You are on page 1of 54

UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS

FACULDADE DE JOÃO MONLEVADE

Ar Comprimido
Componentes:
Elessandro Gonçalves
Elizardo Pedroso
Paulo Marcos Castro
Tiago Augusto D. Porto

― PERFURAÇÃO E DESMONTE DE ROCHAS ―


Introdução
 O ar comprimido é utilizado em todos os equipamentos de perfuração, das
perfuratrizes leves manuais até as grandes máquinas,a energia de
perfuração é produzida pelo ar comprimido. O próprio acionamento dos
tratores, sobre os quais são montadas as perfuratrizes, é feito
principalmente através dele. Por isso o abastecimento de ar comprimido é
um assunto extremamente importante em qualquer canteiro de escavação
de rocha.
Os compressores de ar são máquinas que aspiram o ar da atmosfera,
comprimindo ou, reduzindo, portanto, seu volume e aumentando a
pressão. Dependendo da distância entre o compressor e os equipamentos
de perfuração e da quantidade de ar comprimido necessária ele é enviado
aos equipamentos de perfuração através de mangueiras flexíveis ou tubos
metálicos. Em obras de maior duração, como barragens ou pedreiras
comerciais, montam-se centrais de ar comprimido, isto é, um conjunto de
compressores é instalado numa edificação apropriada, com certos
requintes, para abastecer as frentes de perfuração com ar comprimido. Já
em obras de menor duração, como escavações de cortes rodoviários,
usam-se compressores portáteis, de fácil deslocamento. As perfuratrizes
de grande porte, denominadas conjuntos de perfuração, montadas sobre
trator com propulsão própria, dispõem de um compressor de ar,
dispensando, assim, as mangueiras de borracha ou tubulações metálicas
que levam o ar comprimido do compressor à perfuratriz.
AR COMPRIMIDO
 O ar comprimido necessita de uma boa preparação para realizar o
trabalho proposto: remoção de impurezas, eliminação de umidade
para evitar corrosão nos equipamentos, engates ou travamentos e
maiores desgastes nas partes móveis do sistema.

 O ar é um fluido altamente compressível, portanto, é impossível


se obterem paradas intermediárias e velocidades uniformes.

 O ar comprimido é um poluidor sonoro quando são efetuadas


exaustões para a atmosfera. Esta poluição pode ser evitada com o
uso de silenciadores nos orifícios de escape.
Propriedades Físicas do Ar

 Compressibilidade

O ar permite reduzir o seu volume


quando sujeito à ação de uma força
exterior.
Elasticidade
Propriedade que possibilita ao ar voltar
ao seu volume inicial uma vez extinto o
efeito (força) responsável pela redução
do volume.
Difusibilidade
Propriedade do ar que lhe permite
misturar-se homogeneamente com
qualquer meio gasoso que não esteja
saturado.
Expansibilidade
Propriedade do ar que lhe possibilita
ocupar totalmente o volume de
qualquer recipiente, adquirindo o seu
formato.
Aplicação do Ar Comprimido em
Perfuratrizes

 Sistema de percussão

 Sistema de limpeza
Sistema de percussão
A alternância dos movimentos é
conseguida por meio de uma válvula
que dirige o fluxo de ar ora para
uma, ora para outra face do pistão.
Esta válvula é movimentada pelo
próprio ar comprimido.
Sistema de percussão
Sistema de limpeza
 Os resíduos de rocha devem ser
removidos do furo;
 O sistema adotado na maioria consiste na
introdução, no furo, de um fluido (que
pode ser o próprio ar comprimido ou
água) na extremidade da broca;
 O fluido é injetado através de um orifício
central;
 Os resíduos são removidos pelo espaço
existente entre a superfície externa da
haste a broca e a superfície do furo.
Furo de Limpeza
Elementos de Produção de Ar
Comprimido

Compressores:

São máquinas destinadas a elevar


a pressão de um certo volume de
ar, admitido nas condições
atmosféricas, até uma determinada
pressão, exigida na execução dos
trabalhos realizados pelo ar
comprimido.
Classificação e Definição Segundo os
Princípios de Trabalho
São duas as classificações fundamentais
para os princípios de trabalho:

Deslocamento Positivo:
- Baseia-se fundamentalmente na
redução de volume.

