You are on page 1of 1

 A problemática da técnica na estruturação do ensino técnico proposto nos atuais

moldes
¹Antônio educacionais
Matheus Lima Bezerra;
²Orientador: Edney Cavalcante; 1 Aluno do Curso Técnico em Edificações
²Professor – edney.silva@ifrn.edu.br

1. INTRODUÇÃO 3. RESULTADOS

A proposta inicial deste projeto é observar e classificar o A ideia deste projeto é ajudar em políticas educacionais do
ensino técnico do Instituto a partir da filosofia de Heidegger, Instituto e saber qual caminho o ensino pautado na técnica
ou seja, projetar os componentes educacionais do nosso está tomando, o que pode-se esperar dos indivíduos que
instituto na filosofia heideggeriana e, por fim, ver se eles se estão dentro desse processo de formação acadêmica, se a
encaixam na visão de técnica proposta pelo filósofo, técnica é uma área menor ou se ela dita, como é possível
buscando corrigir, assim, as lacunas constatadas. Tratar de inferir a partir de Heidegger, os caminhos futuros dos próprios
técnica é sempre algo de uma grande dificuldade, pois o alicerces educacionais desta Instituição. Sendo assim, os
técnico — aquilo produzido pela técnica, aquilo erigido pela resultados desta pesquisa serão baseados,
técnica —, é sempre atrelado à esta palavra e essa confusão fundamentalmente, na forma disseminação do ensino técnico
O que você acha que causa o câncer de mama?

gera um certo distúrbio no entendimento da técnica. Outro concedido pelo Instituto, almejando, ao final, mostrar como
ponto que gera essa dificuldade de tratar da técnica é que os níveis da dominação técnica estão no nosso dia-a-dia e na
estamos na era em que a técnica domina e dita nosso educação.
amanhã dia após dia. Heidegger assinala que, por conta
dessa evolução desenfreada da técnica, estamos perdendo
nosso pensamento meditativo, nossa capacidade de reflexão,
o que gera um processo chamado de “desenraizamento do
5. CONCLUSÕES
homem” no qual o pensamento que calcula, o pensamento
técnico, transforma e dita o futuro de forma a deixar a A técnica domina a todo momento nossas relações com o
prepotência imparável da técnica nos absorver e apenas mundo em que vivemos atualmente e a maneira que seremos
aceitarmo-la e afirmarmo-la cegamente. Dada a problemática, uteis a este mundo. Estar em um mundo dotado de evolução
visamos, em suma, com este projeto observar e analisar em de aparatos técnicos e de um conhecimento que pode calcular
parâmetros educacionais e institucionais o disseminamento incontáveis quantidades de dados em pouco tempo nos deixa
do ensino técnico na Instituição de forma a combater e maravilhados e em busca de uma dominação da própria
corrigir o ensino atrofiado da técnica e a tecnização do ensino realidade e da técnica, porém essa vontade de dominar
(o qual baseia-se, fundamentalmente, na ideia de ensino cegamente algo que pode escapar facilmente das nossas mãos
como uma máquina operante), precisando espalhar e é perigoso, pois ao adentrarmos nela com os olhos cobertos e
certificar o ensino claro e justo, baseado no filósofo da afirmando-a cegamente, estaremos indefesos para que ela nos
técnica, Heidegger, de uma área importante do nosso domine. Sendo assim, quando falamos sobre técnica em
conhecimento e a qual nossa caríssima Instituição carrega no qualquer nível que seja, temos que aceitá-la ao mesmo tempo
nome. que a rejeitamos, temos que dizer “Sim” em quanto dizemos
“Não” para evitar que sejamos escravos dela.

2. METODOLOGIA
6. REFERÊNCIAS
O processo metodológico do seguinte projeto se iniciará,
primordialmente, pela revisão bibliográfica do filósofo em
destaque. O conseguinte se dará por meio da obtenção dos HEIDEGGER, Martin. Serenidade. Trad. Maria Madalena
dados referentes aos processos pedagógicos e propostos pela Andrade e Olga Santos. Lisboa: Instituto Piaget.
instituição na sua própria estruturação educacional, ou seja,
pegar as Políticas Pedagógicas da instituição e analisá-las com ______. Ensaios e conferências. Trad. Emanuel Carneiro
base no material bibliográfico lido. No plano seguinte à análise Leão, Gilvan Fogel, Marcia Sá C. Schuback. Petrópolis:
do material institucional, o a elaboração de questionários e a Vozes, 2012.
Já existiram casos de câncer de mama na sua família?

observação da sistemática das metodologias colocadas em
prática pelos professores, principalmente os das áreas
técnicas, serão a principal forma de obtenção dos dados
qualitativos e da estruturação final do projeto. Por fim, após
juntar-se todo esse material e passá-los por uma análise
pautada, como dito, no material bibliográfico que dá base a este
projeto, serão organizados esses dados e classificados para
um mapeamento objetivo e claro daquilo que se foi referido na Você acha que o câncer de mama pode impedir o convívio social?

introdução.

INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE –