You are on page 1of 26

II WORKSHOP GESTÃO DO

PROCESSO DE PROJETOS NA
CONSTRUÇÃO DE EDIFÍCIOS

Mesa Redonda 3
Avaliação de Projetos

Porto Alegre, 22 de novembro de 2002 Luiz Henrique Ceotto
lhceotto@inpar.com.br)

O QUE SIGNIFICA A
FUNÇÃO PROJETO?

O QUE SIGNIFICA A FUNÇÃO PROJETO? Eu tenho uma idéia economicamente viável EMPREENDEDOR .

O QUE SIGNIFICA A FUNÇÃO PROJETO? Eu tenho uma Preciso colocar idéia essa idéia no economicamente papel viável PROJETISTA EMPREENDEDOR .

O QUE SIGNIFICA A FUNÇÃO PROJETO? Eu tenho uma Preciso colocar idéia essa idéia no economicamente papel viável Ambiente regulatório PROJETISTA EMPREENDEDOR .

dentro das premissas adotadas.O QUE SIGNIFICA A FUNÇÃO PROJETO?  A transformação da idéia do empreendedor (público ou privado) em planos. especificações e desenhos que viabilizem tecnologicamente a construção. obedecendo todas as regulamentações pertinentes. .  É também a principal atividade de comunicação do processo de empreender.

 Garantia dos custos orçados (custos potenciais).  Garantia da obediência do ambiente regulatório.  Garantia dos prazos de projeto.  Garantia da construtibilidade.O QUE SE ESPERA DA FUNÇÃO PROJETO?  Garantia das expectativas do cliente (idéia do empreendedor). da operacionalidade e da manutenibilidade. .

O QUE SE ESPERA DO COORDENADOR DE PROJETO?  É responsável por todas as soluções de projeto adotadas (específicas e de concepção)?  É responsável pela solução das interferências entre projetos?  É responsável pela verificação de cotas?  É responsável por atrasos de projeto?  Qual o nível de superposição entre o Coordenador de Projeto e o Arquiteto? .

) que não poderá ser atingida.  Ações enérgicas e antecipadas para a garantia de prazo nas etapas de entrega. . prazos. etc.  Informação a alta gerência de qualquer meta importante (item do briefing.  Auditorias de soluções específicas nas partes mais importantes do projeto.NO MÍNIMO SE ESPERA:  A garantia das premissas de cada projeto específico (briefing).

PRINCIPAIS PROBLEMAS NA COORDENAÇÃO  Falta de processo de coordenação sistematizado.  Coordenador sem experiência em projeto e/ou sem vivência em obras.  Falta de participação dos engenheiros de obra na etapa de projeto.  Práticas deficientes enraizadas.  Falta de premissas de projeto (briefing).  Falta de avaliação de projetistas.  Construtora sem processo construtivo sistematizado. Falta de manual de projetos.  Empreendedor sem clareza de objetivos.  Falta de profissionalismo dos projetistas. .

QUEM DEVE FAZER A COORDENAÇÃO DE PROJETOS?  O autor do projeto arquitetônico?  Arquiteto/Engenheiro específico da construtora?  Profissional externo? .

– Coordenação da fase executiva terceirizada. .U. e na Europa.A. – Pouco conhecimento dos arquitetos com as soluções construtivas e com a cultura construtiva da empresa construtora. – Solução muito usado nos E. – Tende a privilegiar as soluções arquitetônicas.QUEM DEVE FAZER A COORDENAÇÃO DE PROJETOS?  O autor do projeto arquitetônico? – Arquiteto da fase de concepção não se envolve com a fase executiva. – Precisa haver muito conhecimento do processo construtivo a ser utilizado.

– Atividades muito sobreposta as do arquiteto. . – Tende a privilegiar a construtibilidade e o custo em detrimento da solução arquitetônica.QUEM DEVE FAZER A COORDENAÇÃO DE PROJETOS?  Arquiteto/Engenheiro específico da construtora? – Conhece bem o processo construtivo. – Solução adotada por empresas maiores. – Conhece bem a cultura construtiva.

. – Solução usada por pequenas construtoras. – Desconhecimento da cultura construtiva da construtora. – Não participou da fase de concepção. – Dificuldade de dominar o processo construtivo definido pela construtora.QUEM DEVE FAZER A COORDENAÇÃO DE PROJETOS?  Profissional externo? – Profissionais com bom nível técnico.

.  Avaliação do Projeto.AVALIAÇÃO DA FUNÇÃO PROJETO  Avaliação do desempenho dos projetistas.  Avaliação do Coordenador de projetos.

PROCEDIMENTO AVALIAÇÃO . – Agilidade nas informações e nas soluções (quantitativo/qualitativo). – Cumprimento do briefing (quantitativo).AVALIAÇÃO DA FUNÇÃO PROJETO  Avaliação do desempenho dos projetistas: – Cumprimento de prazos (quantitativo).

.

.

– Minimização de não conformidades (quantitativo). . – Atendimento as questões construtivas (qualitativo). – Avaliação tem que ser feita pelos projetistas e pela obra. – Agilidade no processo de coordenação (quantitativo).AVALIAÇÃO DA FUNÇÃO PROJETO  Avaliação do Coordenador de Projetos: – Atendimento aos prazos (quantitativo).

Total.AVALIAÇÃO DA FUNÇÃO PROJETO  Avaliação do Projeto: – Atendimento ao briefing (quantitativo/ imperativo). Vegetação Preservada/Quant. Total – Avaliação Pós-ocupação . Quant. – Atendimento a índices de desempenho (quantitativo/ espectativa):  Ac/Ap  Área de circulação/ Área privativa  Hierarquia e proporcionalidade de ambientes  Índice de compacidade do edifício  Ambientais: superfície escavada/superf.

AVALIAÇÃO DA FUNÇÃO PROJETO (INPAR)  Avaliação do Projeto/Produto: – Atendimento ao briefing  Atendimento aos objetivos do empreendedor. – Avaliação Pós-ocupação  Confirmação do atendimento as expectativas do cliente. Soluções de projeto e especificações. execução de obras. no quadro de áreas e na acessibilidade deficientes (laudos). exceto aqueles prescritos no briefing. . Técnica. – Atendimento a índices de desempenho: Não é feita. – Avaliação Pós-ocupação  Avalia outras áreas da empresa:Depto Atendimento a Cliente. Depto Assist. – Atendimento a legislação/normalização  prioridade no conforto térmico e acústico.

as construtoras terão que assumir a função de coordenação? .ALGUMAS QUESTÕES PARA DEBATE  Temos processos de coordenação eficazes?  Qual a formação e o perfil necessário para o Coordenador de Projeto? Um arquiteto tem essa formação?  Será que para receber um projeto bem compatibilizado e no prazo.

ALGUMAS QUESTÕES PARA DEBATE  Seria importante a seleção de alguns indicadores de eficiência de projeto para benchmark entre empresas? Quais?  Como fazer com que o conhecimento adquirido em um projeto seja aproveitado em outro? .

EXEMPLO DE UMA BOA COORDENAÇÃO DE PROJETO .

.

FIM .