You are on page 1of 35

Implementação de

um Sistema de
Gestão Ambiental
para a rede de
Hotéis Gray
Equipe de Concorrência de Projetos #7
FGV Goiânia – Turma GP-32
15/Outubro/2018

Integrantes: Bruna da Mata, Gabriel Santana, Leandro Oliveira, Leonardo Luna, Paulo Belo, Rodrigo da Mata, Rogério Arita
Projeto: Implementação de um Sistema de Gestão Ambiental
para a rede de Hotéis Gray
• Apresentação • Plano de Projeto
• Objetivo • Escopo
• Sumário Executivo • Tempo
• Custos
• Histórico • Qualidade
• Cadeia de Valor para o Cliente • Recursos Humanos
• Objetivos do Negócio • Comunicação
• Análise SWOT
• Riscos
• Termo de Abertura • Aquisições
• Requisitos Iniciais • Stakeholders
• Fatores Críticos de Sucesso
• Marcos • Encerramento
• Premissas
• Termo de Aceite
• Restrições • Registro de Lições Aprendidas
Apresentação

• Este documento reúne o conjunto de planos que orientarão a realização do projeto


“Implementação de um Sistema de Gestão Ambiental (SGA) para a rede de hotéis Gray”.

• A rede de hotéis Gray é uma organização de médio porte e que possui unidades hoteleiras no
estado do Rio de Janeiro.

• O SGA como ferramenta de gestão ambiental especialmente que atenda às normas ISO 14000,
representa importante passo para a organização hoteleira pois lida com as questões
ambientais de maneira holística e incentiva a melhoria contínua do desempenho ambiental.
Objetivo

• O projeto contempla o planejamento, execução e monitoramento das ações de adequação das


unidades do hotel em concordância com aspectos ambientais que provocam maior impacto
ambiental na atividade hoteleira.

• O objetivo deste plano de projeto é o de definir e descrever o desenvolvimento dos grupos de


processos necessários para implementar o projeto.

• O emprego das ações de gerenciamento de projetos segue a documentação recomendada pelo


PMBoK ® (Project Management Body of Knowledge), como guia de boas práticas de
gerenciamento de projetos adotado pelo PMI (Project Management Institute).
Sumário Executivo

• O padrão moderno e exigente de desenvolvimento sustentável com as questões ambientais,


exigem que a estratégia das organizações tenham ações estruturadas com foco em:

• Melhoria e demonstração do seu desempenho ambiental,


• Controle dos impactos de suas atividades, dos produtos e serviços sobre o meio ambiente,
• Que suas atividades sejam coerentes com sua política e seus objetivos ambientais,
• E que atendam todo o contexto dos requisitos legais vigentes.

• O segmento hoteleiro como parte importante da indústria do turismo, é um dos principais


atrativos da cidade do Rio de Janeiro, haja vista a exuberância de suas belas praias e paisagens
com cenários rochosos únicos da geomorfologia brasileira, o que garante locais de elevado
potencial turístico na capital e também no interior do estado.
Sumário Executivo

• Um Sistema de Gestão Ambiental (SGA) proporcionará a capacitação da organização a


desenvolver e implementar política e objetivos que levem em consideração requisitos legais e
informações dos aspectos ambientais significativos para a prestação do serviço. Um sistema
deste tipo permite a uma organização desenvolver uma política ambiental, estabelecer
objetivos e processos para atingir os comprometimentos da política, agir, conforme necessário,
para melhorar seu desempenho e demonstrar conformidade do sistema com requisitos de
normas técnicas.

• O gerenciamento ambiental é um tema recente e inovador, e tem promovido transformações


significativas na consciência coletiva, aparecendo assim, como fenômeno de singular
importância para a sustentabilidade.
Histórico São benefícios tangíveis e intangíveis das
ações de implementação de um SGA
Cadeia de Valor para o Cliente
• Organização em conformidade legal
• Prevenir penalidades, indenizações civis e processos criminais, paralisação das atividades, mudança de projetos,
intolerância das autoridades;
• Alta da reputação da organização
• Captação de novos consumidores que preferem produtos ecologicamente corretos, e o mercado reconhece e valoriza as
organizações com políticas ambientais;
• Avaliação por financeiras e seguradoras quanto ao desempenho ambiental das companhias;
• Organizações “limpas” e transparentes, são bem vistas.
• Vantagem competitiva no mercado
• Compromisso ambiental é boa prática no mercado internacional;
• Padrões e normas internacionais mais rigorosas para acesso a mercados;
• Meio ambiente é visto como fator estratégico para as organizações;
• Redução de custos
• Redução de matérias primas e insumos;
• Eliminação de riscos e despesas com passivos ambientais;
• Excelência em Serviço
• Prevenir problemas x corrigir problemas;
• Melhoria contínua como vantagem competitiva frente a concorrência.
Histórico
Objetivos do Negócio

