You are on page 1of 17

LAUDO

NEUROPSICOLÓGICO

CLAUDSON CERQUEIRA
PSICÓLOGO (CRP-03/IP12940)
ESPECIALISTA EM NEUROPSICOLOGIA (FUNDAÇÃO VISCONDE
DE CAIRÚ)

O QUE SERÁ ABORDADO • O que é a Avaliação Neuropsicológica? • Como se dá o uso dos instrumentos? • Coleta de dados e análise. . • Caso clínico. • O que colocar no laudo neuropsicológico.

. 2014). . 1981). • Ramo da Psicologia que estuda a base neurológica dos fenômenos psicológicos. • Área específica da Psicologia que tem como objetivo investigar o papel de sistemas cerebrais individuais em formas complexas de atividades mentais (Luria. • Definições: • . Estudo dos mecanismos neurais que subservem o comportamento humano (Medonça e Azambuja.. Do comportamento normal e patológico...O QUE É A NEUROPSICOLOGIA • Estudo das relações entre cérebro e comportamento.

. CFP) .) é ampliar os modelos já conhecidos e criar novas hipóteses sobre as interações cérebro-comportamentais” (Resolução 002/2004..O QUE É A NEUROPSICOLOGIA “O objetivo teórico da neuropsicologia (.

. • Enfoque para o desenvolvimento de técnicas de exame e de diagnóstico de alterações. AL..NEUROPSICOLOGIA CLÍNICA • Jáa Neuropsicologia Clínica vai ser a ciência aplicada que estuda a expressão comportamental das disfunções cerebrais (LEZAK ET. 1983). enfocando principalmente doenças que afetam o comportamento e a cognição.

percepção. Trata-se da aplicação de técnicas de entrevistas. exames quantitativos e qualitativos das funções que compõem a cognição abrangendo processos de atenção.NEUROPSICOLOGIA E A CLÍNICA • Avaliação Neuropsicológica: “Consiste no método de investigar as funções cognitivas e o comportamento. memória. linguagem e raciocínio” (Mäder-Joaqui. . 2010).

O paciente: .NEUROPSICOLOGIA E A CLÍNICA • Avaliação Neuropsicológica – Elementos Fundamentais.Avaliação qualitativa.Quantificação e qualificação das funções cognitivas. .Enfoque em diagnótico. . O Neuropsicólogo: .Nível de escolaridade. mórbido .Avaliação quantitativa.Avaliação para reabilitação.Instrumentos Neuropsicológicos incapacidades ou condições ocupacionais.Exercícios.Avaliação e reavaliação para .Controle de variáveis. . .Testes formais. -Variações regionais e culturais. procedimentos médicos. . .Entrevista clínica.Domínio da técnica .Nível de desenvolvimento pré- . .Faixa etária. A demanda: Os métodos: . . .Avaliação para informar .

2003). auxiliando a pessoa a alcançar maior independência e qualidade de vida” (Wilson. emocionais e sociais decorrentes de uma lesão encefálica.NEUROPSICOLOGIA E A CLÍNICA • Reabilitação Neuropsicológica: “Conjunto de intervenções que objetivam melhorar os problemas cognitivos. .

2004. • Nos quais foram geradas ou associadas a problemas bioquímicos ou elétricos do cérebro. . comportamentais ou afetivos. CFP. etc. • Nos quais o potencial adaptativo não é suficiente para o manejo da vida prática. decorrendo disto modificações ou prejuízos cognitivos. acadêmica.. familiar ou social. profissional.NEUROPSICOLOGIA E A CLÍNICA • Condições clínicas para a reabilitação: • Indivíduos nos quais ocorreram prejuízos ou modificações cognitivas ou comportamentais devido a eventos que atingiram primária ou secundariamente o sistema nervoso central.

