You are on page 1of 16

INTRODUÇÃO A

ONCOLOGIA
Conceitos
☺NEOPLASIA: É uma massa anormal de tecido, cujo
crescimento é desordenado e excede a do tecido
normal, persistindo de maneira excessiva, mesmo
após os estímulos que desencadearam a alteração.
☺CÂNCER: Esta palavra é utilizada para designar os
tumores malignos, desde os povos antigos.
☺TUMOR: Significa intumescimento, e pode estar
presente em inflamações, edema, hemorragias, má-
formações e, evidentemente,em neoplasias.
Biologia do Câncer
O câncer é um tumor maligno que se
infiltra através das barreiras do tecido
normal até as estruturas adjacentes, e
então dissemina-se metastaticamente aos
orgãos e tecidos distantes, levando o
paciente invariavelmente ao óbito.
Origem do Câncer

Única célula geneticamente modificada

Oncogenes: São genes que estão inseridos no
genoma humano. Estes genes podem ser
ativados por diversos mecanismos
(Carcinogênese).

Agentes relacinados à carcinogênese: Agentes
químicos, agentes farmacológicos, agentes
físicos, agentes biológicos.
Célula geneticamente modificada

Característica básica desta célula: Instabilidade genética e
progressão tumoral


As células tumorais passam pelo ciclo celular
(G0, G1,S,G2,M)

Proliferação celular desordenada

Uma vez que o crescimento tumoral é estabelecido, o
tumor dissemina-se através da invasão local e das
metástases, pela ruptura da membrana basal epitelial.

Disseminação das células tumorais:

• Extensão local: Continuidade, contigüidade e implante.

• Via Linfática
•Via Hematogênica

METÁSTASE
Fatores Carcinogênicos
O câncer se origina de efeitos de dois
diferentes tipos de carcinógenos:
- Agentes que prejudicam os genes
envolvidos no controle da proliferação e
da migração.
- E outro, em vez de prejudicar o gene, ele
seletivamente aumenta o crescimento das
células tumorais ou de seus precursores.
Fatores Carcinogênicos
 Tabagismo
 Hábitos alimentares
 Etilismo
 Irradiaçãosolar
 Agentes virais / bacterianos
 Medicamentos
Estadiamento do Câncer
O estadiamento dos tumores malignos tem
por objetivo:
- Ajudar no planejamento terapêutico.
- Determinar o prognóstico.
- Ajudar na avaliação dos resultados do
tratamento.
- Contribuir para pesquisa contínua do
câncer humano.
Tipos de estadiamento
Baseia-se na determinação de três componentes:
T → Tamanho e/ou grau de extensão local do tumor.
N → Presença ou ausência de metástases em linfonodos
regionais.
M → Presença ou ausência de metástase a distancia.

ESTÁDIO: I, II, III, IV e V.
Tratamento do Câncer
O câncer é um problema de saúde pública. No
Brasil é a segunda causa de morte, seguido
pelas afecções cardiovasculares. A
sobrevivência em cinco anos, que era de
poucos pacientes no início do século, é superior
a 50% nos dias atuais. Dois fatores contribuíram
para isso: o diagnóstico precoce e a
terapêutica multidisciplinar.
Tipos de tratamento
 Cirurgia: Objetivos → Diagosticar, prevenir, curar, paliar, reduzir o
tumor, ressecar metástases, estadiar e reconstruir.
 Quimioterapia: Consiste no emprego de substâncias químicas,
isoladas ou em combinação, com o objetivo de tratar as neoplasias
malignas. São drogas que atuam a nível celular interferindo no
processo de crescimento e divisão. Em geral são tóxicos aos
tecidos de rápida proliferação.
 Radioterapia: O objetivo da radioterapia (radiações ionizantes) é
alcançar um índice terapêutico favorável, levando as células
malignas a perderem a sua clonogenicidade ou a morte, ao mesmo
tempo que se preservam ao máximo os tecidos normais.
 Transplante de Medula Óssea: É um procedimento terapêutico
que consiste na infusão, por via intravenosa, de células
progenitoras hematopoéticas. A sua finalidade é reconstituir o orgão
hematopoiético enfermo, devido a sua destruição, nos casos de
aplasia, ou devido à proliferação celular neoplásica.
Referência Bibliográfica
- Oncologia – Bases Clínicas do Tratamento
Autor: André M. Murad e Artur Katz
Editora: Guanabara