• Aumento de atratividade, fidelidade e de novos perfis de clientes (aumento de receita);


• Estabelecimento de uma política ambiental apropriada;
• Adequação e cumprimento aos requisitos legais ambientais;
• Diminuição de custos, riscos de acidentes ambientais e de segurança no trabalho;
• Melhor prevenção de emissões atmosféricas e eliminação de lançamentos de efluentes em
corpos d’água e no solo;
• Melhor produtividade com uso e consumo racional de matérias-primas e recursos naturais;
• Melhor eficiência energética;
• Melhor gerenciamento de resíduos sólidos (recicláveis, industriais e de construção civil);
• Maior proteção à biodiversidade, relacionamentos com a comunidade e incentivo ao uso de
produtos sustentáveis visando melhoria da qualidade de vida dos funcionários.
Histórico
Análise SWOT
FORÇAS FRAQUEZAS

AMBIENTE INTERNO
Engajamento dos stakeholders da alta direção
 Quadro de funcionários reduzido
 Gestão administrativa profissional dos
 Falta de orientações para uso racional de recursos
empreendimentos
aos colaboradores e hóspedes
 Conhecida necessidade operacional de adoção de
 Ausência de dispositivos de economia de água e
práticas ambientais
energia e resíduos nas unidades
 Preocupação sistemática para economia de recursos
 Ausência de informações aos hóspedes e
(energia e água)
colaboradores da importância do meio ambiente e
 Afiliação à forte associação de hotéis
de um SGA

OPORTUNIDADES AMEAÇAS
AMBIENTE EXTERNO

 Concorrentes já consolidados com SGA maduros no


 Benefício econômico em relação à imagem
mercado;
 Redução de riscos ambientais e de acidentes
 Não conformidades em auditorias para certificações
 Redução de custos a longo prazo
e investigações sanitárias
 Maior fidelidade de clientes, aumento de receita
 Demasiada burocracia para adequações a Leis
 Aumento da empatia com comunidade local
Ambientais
 Maior visibilidade internacional com certificação ISO
 Alto investimento inicial para implementação
Termo de Abertura
2. Objetivos
Patrocinador: Início: 08/07/2018  Aumento de atratividade, fidelidade e de novos perfis de clientes (aumento de receita);
Diretoria da rede de hotéis Gray Término: 19/10/2018  Estabelecimento de uma política ambiental apropriada;
TERMO DE ABERTURA DO PROJETO  Adequação e cumprimento aos requisitos legais ambientais;
Project Charter  Diminuição de custos, riscos de acidentes ambientais e de segurança no trabalho;
 Melhor prevenção de emissões atmosféricas e eliminação de lançamentos de efluentes em corpos
Título do Projeto: Implementação de um Sistema de Gestão Ambiental para a rede de hotéis Gray
d’água e no solo;
 Melhor produtividade com uso e consumo racional de matérias-primas e recursos naturais;
 Melhor eficiência energética;
REGISTRO DE REVISÕES
 Melhor gerenciamento de resíduos sólidos (recicláveis, industriais e de construção civil);
Revisão Data Descrição da Mudança Revisão Aprovação  Maior proteção à biodiversidade, relacionamentos com a comunidade e incentivo ao uso de produtos
v0 23/07/2018 Versão Inicial LRO sustentáveis visando melhoria da qualidade de vida dos funcionários.

v1 30/07/2018 Revisão LRO 2. Requisitos Iniciais


Aprovações do documento original:  Estabelecer política ambiental por comitê executivo e proceder com treinamentos para disseminação
Gerente do Projeto: Leandro Oliveira Data: 23/07/2018 da política e/ou código de ética, compliance;
 Avaliar legislação vigente e integrar documentação para cumprimento de requisitos legais;
 Promover treinamentos internos alinhadas às estratégias e programas do SGA;
1. Justificativa
Diante de um padrão moderno e exigente de desenvolvimento sustentável com as questões ambientais, é  Diminuir gastos em longo prazo, e adotar política de zero acidentes ambientais e do trabalho;
fundamental na estratégia das organizações a adoção de ações estruturadas com foco na melhoria e  Adotar controles de poluição do ar, de tratamento e/ou lançamento de efluentes, e de
demonstração do seu desempenho ambiental, no controle dos impactos de suas atividades, dos produtos e desmatamento;
serviços sobre o meio ambiente e que sejam coerentes com sua política e seus objetivos ambientais,  Adotar dispositivos de economia de água e luz nas acomodações;
atendendo a todo o contexto da legislação ambiental vigente. Essa melhoria é possível com a implementação  Adotar processos de coleta seletiva;
de um sistema de gestão ambiental (SGA) que contemplem a adoção de dispositivos passíveis de mensuração  Interagir com a comunidade local como parceira na preservação e adoção de práticas sustentáveis;
a partir da perspectiva da gestão racional dos recursos naturais. Este projeto
3. Orçamento Estimado
Entre R$1.000.000,00 e 1.300.000,00
5. Equipe e Gerente do Projeto (GP)
Nome Função E-mail
Bruna da Mata Gerencia administrativa

