You are on page 1of 24

 Panorama Histórico dos
5 Pontos do Calvinismo:
TULIP
 O que é?
 A Base Bíblica
 Explicação da Doutrina
 Argumentação
 Objeções
 Perguntas

Jaco Arminius x João Calvino .

. seus seguidores decidiram promover um debate sobre suas idéias.  De um lado os seguidores de Arminius (que mais tarde ficaram conhecidos como “arminianos”. Após a morte de Calvino e também de Jacó Arminius.  Esse debate realizou-se na cidade de Dordrecht .  Do outro lado os seguidores de Calvino (chamados calvinistas). Holanda e ficou mais tarde conhecido como “Sínodo de Dort” e suas decisões conhecidas como “Cânones de Dort”.

Foram também convidados representantes com direito de voto vindos de 8 países estrangeiros. vocação eficaz (ou graça irresistível) e perseverança dos santos.  A primeira reunião do sínodo foi tida a 13 de Novembro de 1618 e a última.  O sínodo decidiu pela rejeição das idéias arminianas. na Holanda em 1618/19. O nome "Dort" era um nome usado na altura em inglês para a cidade holandesa de Dordrecht. estabelecendo a doutrina reformada em cinco pontos: depravação total. expiação limitada. com o objectivo de regular uma séria controvérsia nas Igrejas Holandesas iniciada pela ascensão do Arminianismo. pela Igreja Reformada Holandesa. descritas no documento final chamado Cânones de Dort. O sínodo de Dort foi um sínodo nacional que teve lugar em Dordrecht. são também conhecidas como os Cinco pontos do calvinismo. . O sínodo é por vezes chamado de Sínodo de Dordt. ou Sínodo de Dordrecht. Estas doutrinas. a 154ª foi a 9 de Maio de 1619. eleição incondicional.

 Daí essa flor ser usada como símbolo do calvinismo .  Cada letra inicial de um dos cinco pontos do calvinismo. Nome em inglês de uma flor que possui no máximo 6 pétalas. forma a palavra TULIP.

.

Deus predestinou para a Vida àqueles que escolheu em Cristo para a glória eterna”. Confissão Belga. na criatura.1 1Cânonesde Dort. Os Trinta e Nove Artigos da Igreja da Inglaterra. O segundo ponto do calvinismo O que diz: “Antes da fundação do mundo. Confissão de Heidelberg. e de acordo com seu eterno e imutável propósito. . Confissão de Fé de Westminster. e Confissão de Fé Batista. servisse de condição para movê-lo a agir assim -.1. de seu secreto conselho e do bom prazer de sua vontade – movido por sua só livre graça e sem qualquer outra razão que.

11-13  1Co 1.9 .28-29  Rm 9.26-29  1Tm 1.8. Alguns textos:  Rm 8.

.

.

.

.

.

.

.

exercerá sua faculdade de autodeterminação e buscará. Para os arminianos a eleição está condicionada às boas obras de arrependimento e fé em Cristo.  Se de fato é assim. por iniciativa sua. então a eleição está baseada no pré-conhecimento que Deus tem daquele que responde à oferta do evangelho e que. . a salvação. por parte do homem. livremente.

devem preceder a obra da regeneração realizada por Deus. O homem deve decidir-se por Cristo e deixar que Cristo entre em seu coração. se o homem não permitir!  Então pergunto: Por que orar pela conversão dos homens se Deus não viola a sua vontade? . dando-lhe vida ou abrindo-lhe o coração. porque Deus não viola a vontade do homem. As boas obras de arrependimento e fé da parte do homem.

 Jo 5. arrependei-vos e crede no evangelho”.5: “Confia no Senhor de todo o teu coração”.2: “eleitos.  Rm 11. a quem de antemão conheceu”. para a obediência e a aspersão do sangue de Jesus Cristo.15: “O tempo está cumprido.24: “Em verdade. Textos citados?  1Pe 1. segundo a presciência de Deus Pai.22: “Ao que Jesus lhes disse: Tende fé em Deus”.  Pv 3.  Mc 1. e o reino de Deus está próximo. graça e paz vos sejam multiplicadas”.2: “Deus não rejeitou o seu povo. em verdade vos digo: quem ouve a minha palavra e crê naquele que me enviou tem a vida eterna.  Mc 11. não entra em juízo. em santificação do Espírito. . mas passou da morte para a vida”.

boas obras pelas quais o homem estabelece as condições para ser eleito e ser salvo.  Pré-conhecendo aqueles que livremente vão arrepender-se de seus pecados e vão tomar uma decisão por Cristo. . Deus os elege para a salvação.  Isto significa que o arrependimento e a fé são boas obras realizadas pelo homem. previu “quem é que vai crer”.  Isto é por que eles crêem que a eleição está baseada no pré-conhecimento de Deus que. na eternidade. Os Arminianos crêem que a vontade humana é uma das cousas da regeneração (=sinergismo).

 Para os Arminianos. pelo menos na extensão em que o homem deve realizar boas obras de arrependimento e fé. dada igualmente a todos os homens. Assim o Arminianismo é uma religião de obras. só com a assistência geral do Espírito Santo. quem age primeiro é o homem! .

.

O homem em estado de pecado não pode fazer nada para mudar sua situação. . “Quem és tu. 2. Não! A falta de compreensão da doutrina acaba com o ardor evangelístico. Não! Deus não escolhe dentre inocentes. É inconsistente com a responsabilidade moral do homem. 1. Se as próprias Escrituras não consideram um desestímulo convocar os pecadores a buscarem a salvação. Esta inabilidade deles decorre da depravação total em que se encontram devido à queda. Além disso. se buscar a Deus. esteja em seu poder responder positivamente. não se deve concluir que. 1. Desestimula o evangelismo. servem para agravar a situação deles (2Co 2. Não seria irracional convocar ao arrependimento e a fé os homens se eles não podem por si só responder positivamente a esta exortação bíblico? Não! 1. para os não eleitos. por que argumentaríamos o oposto? 1. 2. para discutires com Deus?”.Seria injustiça da parte de Deus. alguém só saberá se é eleito ou não.16). Não! Pelas seguintes razões: 1. Não somos juízes de Deus. Só Deus conhece os seus eleitos. Além disso. logo se Deus não houvesse escolhido alguns todos pereceriam. Logo. a soberania de Deus e a responsabilidade humana andam lado a lado nas escrituras. As exortações bíblicas ao arrependimento e à fé. ó homem. mas dentre pecadores culpados e indesculpáveis. sempre que as Escrituras exortem o homem. Desestimula os perdidos a buscarem a salvação. 3.