Distribuição de frequências

relativas e distribuição de
probabilidades
•VARIÁVEL ALEATÓRIA
•DISTRIBUIÇÃO DE PROBABILIDADES
•DIST. DE FREQUÊNCIAS/DIST. PROBABILIDADES
•MÉDIA, VALOR MÉDIO, DESVIO PADRÃO
•DISTRIBUIÇÃO BINOMIAL

Variável aleatória Considera a experiência que consiste em lançar uma moeda ao ar três vezes. (VVF). (FVV). S ={(VVV). (VFV). Define o espaço amostral. (FFV). (FFF)} . (FVF). (VFF).

X=1. X=2. A esta função dá-se o nome variável aleatória e pode representar-se por X. Uma Uma variável variável aleatória aleatória éé uma uma variável variável cujo cujo valor valor éé o o resultado resultado numérico numérico associado associado ao ao resultado resultado de de uma uma experiência experiência aleatória aleatória . X=3 Chama-se Chama-se variável variável aleatória aleatória a a toda toda a a função função que que associa associa a a cada cada elemento elemento do do espaço espaço amostral amostral S S um um número número real. Qual o contradomínio desta função? {0. Isto é.2.1. real.3} A variável X pode tomar os valores do D`.Definamos uma função que tem por domínio S e a cada elemento de S faz corresponder o número de vezes que aparece F. X=0.

(VVF). 1). Espaço amostral : S= {(F).1).3)} Variável aleatória Y = 2.. ….} A variável aleatória Z é uma variável discreta e S é um espaço amostral infinito numerável. Espaço amostral S={(1.3).(1. Y=6 Exemplo2: Lança-se uma moeda.(3. (VF).Uma variável aleatória é discreta se toma um número finito de valores ou um número infinito numerável. Y =4. Seja Z a variável aleatória que a cada experiência faz corresponder o número de lançamentos realizados até que se obtenha a face F. . (VVVF).(3. Exemplo 1: Seja Y a variável aleatória que representa a soma dos números de pontos que se obtém quando se lança duas vezes um dado com a forma de um tetraedro com 2 faces numeradas com o 1 e 2 faces numeradas com 3 .

. . sendo a a altura do bebé mais baixo e b a altura do bebé mais alto. A variável pode tomar todos os valores do intervalo[a.medidas de uma peça na indústria para fins de controle de qualidade. . .valores de corrente eléctrica em um cabo eléctrico.duração de uma conversa telefónica. .pesos de caixas de laranja. . . Exemplo 3: Considera-se a população dos bebés nascidos em Portugal.tempo necessário para completar um ensaio.alturas de pinheiros. A função que a cada bebé faz corresponder a sua altura é uma variável aleatória contínua.flutuações de temperatura.Uma variável aleatória é contínua se toma todos os valores de um intervalo ou reunião de intervalos.b]. Mais exemplos de Variáveis Aleatórias Contínuas: . .

(VFF). Então X = {0.1. (VFV). O espaço amostral é: S ={(VVV). (FFF)} Seja X a variável aleatória que a cada elemento de S faz corresponder o número de vezes que aparece a face F. Esta função pode representar-se na tabela ou no gráfico seguinte: Chama-se a esta nova função distribuição das probabilidades de X. (FVF).3} Pode-se definir outra função que a cada valor de X faz corresponder a probabilidade dos acontecimentos associados a esse valor. .Distribuição de probabilidades de uma variável aleatória discreta Considera a experiência que consiste em lançar uma moeda ao ar três vezes. (VVF). (FVV).2. (FFV).

Define. b)Seja Y a variável que representa a soma dos números obtidos. por uma tabela e por um gráfico a distribuição de probabilidade da variável Y.A distribuição de probabilidades de uma variável aleatória X é a aplicação que a cada valor xi da variável X faz corresponder a respectiva probabilidade. Exemplo 4: Considera os sacos da figura e a experiência aleatória que consiste em retirar uma bola de cada saco e Tomar nota dos números obtidos. a)Define o espaço amostral. VER SINTESE NO MANUAL .