You are on page 1of 14
O Executor – Cap.16 DIÁLOGO COM AS SOMBRAS

O Executor Cap.16

DIÁLOGO COM AS SOMBRAS

Características
Características
 Sente-se também totalmente desligado da responsabilidade, quanto às atrocidades que pratica, pois não é o
Sente-se também totalmente desligado da responsabilidade,
quanto às atrocidades que pratica, pois não é o mandante; apenas
executa ordens.
Usualmente, nada tem de pessoal contra suas vítimas inermes.
Agasalham-se na crueldade agressiva e fria, sem temores, sem
remorsos, sem dramas de consciência.
São remunerados das maneiras mais engenhosas e diversas, as que
mais se ajustam à sua psicologia, aos seus vícios e às suas
deformações.
Ovóides
Ovóides
circuito
circuito
  • O pensamento que lhe

flui

da

mente

permanece

em

viciado, continuamente. É o monoideísmo auto-hipnotizante.

  • Não havendo outros estímulos, os órgãos do corpo espiritual se retraem ou se atrofiam, tal como ocorre aos órgãos do corpo físico que, paralisados, se atrofiam.

  • Aos poucos, esses órgãos do perispírito “se voltam, instintiva- mente, para a sede do governo mental, onde se localizam, ocultos e definhados, no fulcro dos pensamentos em circuito fechado sobre si mesmos, quais implementos potenciais do germe vivo entre as paredes do ovo”.

  • Diz-se então que o “desencarnado perdeu o seu corpo espiritual, transubstanciando-se num corpo ovóide.

Suely Caldas Schubert
Suely Caldas Schubert
Sacristão
Sacristão
 Já vimos o exemplo do sacristão que era pago com suculentas refeições e vinhos deliciosos.
Já vimos o exemplo do sacristão que era pago com suculentas
refeições e vinhos deliciosos.
Há os que são compensados com prazeres mais vis.
Outros são estimulados a atos de particular “bravura”, com vistosas
condecorações.
Um
deles
me
exibia,
com
orgulho
e
frieza,
uma preciosa
condecoração por um gesto de enorme dedicação à causa de
seus mandantes: empenhara-se em castigar sua própria irmã!
Sacristão
Sacristão
 Empenhara-se num processo tenebroso e complexo, de obsessões violentas, a serviço de um grupo que
Empenhara-se
num
processo
tenebroso
e
complexo,
de
obsessões
violentas,
a
serviço
de
um
grupo
que
dispunha
de
vasto
plano
de
atividade.
Ao manifestar-se, mal conseguia conter o seu ódio e a sua irritação. Revela
sua elevada hierarquia, ridiculariza, deblatera, ameaça e diz-se um dos
trabalhadores do Cristo.
Não se teria dignado comparecer diante de nós, se não nos tivéssemos
metido em coisas que não eram de nossa conta.
Conhece-me de longa data: sempre fui um herético impenitente, metido a
reformista.
Seus “soldados” estão lá fora, à sua espera. Quando, sustentados por
luminosos trabalhadores espirituais, começamos a conseguir dele alguma
reação positiva, parece entrar em pânico e não consegue ocultar certo
temor, ele que sempre foi destemido homem de ação.
Sacristão
Sacristão
 Empenhara-se num processo tenebroso e complexo, de obsessões violentas, a serviço de um grupo que
Empenhara-se
num
processo
tenebroso
e
complexo,
de
obsessões
violentas,
a
serviço
de
um
grupo
que
dispunha
de
vasto
plano
de
atividade.
Ao manifestar-se, mal conseguia conter o seu ódio e a sua irritação. Revela
sua elevada hierarquia, ridiculariza, deblatera, ameaça e diz-se um dos
trabalhadores do Cristo.
Não se teria dignado comparecer diante de nós, se não nos tivéssemos
metido em coisas que não eram de nossa conta.
Conhece-me de longa data: sempre fui um herético impenitente, metido a
reformista.
Seus “soldados” estão lá fora, à sua espera. Quando, sustentados por
luminosos trabalhadores espirituais, começamos a conseguir dele alguma
reação positiva, parece entrar em pânico e não consegue ocultar certo
temor, ele que sempre foi destemido homem de ação.
Resultado
Resultado
 Outro, desses companheiros desarvorados, deixou-nos uma das mais comoventes lições, escrita, a princípio, com as
Outro, desses companheiros desarvorados, deixou-nos
uma das mais comoventes lições, escrita, a princípio,
com as sombrias cores do rancor, e depois, com as
luminosas tintas do amor e da emoção.
É
justamente
isso
que
ele
não
entende:
descobrira
que,
mesmo
sem
o saber,
estávamos
servindo,
com todo
o nosso
afeto e
dedicação, a um Espírito
muito
querido
ao
seu
coração,
que
em
antiga
encarnação
fora
seu
filho
e
que
nunca
mais
esquecera.