Termo de Abertura Gabriel Portilla Santana


Leandro Rocha
Gerencia de Hospedagem
Departamento de Comunicação e GP
Leonardo Luna Gerencia de Alimentos e Bebidas
4. Cronograma de Marcos Entrega Prevista
Paulo Belo Gerência de Serviços Gerais
1. Finalização do Plano de Gerenciamento de Projeto ao Patrocinador 19/10/2018 Rodrigo da Mata Departamento Jurídico
2. Divulgação e disponibilidade do Manual do SGA 23/01/2019 Rogério Junji Arita Auditoria Interna
3. Relatórios Integrados de Indicadores de Desempenho 04/03/2019
4. Relatórios Integrados de Indicadores de Desempenho 03/06/2019 6. Premissas
5. Relatórios Integrados de Indicadores de Desempenho 02/09/2019  Recursos financeiros para o início da implementação estarão disponíveis a partir da assinatura da TAP;
6. Relatórios Integrados de Indicadores de Desempenho 02/12/2019  Investimento inicial significativo assegurado para as implementações previstas ao projeto aprovado;
7. Auditoria 1 28/01/2019  Orçamento e aquisição de materiais de construção para obras serão providenciadas pela organização
8. Auditoria 2 20/05/2019
hotéis Gray;
 Os custos de impostos, taxas e/ou qualquer tributo de licenciamentos ambientais decorrentes da
9. Auditoria 3 20/09/2019
implementação do projeto são de responsabilidade da rede de hotéis Gray;
10. Revisão de documentação 25/02/2019
 Alta direção engajada na implementação dos processos;
11. Revisão de documentação 19/08/2019  Instalação de um Comitê Executivo para definição da política ambiental;
12. Auditoria de divulgação do SGA 25/03/2019  Comunicação com os patrocinadores sobre o status do projeto;
13. Renovação de documentação do SGA - Etapa 1 24/06/2019  Contratação de auditoria externa para obtenção de certificação ABNT ISO 14000 (e normas auxiliares);
14. Renovação de documentação do SGA - Etapa 2 23/09/2019
15. Validação de certificados dos materiais ecológicos 04/03/2019 7.Restrições
16. Paralisação de obras 22/10/2018
 SGA em adequação às Normas Técnicas ABNT ISO 14000.
 Respeito aos requisitos legais ambientais municipais, estaduais e federais.
17. Validação de treinamentos Internos do SGA 20/05/2019
 O projeto de implementação atende somente a unidade da cidade do Rio de Janeiro.
18. Validação de treinamentos Internos do SGA 18/11/2019
 Limite de orçamento de implementação do SGA - R$ 1.500.000,00 (Um milhão e Quinhentos mil Reais)
19. Audiência pública do SGA para a comunidade 14/01/2019  Data limite para finalização do plano de gerenciamento do projeto até 15/10/2018
20. Audiência pública do SGA para a comunidade 26/04/2019
21. Audiência pública do SGA para a comunidade 25/07/2019 8. Riscos
22. Audiência pública do SGA para a comunidade 23/10/2019  Perda da licitação entre a concorrência de projetos
23. Simulado 1 21/02/2019  Mudanças significativas no escopo, cronograma e custo ao longo da implementação do projeto
24.  Falhas durante a implementação do SGA podem expor colaboradores a riscos ambientais ou de
Simulado 2 15/07/2019
segurança
25. Simulado 3 02/12/2019
 Nova atualização de Normas Técnicas ISO 14000 durante a implementação do SGA e gerar atrasos no
26. Auditoria 1 08/01/2019 cronograma, custo e mudanças de escopo para obtenção da certificação
27. Auditoria 2 08/04/2019
28. Auditoria 3 08/07/2019 9. Documentos de Referência*
29. Auditoria 4 07/10/2019  ISO 14001: Sistemas de gestão ambiental – Requisitos e linhas de orientação para a sua utilização
30. Autoavaliação 1 28/01/2019  ISO 14004: Sistemas de gestão ambiental – Linhas de orientação gerais sobre implementação
31. Autoavaliação 2 27/05/2019
 ISO 14005: Sistemas de gestão ambiental – Linhas de orientação para a implementação faseada de um
sistema de gestão ambiental, incluindo o uso da avaliação do desempenho ambiental
32. Autoavaliação 3 30/09/2019
 ISO 14031: Gestão ambiental – Avaliação de desempenho ambiental – Linhas de orientação
33. Termo de Aceite - Encerramento 13/12/2019  ISO 14063: Gestão ambiental – Comunicação ambiental – Linhas de orientação e exemplos
 ISO 19011: Linhas de orientação para auditorias a sistemas de gestão
Plano do Projeto
Escopo

