You are on page 1of 18

11.1.

Funções e organização do Estado

Funções e
organização do
Estado

soberana e independente. ESTADO Sociedade politicamente organizada. que lhe é privativo. fixa em determinado território. ESTADOS Exemplos: todos os países do mundo integrados na ONU (Organização das Nações Unidas) .

Funções do Estado Jurídicas Não Jurídicas (produção e aplicação do Direito)  Clica em cada uma das funções do Estado para saberes mais. .

aspx .parlamento.  http://www.  VII Revisão Constitucional (2005).pt/Legislacao/Paginas/ ConstituicaoRepublicaPortuguesa. Organização do Estado português  Constituição da República Portuguesa (aprovada em 1976).

. Constituição da República Portuguesa PARTE III ORGANIZAÇÃO DO PODER POLÍTICO TÍTULO I Princípios gerais Artigo 108º Titularidade e exercício do poder O poder político pertence ao povo e é exercido nos termos da Constituição.

. a composição. 2. a competência e o funcionamento dos órgãos de soberania são definidos na Constituição. o Governo e os Tribunais.A formação. a Assembleia da República. Constituição da República Portuguesa PARTE III ORGANIZAÇÃO DO PODER POLÍTICO TÍTULO I Princípios gerais Artigo 110º Órgãos de Soberania 1.São órgãos de soberania o Presidente da República.

Setor Público Setor Público Setor Empresarial do Administrativo (SPA) Estado (SEE)  Clica em cada um dos setores para saberes mais. .

consideradas estratégicas. Após a Revolução de 25 de Abril de 1974. e da criação de novas empresas públicas. nomeadamente através da nacionalização de empresas privadas. O Movimento das Forças Armadas (MFA) trouxe a liberdade. o Estado português passou a desempenhar um papel preponderante na economia. a democracia e a independência das colónias Nacionalização: transferência da propriedade de uma empresa privada para o Estado. .

A partir de 1989.pt/RevisoesConstitucionais/Paginas/default. no seguimento da 2ª Revisão Constitucional.parlamento.aspx . “Em 1989 teve lugar a 2.ª Revisão Constitucional que deu maior abertura ao sistema económico. nomeadamente pondo termo ao princípio da irreversibilidade das nacionalizações diretamente efetuadas após o 25 de Abril de 1974. o Estado iniciou um processo de privatizações.” Site da Assembleia da República http://www.

Venda pelo Estado de 70% do Exemplo: Privatização dos CTT capital (dezembro de 2013) .Privatização: Transferência total ou parcial do capital de uma empresa pública para investidores privados.

(2008-2012): 187 milhões de Euros. CTT: empresa lucrativa Resultados líquidos (2012): 38.5 Entrega de dividendos ao Estado milhões de Euros. .

.CTT: empresa reestruturada (e quase sem dívidas) Saída de 713 trabalhadores. Fecho de 249 lojas.

. Interesse por parte de grupos económicos. Privatização Encaixe de 579 milhões de Euros.

Roménia e Malta.sapo.pt/inicio/Economia/Interior. depois do Reino Unido. garante o instituto alemão.Portugal é o 9. http://sol. Mas o próprio prospeto da venda em Portugal admite que uma menor qualidade dos serviços e o aumento de preços são riscos.asp x?content_id=93287 . Alemanha. Grécia. segundo dados do WIK (um instituto alemão de investigação sobre o sector postal). Bélgica. Áustria.º país da Europa com os serviços postais parcialmente ou totalmente privatizados. Experiências na Europa geraram tarifas mais baratas. Holanda.

CTT como Prestação de grupo não pode serviços ser universais desmantelado postais pelos novos acionistas Até 2020 Prestação de Cláusulas a definir serviços antes do fecho do públicos processo de privatização essenciais .

Exemplos de algumas empresas privatizadas: .

Haverá degradação dos serviços prestados por estas empresas e mais despedimentos? O Estado perderá o controlo de empresas estratégicas? Alguns efeitos das Aumentará a modernização e competitividade das empresas? privatizações: O Estado recebe o encaixe pela venda e diminui a dívida pública. caso a empresa permanecesse sua propriedade. mas perderá os lucros futuros. ? .

Funções e organização do Estado Questão  Identifica os setores/atividades que deverão ser da responsabilidade do Estado. .11.1.