Deslocamento dinâmico:
- A elevação da pressão é obtida por
meio de conversão de energia cinética
em energia de pressão, durante a
passagem do ar através do compressor.
Compressores
 De deslocamento positivo:
– A elevação de pressão é obtida por aspiração
de volumes sucessivos para dentro de um
cilindro e sua imediata exaustão; Pistão ou
rotativos
– No compressor com pistão a produção é
descontínua;
– No compressor rotativo o ar passa por um
sistema rotativo;
 Dinâmicos:
– O fluxo de ar de entrada é acelerado por meio
de pás ou outro dispositivo.
Acionamento dos Compressores
Elétrico:
 Pressupõe a existência de energia no local.
 Considerado mais econômico e de manutenção mais
simples.
 Exemplo no caso de construção de barragens,transportada
através de linha de transmissão.

Diesel:
 Utilizado quando não se dispõe de energia elétrica.
 Utilizados em casos de cortes rodoviários e ferroviários,de
desmonte de rocha para fundações de pontes e viadutos e
de pequenas pedreiras para produção de pedra britada.
Tipos de compressores
 Portáteis  Estacionários
– Geralmente – Exigem base de
acionados a diesel; concreto para
absorver vibrações;
 Semi-estacionários
– Montado sobre um
quadro feito de
perfis metálicos
Tipos de compressores
 Portáteis:Utilizados em canteiros de duração relativamente curta, da
ordem de seis meses. Um corte de rocha numa construção de estrada
configura esse caso. Não se justificaria a instalação de compressores
estacionários que normalmente requerem cuidados na construção da
base sobre a qual se assentarão. Além disso, são de difícil locomoção e
transporte.
Mesmo nos canteiros abastecidos por compressores de ar
estacionários existem alguns serviços para os quais será conveniente
poder contar com compressores portáteis, a exemplo do
fogacheamento de matacões que ocorre na frente da pedreira.
 Estacionários:São utilizados em obras de longa duração. É o caso de
pedreiras onde a frente de trabalho possui localização bem definida, o
prazo de utilização dos compressores é quase sempre superior a dois
anos e pode-se transportar o ar comprimido através de tubos
metálicos.
Instalam-se os compressores de ar geralmente sobre bases de
concreto, em galpão que se constitui numa verdadeira central de
produção de ar comprimido.
Na escavação de rocha os compressores estacionários são acionados
por motores elétrico ou diesel, na maior parte de casos porém, por
motor elétrico.
 Semi – Estacionários: São aqueles que, sendo montados sobre um
quadro feito de perfis metálicos, prescindem de bases especiais para
seu assentamento, que pode ser até sobre pranchões de madeira. Os
compressores portáteis são montados sobre chassi com molas e rodas
pneumáticas e dotados de barra de tração para seu deslocamento.
Compressores - exemplo
Compressor estacionário
Resfriamento
 Durante a compressão do ar o compressor
libera grande quantidade de calor;
 O resfriamento pode ser feito:

– Circulação do ar externo;
– Água;
– Óleo (nesse caso há necessidade de
bombeamento)
Resfriamento
. Circulação do ar externo:
O cilindro apresenta
aletas externas que
proporcionam maior área
de resfriamento.Um
ventilador força a
circulação do ar em torno
dessas aletas
aumentando a eficiências
do resfriamento.
Resfriamento

 Água e Óleo: Ocorre a necessidade


de bombeamento do fluido,forçando
sua circulação através do interespaço
existente em torno do cilindro e
criado por seu encamisamento.
Filtros de ar

 As impurezas do ar podem ser altamente


abrasivas e danificar o equipamento.

 As impurezas são altamente abrasivas


decorrentes da escavação e que atuariam
como uma verdadeiro esmeril
Qualidades do Filtro

 Separação eficiente;

 Boa capacidade de acumulação;

 Baixa resistência ao fluxo de ar;

 Construção robusta.
Tipos de filtro

 Labirinto umedecido por óleo;

 Filtros de feltro;

 Filtros de papel.
Lubrificação das perfuratrizes
 Fator determinante para prolongamento
da vida útil.

 O compressor deve possuir um sistema


permitindo quantidades corretas e
constantes de lubrificante em todas suas
partes moveis.

