You are on page 1of 12

ARTE E LITERATURA

COMO OBJETO DE
ENSINO
O SO C O R R O C O Ê LHO DE OLIVEIRA
CIA D
PROFA. M.SC. MÁR

Sem
palavras
nem
cultura,
o que
seremos,
o que
teremos?
• Qual o seu repertório de prática
de leitura de textos literários?
• Quantas obras artísticas você leu
nos últimos dez anos?
Literatura, Arte e a Formação
do Leitor
• Os alunos de hoje leem pouco.
• A redação do enem amedronta a maior
parte dos alunos da escola pública.
• Somos (futuros)professores da área de
linguagem e suas tecnologias: o que fazer?
• BRASIL (2006), a maioria da população infanto-
juvenil vive em uma escolha desordenada no que se
refere às práticas de leitura, sendo que há muitas
pesquisas mostrando que os cânones,
principalmente, não fazem parte dessa lista.
• Cosson (2011), argumenta que a gente lê o que foi
ensinado na escola e também o que a sociedade
considera como objeto de leitura.
• A literatura e sua força humanizadora.
• A literatura como arte da palavra.
• O que é “ser letrado” atualmente?
• Formar um eu autossuficiente.
• O papel da Arte para a formação do leitor.
• Proposta de ensino interdisciplinar.
• Arte e Literatura e sua língua pluridimensional.
• Textos literários para questões gramaticais.
“É um símbolo do
Brasil. Ela não é preta
nem branca. Nem rica
nem pobre. Gosta de
música, gosta do
futebol, como nosso
povo.” (Di Cavalcanti)

A Mulata. 1928. Di
Cavalcanti.
Pescadores. 1951. Di
Favela. 1958. Di Cavalcanti.
Cavalcanti.
O Mulato é uma obra clássica de
Aluísio Azevedo, considerada um
marco do Naturalismo Brasileiro. O
livro foi lançado em 1881 e trata da
escravidão, do preconceito racial,
da sociedade brasileira e de seu
provincianismo.
O narrador da obra é Raimundo,
um mulato, filho bastardo de um
fazendeiro.
Mestiço. 1934. Cândido
Portinari.
A Literatura é uma linguagem que compreende, ao
menos, três tipos de aprendizagem: A aprendizagem da
Literatura, que consiste fundamentalmente em
experienciar o mundo por meio da palavra; a
aprendizagem sobre a literatura, que envolve
conhecimentos de história, teoria e crítica, e a
aprendizagem por meio da Literatura, nesse caso os
saberes e habilidades que a prática da literatura
proporciona aos seus usuários (COSSON, 2011, p. 47).
• Compromisso de ampliar o repertório cultural
dos nossos jovens e adolescentes.
• Ressignificação de sua existência.
• A leitura propicia ao ser humano seu
crescimento interior, e tal crescimento colabora
massivamente para a construção da sociedade.
REFERÊNCIAS
BIBLIOGRÁFICAS
• BRASIL. Orientações Educacionais Complementares aos Parâmetros Curriculares
Nacionais. Linguagens, códigos e suas tecnologias/ Secretaria de Educação
Básica. Brasília: Ministério da Educação, 2006. Disponível em
http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/linguagens02.pdf Acesso em: 14 nov.
2018.

• COSSON, Rildo. Letramento literário: teoria e prática. 2. ed. -São Paulo:


Contexto.2011.

• O Mulato. Postado por Pré-sal Brasil. Disponível em:


http://omulatoaluisio.blogspot.com/2010/09/poesia.html. Acesso em 14 nov. 2018.