• Produto do Negócio
• Implementação e Operacionalização de um Sistema de Gestão Ambiental para hotelaria

• Conformidade com normas ISO 14001, 14004, 14005, 14031, 14063 e requisitos legais municipal, estadual e federal

• Objetivos SMART
• Eliminar 100% da emissão e lançamento inadequado de efluentes;
• Eliminar todas as ações de desmatamento de matas nativas sem protocolo de licenças ambientais;
• Treinamento de 100% dos funcionários quanto aos ativos organizacionais e políticas ambientais do SGA do hotel;
• Diminuição de 30% dos custos entre manutenção corretiva, preventiva e desperdícios de equipamentos e/ou instrumentos;
• Diminuição de 20% no consumo de combustíveis fósseis da frota de veículos e geradores;
• Controle de fumaça preta em 100% da frota de veículos, com índice de aprovação de 90% nas inspeções/revisões;
• Diminuição de 30% no consumo de energia elétrica e de 20% no consumo de água anual;
• Separar seletivamente os resíduos sólidos com eficiência de 80% dos resíduos separados corretamente;
• Aumento de 10% em novos clientes anual;
• Prioridade para a utilização de produtos e matérias-primas sustentáveis em todas as unidades da empresa.
Escopo

• EAP – Estrutura Analítica do Projeto


Prioridade da Mudança Significado
 Alterações de alto impacto no projeto

Escopo M1 


Alterações que impactam no custo, no prazo ou na qualidade do projeto
Alterações críticas
Alterações de médio impacto no projeto
M2  Alterações que impactam na qualidade do projeto – porém o impacto no custo e no

• Gerenciamento de Mudanças 
prazo é muito baixo
Alterações de baixo impacto no projeto
M3 

Alterações que exigem esforço mínimo de replanejamento
Alterações que não impactam no custo, no prazo ou na qualidade
Tempo
• Cronograma
• 383 dias
• Inicio
• 09/07/2018
• Término
• 25/12/2019
Tempo
• Estimativas de Recursos das Atividades
• Para as estimativas de recursos, utilizou-se como base que as atividades são do tipo duração fixa, não variando a
duração da atividade de acordo com o aumento ou diminuição de recursos ou produtividade.
• Para o projeto todos os recursos contabilizados serão os de natureza humana, não sendo incluído os uso dos
recursos imobilizados de infraestrutura física ou lógica, tecnológicos ou de segurança do trabalho, todos estes de
responsabilidade das organizações Gray.

• Estimativas de Duração das Atividades


• Para as estimativas de duração foram utilizados os métodos de estimativa análoga, inferidas e baseadas na
similaridade com outras atividades, e considerando o uso de reservas (gorduras) para cobrir um tempo extra para
eventualidades ou contingências do projeto, utilizou-se uma taxa baixa de gordura (20%) já que as atividades são
classificadas como de baixa incerteza
Tempo
• Marcos
• 33 marcos
• Finalização do plano de projeto
• Divulgação de indicadores de desempenho
• Auditorias
• Revisão de Documentos
• Validação de Treinamentos
• Audiências Públicas
• Simulados de Emergência
• Auto avaliações
• Encerramento do Projeto
Benefícios
Tipo Valor - R$
Matéria Prima e Insumos Redução de custo -650.000,00

Custo Captação de Novos Consumidores Geração de Receita


Total (a)
3.000.000,00
2.350.000,00

Custos
Valor Total - R$ Quantidade
• Estimar Custos Despesas Viagens
Treinamentos
50.000,00
30.000,00
4
8

• Analise do Valor Agregado Campanhas


Consultores
35.000,00
60.000,00
5
7

• Analise Financeira
Auditorias 35.000,00 7
Aquisições 45.000,00 4
Recursos Humanos 656.040,00 198

• Orçamento
Encargos Trabalhista 84.460,00 198
Contingência de Riscos 285.000,00 -
Manutenções Fora de Rota 8.000,00 -
• Custo por atividade e recurso Aquisições Materiais Biodegradaveis
Instalações de coletores para recicláveis
7.500,00
4.000,00
-
-
Total (b) 1.300.000,00 -

• Controle de Custos Total Receita ( c )


Receita
0,00
Subtotal (b+c) 1.300.000,00
trimestes
Fluxo de caixa (a+b+c) Q1/2019 Q2/2019 Q3/2019 Q4/2019 Q1/2020
(R$/mil) 1.500 1.500 3.000 3.000 3.000
VPL - R$/mil -R$ 8.436,10

Indicador Verde Amarelo Vermelho


SPI >= 1.0 >= 0.9 < 1.0 < 0.9
CPI >= 1.0 >= 0.9 < 1.0 < 0.9
Qualidade
• PDCA
• O processo de gerenciamento da qualidade será baseado na metodologia do PDCA (Plan, Do, Check, Act) tendo como
foco a melhoria contínua, dentro desse processo a garantia e controle da qualidade serão empregada, assim conforme
descrito a seguir.