 Pode-se afirmar que a qualidade de um


compressor de ar está associada á
competência de seu sistema de
lubrificação
Funções Lubrificante

 Dissipar calor gerado pela fricção;

 Reduzir vazamentos internos de ar;

 Remover água de condensação,limalha


gerada pelo desgaste e outros depósitos;

 Proteger contra corrosão;


Sistemas de Lubrificação
 Sistema lubrificação por gravidade:O óleo é recolhido
por um disco e a medida que este disco gira, o óleo
que adere a suas paredes sobe, sendo enviado por
gravidade aos vários pontos de lubrificação. Por ser
limitado, aplica-se somente a compressores de baixa
produção.
 Sistema de lubrificação forçada:O óleo é levado por
uma bomba de pistão ou do tipo de engrenagens.
Uma válvula controla o fluxo de óleo, mantendo-o
sobre pressão constante. O sistema assegura
lubrificação em todas as partes móveis, o que
significa desgaste menor.
 Sistema de injeção de óleo nos rotores:Geralmente
feita através de ar comprimido, mas há sempre a
necessidade de uma bomba para as transferências
internas de óleo.
Dispositivo de lubrificação
Instalação de compressores

 Condições do ar
 Facilidade de água e energia elétrica

 Solo em boas condições

 Local ventilado

 Proximidade dos pontos de consumo

 Se necessário utilizar reservatórios de ar.


Distribuição do Ar Comprimido
 O ar comprimido produzido nos compressores é
encaminhado para o consumo nas perfuratrizes
através de tubulação. Nas instalações fixas adota-se
normalmente tubulação metálica até próximo às
perfuratrizes. A distribuição final desses pontos até
as perfuratrizes é feita através de tubulação flexível,
constituída de mangueiras especiais de borracha,
permitindo mobilidade ao equipamento.

 A tubulação de distribuição deve ser disposta com


cuidado a fim de evitar danos causados pelo tráfego
de obra.

 Atenção especial deve ser dada aos problemas de


vazamentos nas linhas de distribuição.
Distribuição do Ar Comprimido
 As tubulações metálicas para condução do ar
comprimido devem ser protegidas interna e
externamente contra a corrosão.

 As tubulações flexíveis são constituídas por


mangueiras de borracha com reforços internos de
lona.

 Para se evitar o acúmulo de água de condensação


no sistema de distribuição, introduzir nas linhas
separadores de condensados.
Distribuição do Ar Comprimido
 Para o dimensionamento das linhas de distribuição é
preciso determinar as necessidades de ar comprimido dos
serviços de escavação (O). Para isso somam-se os
consumos das máquinas, multiplicando o resultado pelos
fatores de correção do Quadro 10.1.
Distribuição do Ar Comprimido
Fatores a serem analisados:
 Fator de correção relativo ao desgaste dos
equipamentos
 Fator de correção do grau de utilização

 Fator de correção para vazamentos

 Fator de correção para a influência de


altitude
Tipos Fundamentais de
Compressores
 Positivos:– Pistão

– Rotativos Palheta

– Rotativo Parafuso

 Dinâmicos
Tipos Fundamentais de Compressores

 Compressor de Parafuso
Ciclo de trabalho de um compressor de
parafuso
Compressor de parafuso
Os parafusos são, também, chamados rotores. Um é
o rotor macho, o outro, fêmea. Ambos se justapõem,
penetrando os lóbulos do rotor macho nas
reentrâncias do rotor fêmea.
Não há necessidade de válvulas de admissão e de
exaustão. O fluxo de ar é contínuo para dentro da
câmara onde estão os rotores.
Compressor Parafuso

Parafuso Helicoidal: ampla faixa de pressão e capacidade


(ex.: 1 atm e 6 m3/s: 11 atm e 12 m3/s)

Coração de um compressor a parafusos helicoidais


40
Compressor de parafuso

Compressor rotativo: tipo parafuso


(http://www.em.pucrs.br/lsfm/alunos/luc_gab/compressores.html#C)
41
Tipos Fundamentais de Compressores

 Compressor Rotativo Palheta

Um rotor gira excentricamente


dentro de uma carcaça. Uma série
de palhetas encaixa-se em
ranhuras radiais existentes na
periferia do rotor. Essas palhetas
são forçadas por molas ou pela
força centrífuga contra as paredes
internas da carcaça ou contra
anéis de guia que evitam o
contato direto com ela.
Compressor Rotativo
Palheta