O processo de reencarnação explica a presença dos arquétipos no ser humano, porque ele é herdeiro
O processo de reencarnação explica a
presença dos arquétipos no ser humano,
porque ele é herdeiro das suas próprias
realizações através dos tempos, adquirindo, em
cada etapa, valores e conhecimentos que
permanecem armazenados nos refolhos do ser
eterno que é.
Joanna de Ângelis Vida: Desafios e Soluções, cap.7
Joanna de Ângelis
Vida: Desafios e Soluções, cap.7
Sem compreensão
Sem compreensão
 Não podia compreender como estávamos ajudando o “menino”, a troco de nada, sem exigir coisa
Não podia compreender como estávamos ajudando
o “menino”, a troco de nada, sem exigir coisa alguma,
enquanto ele tudo fazia para perseguir-nos. Aquilo
era demais para a sua compreensão.
Havia mais, porém. Descobrira que os mais terríveis
obsessores de seu filho eram precisamente os
companheiros da sua própria organização!
E,
no entanto,
treinara
“soldados”
para
nos
dar
combate sem tréguas, a
esforçávamos por ajudar o filho...
nós,
que tanto
nos
Era, de fato, incompreensível...
Permissão
Permissão
 Passadas algumas semanas, obteve permissão para transmitir- nos uma mensagem de gratidão, de amor, de
Passadas algumas semanas, obteve permissão para transmitir-
nos uma mensagem de gratidão, de amor, de arrependimento.
Consideramo-la uma das coisas mais lindas e mais emocionantes
que tivemos, ao longo de muitos anos de prática mediúnica.
Quando me lembro disso, ainda me parece ouvir sua voz pausada,
embargada, sofrida, a chorar o tempo perdido, a ausência do
filho amado, que não lhe era possível nem visitar, mas que
deixava aos nossos cuidados.
Estava de
partida
para
uma nova encarnação, que
se
prenunciava de muitas dores e renúncias, como ele precisava,
para o reajuste.
Sustentava-o a esperança de um reencontro alhures, no tempo e
no espaço, um
dia...
um dia...
Reunião
Reunião
 Assim são eles, pobres irmãos desorientados.  Não nos impressionemos com a sua violência e
Assim são eles, pobres irmãos desorientados.
Não
nos
impressionemos com a
sua violência e
agressividade.
Trazem dores milenares e, a despeito de si
mesmos,
preservou-se em seus corações a pequenina chama
do amor.
Basta um sopro de compreensão e afeto para que ela
se reacenda.
Qual é esse tempo certo?
Qual é esse tempo certo?
 Bom, basta observar os sinais.  Geralmente quando alguma coisa está para acontecer ou chegar
Bom, basta observar os sinais.
Geralmente quando alguma coisa está para acontecer ou chegar
até sua vida, pequenas manifestações do cotidiano, enviarão sinais
indicando o caminho certo.
Pode ser a palavra de um amigo, um texto lido, uma observação
qualquer.
Mas com certeza, o sincronismo se encarregará de colocar você
no lugar certo, na hora certa, no momento certo, diante da
situação ou da pessoa certa!
Basta você acreditar que nada acontece por acaso!
Joanna de Ângelis

É assim que somos, por vezes, loucos temporários, grandes obsidiados de alguns minutos, alienados mentais em
É assim que somos, por vezes, loucos temporários, grandes obsidiados
de alguns minutos, alienados mentais em marcadas circunstâncias de
lugar ou de tempo, ou, ainda, doentes do raciocínio em crises
periódicas, médiuns lastimáveis da desarmonia, pela nossa
permanência longa em reflexos condicionados Viciosos, adquirindo
compromissos de grave teor nos atos menos felizes que praticamos,
semi-inconscientemente, sugestionados uns pelos outros, porquanto,
perante a Lei, a nossa vontade é responsável em todos os nossos
problemas de sintonia.
Livro: Mecanismos da Mediunidade, André Luiz psicografia de Francisco Cândido Xavier e Waldo Vieira, capítulo 16º.
Livro: Mecanismos da Mediunidade, André Luiz
psicografia de Francisco Cândido Xavier e Waldo Vieira, capítulo 16º.
Qualquer árvore que queira tocar os céus, precisa de raízes tão profundas a ponto de tocar
Qualquer árvore que queira
tocar os céus, precisa de
raízes tão profundas a ponto
de tocar os infernos.

Qualquer árvore que queira tocar os céus, precisa de raízes tão profundas a ponto de tocar
Carl Gustav Jung
Carl Gustav Jung