You are on page 1of 27

FISIOLOGIA

ENDÓCRINA

Características dos Hormônios
• Regulador químico das funções celulares
• Sintetizado por células endócrinas
• Liberados na circulação
• Agem em tecidos alvos
• Desencadeiam efeito fisiológicos importantes
para todo o organismo

.

ACTH) • Paratireóides (Paratormônio) • Tireóide (T3. Calcitonina) • Adrenais ou Suprarrenais (Aldosterona. GnRH. GhRH. LH. Progesterona) • Testículos – Homens (Testosterona) . Glândulas Endócrinas do Corpo Humano • Hipotálamo (TRH. T4. CRH) • Hipófise (TSH. FSH. Glucagon) • Ovários – Mulheres (Estrógeno. Cortisol) • Pâncreas (Insulina. GH.

Tipos de Sinalização • Endócrina: Secreta substâncias na corrente sanguínea que serão utilizadas em células ‘’distantes’’ (Adrenalina e Insulina) • Parácrina: Secreta substâncias para serem utilizadas por células vizinhas (Histamina. Acetilcolina) • Autócrina: Secreta substâncias que serão utilizadas por ela mesma nos receptores externos da membrana plasmática (Fator de Crescimento) • Intrácrina: Produz substâncias que serão utilizadas no interior da própria célula (não chega a secretar a substância) .

Feedback ou Retroalimentação Negativa .

. a Insulina. por exemplo. só desencadeará seu efeito na célula caso se ligue nos receptores de Insulina presentes na Membrana. Logo. Receptores Hormonais • Cada célula tem seus receptores específicos para seus respectivos hormônios.

Regulação da Secreção Hormonal por meio do Feedback Negativo • Alça Ultra-Curta: Hormônios hipotalâmicos inibindo a sua própria síntese e secreção no organismo • Alça Curta: Adenohipófise mandando sinais para o hipotálamo e assim. inibindo a síntese e liberação de hormônios que a estimularão • Alça Longa: Órgãos-Alvo mandando sinais para inibir a síntese e liberação de hormônios pelo Hipotálamo e pela Adenohipófise .

Regulação da Secreção Hormonal por meio do Feedback Negativo .

.

Interpretações dos Níveis Hormonais NÍVEL DE NÍVEL DE HORMÔNIO-ALVO HORMÔNIO BAIXO NORMAL ELEVADO HIPOFISÁRIO ELEVADO INSUFICIÊNCIA SECREÇÃO AUTÔNOMA PRIMÁRIA DO ÓRGÃO DO HORMÔNIO ENDÓCRINO-ALVO HIPOFISÁRIO OU RESISTÊNCIA À AÇÃO DO HORMÔNIO-ALVO NORMAL FAIXA NORMAL BAIXO INSUFICIÊNCIA SECREÇÃO AUTÔNOMA HIPOFISÁRIA PELO ÓRGÃO ENDÓCRINO-ALVO .

Aldosterona). Ovários (Estrogênios e Progesterona). Testículos (Testosterona) e Placenta (Estrogênio e Progesterona) • Hormônios derivados do Aminoácido Tirosina: Tiroxina (tetraiodotironina – T4). Noradrenalina . Adrenalina. Classificação dos Hormônios • Hormônios Esteróides: Hormônios provindos do(s) Córtex Adrenal (Cortisol. Triiodotironina (T3).

Adeno-hipofisários (GH. Fatores endoteliais (endotelina) . GhRH. Hipotalâmicos (TRH. Paratormônio (PTH) . ACTH. GnRH. LH. CRH. TSH. etc) . FSH) . Calcitonina . Neuro-hipofisários (ADH. ocitocina) . Classificação dos Hormônios • Hormônios Proteicos ou Peptídicos: . prolactina. Pancreáticos (Insulina e glucagon) .

Síntese dos Hormônios Proteicos/Peptídicos .

Características Físico-Químicas dos Hormônios CARACTERÍSTICA HORMÔNIOS PROTEICOS E HORMÔNIOS ESTERÓIDES E CATECOLAMINAS DA TIREÓIDE SOLUBILIDADE HIDROFÍLICO LIPOFÍLICO CIRCULAÇÃO NO PLASMA LIVRE LIGADO À PROTEÍNAS MEIA-VIDA NO PLASMA CURTA (MINUTOS) LONGA (HORAS-DIAS) CONCENTRAÇÃO NO MUITO BAIXA (nM OU pM) BAIXA (μM) PLASMA .

Se uma célula não possui receptor para hormônio X. mas necessitam de um sistema de 2º mensageiro nas células alvo • Hormônios Lipossolúveis: necessitam de um sistema de transporte no plasma (proteínas plasmáticas). mas podem se difundir na membrana plasmática das células alvo • Obs: Toda célula-alvo possui receptores para os hormônios. ela não é célula-alvo para o hormônio X . Mecanismos de Transporte • Hormônios Hidrossolúveis: Circulam dissolvidos no plasma sanguíneo.

AFETAM A SÍNTESE MENSAGEIROS DE mRNA E PROTEÍNA INTRACELULARES . Mecanismo de Ação dos Hormônios CARACTERÍSTICAS HORMÔNIOS PROTEICOS E HORMÔNIOS ESTERÓIDES E CATECOLAMINAS DA TIREÓIDE LOCALIZAÇÃO DO MEMBRANA EXTERNA DA CITOPLÁSMA OU NÚCLEO RECEPTOR NO TECIDO. CÉLULA ALVO SÍTIO DE AÇÃO MEMBRANA NÚCLEO MECANISMO DE AÇÃO MUDANÇAS NA MEMBRANA MUDANÇAS NA EXPRESSÃO COM A FORMAÇÃO DE GÊNICA.

Hormônios com sítio de ação na membrana (catecolaminas e peptídicos) .

Exemplo: Receptor de Estrogênio .Escala de tempo: horas .Escala de tempo: minutos .Exemplo: Receptor nicotínico de Acetilcolina (ACh) • Receptores acoplados à proteína G (metabotrópicos) .Exemplo: Receptor de insulina • Receptores ligados à transcrição de genes .Escala de tempo: segundos .Exemplo: Receptor muscarínico de Acetilcolina (ACh) • Receptores ligados à quinase . Famílias de Receptores • Receptores ligados à canais (ionotrópicos) .Escala de tempo: milissegundos .

.

Receptor de Proteína G • 1) Ativação do receptor.Ligante • 2) GTP desloca GDP • 3) Liga/ativa outra proteína (enzima) • 4)Ativa enzima e continua a via de sinalização .

Transduções de Sinais • Sistema de 2º mensageiro .IP3 (Inositol Trifosfato) e DAG (Diacilglicerol) .AMPcíclico .

Proteínas G .

.

Receptores de Tirosina-Quinase • 1)Dimerização (Ligação de 2 receptores) • 2)Dimerização/Ativação da enzima • 3)Adição de grupos fosfato (fosforilação dos receptores dímeros) • 4)Ativação de Enzimas • 5)Resposta Celular .

Receptores Intracelulares • 1)Sinal passa através da membrana plasmática • 2)O sinal se liga a proteínas intracelulares • 3)Resposta Celular .