You are on page 1of 14

Eletromagnetismo 1

.

Distribuição de cargas em condutores z P (r’) r Ponto onde o campo é calculado. y x ri ’ Cargas Dado um conjunto de cargas e campos qual será a configuração de equilíbrio? Eletromagnetismo 3 .

. b) Eletrostática: envolve o cálculo de campos em sistemas de referência nos quais as partículas carregadas estão em repouso relativo.Partículas carregadas em movimento são a fonte de campo magnético (B).Carga elétrica é fonte de campo elétrico (E).a) Fonte do campo – propriedade das partículas que cria o campo: . temos os campos E e B. alternativamente. Neste caso. . c) Eletrodinâmica: estudo dos campos quando estamos em sistemas de referência nos quais as partículas caregadas estão em movimento. Neste caso o problema básico se reduz ao cálculo do campo elétrico E (ou.Campos que variam no tempo podem ser fontes de outros campos. do potencial elétrico ). Eletromagnetismo 4 .

a quantidade de carga do elétron ou do próton.A carga elétrica apresenta as seguintes propriedades básicas: A carga elétrica apresenta dois tipos (sabores) denominados de positivo (+) e negativo (-). A carga elétrica é conservada (conservação global da quantidade de carga). A quantidade de carga elétrica é quantizada. Toda quantidade carga elétrica observada é múltiplo da quantidade de carga fundamental. Eletromagnetismo 5 .

Propriedade básica do eletromagnetismo: uma partícula com carga elétrica influencia o comportamento de outra partícula com carga elétrica: Partículas com cargas de sinais contrários ⇨ atração q1 q2 F21 F12 Partículas com cargas de sinais iguais ⇨ repulsão q1 q2 F21 F12 Eletromagnetismo 6 .

3q2 O módulo da força elétrica entre duas partículas carregadas depende do valor do produto da quantidade de carga elétrica em cada uma. q1 . q2 2q1 . Matematicamente: F  q1q2 Eletromagnetismo 7 . 2q2 3q1 .

d 2d 3d O módulo da força entre duas partículas carregadas é inversamente proporcional ao quadrado da distância que as separa: 1 F  d2 Eletromagnetismo 8 .

Dado um sistema de referências.F21 Eletromagnetismo 9 . representamos as partículas e a força entre elas pelo seguinte diagrama: Força da partícula 1I sobre a A distância entre as cargas se partícula I Vetor que liga as escreve: z q1 duas partículas d  r1  r2  r2  r1 F12 Força da Vetor que r1 – r2 partícula 1 sobre r1 q2 localiza a a partícula II partícula 1 F21 r2 y x Vetor que localiza a partícula 2 Eixos do sistema Na eletrostática. a terceira lei de Newton é válida em sua forma forte: F12 = .

 0  8. Eletromagnetismo 10 . q1 F21 F12 q2 Partículas com cargas de sinais opostos F21 F12 q2 q1 Partículas com cargas de sinais iguais q1q2 F21  F12  k  r1  r2  | r1  r2 | 3 A constante k depende do sistema de unidades usado! 1 Sistema Internacional de k  . 854  10 12 F/m Unidades 4 0 Nesta expressão F21 é a força exercida pela partícula com quantidade de carga q2 sobre a partícula com carga q1.

Eletromagnetismo 11 .

a força resultante sobre uma delas.Quando temos mais de duas partículas interagindo. é dada pela soma das forças sobre a partícula em análise: q4 Fj2 qj Fj3 Fj z q1 Fj1 Fj4 r1 q2 q3 F j  F j1  F j 2  F j 3  F j 4 r2 y x Para um sistema com n partículas:   n  n   ri   qj  ri  q j qi |r |r 1 qi Fj  k  rj   rj  i 1 i  r j |3  4 0 i 1 i  r j |3  i j   i j   Eletromagnetismo 12 . devida às demais.

Cada pequeno z F(r) q elemento de volume é tratado como uma r – r’ partícula carregada. No caso de termos distribuições contínuas de matéria. r  (r’) r' y x   (r ')  d 1 F (r )  q  3 r' (r  r ')   4 0 | r r'| 3  Eletromagnetismo 13 . a soma deve ser transposta para uma integral sobre a densidade de quantidade de carga elétrica.

Eletromagnetismo 14 .