You are on page 1of 25

Transporte de Oxigênio (O2

)

O2 apresenta solubilidade extremamente
baixa no sangue

 Os vertebrados desenvolveram proteínas que
garantem o suprimento de O2:
 Mioglobina: localizada nos músculos, reserva de O2
 Hemoglobina: localizada nas hemácias , aumenta
70 vezes a capacidade de transporte de O2. Participa
do transporte de CO2
Formas de transporte de O2

Dissolvido no sangue: 2%
Oxihemoglobina: 98%
A capacidade da Mb e da Hb ligar O2 depende do
grupo prostético HEME

Estrutura básica das
Protoporfirina IX+Fe2+ =Heme
porfirinas
Ligação do O2 ao Fe2+

Histidina Plano do anel
da porfirina
Histidina proximal

Histidina distal

Plano da
porfirina
Heme
O Ferro no Heme pode estar como Fe2+ ou Fe3+
Na mioglobina ou na hemoglobina:
Somente o Fe2+ pode ligar-se ao O2
A porção polipeptidica é necessária para proteger o
Fe2+ da oxidação
 ligação reversível
 Oxihemoglobina ou Oximioglobina
 cor vermelha
O Fe3+ não permite a ligação do O2
 meta-hemoglobina, cor castanha
Mioglobina – Típica Proteína Globular

Vista de um corte da molécula

Azul – AA hidrofílicos
Amarelo – AA hidrofóbicos
Características da Mioglobina
 O interior da molécula consiste quase que exclusivamente de
resíduos apolares

 O exterior da molécula contém resíduos polares e apolares

 O grupo Heme está localizado em um bolsão apolar, que protege o
Fe2+ da oxidação
Mioglobina e cadeia β da
Hemoglobina
HEME

Mioglobina Cadeia β da
hemoglobina
Hemoglobina

Grupo
prostético
Características da hemoglobina
• Formada por 4 cadeias peptídicas cada uma com uma
com um grupo heme (MW= 68000 Da)
• Tem estrutura tridimensional conhecida em detalhes
• Transporta O2 e CO2
• Tem alto poder tamponante
Cadeias de Hemoglobina
Humana
 Cadeias α = 141 resíduos

Cadeia β = 146 resíduos

 Hb A: predominante nos adultos, α 2β 2

Hb F: hemoglobina fetal , α 2γ 2
Estrutura quaternária da HbH e da HbO2

Desoxihemoglobina Oxihemoglobina

Desoxi-hemoglobina=T (tensa) Oxi-hemoglobina=R (relaxada)
Movimento do átomo de ferro na oxigenação

O interruptor para as variações
na estrutura quaternária da Hb
é o movimento do átomo de Ferro
na oxigenação
Com a oxigenação o raio do
átomo de Fe diminui movendo-se
para o plano da porfirina
 O deslocamento do Fe produz
um movimento da HisF8 que dá
origem a todas as modificações
O movimento do átomo de Fe
favorece a troca da estrutura
T para R
A HisF8 proximal desloca a hélice F

Hélice F

 Plano da porfirina
Interações Iônicas na desoxi-hemoglobina:
pontes salinas

Pontes salinas : ligações eletrostáticas, não covalentes

A mudança estrutural dentro de uma subunidade é comunicada
a outras partes da molécula
Propriedades alostéricas da Hb
 A ligação de um O2 facilita a ligação de mais O2 (efeito
cooperativo)
 A afinidade da Hb por O2 depende do pH e da pCO2
(efeito Bohr)
 A afinidade da Hb por O2 é regulada por fosfatos
orgânicos (BPG)
IMPORTANTE: a Mioglobina não apresenta nenhuma
destas propriedades
Curva de saturação da Mb e da Hb

Para qualquer pO2,
Y é maior para a Mb Mioglobina
do que para a Hb Saturação

Hemoglobina
P50 Mb= 2.8 torrs
P50 Hb =26 torrs

pO2pressão (torrs)

P50 = pressão parcial de O2 na qual 50% dos sítios estão ocupados
Curva de saturação da Mb e da Hb

• A mioglobina se liga a um só oxigênio tem uma curva
de saturação hiperbólica
• A hemoglobina se liga a 4 oxigênios e tem uma curva
de saturação sigmóide. Mais ligações salinas tem que
ser rompidas para a entrada do primeiro oxigênio na Hb
• A entrada dos demais oxigênios é facilitada: efeito
cooperativo.
Efeito alósterico do BPG

Hb-BPG+4O2 Hb(O2)4+
BPG
Sabia-se que o BPG estava
presente na hemácia mas a
sua função não era conhecida
Em 1967, Ruth e Reinhold
Benesch descobriram que o
BPG se ligava a Hb diminuindo
sua afinidade pelo O2
A HbO2 perde o sítio para BPG
O BPG liga-se no eixo central da molécula de hemoglobina

Desoxi-hemoglobina Oxi-hemoglobina
cargas positivas em
azul
Hemoglobina Fetal
Hemoglobina fetal

Hb Fetal (α 2 γ 2)
Hb
Menor afinidade

materna

pelo BPG
His →Ser

O2 flui da Hb materna
para a Hb fetal
Fatores que afetam a
afinidade da Hb pelo O2

Relações alostéricas entre H+, CO2 e O2

Diminuem a afinidade

∀⇑ temperatura

∀⇑ H+ (⇓ pH)

• ⇑ CO2

• ⇑ 2,3 BPG
Efeito Bohr

Relação alostérica entre H,
O2 e CO2
Nos tecidos, o pH mais baixo
e o pCO2 mais alta resulta na
conversão da forma oxigenada pulmões
para a desoxigenada
desvio da curva para a direita
= diminuição da afinidade→
liberação do O2 tecidos

Nos pulmões, ocorre a
captação de O2 e liberação de
CO2
Mecanismo do efeito Bohr

 O O2 e H+ não se ligam no memo sítio na Hb
 Nos pulmões: oxigenação da Hb e
desidratação do CO2
 Nos tecidos: desoxigenação da Hb e
desidratação do CO2