• Garantia de Qualidade
• Auditorias com datas definidas no plano de
gerenciamento do cronograma, para dos
requisitos de qualidade em padrões de meio
ambiente segundo a ISO 14000 e segundo as boas
práticas do PMBoK® serão realizadas para
garantir que sejam usados os padrões de
qualidade apropriados. O processo de melhoria
contínua também está incluso na garantia futura
de qualidade.
• Controle de Qualidade
• Monitoramento, registro dos resultados da
execução e avaliação das atividades de qualidade
para mensurar o desempenho e recomendar as
mudanças necessárias.
Qualidade
• Auditorias
• Melhoria Contínua
• Através dos resultados obtidos nas auditorias, checklist e demais ferramentas de qualidade processos de melhoria
contínua poderão ser iniciados, sendo observadas as lições aprendidas e o valor que cada processo agregou na
qualidade das entregas e na melhoria dos indicadores monitorados. Os processos serão revisitados e monitorados
a fim de garantir sua eficiência e evitar desvios das metas estipuladas.

As ferramentas de análise e priorização a serem utilizadas


estão descritas a seguir:

• Diagrama de Pareto: gráfico de barras que ordena as


frequências das ocorrências, da maior para a menor, permitindo
a priorização dos problemas. Mostra ainda a curva de
porcentagens acumuladas.
• Diagrama de Ishikawa: também conhecido como Diagrama de
Causa e Efeito ou Diagrama Espinha de peixe, é um gráfico cuja
finalidade é organizar o raciocínio em discussões de um
problema prioritário.
• Histograma: utilizado para distribuição de frequência da
ocorrência descrita.
Recursos Humanos
• Organograma funcional do projeto
• Avaliação de Performance e Desempenho
• Matriz RACI
Comunicação
• Requisitos de comunicação
• Registro de Questões
• Matriz de Comunicação
• Indicadores de Desempenho
REQUISITOS DE COMUNICAÇÃO
TOTAL DE PARTICIPANTES FORMULA CANAIS/INTERAÇÕES

24 N=n(n-1) / 2 276
Aspecto Resultados Fonte de
KPI Audiência Veículo Frequência Responsável
Ambiental esperados informação

• Matriz de Comunicação Relatório mensal e

Comunicação
Número de Gerencia
>60% de semestral,
Requisitos fornecedores Administrativa, Mensal a Gerencia
fornecedores cadastro de Contrato assinado

• Indicadores de Desempenho de linhas


Legais certificados com a Comunidades Semestral administrativa
certificados fornecedores, e-
norma ambiental Locais
mail, Sistema SAP

de base e de desempenho ambiental Requisitos


No de iniciativas
implementadas para
10% de queda na
quantidade de CO Gerencia Meio Relatório mensal,
Medições de
controle da fumaça
preta – Escala Semanal a
Equipe
Engenharia
Legais prevenção da emitido (monóxido Ambiente inspeções visuais Ringelmann, mensal
Ambiental
poluição de carbono) relatorios de
Inspeção

LINHA DE Resultados Fonte de Gerencia


Relatório Audiência Veículo Frequência Responsável Queda de 70% nas Administrativa,
BASE Esperados Informação Requisitos
No de queixas
reclamações Gerencia
e-mails, Sistema SAC
Diariamente a
Equipe
relatadas do meio memorandos e (reclamações e Gerencia de
Valores Legais
ambiente
relacionados com os Hospedagem,
relatório mensal gráficos de pareto)
Semanal/Mensal
Hospedagem
Diretoria (sponsor), aspectos ambientais Gerencia Meio
Status Report desembolsados, Linha de Base
Custos Gerencias e-mail Mensal GP Ambiente
Mensal, SIGP dentro do Custos
Funcionais Equipe Juridica,
orçamento
Gerencia
Prazos das Órgãos de regulação Equipe
Zero não Juridica, e-mails, Diariamente a
Diretoria (sponsor), Requisitos Aderência a
conformidades em Gerencia memorandos e
e controle ambiental,
Semanal
Juridica,
Status Report entregas dentro do Linha de Base Legais Requisitos Legais DOU (Diário Oficial Gerencia
Tempo Gerencias e-mail Mensal GP requisitos legais Comunicação, relatório mensal /Mensal
Mensal, SIGP previsto no Cronograma Gerencia
da União) Juridica
Funcionais
cronograma Administrativa

Relatórios e >80% dos objetivos Diretor Sistema de


Relatórios linhas
produtos gerados Gerenciamento Nº de objetivos e das linhas de base e (sponsor),
de base, e-mail,
Informações de
Trimestral GP
Diretoria (sponsor), de projeto metas atingidos de desempenho gerencias Gerenciamento do
Comunicaçã Atividades distribuídos de Matriz de ambiental do projeto funcionais
status report
Projeto (SIGP)
Gerencias e-mail Mensal GP
o Realizadas acordo com as comunicação
Funcionais Órgãos de regulação
matrizes de Diretor
Menos 50% de e controle ambiental, Semanal,
comunicação Requisitos Total de infrações e (sponsor), Gerencia
ocorrências de Oficios judiciais DOU (Diário Oficial Mensal a
Legais multas ambientais gerencias jurídica
Entrega de todas as multas judiciais da União), visitas Semestral
funcionais
oficiais
obras de acordo
Diretoria (sponsor), KPIs de
Meio Atividades com os aspectos Extensão de áreas
Em concordância
Gerencia Meio Levantamentos de Biólogo,
Gerencias e-mail desempenho Mensal GP Requisitos com as normas Relatório mensal, Mensal a
Ambiente Realizadas ambientais Legais
protegidas ou
vigentes do código
Ambiente,
e-mails
campo, imagens de
Semestral
Gerencia Meio
Funcionais ambiental restauradas Comunidades satélite Ambiente
levantados e florestal

relevantes
Auditoria
Entrega de todas as Interna,
100% das unidades
Diretor Órgãos de regulação Gerente Meio
obras de acordo Certificações e com aderência Relatório mensal,
Diretoria (sponsor), KPIs de Requisitos
licenças ambientais suficiente para
(sponsor),
Certificados
e controle ambiental, Mensal a Ambiente,
Atividades com as linhas de Legais gerencias DOU (Diário Oficial Semestral Gerente
Obras civis Gerencias e-mail desempenho Mensal GP obtidas obtenção de licenças
funcionais
digitais
da União) Administrativo,
Realizadas base de custo, e certificações
Funcionais ambiental Gerente
escopo e Jurídico
cronograma
Equipe Ordens de
Aderência a todos Lançamento e
Existência de pontos
Zero pontos de
Engenharia Serviço, e-mail, Inspeções, revisão
Equipe
Diretoria (sponsor), KPIs de geração de vazamento águas Diariamente a Técnica
Requisitos Status Report os requisitos legais efluentes
de vazamento de
cinzas ou
Civil, Equipe Comunicação de projetos,
Semanal Ambiental,
Gerencias e-mail desempenho Mensal Gerente Juridico efluentes líquidos Engenharia Verbal, relatórios solicitação de obras
Legais Mensal, SIGP pertinentes à líquidos desperdício
Ambiental de inspeção
Civil e Obras
Funcionais ambiental
atividade hoteleira
Equipe Ordens de
Linha de Base Lançamento e 100% troca de Inspeções e Equipe
Relatório de Aderência maior Diretoria (sponsor), geração de Existência de canalização com
Engenharia Serviço, e-mail,
histórico de plantas Diariamente a Técnica
Cronograma, KPIs Equipe de Civil, Equipe Comunicação
Auditorias divulgação de que 90% da política Gerencias e-mail Mensal efluentes canalização antiga mais de 20 anos de
Engenharia Verbal, relatórios
baixas, solicitação Semanal Ambiental,
de desempenho Auditores líquidos instaladas de obras Civil e Obras
Auditoria ambiental do SGA Funcionais Ambiental de inspeção
ambiental
Diretoria (sponsor), Equipe
Status Report Linha de base de Engenharia
Escopo Elaboração Gerencias e-mail Mensal GP Civil, Equipe Ordens de Equipe
Mensal, SIGP Escopo Lançamento e Análises
Funcionais geração de
Geração de efluentes Redução de 25% da Engenharia Serviço, e-mail,
laboratoriais,
Diariamente a Engenharia
sanitários e quantidade de Ambiental, Comunicação Semanal Ambiental,
efluentes gráficos mensais de
produtivos geração efluentes Gerencia Verbal, relatórios /Mensal Gerencia Meio
líquidos quantidades (L/kg)
Hospedagem, de inspeção Ambiente
Gerencia Meio
Ambiente
Comunicação
• Matriz de Comunicação
• 5W2H

Continua no PGP
Riscos
• Avaliação CORA
• Avaliação CORA ponderada – Competence, Output, Risk Appetite, onde ‘pesos’ são atribuídos para diferentes competências ou
recursos inerentes à implementação do projeto em cenários antes do início do projeto e de futuro ao término do projeto. Serve
como ferramenta preditiva para o planejamento das tomadas de decisões necessárias para a implementação do projeto.
• Inicialmente, visualizado em cenário anterior ao projeto foi identificada uma pontuação de -6,74 correspondendo à uma escala de Apetite ao Risco
de grau Moderado, enquanto em cenário pós-projeto com ações e reavaliações implementadas espera-se reduzir para a pontuação -0,44
transformando em uma classificação de Apetite ao Risco de grau Muito Baixo.

AVALIAÇÃO CORA - C ompetences - O utput - R isk A ppetite


APETITE AO RISCO AÇÃO E REAVALIAÇÃO
DIFERENÇA NOVA NOVA NOVA DIFERENÇA
FATORES PESO COMPETÊNCIA OU RECURSO REALIDADE NECESSÁRIO DIFERENÇA AÇAO A SER EXECUTADA
PONDERADA REALIDADE DIFERENÇA PONDERADA
Estreitar relacionamento com feedbacks e reuniões de
Experiência com o Cliente 0 3 -3 -6 acompanhamento do negócio
3 0 0
Experiência com Projetos Similares 0 4 -4 -8 Coleta de opinião especializada durante definição do projeto 3 -1 -2
Experiência com o Tipo de Negócio 1 4 -3 -6 Benchmark com principais concorrentes e grandes corporações 3 -1 -2
Reuniões com coleta de requisitos com sponsor e principais
AMBIENTE Objetivos Definidos e Estáveis 2 5 -3 -6 5 0 0
stakeholders
EXTERNO E 2 Reuniões com coleta de requisitos com sponsor e principais
INTERNO Estabilidade do Escopo 2 5 -3 -6 stakeholders
4 -1 -2
Estreitar relacionamento com feedbacks e reuniões de
Conhecimento dos Principais Stakeholders 1 4 -3 -6 acompanhamento do negócio
4 0 0
Acompanhar de perto engajamento e motivação de stakeholders e
Premissas Confiáveis 2 4 -2 -4 fatores ambientais externos e internos
4 0 0
Experiência com o Mercado Local 3 5 -2 -4 Benchmark com principais concorrentes e grandes corporações 4 -1 -2

INSTRUÇÕES DE PREENCHIMENTO
1- OBSERVE A COLNA COMPETENCIA OU RECURSO E VEJA QUAIS ITENS FAZEM SENTIDO PARA SEU PROJETO. MANTENHA, INCLUA OU EXCLUA OS ITENS QUE ACHAR CONVENIENTE
2- BA COLUNA REALIDADE PREENCHA O QUANTO VOCE POSSUI DE CAPACIDADE OU DISPONIBILIDADE DE RECURSO EM RELAÇÃO A CADA ITEM
USE A SEGUINTE ESCALA: 0 - NÃO POSSUO / 1- POSSSUO MUITO POUCO / 2 - POSSUO POUCO / 3 - POSSUO MODERADAMENTE / 4 - POSSUO MUITO / 5 - POSSUO EXCESSIVAMETE
3 - NA COLUNA NECESSIDADE, PREENCHA A NECESSIDADE DE CAPACIDADE OU RECURSO REALMENTE NECESSÁRIA PARA EXECUTAR O PROJETO
USE A SEGUINTE ESCALA: 0 - NÃO NECESSÁRIO / 1- MUITO POUCO NECESSÁRIO / 2 - POUCO NECESSÁRIO / 3 - MODERADAMENTE NECESSÁRIO / 4 - MUITO NECESSÁRIO / 5 - EXTREMAMENTE NECESSÁRIO
4- OBSERVE A FAIXA QUE SEU PROJETO SE ENCONTRA, COMPARANDO O RESULTADO COM A ESCALA
5 - DEFINA AÇÕES PARA DIMINUIR A DISCREPÂNCIA DE CAPACIDADE/NECESSIDADE E DEFINA RESPONSÁVEL
6 - REAVALIE A SUA CAPACIDADE / DISPONIBILIDADE SE A AÇAO FOR IMPLEMENTADA NO CAMPO NOVA REALIDADE
7 - OBSERVE A FAIXA QUE SEU PROJETO SE ENCONTRARÁ SE AS AÇÕES FOREM EFETIVAMENTE IMPLEMENTADAS
Riscos
• EAR – Estrutura Analítica de Riscos
R E S P OS T AS AOS R IS COS AN ALIS E D OS R IS COS CON T R OLE D OS R IS COS

