You are on page 1of 11

Rm 5.

12-21

A
Graça
Divina

tocado pelo amor. No Arminianismo a graça. em primeiro lugar. em continuidade. dá o Seu Filho.O que é Graça?  É um favor imerecido. sempre visa a salvação de todos os homens.  “É uma afeição gratuita pela qual Deus.. vai em direção a um pecador miserável e. tenha . “para que todo aquele que nele crê . Irresistível e até Evanescente (temporária).. livremente concedido aos homens por Deus.  O calvinismo fala de Graça Comum (não salvado-ra).

da esperança. etc. p. capacitando-o a fazer o que . 1. vol. da caridade.O que é Graça?  “É uma infusão (tanto no entendimento como na vontade e afeições humanas) de todos os dons do Espírito Santo que pertencem à regeneração e à renovação da fé. pois sem esses dons graciosos o homem não é suficiente ou capaz de pensar.” Armínio (As Obras de Armínio. 231). de tal homem. ter vontades.  A graça divina se manifesta através da operação do Espírito Santo no coração humano. ou fazer qualquer coisa que seja boa.

em operaiaaCristo.29. assim e segue.” (Fp opera o homem em a vós crertanto em Cristo.13) outras manifestações da mesma graça.o querer Ela 1. auxilia." eé (Fp preparatória para 2. causa desegundo todo bema espiritual sua boa vontade. assim também (As Obras de “Porque a vós vos foi concedido. vai antes. . acompanha meus amados. minha presença. Acomo graça Porque prevenienteDeus é o que habilita também padecer por ele. p.  É a graça que libera nossa vontade para crer em Cristo e ser salvo (Fp 1. tremor. opera nãoo que só na queremos. 2. como sempre instiga. e coopera.29)como é a o únicaefetuar. 406). Armínio ausência.obedecestes. relação com crer não somente temor e nele.O que é Graça Preveniente?  “Esta "De sorte graçaque.13).12. para mais mas muito que não agora queiramos na minha em vão”. vol.12. vossa salvação Armínio. Fp 2.

externa. interna. queouvia.16.14) em parte.O início da salvação “E uma certa mulher. iluminando e esclarecendo a mente. eé a vocação que servia adivina. através de Cristo. O primeiro passo vendedora para a da de púrpura. Deus. A eficácia consiste na simultaneidade da vocação .” (At  Esta vocação é. e para que seja dada fé ou crédito à palavra. pela pregação. para que seja dada séria atenção àquelas coisas que são faladas. nos éa e o oferta SENHOR de salvação lhe abriuda parte Deus o coração paraa que todos os homens. e afetando o coração. que “se dá pela operação do Espírito Santo. e em parte. chamada Lídia. estivesse atenta ao que Paulo dizia. salvação cidade do de homem Tiatira.

p.  A graça não é o poder irresistível de Deus que vence a vontade do homem. um homem. sem esta graça emocionante e preventiva. vol. atribuo à graça o início. mesmo já estando regenerado.A salvação é pela Graça  “Desta maneira. nem fazer bem algum. a continuidade e a consumação de todo o bem. nem resistir a qualquer tentação do mal. 232). não pode conceber. de tal forma que. sem a sua influência. 1. que coopera com o homem.” Armínio (As Obras de Armínio. mas a mão amorosa de um Pai que .

