You are on page 1of 23

E. E. DR.

FRANCISCO TOZZI – ÁGUAS DE LINDOIA

ORIENTAÇÃO DE
ESTUDOS:
“PALAVRA-CHAVE”

1
Identificando palavras-chave e
elaborando sínteses

Habilidades: estabelecimento de objetivo para a leitura;


formulação e checagem de hipóteses; seleção de informações
(relacionadas ao objetivo); identificação e grifo de palavras-chave;
elaboração de síntese.

Número de aulas: 2
“Ninguém chega à escrita sem antes ter passado pela
leitura. Mas leitura aqui não significa somente a
capacidade de juntar letras, palavras, frases. Ler é muito
mais que isso. É compreender a forma como está tecido o
texto. Ultrapassar sua superfície e inferir da leitura seu
sentido maior, que muitas vezes passa despercebido a uma
grande maioria de leitores. Só uma relação mais estreita do
leitor com o texto lhe dará esse sentido. Ler bem exige
tanta habilidade quanto escrever bem. Leitura e escrita
complementam-se. Lendo textos bem estruturados,
podemos apreender os procedimentos linguísticos
necessários a uma boa redação.” (in Roteiro de Redação –
Lendo e argumentando, ed. Scipione)
O que caracteriza uma boa leitura de um texto é
a capacidade de se extrair a informação essencial
nele contida. Uma boa maneira de se fazer isso
é buscar as palavras mais importantes de cada
parágrafo – as chamadas “palavras-chave” do
texto. Essas palavras formam um centro de
expansão que constitui o alicerce do texto. Tudo
deve ajustar-se a elas de forma precisa. A partir
de sua detecção será possível realizar uma leitura
capaz de dar conta da totalidade do texto.
O que é palavra-chave
Quando falamos de um texto, a keyword
(palavra-chave em inglês) é a principal palavra
ou termo que descreve o assunto ou o tema
de um texto.
A definição de palavra-chave, portanto, é o
termo que caracteriza o seu texto, aquele termo
que as pessoas devem buscar num site de
pesquisa para encontrar seu texto.
Alguns exemplos de palavra-chave são bem
simples, como no caso desse texto, a palavra-
chave é “palavra-chave”.
Palavra-chave

Uma palavra-chave é uma palavra que resume


os temas principais de um texto. Identifica
ideias e temas de especial importância para
servir de referência a pesquisas. Um único
parágrafo pode conter várias palavras-chave.
A palavra-chave deve ser apenas uma
palavra?

• Não, a palavra-chave não é


necessariamente uma palavra. Pode ser
um termo, uma sentença.
• Mas deve ser algo que caracterize o texto
de uma forma bem clara.
COMO IDENTIFICAR AS PALAVRAS-CHAVE?
Para identificá-las, empregam-se os mesmos
procedimentos usados para grifar um texto; no
entanto, é preciso selecionar as palavras que
carregam a maior carga semântica, ou seja, aquelas
que funcionam como verdadeiras “chaves” para a
leitura.
PISTAS
• Um texto sem as palavras-chave perde o
sentido;
• Por meio delas, pode-se reconstituir o sentido
de um texto, elaborar um esquema ou um
resumo.
• Elas pertencem, predominantemente, às
classes dos substantivos, dos verbos e dos
adjetivos exatamente para garantir a
construção de uma teia de significados;
VAMOS PRATICAR?
Imagine que você está pesquisando
dados para a elaboração de um texto sobre
alimentação e obesidade.
Em uma revista de divulgação científica,
você encontra uma reportagem intitulada
“O lugar certo para a gordura” e precisa
decidir se ela pode ser útil aos seus
propósitos.

Leia o parágrafo em destaque após o título


para tomar essa decisão.
O lugar certo da gordura

De repente, temos de afrouxar um pouco o cinto, reparamos que


a calça prende no quadril e lamentamos que aquela camisa tão
querida não abotoa mais. O excesso de gordura não precisa
disparar um alerta vermelho, mas o amarelo de atenção deve ser
acionado. Nessa de reparar o que está acontecendo com o corpo,
alguém pode perguntar: – Será que existe um lugar certo para a
gordura? A resposta é sim! Embora o nosso corpo acumule
gordura em diferentes lugares, em alguns deles, ela pode trazer
mais prejuízos ao nosso organismo do que em outros. É hora de
respirar fundo, encolher a barriga, porque o assunto é sério!
Lunara da Silva Freitas. Revista Ciência Hoje das Crianças, n. 233,
abril de 2012, p. 13.
A reportagem em questão pode ser útil
à sua pesquisa? Por quê?
Considerando que, na sequência, a reportagem
organiza-se em três subtítulos: “De olho na pança”,
“Pera ou maçã?” e “Combatendo gordurinhas”, em
qual desses tópicos você procuraria informações
sobre o “lugar certo para a gordura”?
Por quê?

Agora, leia apenas as palavras- chave do primeiro


tópico e veja se você fez uma escolha acertada.
De olho na pança

Sabe aquela barriga redonda, grande e firme que algumas


pessoas têm? Pois é exatamente com essa gordura,
que parece mais consistente, que devemos ter mais cuidado.
Ela aumenta muito a chance de uma pessoa ter
doenças do coração e sofrer com pressão alta, entre outros
problemas de saúde. Sabe por quê? Porque esse tipo
de gordura abdominal pode indicar que há gordura se
acumulando também em órgãos vitais, como o coração.

Lunara da Silva Freitas. Revista Ciência Hoje das Crianças,


n. 233, abril de 2012, p. 14-15.
3) Você já sabe onde a gordura é mais perigosa, mas
será que há um “lugar certo” para ela?

Pensando nisso e nos formatos diferentes das frutas


pera e maçã, sobre o que você imagina que
tratará o tópico “Pera ou maçã”?

Registre sua hipótese de leitura e sublinhe as


palavras-chave que permitem uma visualização rápida
do assunto desse tópico.
Pera ou maçã?

Os homens são maioria entre as pessoas que apresentam a tal


gordura mais firme acumulada na barriga. Popularmente
costuma-se dizer que este é o formato de corpo maçã. Para os
cientistas, esta é a chamada forma androide de depósito de gordura.
A outra forma é a ginecoide, mais comum nas mulheres. Neste caso, a
gordura armazenada fica um pouco abaixo da cintura, distribuída na
área dos quadris, fazendo o corpo parecer uma pera.
A diferença entre esses dois tipos é que a gordura acumulada no
corpo em formato de pera funciona como uma reserva para
reprodução e fica em cima do músculo, ou seja, embaixo da pele. Isso
diminui a possibilidade de a gordura seguir para os órgãos vitais e o
risco de ter problemas de saúde mais sérios entre as peras, ou melhor,
as mulheres.

Lunara da Silva Freitas. Revista Ciência Hoje das Crianças, n. 233,


abril de 2012, p. 13.
4) Baseando-se nas palavras-chave grifadas
dos dois tópicos, escreva um parágrafo
sintetizando qual o “lugar certo” para a
gordura e por quê.
SINTETIZANDO:

Related Interests