Funcionamento de um compressor rotativo: tipo palhetas


(http://alfa.ist.utl.pt/~lroriz/MyPage/compressores.htm)
Tipos Fundamentais de Compressores

 Compressor de Pistão
 A produção do ar comprimido é descontínua, já
que na fase inicial, a de aspiração do ar, não há
compressão no cilindro. Aspirado o ar, o pistão
inverte seu curso comprimindo o ar aspirado que,
ao atingir uma determinada pressão, abre a
válvula de exaustão e o ar segue para o
reservatório.
 O compressor de pistão consta, basicamente, de
um girabrequim, braço do pistão, pistão e
cilindro.
Principais componentes do compressor de pistão
Compressor de Simples Efeito ou
Compressor Tipo Pistão
Ciclo de trabalho de um
compressor de pistão de
simples efeito:
• A produção de ar
comprimido é
descontinua,já que na fase
inicial , a de aspiração do ar
não a compressão do
cilindro.Aspirado o ar,o
pistão inverte seu curso
comprimindo o ar aspirado
que,ao atingir uma
determinada pressão,abre a
válvula de exaustão e o ar
comprimido segue para o
reservatório.
Compressores de pistão
funcionamento
Ar Comprimido

Princípio de funcionamento de um compressor de pistão


(http://www.deq.isel.ipl.pt/cp/sebentas/seb03.pdf)
(http://alfa.ist.utl.pt/~lroriz/MyPage/compressores.htm)
Tipos Fundamentais de Compressores

 Compressor de Pistão de dupla ação


 Foi desenvolvido a fim de permitir melhor
utilização do cilindro e do movimento de pistão.
 O movimento ascencional do pistão é aproveitado
para comprimir o ar na câmara superior e
simultaneamente aspirá-lo para a câmara inferior,
caracterizando a dupla ação.
 Quando o pistão desce ocorre o oposto:
comprime-se na câmara inferior o ar que havia
sido aspirado durante a subida do pistão
aspirando-o na câmara superior, sendo que esse
volume será comprimido quando o pistão inverter
seu curso e passa a subir.
Compressor de Pistão de Dupla Ação

Compressor de pistão de dupla ação


Compressor Dinâmico
O gás escoa através do olho do rotor,
acelerado radialmente, saindo com um
aumento da velocidade, da periferia ao
difusor (variação da energia cinética
para energia de pressão).

Princípio de funcionamento de um compressor dinâmico


(http://www.deq.isel.ipl.pt/cp/sebentas/seb03.pdf)
Conclusão
 O ar comprimido é um elemento extremamente
importante, na qual a sua utilização ocorrem em
equipamentos industriais, equipamentos de mineração e
em áreas de manutenção, com a finalidade de
refrigeração de componentes mecânicos, climatização,
limpeza de furos em perfuração de rochas e acionamento
de perfuratrizes e outros equipamentos.
 O compressor de parafuso, apesar de ser os maiores,
possui uma vantagem excelente de possuir poucas
peças, o que diminui a necessidade de manutenções.
 No entanto, os compressores de ar são as máquinas de
maior gasto para se adquirir, e maior consumidor de
energia, por isso, os critérios de seleção devem ser
bastante estudados, para que se possa tomar uma
escolha satisfatória para o sistema que se deve montar.
Referências Bibliográficas
 (1) Atlas Copco Manual, Atlas Copco AB, Estocolmo, Editors Torgny
Rogert e S. Bertil Andersson, 2 edição, 1975.

 (2) Atlas Copco Manual, Compressed Air Engineering, Atlas


Copco AB, Editor Torgny Rogert, Orebro, 1971.

 (3) Fraenkel, K. H., Manual on Rock Blasting, Estocolmo, Atlas


Copco Aktiebolag and Sandvikens Jernverks AB, v. II, 10:3.1 a
10:3.19, 2 edição, 1958.

 (4) Atlas Copco, Manual de Instalação de Compressor, Publicação n’?


5.115 P8, julho, 1967.

 (5) Catálogos de Compressores, Atlas Copco AB, Suécia.

 (6) Catálogos de Compressores, Atlas Copco Brasil Ltda., São


Paulo.

 (7) Catálogos de Compressores, Camborne, Cornwall, Inglaterra,


Holman Brothers Ltd.

 (8) Atlas Copco Manual, Fourth Edition, Atlas Copco AB, by


Ljungfõretagen AB, Órebro, Sweden, 1982.