mas eles (Mt quiseste. eterna. como desprezando por a galinha Cristo a graça.” o fizeram 23. “E edificaram os altos de Baal. vós recebido sois ou como (Jrbatizados 32. Ela é uma pessoa: O Espírito Santo. osmeu ao e incircuncisos doutores da lei coração que de Acoração fizessem rejeitaram salvação oe conselho tal ouvido. cerviz.30) 7.30). Jesus ajunta Deusos nosso declara seus quedebaixo pintos SENHOR. “Porque o salário do pecado é atemorte.”nunca (Rmquis que Israel das asas. 6. que Santo. que estão A Bíblia mostra no vale do diversas ocasiões filho de Hinom.16.” ele.”5. de sempre Deus resistis quando (dom) para de a fazerem aosiEspírito Deus. profetas. pode não assim ser sendo a Judá.(At 7. (Lc (At 6. pecar “Jerusalém. vós é um presente abominação. mesmos.35) que matas por os rejeitadovossos (Rm pais. para onde homens fazerem passar resistem seus filhos à ação dofilhas e suas Espírito pelo fogo Santo a Moloque.37).O Homem pode resistir à Graça?  A graça não é uma força irresistível.23.” Jerusalém.23) e tu não pecasse. 7. de osnem dura fariseus(Lc subiu e7.51) Mt 23.51) o que e rejeitam nunca lhes sua operação “Homens “Mas ordenei. e apedrejas os que são enviados!  mas A Bíblia o domQuantas é cheia vezes de gratuito quis eu exemplos de Deus aajuntar éde vida ospessoas teus filhos.37)pela .

“E Hb “Eu.15) para que impenitente.” Deus amargura.13). recebais parae que de que quea vosa  O pecador está cego para o evangelho graça nenhuma salveis. NÓS. quereis virte(2leva a Co 6. cuidado 12. isto.4.” (21.” não rejeitem escondeu-se (Rm a graça de de disse Jesus. de vos exortamos longanimidade.4) . ”o(Jo por século segundoque 5.36) 8. Enquanto lhes não entesouras tendes resplandeça ira luz. adureza todocontaminem. prive homem. iluminar luz vida.cooperando benignidade. mas muitos “Ou desprezas rejeitam a oferta tudaasgraça riquezas(Rmda sua 2. do juízo de a imagem Deus.9. (Hb ao mundo.34).9.40). todo Mas. 12.1) ao brotando mim para (2 Co 4.” Deus (2 deles.1.5) 6.15). de benignidade E Deus raiz não de em de vão. CoDeus. mas elas não quiseram (Jo 5. evangelho da ira para e da  AquePalavra sejais exorta filhos os incrédulos daqueluz. e.edeste verdadeira.(Jo Rm Co 12.26).” 12.36.O Homem pode resistir à Graça?  Jesus pregou às pessoas para salvá- las (Jo 5.18). que coração vem incrédulos.40) ela homem muitos cegou (Jo asetuaos alumia 1.29. porém.tiacrede para luz no do dia na luz. 2.4-5. retirando-se.éEstas a coisas da glória crerem de manifestação e que Cristo. não recebo também dee que paciência ninguém testemunhocom e se ele.34. mas Jesus veio ao mundo “Nos “Ali para quais estava vos terdesoa deus arrependimento? perturbe. o ehomem entendimentos Rm teu dos 5.4. “Tendo 10. Ele veio para tirar todos dos seus pecados (At 3. damasgraça a de digo que não ignorando Deus.4).

influência que não apenas não remove o livre consentimento do livre-arbítrio.A Graça elimina o livre-arbítrio?  A graça liberta o livre-arbítrio humano. a consentir. pela sua graça. por uma mansa e gentil persuasão. (vol. mas até mesmo o estabelece”. p. mas para lhe dar uma .  “O autor da graça decidiu não obrigar os homens. para não destruir dentro dele a liberdade da sua vontade.)  “Porque a graça é branda e se mescla com a natu-reza do homem. mas influenciá-los. 3. 454.

à ação do Espírito Santo.18).” (2 Pe 3. e continua quando buscamos crescer “na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.  “Essa obra junto com Deus não brota da iniciativa humana.Cooperando com Deus  A cooperação humana com a graça divina começa por simplesmente não resistir a ela. mas emerge da resposta à prévia ação divina”  “O poder pelo qual o ser humano coopera com a graça é a própria graça” William Burton Pope .

mas porque não usa a graça que tem”.Conclusão  A graça nos faz responsáveis perante Deus. mas com a graça podemos (e devemos) escolher obedecer aos mandamentos divinos. A graça restaura-nos para um livre- arbítrio liberto. “Nenhum ser humano peca porque não tem graça. .  Sem a graça não podemos agradar a Deus. Wesley  Todo homem nasce um pecador que não pode deixar de escolher o mal. de modo que podemos escolher entre o mal e o bem.