NEUROPSICOLOGIA E A CLÍNICA • Diretrizes da reabilitação neuropsicológica: • O processo de reabilitação é considerado como uma parceria entre as pessoas com lesão. • Consideração dos déficits cognitivos. • Planejamento de objetivos. • Foco nos pontos forte do paciente. • A aplicação de tarefas e exercícios devem ser específicas às demandas do indivíduo. suas famílias e profissionais de saúde. para compensar as perdas cognitivas. • Base teórica fortalecida. . emocionais e psicossociais no processo terapêutico. • Acompanhamento do uso de fármacos.

de forma a obter índices de validade e precisão.TESTES E INSTRUMENTOS NEUROPSICOLÓGICOS • O que avaliar: a Bateria de avaliação • fundamento teórico sólido. possibilitando alguma quantificação. • Requerer um mínimo de recursos. . • Ser aplicável com um mínimo de ajuda e instruções verbais. • Ter critérios de avaliação e objetivos bem definidos. aparatos e materiais. • Permitir explorar funções básicas resultantes das atividades do SN e afetadas por fatores socioculturais e educacionais.

lateralidade. • Flexibilidade cognitiva. • Funções motoras (movimentos. verbal e visual). • Funções visuais (percepção e discriminação). • Processos intelectuais (raciocínio. • Memória (curto e longo prazo. abstração e pensamento). sustentada e focalizada).TESTES E INSTRUMENTOS NEUROPSICOLÓGICOS • Áreas avaliadas: • Atenção (dividida. entre outros). . • Organização visuoespacial. • Organização visuoconstrutiva.

• Baterias flexíveis são mais apropriadas para a investigação clínica. para posteriormente aprofundar sua avaliação com testes complementares. em protocolos específicos para investigação de uma população particular.TESTES E INSTRUMENTOS NEUROPSICOLÓGICOS • os testes neuropsicológicos podem ser agrupados em baterias fixas ou flexíveis: • Baterias fixas são aplicáveis em pesquisas. . •O protocolo básico deve permitir ao examinador um panorama geral do funcionamento cognitivo do paciente. pois estão mais voltadas para as dificuldades específicas do paciente.

. combinado a avaliação dos aspectos neurológicos.ANÁLISE DOS DADOS • O resultadofinal deve fornecer um perfil neuropsicológico do paciente que. psicológicos e sociais. permitirá a orientação do paciente ou da família sobre o melhor aproveitamento de suas potencialidades.

• Testes complementares. • Observação da conduta. . tais como: • Fatores motivacionais. • Distúrbios afetivos.ANÁLISE DOS DADOS • Algumas variáveis que devem ser consideradas no momento de interpretação dos dados. • O que deve ser levado em conta na análise dos dados: • Histórico de Vida e história clínica (Anamnese). • Efeitos medicamentosos. • Semiologia quantitativa e qualitativa do exame neuropsicológico.

• Conclusão. • Deve constar: • Dados de identificação.O LAUDO NEUROPSICOLÓGICO • Segue as normativas referentes à Resolução nº 007/2003. . • Demanda. • CASO CLÍNICO ANEXO AO MATERIAL DISTRIBUÍDO. do Conselho Federal de Psicologia (CFP). • Procedimentos. • Análise.

Rev. (2014). Interação em Psicologia. • Avaliação Neuropsicológica: um estudo da avaliação qualitativa na prática. J. Daniel Fuentes. Neuropsicologia – Teoria e Prática. • Malloy-Diniz. P. CAMARGO. A. 15. D. C. Pereira. Paulo Mattos. pp. Avaliação e Reabilitação Neuropsicológica: desenvolvimento histórico e perspectivas atuais. R. A.br/Busca_etds.. 2ed.php? strSecao=resultado&nrSeq=15876@1 <Acesso em 28/042017> .). (Org. 2011.. M. num. Conselho Federal de Psicologia. F.. • Resolução CFP nº 002/2004. Riechi. T. H. 2010.. (2011). I.vrac. Porto Alegre: ARTMED. Disponível em: https://www. • Handan.maxwell.puc-rio.. P. MALLOY-DINIZ L. 47-58. PUC-RIO. COSENZA.REFERÊNCIAS • FUENTES. Porto Alegre: Artmed. et. C. Neander Abreu. A. Especial. al. Avaliação neuropsicológica. v.