Exames complementares

CARDIOLOGIA Dr. Rodrigo Lins 

         

ECG RX DE TÓRAX TESTE ERGOMÉTRICO ECOCARDIOGRAMA HOLTER MAPA ESTUDO HEMODINÂMICO ESTUDO ELETROFISIOLÓGICO TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA CINTILOGRAFIA MIOCÁRDICA RESSONÂNCIA NUCLEAR MAGNÉTICA

SENSIBILIDADE DE UM MÉTODO 
CAPACIDADE

QUE O MÉTODO TEM DE DETECTAR PACIENTES QUE TEM A DOENÇA NO MEIO DE PACIENTES DOENTES.
SENSIBILIDADE= NÚMERO DE CASOS COM TESTE POSITIVO E DOENÇA TODOS OS CASOS COM A DOENÇA

EXEMPLO 
Supostamente

no seu serviço, a incidência de pessoas com IAM é 10%  Portando a cada 100 pessoas você teria 10 infartados  Destes 10 infartados seu ECG está alterado em 8.  Qual a sensibilidade do método?

SENSIBILIDADE DE UM MÉTODO
SENSIBILIDADE= NÚMERO DE CASOS COM TESTE POSITIVO E DOENÇA TODOS OS CASOS COM A DOENÇA

SENSIBILIDADE=

____8____=0,80 ____8____=0,80 ou 80% de sensibilidade 10

LOGO DE CADA 10 PACIENTES COM IAM SEU ECG ESTÁ ALTERADO EM 8. 2 TEM O DIAGNÓSTICO MAS SEU ECG NÃO DETECTOU.

ESPECIFICIDADE 
Capacidade

que o método tem em excluir as pessoas que não tem a doença ou condição.

ESPECIFICIDADE=NÚMERO ESPECIFICIDADE=NÚMERO DE CASOS COM TESTE NEGATIVO SEM DOENÇA TODOS OS CASOS SEM DOENÇA

EXEMPLO 
Se

a cada 100 pessoas você teria 10 infartados  Então 90 são sadios.  Destes 90 o ECG foi alterado em 3.  Qual a especificidade do método?

ESPECIFICIDADE
ESPECIFICIDADE=NÚMERO ESPECIFICIDADE=NÚMERO DE CASOS COM TESTE NEGATIVO SEM DOENÇA TODOS OS CASOS SEM DOENÇA

ESPECIFICIDADE=

__87_= __87_= 96% 90 

LOGO A CADA 100 ECGs NORMAIS APENAS 4 SÃO FALSO-POSITIVOS, FALSOOU SEJA, ALTERADOS MAS SEM DOENÇA.

ECG 
O

QUE É?  QUAL O PRINCÍPIO RACIONAL  INDICAÇÕES  CONTRA-INDICAÇÕES CONTRA LIMITAÇÕES

+60 +50 +40 +30 +20 +10 0 -10 -20 -30 -40 -50 -60 -70 -80 -90 -100 -110
Potencial diastólico máximo

POTENCIAL DE AÇÃO CELULAR

1

Equalização Na-K

2

Influxo de Na e

efluxo K

0
Influxo rápido de Na

3 Efluxo de K

4 Bomba
Na-K

R
A M P L I T U D E

P

T U

P PRs PRi

Q S
QRS

ST

QT TEMPO

+60 +50 +40 +30 +20 +10 0 -10 -20 -30 -40 -50 -60 -70 -80 -90 -100 -110
Potencial diastólico máximo

1

QRS

2 Segmento ST

0
QRS

3 Onda T

4

VCS

VP
NS

VP

AD

AE

VP

NAV

VP

VCI

A P M

B AE

J

P

AD

AE

0,02 s 0,03 s 0,09 s

ECG 


padrão ouro para o diagnóstico não invasivo das arritmias e distúrbios de condução; muito importante nos quadros isquêmicos coronarianos:
Constitui um marcador de doença do coração 

Sua sensibilidade e sua especificidade são maiores para o diagnóstico das arritmias e distúrbios de condução, do que para as alterações estruturais ou metabólicas.

ECG 
doenças

das artérias coronarias;  hipertensão arterial;  Cardiomiopatias;  doenças metabólicas - alterações eletrolíticas;  efeitos tóxicos ou terapêuticos das drogas e próteses.

RAIO X DE CORAÇÃO

ECOCARDIOGRAMA 
O

QUE É?  QUAIS INDICAÇÕES PRINCIPAIS?

ECOCARDIOGRAMA 
FILME

TESTE ERGOMÉTRICO 
O

QUE É?  PRINCIPAIS INDICAÇÕES.

ERGOMETRIA

ERGOMETRIA

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful