You are on page 1of 19

EMOÇÃO

- Fenômeno visceral;

- Fenômeno psicossomático;

- Parte de um fato, de uma vivência que


desencadeia alterações orgânicas,
viscerais e que também se dá a nível
psíquico.
DEFINIÇÃO DE EMOÇÃO

• Estados afetivos dado pela introspecção


mediado por atos interpretativos

• Conjunto de alterações fisiológicas


internas que visam ao retorno do equilíbrio
normal entre o organismo e o meio
ambiente.

• Os vários tipos de comportamento


manifestos, expressivos do estado
fisiológico e psicológico.
Áreas Primárias
Áreas Secundárias
Áreas Terciárias
Áreas Límbicas
SISTEMA LÍMBICO
Histórico:

• Papez estudou a emoção e criou um circuito, chamado


“circuito de Papez”. Descobriu que a emoção ocorre à
partir de uma integração de sistemas.

• Direção predominante dos impulsos nervosos: hipocampo,


fórnix, corpo mamilar, núcleos anteriores do tálamo, giro
do cíngulo, giro para-hipocampal e novamente o
hipocampo, fechando o circuito

• Mc Lean definiu estas estruturas como Sistema Límbico,


intimamente ligado ao Sistema Reticular e Hipotálamo.
CIRCUITO DE PAPEZ
AMÍGDALA - FUNÇÕES:

- Auto-preservação, por ser o centro


identificador do perigo, gerando medo e
ansiedade e colocando o animal em situação
de alerta, aprontando-se para se evadir ou
lutar;

- Amizade, amor e afeição;

- Estados de medo e ira;

- Agressividade.
SISTEMA LÍMBICO

 Área mais primitiva do cérebro:


emoção.
 Dividido em:
 Andar Inferior (córtex temporal), ligado à
sobrevivência;
 Andar Superior (hipocampo, giro do
cíngulo), ligado ao prazer, a área genital que
conduz à preservação da espécie.
SISTEMA LÍMBICO
• O prazer ou o ciclo de resposta sexual está ligado
à Excitação, Platô, Orgasmo e Relaxamento -
Sistema EPOR.

• Importante: a excitação e o platô são muito


ligados ao Hipotálamo e o orgasmo é muito ligado
ao Sistema Límbico. Por isso, o Hipotálamo e o
Sistema Límbico devem estar integrados para que
o EPOR funcione adequadamente.
SISTEMA LÍMBICO
• Parte da sensação de fome é ligada ao
Sistema Límbico, à emoção, de
saciedade. Uma determinada emoção
pode desencadear a fome ou reduzí-la.

• O Sistema Límbico também controla o


ciclo circadiano, ritmo fisiológico do
indivíduo.
SISTEMA LÍMBICO
• O córtex é uma estrutura mais recente e o Sistema Límbico é
uma estrutura arcaica.

• O córtex é o Pensar e o Sistema Límbico é o Sentir.

• O pensar tem que estar ligado ao sentir.

• Importante é estabelecer uma ponte virtual entre o sentir e o


pensar. Nascemos com o sentir e quando vamos crescendo
vamos adquirindo o pensar.

• É fundamental a integração entre o pensar e o sentir que é o


crescimento (desenvolvimento) psicológico do indivíduo.

• O sentir afeto é a carga energética do pensar. Colocar o afeto no


pensar é a Vida.
SISTEMA LÍMBICO
• A ponte virtual entre o pensar e o sentir é o PSIQUISMO.
Quando entendemos isso, começamos a entender como
ocorrem as doenças.

• Exemplo: Neurose. O indivíduo tem muitos conflitos e não


consegue achar uma saída a nível mental então cria a
neurose.

• Outra saída para os conflitos que não acham uma saída é o


corpo e aí surge a Doença Psicossomática.

• A psicoterapia o que faz? Trabalha o afeto em relação ao


pensar.
CÉREBRO TRIÚNICO
• Córtex cerebral: estrutura do pensar. Toda
cognição está no córtex. Funções intelectuais.

• Sistema Límbico: abaixo do córtex. Responsável


pelas emoções. O indivíduo deve usar a emoção
colorindo o seu dia-a-dia. Se ficar só no pensar e
não usar a emoção esta procura outra via de
saída, o corpo.

• Cérebro Reptiliano: (Tronco Encefálico,


Substância Reticular Ativadora, Núcleos da
Base): controla funções de sobrevivência.
PSICOFARMACOLOGIA DA SOMATIZAÇÃO

Sistema Límbico Hipotálamo

SRA

Comportamento Psicológico Equilíbrio do Meio Interno

- Expressões da emoção - Prazer


- Respostas Verbais - Temperatura
- Fome
- Colorido Emocional - SNA
- Glândulas