You are on page 1of 28

Pio XI - 3º Ano

Sociedade de Consumo
x
Meio Ambiente
A chamada sociedade de consumo para
ser feliz, não basta consumir o necessário,
mas se possível, também o supérfluo.
A Revolução Industrial , o
crescimento urbano desordenado
e o apelo da propaganda aumentaram
o lixo produzido e intensificando a
poluição :
do ar, das águas , dos solos.
Portanto as relações do
homem com um meio
ambiente, acabou tendo
um caráter extremamente
agressivo
Somente na década de 1970, as
questões ecológicas e a preocupação com
fatos como a elevação da
temperatura global, a
destruição de camada de
ozônio, poluição das águas e
dos solos despertaram a consciência
mundial para a necessidade de
preservar o meio ambiente
Desde então a ONU realiza conferência
para debater questões, como :

Desenvolvimento
X
Meio Ambiente

Soluções para os principais impactos


ambientais globais.
Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente
Abordagens :
1ª Desenvolvimento Zero.

Proposta dos países


desenvolvidos para frear o
ritmo de crescimento
econômico mundial para evitar
maiores degradações ambientais
2ª Desenvolvimento a “qualquer preço”.

Proposta dos países


subdesenvolvidos que se
industrializavam defendiam o
crescimento econômico, ainda
que à custa de impactos
ambientais.
Conclusão
Sem proposta alternativa ,
Estocolmo -72 não
conseguiu resoluções
efetivas sobre os assuntos
ambientais, que ficaram
esquecidos por algum
tempo.
1980 – ONU
retomou o debate das questões ambientais
Criando uma Comissão Mundial sobre o
Meio Ambiente e Desenvolvimento
( Chefiada pela 1ª Ministra da Noruega : Gro
Harlem Brundtland )

1987 sai o documento final


Nosso Futuro Comum
Ou
Relatório Brundtland
Proposta :
Desenvolvimento sustentável
... aquele que atende às
necessidades do presente sem
comprometer a possibilidade de as
gerações futuras atenderem às
suas necessidades.
Ficava bem claro, nessa nova visão das
relações :
Homem x Meio Ambiente

Que não existe apenas um limite


mínimo para o bem-estar da
sociedade, há também um limite
máximo para a utilização dos
recursos naturais, de modo que
sejam preservados.
Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente e
Desenvolvimento
ECO 92

O objetivo era introduzir a idéia do


desenvolvimento sustentável como
um modelo de crescimento econômico
menos consumista e mais adequado
ao equilíbrio ecológico.
Documento oficial da ECO 92 foi a
CARTA da TERRA

Elaborou 3 Convenções :
- Biodiversidade;
- Desertificação ;
- Mudanças Climáticas
+
e uma declaração de princípios
Declaração de Princípios
Agenda 21
(base para que cada país elabore seu plano
de preservação do meio ambiente )

Agenda previa a adoção de um


desenvolvimento sustentável,
conciliando a proteção do meio
ambiente, a diminuição das
desigualdades econômicas e
crescimento da economia mundial.
Agenda 21
Parte 1
Dimensões sociais e econômicas:

- Combate à miséria ;
- Mudanças no padrões de consumo;
- Melhoria da saúde ;
- Qualidade de vida dos povos.
Agenda 21
Parte 2
Conservação e Gestão do Recursos
para o desenvolvimento:

- Disciplinar o uso da água, do solo, da


energia;
- Controle de resíduos e substâncias
tóxicas.
Agenda 21
Parte 3

O papel da Sociedade :

- Educação ;
- Participação de todos os setores
da sociedade .
Agenda 21.
Parte 4

Meios de Implementação :

- Instrumentos Financeiros e legais


para que projetos e programas
sejam executados.
Cúpula Mundial sobre
Desenvolvimento Sustentável
(Johannesburgo –África do Sul )
Avaliar os resultados obtidos e as
mudanças ocorridas nos últimos 10
anos, desde e ECO 92 :

- Agências da ONU;
- Governos ;
-ONGs;
Constatações :

- Aumento da pobreza ;
- Maior destruição ambiental ;
Portanto não foram cumpridos os objetivos
da Agenda 21

Foram adotados 2 documentos chaves :


1. Declaração de Jonnesburgo sobre
desenvolvimento sustentável ;
2. Plano de Implementação com 30
objetivos para o futuro:
água, energia, saúde, agricultura e
biodiversidade
A Rio+20, uma das maiores
conferências convocadas pelas
Nações Unidas, inicia uma nova era
para implementar o
desenvolvimento
sustentável – desenvolvimento
que integra plenamente a
necessidade de promover
prosperidade, bem-estar e proteção
do meio ambiente.