You are on page 1of 19

OS EFEITOS DA MASSAGEM

RELAXANTE FACIAL PARA O


BEM-ESTAR E ALÍVIO DO
ESTRESSE NA TERCEIRA
IDADE
Alunas:
Carina Silva, Isadora Stenico, Karyna Almeida, Leily Anne Oliveira, Nathália Alves.
Orientadora: Cristina Aparecida Duarte Lepore.
Co- orientador: Fernando Rodrigues.
Colaboradora: Fabiana Rodrigueiro.

CURSO DE ESTÉTICA 1
INTRODUÇÃO E OBJETIVO

Esquecido. Envelhecimento.

Projeto Projeto Íris


Íris
IDOSOS Capacitação Presencial
Trilhas de Desenvolvimento

Amor, carinho e
Futuro.
respeito.

Material para pré-leitura. Confidencial. Não.

CURSO DE ESTÉTICA
CURSO DE ESTÉTICA 3
INTRODUÇÃO E OBJETIVO
• KEDE • Envelhecimento: processo universal.
• Fatores Intrínsecos: verdadeiro ou cronológico.
2004 • SABATOVICH
• Fatores Extrínsecos: fotoenvelhecimento.

• 2010: estimativa de que 11% da população


• IBGE teve idade igual ou superior a 60 anos.
2013 • 2060: esta população irá quadruplicar.
• Século XX: maior índice de idosos na década
de 50 e 70.

• SILVA • Com o aumento da expectativa de vida


idosa, melhorou a qualidade de vida.
2013 • SEAWARD
• Bem-estar: componentes físicos, mentais,
espirituais e emocionais.
• Qualidade de vida: estado de saúde,
disposição e espiritualidade.

CURSO DE ESTÉTICA 4
REFERENCIAL TEÓRICO

De acordo com o dicionário Houaiss, o estresse é um


estado gerado pela percepção de estímulos que
provocam excitações emocionais (HOUAISS, 2001).

CURSO DE ESTÉTICA
REFERENCIAL TEÓRICO
Segundo Lipp, 2000, os principais indícios de estresse são:

Aumento
da
sudorese

Tensão
Ansiedade
Muscular

Náuseas Taquicardia

CURSO DE ESTÉTICA 6
REFERENCIAL TEÓRICO

Existem inúmeros recursos que proporcionam bem-


estar físico e mental, um desses recursos é a
massagem, sendo um procedimento executado pelo
profissional de estética (CASSAR, 2001).

CURSO DE ESTÉTICA 7
REFERENCIAL TEÓRICO

Através do toque libera-se endorfina,


serotonina, e neurotransmissores que
tem grande importância emocional
contribuindo para a sensação de bem-
estar, ocasionando a diminuição do
estresse.
Delgado, 2011
Além disso, o toque é imprescindível em
diversas terapias, pois atinge sutilmente
energias que compõe o ser humano.
Também gera troca bioenergética,
produzindo diversas reações que causam
o bem-estar e a harmonização.

CURSO DE ESTÉTICA
INTRODUÇÃO E OBJETIVO

Avaliar os efeitos da massagem relaxante facial, em


idosas através da aferição da Frequência Cardíaca (FC),
Frequência Respiratória (FR) e pressão arterial (PA) pela
modificação dos sinais vitais, tais como relacionados ao
estresse.

CURSO DE ESTÉTICA 9
MÉTODO

Casuística
• 11 voluntárias.
• Prática realizada no Spa Wellness Center na
Universidade Anhembi Morumbi.

Critérios de Inclusão
• Mulheres idosas, na faixa etária entre 60 á 70 anos.
• indícios de estresse em seu relato.

Critérios de Exclusão
• Portadores de marca passo, neoplasias.
• Pressão alta ou baixa descompensada.

CURSO DE ESTÉTICA 10
MÉTODO

Termo de
Consentimento
Ficha de Termo de
Livre e
anamnese geral. imagem.
Esclarecido
( TCLE ).
Aferição da
Aferição da frequência
Teste de LIPP- Pressão arterial: cardíaca e
ISS. antes e após a respiratória: antes
massagem. e após a
massagem.

CURSO DE ESTÉTICA
MÉTODO

Após a higienização da pele, a massagem foi realizada com movimentos de


deslizamento, pressão moderada, dando ênfase ao trapézio, com duração de 40
minutos. O ambiente era propício para o relaxamento, sem música ou aroma.

CURSO DE ESTÉTICA
31/01/2018 13
31/01/2018 14
31/01/2018 15
RESULTADOS E DISCUSSÃO
Variáveis/ PRÉ PÓS VALOR DE N
tempo P 2006 Andris

FC 73,5 68,2 0,05 11


2006 Siqueira

PAS 119 121 0,5 10


1980 Freud

PAD 71,9 75,5 0,0 11


1994 Goast

FR 13,9 13,7 0,8 11 Braz


2014

Legenda: (FC) Frequência Cardíaca; (FR) Frequência Respiratória ; (PAS)


Pressão Arterial Sistólica; (PAD) Pressão Arterial Diastólica.

CURSO DE ESTÉTICA 16
Considerações finais

CURSO DE ESTÉTICA 17
REFERÊNCIAS
• ANDRIS, D. A. et al. Semiologia: bases para a prática assistencial. Rio de Janeiro: Guanabara
Koogan; 2006.

• CASSAR M. Manual de Terapêutica Massagem: Um guia completo de massoterapia para o


estudante e para a terapêutica. São Paulo: Manole; 2001.

• DELGADO, J. Aspectos psicológicos do toque. In: PEREIRA, M.F. Recursos técnicos em


estética. V.1. Ed. Difusão: São Caetano do Sul; 2011.

• HOUAISS; V. FRANCO. Dicionário de Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva; 2001

• INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA – IBGE. 2013. Projeção da população


do Brasil por sexo e idade para o período 2000/2060. Disponível em:
<www.ibge.gov.br/home/estatistica/populacao/projecao_da_populacao/2013/default.shtm> Acesso:
em 10/03/2017as 21:00.

• LIPP, M. E. N. & Guevara, A. J. H. Validação empírica do Inventário de Sintomas de Stress.


Estudos de Psicologia, 11 V.(3) 42-49; 1994.

CURSO DE ESTÉTICA
CURSO DE ESTÉTICA