a primeira vez. ©Ian Sommerville 2000 Software Engineering. Modelar um processo pode ser bastante difícil na prática. ou de uma área de negócios. Durante este trabalho.

redundâncias e não conformidades (problemas). Se o processo é alguma coisa nova que a empresa está planejando executar. o esforço desenvolvido pela equipe terá sido em vão. Bons modelos de processos (claros). A comunicação do processo .O QUE É MODELAGEM DO PROCESSO E POR QUÊ USAR?   O modelo é um ponto central para que os participantes definam mudanças para melhoramento do processo ou mesmo um desenho completamente novo. de forma eficiente. Chapter 1 Slide 4 . ©Ian Sommerville 2000 Software Engineering. Por melhor que seja um processo. ou mesmo antecipar sua complexidade. o modelo pode ajudar a assegurar sua eficiência desde o início. Pode ser identificado se um processo é eficiente / eficaz. 6th edition. são a chave para a comunicação. principalmente para aqueles que vão implementar o processo. se a comunicação para outros for deficiente. para outras pessoas é fundamental.

6th edition. Chapter 1 Slide 5 .COMO MODELO UM PROCESSO DO NEGÓCIO?  Uma modelagem de processos pode ser feita através de três tipos de diagramas: • • • DIAGRAMA DE HIERARQUIA DOS PROCESSOS DIAGRAMA DE CONTEXTO DIAGRAMA DE PROCESSOS ©Ian Sommerville 2000 Software Engineering.

Chapter 1 Slide 6 .DIAGRAMA DE HIERARQUIA DOS PROCESSOS ©Ian Sommerville 2000 Software Engineering. 6th edition.

DIAGRAMA DE CONTEXTO   O diagrama de contexto é uma forma de representar o objeto do estudo (projeto).: clientes. as áreas envolvidas com o processo e os relacionamentos com outros processos e elementos externos à empresa (ex. fornecedores) ©Ian Sommerville 2000 Software Engineering. Um diagrama de contexto permite identificar os limites dos processos. com relação ao ambiente em que se insere. Chapter 1 Slide 7 . Uma definição para o Diagrama de Contexto seria: Um diagrama que mostra as entradas e saídas externas de uma organização / área funcional (em estudo: Compras) e os relacionamentos internos (produtos e serviços fornecidos por uma área funcional a outra). 6th edition.

DIAGRAMA DE CONTEXTO ©Ian Sommerville 2000 Software Engineering. 6th edition. Chapter 1 Slide 8 .

também são registradas as descrições dos processos.DIAGRAMAS DE PROCESSOS   O diagrama de processos é uma forma de representar o processo em estudo em detalhes. e sua sequencia. Podemos definir um diagrama de processos como "Um fluxograma interfuncional que apresenta as atividades. para converter entradas em saídas". Chapter 1 Slide 9 . problemas enfrentados e outras informações necessárias. ©Ian Sommerville 2000 Software Engineering. 6th edition. durante o desenho do mesmo. Para análise do processo.

6th edition. Chapter 1 Slide 10 .DIAGRAMAS DE PROCESSOS ©Ian Sommerville 2000 Software Engineering.

www. Chapter 1 Slide 11 . 6th edition.Business Process Modeling Notation .org) Proporciona a capacidade de definir e entender a atividade de uma organização através da especificação dos seus processos de negócio ©Ian Sommerville 2000 Software Engineering.omg.BPMN     Notação para modelagem de processo de negócio Notação gráfica que permite visualização de processos de negócio – diagrama BPD – Business Process Diagram) É uma norma adotada e gerida pelo consórcio OMG (Objetct Management Group.

Business Process Modeling Notation – BPMN  Objetivos • • • Proporcionar notação normalizada facilmente compreendida por todos envolvidos no negócio Facilitar a comunicação entre quem conhece os processos e quem os implementa Criar uma linguagem comum que permita o entendimento de todos os processos de negócio representados ©Ian Sommerville 2000 Software Engineering. 6th edition. Chapter 1 Slide 12 .

Porquê usar BPMN?     Tornou-se amplamente aceito Substitui numerosas linguagens de modelagem de processos Simples de aprender mas poderosa É independente e neutra (não proprietária) com ferramentas gratuitas que a implementam ©Ian Sommerville 2000 Software Engineering. 6th edition. Chapter 1 Slide 13 .

Porquê devemos nos preocupar?    Os processos estão no núcleo de qualquer organização mas nem sempre estão definidos. documentados. 6th edition. é cada vez maior Como resultado do ritmo de mudança cada vez mais intenso e da pressão para que as organizações se tornem cada vez mais eficientes é preciso ter uma visão clara de como são os seus processos ©Ian Sommerville 2000 Software Engineering. Chapter 1 Slide 14 .I. etc A necessidade de assegurar a comunicação entre o negócio e a área de T.

Como?   Criando diagramas de processos de negócio (BPD – business process diagram) Utilizando um pequeno conjunto de elementos de diagramas chamados objetos • • • Desenhar cada passo no processo Fazer uso dos elementos de diagrama relevantes para documentar eventos. 6th edition. de forma completa ©Ian Sommerville 2000 Software Engineering. Chapter 1 Slide 15 . atividades e pontos de decisão Mostrar o fluxo de processo de início ao fim.

6th edition. Chapter 1 Slide 16 . ©Ian Sommerville 2000 Software Engineering. permite descrever as atividades e publicá-las em formato de site • Ambas são gratuítas.Ferramentas  Existem diversas ferramentas CASE que suportam a definição de processos: • • Bizagi Process Modeler – permite desenhar os diagramas EPF – Eclipse Process Framework da IBM.

Notação básica do BPMN ©Ian Sommerville 2000 Software Engineering. 6th edition. Chapter 1 Slide 17 .

Elementos principais ©Ian Sommerville 2000 Software Engineering. 6th edition. Chapter 1 Slide 18 .

Chapter 1 Slide 19 . 6th edition.Eventos ©Ian Sommerville 2000 Software Engineering.

Chapter 1 Slide 20 .Exemplo ©Ian Sommerville 2000 Software Engineering. 6th edition.

br/ ©Ian Sommerville 2000 Software Engineering.Exemplo: Processos/Artefatos DSI/DTI/UFV http://www. 6th edition.ufv.processos-dsi-dti. Chapter 1 Slide 21 .