Descrição Valores Descrição Valores Descrição Valores


Valor Base do Projeto - Original $1,300,000 Valor Base do Projeto $1,300,000 Valor Base do Projeto (Fim do Planejamento) ($108,500)
Custo das Respostas - Ameaças ($833,000) Custo Real das Contingências $0
Custo das Respostas - Oportunidades ($575,500) Custo Real dos Aproveitamentos $0
Novo Valor Base do Projeto ($108,500) Novo Valor Base do Projeto (Durante o Controle) ($108,500)
Riscos -VE das Ameaças ($256,850) Riscos - VE das Ameaças ($24,700)
Riscos - VE das Ameaças ($24,700)
Riscos - VE das Oportunidades $1,727,500 Riscos - VE das Oportunidades $1,101,250
Riscos - VE das Oportunidades $1,736,250 Valor Esperado do Projeto com Riscos $2,770,650
Valor Esperado do Projeto $1,603,050 Melhor Caso $4,675,000
Melhor Caso $1,826,500 Pior Caso ($665,000)
Pior Caso ($494,500)
Impacto Total dos Riscos Valor
Impacto Total dos Riscos (Real) Valores
Impacto Total dos Riscos Valores Ameaças $1,965,000
Impacto Real das Ameaças $0
Impacto Previsto das Ameaças $386,000 Oportunidades $3,375,000
Impacto Real das Oportunidades $635,000
Impacto Previsto das Oportunidades $1,935,000
Reservas Ainda não Realizadas Valores
Reservas Planejadas Valores VE Reserva de Contingência $12,250
VE Reserva de Contingência $12,250 VE Reserva de Aproveitamento $262,500
VE Reserva de Aproveitamento $262,500
Valores com Reservas (Conting. e Aprov.) Valores
Valores com Reservas (Conting. e Aprov.) Valores Valor Esperado do Projeto $1,328,300
Valor Esperado do Projeto $1,328,300
Melhor Caso $1,476,500
Pior Caso ($779,500)
Reserva Gerencial Restante $285,000
Reserva Gerencial $285,000
Valores com Reservas + Reserva Gerencial Valores
Valores com Reservas + Reserva Gerencial Valores Valor Esperado do Projeto $1,043,300
Valor Esperado do Projeto $1,043,300
Melhor Caso $1,476,500
Pior Caso ($1,064,500)

Nível de Risco
0 < NR < 2
2,1 < NR < 4
4,1 < NR < 6
6,1 < NR < 8,1
Riscos

• Valor Esperado, Valor Base,


Pior Caso, Melhor Caso
• Foco em Resultado
• Estratégias de respostas
• Oportunidades
• Ameaças

VE do Projeto = Valor base - ∑VE das Ameaças + ∑VE das Oportunidades


MAKE BUY
Necessidade de Know-how externo para design e impressão

Aquisições Organização detém o conhecimento da atividade hoteleira


e sobre produtos sustentáveis;
de serviços gráficos e de comunicação visual;
Objetos de aquisição não fazem parte do ‘core business’ da
organização;
Equipe com competência em Gerenciamento de projetos; Agilidade e qualidade no serviço solicitado;

• Make or Buy Equipe de projeto com capacitação e mão de obra para


levantamentos e diagnósticos ambientais;
Facilidade e baixo custo de contratação para o escopo de
aquisições;
Equipe tem capacidade para desenvolver o projeto nos Interação com empresas locais para disseminação do
• Mapa de Aquisições prazos previstos; conceito de SGA e campanhas de meio ambiente;
Terceirização dos riscos em falhas de produção;

• EAP de Aquisições
MODALIDADE OBRAS E COMPRAS E QUEM PRAZO DE

Aquisições LICITATÓRIA

CONCORRÊNCIA
SERVIÇOS DE
ENGENHARIA
Acima de
SERVIÇOS

Acima de
PARTICIPA

- Quaisquer
DIVULGAÇÃO

30 dias 45 dias
1.500.000,00 650.000,00 interessados

• Licitações TOMADA DE Até 1.500.000,00 Até 650.000,00 - Cadastrados 15 dias 30 dias

• RFQ (Request For Quotation) e RFP (Request For PREÇOS - Interessados


(manifestar até 3
Proposal) dias antes)
CONVITE Até 150.000,00 Até 80.000,00 - Convidados 5 dias úteis
- Cadastrados
(manifestar até
• Critérios de Avaliação de Propostas e Cotações 24horas antes)

• Eliminatórios • Classificatórios

Também serão utilizadas as seguintes formas de classificação adicionalmente à pré-qualificação com


critérios eliminatórios e classificatórios. Tais como:
• Menor Preço;
• Melhor Técnica;
• Melhor Técnica e Preço;
Stakeholders
• Matriz de Identificação e Analise

Continua no PGP
Stakeholders
• Matriz de Engajamento

Continua no PGP
Encerramento
• Termo de Aceite
• Oficializar o aceite do cliente ou patrocinador do projeto
• Registro de Lições Aprendidas

Este documento formaliza o aceite da entrega considerando-a em conformidade com os requisitos e os


critérios de aceitação definidos.

[Descrever a entrega com seus requisitos e critérios de aceitação ou referencie o documento que será anexado. ]

[Usar caso haja alguma questão pendente em relação à entrega. Retirar a seção caso não houver nenhum ponto em aberto. ]
Questão em aberto Responsável Previsão

Aceite da Entrega
Os participantes abaixo atestam o cumprimento dos requisitos e dos critérios de aceitação da entrega.

Participante Assinatura Data


Patrocinador do Projeto
Gerente do Projeto
Equipe do Projeto

Bruna da Mata
Gabriel Santana
Leandro Oliveira
Leonardo Luna
Paulo Belo
Rodrigo da Mata
Rogério Arita

FGV – Gerenciamento de Projetos


GP-32, Goiânia – GO
Concorrência de Projetos, Equipe 7

Adicionar um rodapé