Curso Técnico de Segurança e Higiene no Trabalho

UFCD 3788
Plano de Emergência - Implementação

.

Equipamentos de Combate

EXTINTORES
Constituem meios de primeira intervenção
independentes de outras medidas de proteção.

A sua eficácia depende de:
 Bom posicionamento;

 Tipo apropriado;

 Deteção do fogo na fase inicial;

 Utilizadores com formação;

EXTINTORES Aparelho que contém um agente extintor. por acção de uma pressão interna. o qual é dirigido e projectado sobre o fogo. .

Pedro Fagulha CLASSIFICAÇÃO DOS EXTINTORES  Agente extintor.  Mobilidade.  Posição de funcionamento. .  Duração do funcionamento.  Eficácia da extinção.  Modo de funcionamento.

 Extintores de pó químico.  Extintores de halon.  Extintores de espuma.  Extintores de co2. .AGENTE EXTINTOR  Extintores de água.

EXTINTOR DE ÁGUA  Pode ser de jacto ou pulverizada  Permanentemente pressurizados ou no momento da utilização  Pressões entre 6 e 9 kg/cm2  Alcance eficaz: 9 – 12 m  Uso de aditivos molhantes  Recipientes de 9 L (peso 15 kg/cm2 ) .

EXTINTOR DE ESPUMA  Pode ser química ou física  Permanentemente pressurizados ou pressurizados no momento da utilização  Pressões entre 10 e 15 kg/cm2  Alcance eficaz: 6 – 9 m  Recipientes de 6 e 9 L .

5 m  Temperatura de descarga: -80°C  Recipientes de 2.EXTINTOR DE CO2  Gás liquefeito (pressão interna vapor)  Permanentemente pressurizados  Pressões entre 55 e 65 kg/cm2  Alcance eficaz: 1 – 1. 6 e 12 kg .

5 m  Pistola difusora de descarga  Recipientes de 1. EXTINTOR DE PÓ QUÍMICO  Do tipo BC. 2. 6 e 12 kg . ABC ou D  Permanentemente pressurizados ou no momento da utilização  Pressões entre 14 e 18 kg/cm2  Alcance eficaz: 4.

EXTINTOR DE HALON  Do tipo HALON 1211  Permanentemente pressurizados  Pressões entre 14 e 18 kg/cm2  Alcance eficaz: 3-5 m  Recipientes de 1. 4 e 6 kg . 2.

MOBILIDADE PORTÁTEIS Manuais (peso < 20 Kg) Dorsais (20 Kg < peso <30 Kg) MÓVEIS Puxados manualmente Rebocáveis .

MODO DE UTILIZAÇÃO PERMANENTEMENTE PRESSURIZADOS .

MODO DE UTILIZAÇÃO PRESSURIZADO NO MOMENTO DA UTILIZAÇÃO .

ESCOLHA DE EXTINTORES A IMPLEMENTAR CONDICIONANTES CONDICIONANTES EXTERNOS INTERNOS  Regulamentação  Risco  Regras técnicas  Meio Ambiente  Pessoal  Verbas .

do risco a proteger.  A escolha do agente extintor e a selecção do número de extintores e sua localização pode ser por dois processos:  NP 3064 .cálculo do número de extintores em função da sua eficácia  RT 2 do ISP .número mínimo de extintores . DIMENSIONAMENTO E IMPLEMENTAÇÃO DE EXTINTORES  A selecção de extintores depende do tipo de fogo provável. tipo de construção e ocupação do local a proteger.

2 m. de modo a que o topo do extintor não fique uma altura superior a 1.  Os extintores devem estar em locais acessíveis e visíveis. sinalizados segundo as normas aplicáveis .LOCALIZAÇÃO DOS EXTINTORES  Os extintores devem ser colocados em suportes de parede ou montados em pequenos receptáculos.

incluindo as saídas  Os acessos aos extintores não devem estar obstruídos e estes não devem estar ocultos .LOCALIZAÇÃO DOS EXTINTORES  Os extintores devem estar localizados nas áreas de trabalho e ao longo dos percursos normais.

devem existir meios suplementares que indiquem a localização  Os extintores colocados em locais de onde possam ser deslocados acidentalmente devem ser instalados em suportes especiais para o efeito .LOCALIZAÇÃO DOS EXTINTORES  Em grandes compartimentos. ou em locais onde a obstrução visual não pode ser evitada.

LOCALIZAÇÃO DOS EXTINTORES  Os extintores colocados em locais onde possam sofrer danos físicos devem ser protegidos contra os mesmos .

MANUTENÇÃO  É a revisão do extintor  Permite verificar que o extintor actua com eficiência e segurança  Por vezes origina uma reparação ou substituição  Deve ser efectuada ANUALMENTE .

Estanquidade. resistência à pressão. ensaio dieléctrico.Designação. ensaio de compactação. duração de funcionamento e fogos tipo das classes A e B  NP EN 3-2 de 1996 . disposições especiais  NP EN 3-3 de 1994 .NORMAS PORTUGUESAS  NP EN 3-1 de 1996 .Construção. ensaios mecânicos .

Cargas. fogos mínimos exigidos  NP EN 3-5 de 1997 .Modalidades visando a avaliação da conformidade dos extintores portáteis de incêndio de acordo com a EN 3 partes 1 a 5 .Especificações e ensaios complementares  NP EN 3-6 de 1996 .NORMAS PORTUGUESAS  NP EN 3-4 de 1996 .

inspecção. extintores de incêndios portáteis.Segurança contra incêndios. NORMAS PORTUGUESAS  NP 1800 de 1981 .Agentes Extintores .selecção segundo as classes de fogos  NP 3064 de 1988 . instrução de utilização. manutenção. definições .

Equipamentos de Primeiros socorros .

obrigatoriamente. em local de fácil acesso. Estojo de primeiros socorros Em todos os locais de trabalho deve existir. . devidamente sinalizado e que esteja sempre disponível quando necessário. material de primeiros socorros guardado em caixas ou armários protegidos do calor e humidade.

. É importante que o estojo de primeiros socorros seja portátil. para facilitar o apoio às vitimas. Estojo de primeiros socorros A caixa ou estojo de primeiros socorros deve ser revista regularmente. com vista à substituição do material inutilizável.

Estojo de primeiros socorros .

Deve haver formação de pelo menos um trabalhador de como utilizar o estojo e o seu conteúdo. .Estojo de primeiros socorros O estojo de primeiros socorros deve ter um índice com o seu conteúdo.

Estojo de primeiros socorros O estojo de primeiros socorros deve ser verificado periodicamente e sempre que é usada. . Devem ser verificados os prazos de validade de todo o material da caixa. para que se mantenha sempre em condições de ser utilizada novamente. deve-se repor o material gasto. não esquecendo a verificação constante da medicação.

Compressas esterilizadas de vários tamanhos. Pensos rápidos. Luvas.  Ligaduras. .Estojo de primeiros socorros Um estojo de primeiros socorros deve conter:  Máscaras de proteção e de reanimação.

Soro fisiológico em unidoses.  Termómetro.  Adesivo.Estojo de primeiros socorros  Tesoura de pontas redondas. .  Betadine.

Estojo de primeiros socorros  Saco frio. .  Anti-inflamatórios. Cobertor de sobrevivência. Garrote. analgésicos e anti-piréticos. Pacotes de açúcar.

Equipamentos de Primeiros socorros .