Fadiga e Integridade Estrutural de

Aeronaves
Investigação de acidente aéreo:
Caso Voo 1982 da EL AL - Boeing 747-200F
Grupo: Matheus, Décio, Henrique,
Vinícius, Rafael, Alexsander

O Voo Voo: El Al 1862 (Cargueiro) Rota: Nova York (USA) .Amsterdã (Holanda) Tel Aviv (Israel) Destino: Modelo: Boeing 747-258F Passageiros: 1 Tripulação: 3 Fatalidades: 43 .

Flutuações no regulador de velocidade do piloto automático.Problema com um rádio.Flutuações na voltagem do gerador elétrico no motor numero 3. .Problemas no voo Nova York – Amsterdã: . 4 3 2 1 . .

18:27 . Perda das turbinas 3 e 4. Dois velejadores veem objetos caindo do avião no lago Gooimeer. .Cronologia 18:20 – Decolagem.Forte barulho enquanto o avião subia para 6500 pés.

O piloto tem dificuldade para estabilizar o avião. . mas consegue. Iniciam a rota de volta para o aeroporto.Cronologia 18:28 .Pilotos declaram emergência para a torre. A tripulação não sabe que os motores na verdade caíram.

há maior sustentação na asa esquerda. e inicia voo em circulo para perder altitude.Cronologia 18:29 . . Mas o flap da asa direita não aciona. os flaps da asa são acionados. Durante o segundo círculo. Logo.Voo ainda se encontra alto para pouso. pois o sistema hidráulico havia sido danificado.

Cronologia 18:35 Queda sobre um conjunto residencial. .

a investigação não avança. No entanto. Dado os relatos dos velejadores. ambas são avaliadas e não são encontrados indícios de misseis. como relatado pelo comandante. Após encontradas as turbinas.Investigação do Acidente Os investigadores ficaram intrigados com a falha de duas turbinas. . inicialmente começam a pensar a possibilidade de atentado. A possibilidade de atentado é descartada.

Apesar disso. a causa do desprendimento da turbina 3 ainda é desconhecido. intrigam os especialistas. .Investigação do Acidente Marcas de tinta na turbina número 4.

Analisam então a conexão do pilone na asa. . chamados fuse pins. Ela é feita por quatro estruturas. As duas estruturas centrais são presas por pinos ocos de 14 cm de comprimento. chegam a conclusão que a falha deveria ter ocorrido na fixação do pilone na asa.Investigação do Acidente Uma vez que a turbina numero três já havia sido encontrada e estava ainda conectada ao pilone.

Não há sinais de pane. Então o 747 possui um sistema de redução de danos. Se as vibrações atingem níveis críticos. os pinos se quebram e o motor deve desprender-se da asa em segurança.Investigação do Acidente Se a turbina sofre pane ou avaria ela pode começar a vibrar de maneira que leve a danos graves à asa. o suporte que prendia um dos pinos estava rachado. No entanto. .

. Isso aconteceu devido ao rompimento de uma das extremidades do pino.Investigação do Acidente A análise do suporte mostrou que a ruptura foi devida ao excesso de carregamento.

Uma análise em microscópio eletrônico mostrou uma rachadura no pino de 4 mm de profundidade. com fissuras na parte interna do pino oco.Investigação do Acidente O outro pino foi encontrado no lixo onde foram depositados os destroços do avião. Ele apresentava sinais clássicos de fadiga do material. .

. que se lançou a frente ao se desprender. O motor 4 fora então atingido pelo motor 3. A analise das marcas de tinta na nacele da turbina externa mostraram que era tinta do cone de hélice do motor interno.Investigação do Acidente Faltava ainda explicar a falha da junção da turbina externa da asa direita.

No entanto. O que não se sabia era que os flap também estavam danificados e sua deflexão aumentou a diferença de sustentação entre as asas. após reduzir a altitude era necessário também reduzir a velocidade para iniciar aproximação para pouso de emergência. o piloto ainda conseguiu estabilizar a aeronave por alguns minutos. mesmo com perda de sustentação na asa devido aos danos no bordo de ataque e perda de linha hidráulicas dos sistemas de comando.Investigação do Acidente Sem os motores do lado direito. tornando o avião incontrolável. . Ele mergulho então em parafuso de uma altura de mais de 700 metros.

• Novas praticas de inspeção mais severas. . inclusive dos pinos. com realização de ultrassom para detecção de fadiga no material.Resultados do Acidente Após este acidente. algumas medidas foram tomadas para se evitar novas catástrofes e aumentar a segurança dos 747: • Reforço da fixação motor asa.

Obrigado pela atenção! .