Variáveis do treinamento

VOLUME X INTENSIDADE

VOLUME
COMPONENTE QUANTITATIVO Duração Distância ou peso por unidade de tempo Repetições por período 

Soma do trabalho realizado em uma sessão ou fase do treinamento

VOLUME X FASE Número de sessões Duração das sessões Dias trabalhados .

VOLUME Desportos aeróbios Desportos que exijam perfeição em habilidades técnicas e/ou táticas .

VOLUME ANUAL     Regional: 400 horas Nível nascional: 600 horas Nível Internacional: 800 horas 20 melhores do mundo: + de 1000 horas .VOLUME Correlação positiva com desempenho alcançado.

CALCULANDO O VOLUME DE TREINAMENTO Selecione uma unidade adequada ao desporto. de força: peso Canoagem: distância Obs: o calculo é mais preciso quando se utiliza mais de uma unidade de mediada.. distância e tempo. peso e velocidade. etc.. EXEMPLO Trein. .

INTENSIDADE COMPONENTE QUALITATIVO relação entre trabalho e tempo Variáveis:    Carga Velocidade Intervalo de recuperação .

5/10= 105% .  Ex: 100% = 100m/10s=10m/s 90m/8.5m/s 10.MEDINDO A INTENSIDADE Desportos coletivos: ritmo de jogo Desportos contra resistência ou de alta velocidade: considere 100% o melhor desempenho.5s=10. Obs: pode-se fazer com que o atleta treine acima dos pode100% de uma variável quando se reduz a outra.

INTENSIDADE DE EXERCÍCIOS DE FORÇA E VELOCIDADE Nível de intensidade Porcentagem do desempenho máximo Intensidade 1 2 3 4 5 6 30-50 3050-70 5070-80 7080-90 8090-100 90100-105 100- Baixa Intermediária Média Submáxima Máxima Supermáxima .

INTENSIDADE PARA DESPORTOS CÍCLICOS Zona Duração Intensidade Sistema produção de energia ATP_CP ATP_CP e AL AL e aeróbio Aeróbio Aeróbio Anaeróbia % 100-95 1009090-80 70 10 5 Aeróbia % 0-5 10-20 1030 90 95 1 2 3 4 5 1-15s 15-60s 151-6min 6-30min 30min Acima do limite máximo Máximo Submáximo Médio baixo .

ZONA DE TREINAMENTO Zona 1    Suprimento de O2 ATPATP-CP muscular Capacidade do atleta de suportar o déficit de O2 Características: atividades intensas com movimentos rápidos. Ex: 100 metros rasos .

Ex: 400 metros rasos .ZONA DE TREINAMENTO Zona 2   Suprimento de O2 ATPATP-CP muscular Características: atividades intensas com duração de 15 à 60s.

ZONA DE TREINAMENTO Zona 3   Capacidade do atleta de suportar o acumulo de acido lático Capacidade do atleta de suportar o déficit de O2 Características: grande importância de velocidade e resistência. Ex: 1500 metros rasos .

Ex: 10 mil metros rasos .ZONA DE TREINAMENTO Zona 4  Ritmo e a distribuição da energia ao longo da prova Características: provas com predominância aeróbia.

Ex: maratona .ZONA DE TREINAMENTO Zona 5   Capacidade do sistema cardiovascular Capacidade do atleta de suportar o déficit de O2 Características: atividades intensidade baixa e alto volume de energia despendida.

mas asseguram adaptação e consistência no desempenho. . menor consistência de desempenho.IMPORTANTE !!! Cargas baixas  desenvolvimento lento. Alta intensidade  adaptação rápida. Dessa forma. a alternância entre o volume e a intensidade é necessária para o melhor desempenho.

. Carga. Número de repetições INTENSIDADE:   Velocidade. Distância.RELAÇÃO ENTRE VOLUME E INTENSIDADE VOLUME:    Tempo.

RELAÇÃO ENTRE VOLUME E INTENSIDADE Para que o atleta aumente em uma sessão uma dessas duas valências é necessário que a outra seja reduzida. .

ELEVAÇÃO DO VOLUME DE TREINAMENTO DURAÇÃO: Ex: 3 x 60 min 3 x 90 min 3 x 120 min .

ELEVAÇÃO DO VOLUME DE TREINAMENTO NÚMERO DE SESSÕES: Ex: 3 x 120 min 4 x 120 min 5 x 120 min .

ELEVAÇÃO DO VOLUME DE TREINAMENTO Elevação do número de repetições. Aumentar a distância ou duração da repetição de um exercício. . exercícios ou elementos técnicos por unidade de treinamento.

Ex: 100 metros / 12 s 100 metros / 11 s 100 metros / 10 s .ELEVAÇÃO DO VOLUME DE TREINAMENTO Aumentar a velocidade para se realizar uma distância.

Ex: 80% CM / 8 repetições 80% CM / 10 repetições 80% CM / 12 repetições .ELEVAÇÃO DO VOLUME DE TREINAMENTO Aumentar o número de repetições com a mesma carga.

Redução do intervalo de recuperação entre as sessões. . (Apenas se esse número estiver abaixo do desejado para atletas da modalidade em questão).ELEVAÇÃO DO VOLUME DE TREINAMENTO Aumentar o número de competições por fase de treinamento.

A complexidade envolvida em uma sessão deve ser levada em consideração para que o atleta tenha uma recuperação adequada.  .  Exercícios com grande complexidade exigem um maior grau de desgaste muscular e psicológico.COMPLEXIDADE Grau de sofisticação de um exercício.

CONSIDERAÇÕES FINAIS Um grande volume de treinamento normalmente se traduz em adaptações fisiológicas que melhoram o desempenho do atleta. É essencial que se examine a progressão do volume e da intensidade do treinamento para que obtenha um ótimo desempenho. . O aumento da intensidade é primordial em desportos que exijam força e/ou velocidade.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful