UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS

ESCOLA DE ENGENHARIAS
ENGENHARIA GEOLÓGICA
MECÂNICA GERAL

TERCEIRA AULA

ESTÁTICA DA PARTÍCULA
Condições de equilíbrio de uma partícula
Eng. Elet. Amilcar Oliveira Barum

2016/2

. • Equilíbrio dinâmico – O ponto material está em MRU ( v = constante  0 ).Condição de Equilíbrio de um corpo • Equilíbrio estático – O ponto material está em repouso ( v = 0 ).

é necessário e suficiente que a RESULTANTE de todas suas forças que agem seja NULA.• Para que um ponto material esteja em equilíbrio. .

Teorema das três Forças Quando um corpo está em equilíbrio sujeito apenas a três forças. ou as três são concorrentes ou as três são paralelas. F 1 F3 F1 F2 F2 F3 .

Teorema de Lamy “Cada força está para o seno do ângulo oposto”  F3  F1  F2  F1 Sen = F2 Sen  = Sen F3  .

) sob a ação de três forças coplanares F1. sen  = 0.80.0N.60 e cos  = 0. F2 e F3.  F2 F1 F3 . determinar a intensidade das forças F2 e F3.Ex: 08 -Um ponto material P está em equilíbrio (veja fig. Sendo F1 = 3.

Gráfico da solução: Decompomos as três forças sobre os eixos x e y: y F3 F3y F2  F3x F1 x .

0N F2y = 0.0 + 0 + F3.Calculando as projeções: No eixo x: F1x = 0 .0.80 R x = F1x + F2x + F3x = 0 0 – F2 + F3.0. cos  = F3.60 = 0  F3 = 5. F3x = F3 .0 N No eixo y: F1y = .80 = 0  F2 =4.F1= -3. Sen  = F3.60 (Equilíbrio) R y = F1y + F2y + F3y = 0 -3. F3y = F3 . (Equilíbrio) F2x = -F2 .0 N .0.0.

Teorema de F3    F1 F2  F1 / sen   = 3 / 0.0N = F2 / sen  F2 / O.Resolvendo o exemplo anterior pelo Lami.8 e = = F3 / sen F3 / 1 F3 = .6  F2 = 4.

• Imposição: quando algumas das forças que atuam na partícula são desconhecidas e se deseja saber quem são essas forças desconhecidas que garantem a condição de equilíbrio.A maioria dos problemas que tratam do equilíbrio de uma partícula se enquadra em duas categorias: • Verificação: quando todas as forças que atuam na partícula são conhecidas e se deseja saber se a condição de equilíbrio é ou não atendida. FINALIDADES A maioria dos problemas de estática de partículas possuem um conjunto de incógnitas que podem ser solicitadas na solução desses problemas: • Podemos querer determinar quão fortes devem ser os acionadores de força? • Quão resistentes devem ser os fixadores das roldanas ou dos elementos de fixação? • Quão resistentes devem ser os cabos? .

Como dissemos. devem ser consideradas todas as forças atuantes na partícula. então o diagrama de corpo livre da partícula incluindo estas forças deve ser desenhado. 3. escolhe-se uma partícula SIGNIFICATIVA e traça-se um diagrama separado. denominado de diagrama de corpo livre. Mostre todas forças atuantes: ativas (tendem a colocar a partícula em movimento) ou reativas (resultado das restrições ou apoios que tendem a impedir o movimento). Procedimento: 1. Identifique cada força .Para identificação da situação física real do problema de equilíbrio fazse um esboço conhecido como diagrama espacial diagrama espacial Para os problemas que envolvem o equilíbrio de uma partícula. mostrando essa partícula e todas as forças que atuam sobre ela. Desenhe o esboço do problema com a partícula isolada (a que foi escolhida como partícula significativa. para aplicar as equações de equilíbrio (ΣF = 0). 2.

determine o diagrama de forças que atuam no ponto A Representar a força no cabo Inserir os eixos de referência de sustentação . EXEMPLO No esquema de desembarque de um veículo. representado na figura abaixo.Essa representação gráfica do problema e da ação de cada uma das forças permite a facilitação do entendimento do problema para uma solução aritmética ou. até de forma geométrica.

. As duas forças Q=60 N e P=40 N atuam no parafuso A.EXERCÍCIOS 1. Determinar a sua resultante.

Calcular as componentes segundo x e y das forças indicadas. .2. Calcular a resultante.

3. Quatro forças atuam no parafuso A como mostra a figura. . Determinar as componentes segundo x e y bem como a resultante.

Os dois sinais foram suspensos temporariamente como se mostra na figura. Sabendo que o sinal B pesa 300 N. qual o peso do sinal C? .4.

juntos.5. em um ponto C. Determine a tensão (a) no cabo AC e (b) no cabo BC. . onde se encontra uma massa conforme a figura. Dois cabos são presos.

determine: a) A força de tração em cada um dos cabos para α= 45o . . b) O valor de α para o qual a tração no cabo 2 seja mínima. Se a resultante das forças exercidas pelos rebocadores é 22.6. Uma barcaça é puxada por dois rebocadores.250 N dirigida ao longo do eixo da barcaça.