You are on page 1of 11

Autarquia de Ensino Superior de Goiana –AESGO

Faculdade de Ciências e Tecnologia Professor Dirson


Maciel de Barros - FADIMAB

Cursode Licenciatura em
Matemática
Manoela Cabral de Amorim

CONTRIBUIÇÃO DA TORRE DE HANÓI NO ENSINO


DE POTÊNCIA PARA ALUNOS DA EJA NA ESCOLA
ESTADUAL DO MUNICÍPIO DE GOIANA-PE

Orientador: Prof. Dr. Iran Rodrigues de Oliveira

Maio – 2018
1. INTRODUÇÃO
2. OBJETIVOS
3. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA
4. MATERIAL E MÉTODO
5. RESULTADOS
6. CONSIDERAÇÕESFINAIS

3
Introdução

 É comum entre os estudantes ouvir-se questionamentos


como:

• Para que estudar matemática?

• Onde vou usar isto em minha vida?

4
Introdução

 A IMPORTÂNCIA DE UTILIZAÇÃO DO JOGO NO ENSINO DA


MATEMÁTICA

• De acordo com Dell’Agli (2002, p. 48) “As pesquisas, de maneira


geral, têm procurado relacionar jogos com o desenvolvimento
cognitivo e/ou buscar por meio deles melhorar a aprendizagem
de conteúdos escolares.”

5
Objetivo Geral

• O estudo de potência relacionando-as ao jogo Torre


de Hanói, de forma a investigar como o referido jogo
enquanto atividade lúdica pode auxiliar para se
trabalhar o conceito de potência na formação do
pensamento lógico.

6
Fundamentação Teórica

• POTENCIAÇÃO

• HISTÓRIA DA TORRE DE HANÓI

• APRESENTAÇÃO E REGRAS PARA O JOGO

• ENSINO DE JOVENS E ADULTOS - EJA

• A TORRE DE HANÓI NO ENSINO DE POTÊNCIA


7
Material e Método

A PESQUISA TEVE CARÁTER


QUANTITATIVO-QUALITATIVOS

SUJEITOS DA PESQUISA: ALUNOS DO 8ª ANO


DA EJA

INSTRUMENTOS DE COLETA DE DADOS:


QUESTIONÁRIO

8
Análise dos Dados

A partir das respostas dos sujeitos pesquisados e dos objetivos da


investigação foram encontradas três categorias:

JOGO JOGO QUE


PRESENTES MOTIVAÇÃO FACILITAM
NA ESCOLA APRENDIZAGEM

12
Considerações finais

• Alunos - Já exploram os jogos;


• Alunos almejam aprender com o auxílio dos jogos, pois eles
proporciona motivação para aprender ;
• Proporcionar Ambientes de Aprendizagem (interação);
• Criar planejamentos interdisciplinares;
• Promover as competências como a leitura, a escrita, a pesquisa, a
argumentação, a reflexão, a criatividade, lógica e autoria.

10
Manoela Cabral de Amorim

Ora, a fé é a certeza daquilo que esperamos e a prova das coisas que não vemos.
Hebreus 11:1
11